APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima

0
163
Foto: pixabay.com
Advertisement

APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima.

A APAV é uma Associação Portuguesa de Apoio à Vítima fundada em 1990, com sede em Lisboa e sem fins lucrativos. A instituição conta com a ajuda de colaboradores que se voluntariam para atender tanto presencialmente como por telefone pessoas que sofrem com algum tipo de violência. Também recebe ajuda de entidades privadas e governamentais para realizar suas atividades.

A APAV atua de “forma individualizada, qualificada e humanizada, vítimas de crimes através da prestação de serviços gratuitos e confidenciais”. A associação presta informação sobre como se deve agir em situações de infrações penais orientando e encaminhando a vítima para receber atendimento de acordo com cada caso específico. Presta apoio moral, jurídico e psicológico. Todos esses atendimentos prestados pela APAV são gratuitos e confidenciais.

Para além disso, a APAV tenta realizar mediação entre vítima-infrator (dependendo do caso e da situação) fundamentando-se em uma justiça restaurativa e humanizada, quando possível.

Atuação

Essa associação atua em todo o território nacional, busca voluntários em faculdades de direito, promove programas de informação e sensibilização da opinião pública e conscientização das vítimas para procurarem apoio com o objetivo de se livrarem de um relacionamento abusivo e/ou dependente. A vítima de uma agressão física ou psicológica, após entrar em contato com a APAV, é direcionada às autoridades policiais e judiciárias competentes.

Leia também: Violência doméstica em Portugal

Os tipos crimes mais comuns atendidos pela APAV, geralmente estão relacionados aos casos de violência doméstica e, neste caso, estão englobados a violência cometida por um cônjuge contra outro (indiferente do gênero, pois há homens que sofrem violência doméstica também) e de filhos contra os pais; crimes sexuais; homicídios; crimes contra o patrimônio além de stalking (também conhecido por perseguição persistente – é um termo em inglês que designa uma forma de violência na qual o sujeito ativo invade repetidamente a esfera de privacidade da vítima, empregando táticas de perseguição e meios diversos, tais como: ligações telefônicas, envio de mensagens por SMS ou por e-mail, publicação de fatos ou boatos em sites da internet, envio de presentes, espera da pessoa em lugares normalmente frequentados e que resultam em dano à integridade psicológica e emocional, restrição da liberdade de locomoção ou lesão à reputação da vítima).

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar em Portugal

Parcerias

A APAV possui parceria com diversas entidades governamentais como Ministério da Justiça e Ministério da Saúde, bem como entidades do setor privado: Anistia Internacional, Banco de bens doados dentre outros. Entre as entidades profissionais que colaboram com o trabalho da associação no apoio à vítima de violência, estão a Ordem dos Psicólogos Portugueses e Ordem dos Enfermeiros. Além desse apoio prestado em cobertura nacional, a APAV encontra auxílio de entidades internacionais e mecenas (empresas e instituições que acreditam e apoiam a missão da APAV, como por exemplo, AVON, Fundação Calouste Gulbenkian, Fundação EDP, Microsoft, VODAFONE, RTP e outras empresas) que ajudam a manter a associação financeiramente.

Como entrar em contato

A APAV possui vários canais de contato. Quem precisar de ajuda poderá acioná-los através da linha de apoio à vítima gratuitamente.

A pessoa também poderá ir diretamente até um dos gabinetes de apoio à vítima presentes em 25 localidades portuguesas.

Quem estiver em busca de ajuda, poderá entrar em contato com a APAV através da linha de apoio à vítima e o atendente direcionará para um gabinete de apoio mais próximo da residência ou para um centro de apoio especializado.

Em Lisboa, está situada na Rua José Estêvão 135-A, Piso 0. O atendimento em dias úteis ocorre das 10h às 13h / 14h às 17h30.

Na cidade do Porto, o gabinete se encontra no Centro de Recursos Sociais da C.M. Rua da Fábrica Social, 17, Piso 2. O atendimento nos dias úteis é das 10h às 13h / 14h30 às 18h.

Todas as informações abordadas pela vítima são confidenciais e mesmo os voluntários seguem os princípios da associação de privacidade e dignidade da pessoa. Além disso, respeitam a diversidade existente no país, atendem com igualdade e sem discriminação (sejam por motivos étnicos, de nacionalidade, sexo, idade, orientação sexual, identidade de gênero, situação familiar, deficiência, nível de escolaridade, condição socioeconômica, convicções religiosas ou ideológicas). Todos serão bem acolhidos!

Leia também: Associações de apoio às mulheres em Berlim

Se você conhece alguém que sofre algum tipo de violência, pode fazer uma denúncia pelo número de apoio à vítima mencionado abaixo ou orientar que a pessoa entre em contato com a APAV.

A APAV apoia vítimas de TODOS os crimes:

– Linha de Apoio à Vítima 116 006 (chamada gratuita);

– Diretamente em um dos Gabinetes de Apoio à Vítima da APAV;

– Por e-mail: [email protected]

Em outro plano, se você quiser ser um colaborador ativo e fazer a diferença, faça seu cadastro para ser voluntário e auxiliar pessoas que precisam não só de apoio jurídico, psicológico e social, mas também uma voz amiga e responsável.

O BPM dispõe de um diretório com associações de apoio às mulheres vítimas de violência doméstica em vários países.

Lembre-se: A violência se esconde no silêncio e pode acabar em morte. Não se cale!

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.