BrasileirasPeloMundo.com
Copa 2014

A Copa Segundo as Brasileiras Pelo Mundo

A Copa do Mundo é um momento único no Brasil.  As escolas suspendem as aulas, as pessoas saem mais cedo do trabalho e até quem não gosta de futebol comenta as partidas. Este ano, por ter acontecido no Brasil, o maior evento do mundo foi vivido com mais intensidade. No entanto, e nos outros países ? Será que se vive este campeonato com a mesma paixão? E quanto aos países que não se classificaram ? Ficam indiferentes ou escolhem um time para torcer? Confira o testemunho das Brasileiras Pelo Mundo sobre a Copa:

Holanda  

Nem preciso escrever muito sobre a empolgação que tomou conta do país  depois do primeiro jogo da Holanda X Espanha e que terminou em 5×1.  No período pré-Copa não percebi os holandeses muito animados não. Tanto nas ruas quanto na TV as pessoas estavam extremamente cautelosas e sem muita fé na Seleção Holandesa (considerada fraca se comparada com a anterior), apesar do técnico Louis van Gaal ser bastante respeitado por aqui (mesmo levando em conta suas declarações polêmicas). Na cidade onde moro poucas casas enfeitadas e nada de muito especial até esse primeiro jogo. De repente, tudo alaranjou: surgiram bandeiras, bonecos, faixas etc. Mas, é importante deixar claro que nas cidades maiores é  um pouco diferente, o entusiamo e a festa são maiores.

Praticamente todos os bares tem um telão ou uma tv para se assistir aos jogos da Holanda e a cor predominante, é claro,  o laranja.  Nos supermercados e lojas, doces , óculos, copos, perucas, chápeus, roupas tudo laranja !!!!  Os “looks”? Os mais bizarros.

Ah! E nos dias de jogos da seleção holandesa é decretado feriado ? O país todo para ? Escolas mudam horários e calendários ? Não !!! Isso é impensável. Se o jogo for dentro do horário de trabalho, estudo, curso, etc. paciência: o jeito é assistir depois a reprise dos melhores momentos pela TV.

Com o correr dos jogos, os holandeses estão bem mais entusiasmados, mas ainda não acreditam numa Holanda campeã da Copa mesmo porque, segundo as más línguas daqui, já estaria tudo programado para uma vitória brasileira.  Será ? (Cintia Beatrice)

IMG_5740 (1)
Copa 2014 na Holanda

St. Louis, Missouri, EUA

Apesar de estar localizada no Meio-Oeste americano, St. Louis é uma cidade onde existe uma grande comunidade que aprecia o futebol (ou soccer como eles chamam por aqui). Pra se ter uma ideia, em 1950, com exceção do goleiro, todos os outros jogadores da seleção americana que participaram da Copa eram de St. Louis! E assim ficou o amor e a empolgação pelo futebol por aqui. Agora em 2014 a maioria dos nativos tem se reunido para assistir os jogos da Copa no complexo do Busch Stadium, casa do time de baseball da cidade (os Cardinals). Lá tem um telão enorrrme, fica lotado em dia de jogo, as pessoas levam bandeiras, pintam o rosto e se empolgam em meio aos gritos de USA, USA, USA!!! A comunidade brasileira de St. Louis é animação total também! Os 3 únicos restaurantes brasileiros da cidade ficam lotados em dia de jogo do Brasil, algumas pessoas fazem churrasco em casa (com muito caipirinha) e  se reúnem com os amigos, os pubs sempre tem um brasuca levando nossa alegria adiante, e a fábrica da Budweiser (que é daqui de St. Louis) tem até grupo de samba tocando e mulatas com samba no pé. It is a World Cup fever!  (Lorrane Campos)

foto 2 (1)
Copa 2014 em St. Louis, Missouri, EUA

Tucson, Arizona, EUA

Muitos, por aí, dizem que os americanos não curtem Copa do Mundo e que para eles futebol de verdade é o futebol americano. Sabe, aquele em que a bola não é redonda… rs. Claro que tenho que admitir que amam o ‘Super Ball’ mas teve muito americano faltando ao trabalho e lotando bares para assistir os jogos da Copa do Brasil. Cada jogo uma emoção… muita emoção. No início das partidas, ainda um pouco tímidos, batiam palmas em cada lance bom, mas durante o jogo já estavam pulando e celebrando emocionados. Olha, confesso que foi muito bom ver tanto gringo vestindo verde e amarelo e se juntando aos brasileiros para torcer pelo Brasil. Afinal, como brasileira bairrista que sou tenho que admitir que é impossível controlar as emoções e evitar aquele friozinho na barriga quando vemos (mesmo que pela TV) a Seleção Canarinho entrar em campo e ouvimos o Hino Nacional, nem percebemos que estamos em terras estrangeiras e quando nos damos conta estamos também cantando a Capela. Nem sequer nos importamos se o jogo começa ao meio-dia, por causa do fuso-horário, levamos pandeiro e fazemos samba com a vitória ou mesmo com o empate. Brasileiro é povo que sabe celebrar e fazer uma festa para gringo nenhum botar defeito. (Cleo Vassiliou)

IMG_9226
Copa 2014 em Tucson, Arizona, EUA – Foto de Cleo Vassiliou.

Itália

Italianos assim como brasileiros também adoram futebol. Tem telões espalhados pela cidade para todo mundo assitir juntos aos jogos da “Azzurra”. Mas pena que a Itália foi desclassificada muito rapidamente e daí o clima mudou. Os italianos não assistem tanto mais aos jogos, não se empolgam, ou seja, a vida continou para eles. Alguns gostam do Brasil e até torcem por ele, outros torcem contra. Mas a Itália deixar a competição já na primeira fase foi uma punhalada no peito para eles.

Para nós brasileiros que estamos fora do nosso país na época do campeonato mundial é estranho. Não temos o grito de Goooooooooooool na narração italiana, não temos a mesma emoção. Mas mesmo assim nos reunimos em bares ou casa de amigos. Temos grupos no Facebook de brasileiros em Roma e aproveitamos para marcar nossos eventos da Copa e comemorarmos juntos. Vários bares brasileiros e italianos transmitem os jogos do Brasil, daí só dá verde e amarelo e muita torcida, muitas vezes com direito à música brasileira ao vivo, caipirinha e feijoada pra nos sentirmos mais ainda em casa. (Carla Branchini)

Espanha

 Na Espanha não se pintam as ruas, não se colocam bandeiras na janela e o comércio só exibe produtos relacionados à Copa uma semana antes da abertura da competição. Perder um dia de trabalho ou de aulas está fora de cogitação. No país campeão de 2010, La Roja sempre foi vista com desconfiança. “A Espanha nunca passa das quartas de final” rezava um antigo ditado. Com a conquista da Eurocopa em 2008, do título mundial em 2010 e de novo da Eurocopa 2012 isso pareceu ter mudado. Ninguém teve vergonha de sair de vermelho e amarelo, empunhar a bandeira e gritar a plenos pulmões os títulos conseguidos. Porém, quando houve o sorteio dos grupos da Copa 2014 e a Espanha ficou em um possível cruzamento com o Brasil tudo mais foi esquecido. Os jornais não falaram de escalação, tática ou forma física: o medo era pegar o Brasil nas oitavas. O final das história vocês já sabem e a Espanha voltou pra casa bem mais cedo que o esperado, para a perplexidade dos torcedores espanhóis. Os madrilenhos costumam assistir aos jogos em bares, casas de amigos ou na gigantesca tela instalada ao lado do estádio do Real Madri. Para a torcida verde e amarela restam os bares  e principalmente, a Casa do Brasil. Misto de residência estudantil e centro cultural, a Casa do Brasil transmitiu todos as partidas das nações ibero-americanas e ainda montou um bar que vendia coxinha de galinha e guaraná. O que mais um expatriado pode querer ? (Juliana Bezerra)

DSC01489
Copa 2014 na Espanha – Foto www.rumoamadrid.com.br

Argentina

Aqui na Argentina não está acontecendo a Copa do Mundo e sim o Mundial de Futebol.  Os horários durante a semana dos jogos do Brasil complicou a vida de nós brasileiros. Já os jogos da Argentina podemos ver nos telões ou televisões gigantes instalados nas praças. Quem trabalha, não tem problema: as empresas disponibilizam Tvs, telões, muitas fazem sorteios, oferecem comida durante os jogos ou os colegas se juntam e compram. Para nós brasileiros, além de driblar o trabalho para ver os jogos do Brasil ainda temos que escutar a narração argentina, chilena, colombiana, enfim, é difícil, mas brasileiro é persistente e o que importa mesmo é poder gritar pelo tão esperado gol. Os argentinos torcem pelo Brasil durante os nossos jogos. Por dois motivos: gostam do nosso país e sonham com um jogo das duas seleções. E sim, eles sonham em ganhar esta Copa no Brasil. Seria insuportável, então só me resta torcer para que isso não aconteça! (Ina de Oliveira)

BMP_Copa_Ina_01
Copa 2014 na Argentina – Foto: Ina de Oliveira.

Suíça

Pasmem, mas suíços podem (sim) ser tão animados quanto nós brasileiros em época de Copa do Mundo. A diferença é que os Brasileiros se tornaram verdadeiros “profissionais” em festa. E qualquer jogo de futebol vira uma concentração de milhares de torcedores fanáticos! Os torcedores fanáticos por aqui também existem, mas eles se reúnem em pequenos grupos. Nas casas, nas varandas dos prédios, nos bares… Durante os jogos da Suíça eram sempre pequenos “blocos vermelhos” espalhados pela cidade. A época do ano ajuda! O verão europeu combina com Copa do Mundo! No cardápio: churrasco (muita salsicha, é claro!), Apperol Spritz e cerveja! O bacana dessa Copa do Mundo é ver um torcida extremamente diversificada. Como 1 em cada 4 habitantes da Suíça é estrangeiro, também é normal encontrar camisas e bandeiras de diversas nacionalidades nos carros e varandas!! Pena que toda essa torcida e animação não foi suficiente pra manter a seleção na Copa. Escrevo esse texto de luto, pois a Suíça foi eliminada pelos hermanos argentinos. (Christiane Lima)

Claudia Barge
Copa 2014 na Suiça. Foto: Claudia Barge.

China

Como vocês sabem, a China não tem seleção na Copa do Mundo, então eles torcem para o mundo, literalmente! Tem torcedores chineses para todos os times e o Brasil é um dos favoritos. Os shoppings, as praças, ruas, lojas todas enfeitadas para a Copa do Mundo. Segundo alguns amigos que estão no Brasil, ao verem as fotos que tenho postado ficaram espantados: disseram que há mais decoração da copa aqui do que lá. Mas afinal, tudo que está sendo vendido lá vem daqui…rs Copa ‘made in China’!

Como tem muito brasileiro desse lado do mundo, as torcidas estão a postos, mesmo os jogos acontecendo as 3 ou 4  da madrugada! Isso mesmo, estamos 11 horas na frente do Brasil. Costumo chamar Shanghai de a  ‘Torre de Babel’ do século 21, então temos torcidas animadas de todos os países participantes. Os restaurantes e bares fazendo promoções e os chineses se divertindo com a festa da copa além de estarem se esbaldando nas apostas! Sim, isso mesmo: já que não tem time, o chinês tenta ganhar dinheiro com os ‘bolões’. Até no TAOBAO, site de compras on line mais popular da China você pode fazer a sua aposta!

O duro mesmo é assistir o jogo em mandarim… ai, os brazucas aqui morrem de saudades do Galvão! Tudo é relativo nessa vida, não é mesmo? (Christine Marote)

china
Copa 2014 na China – Foto de Nonata Menezes.

Related posts

Expectativas para a Copa do Mundo, depois de 2014

Patricia Souza

2 comentários

Pequena Gi Julho 17, 2014 at 10:57 am

Ju, adorei a ‘coletânea’. A Copa por aqui (em Praga) foi bem silenciosa, mas a decoração verde-amarelo estava em todo lugar…será que também era ‘made in China’, Chris?! hehe

Resposta
Juliana Julho 18, 2014 at 2:04 pm

Obrigada!! Tentamos fazer um “mosaico” e deu certo. Vejo que o clima da Copa não deixa ninguém indiferente…Abraços.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação