BrasileirasPeloMundo.com
Espanha

As pequenas cidades ao redor de Valência

As pequenas cidades ao redor de Valência.

Quando mudamos de país, além de todas as preocupações, medos e ansiedades, nos cabe escolher uma nova morada. Por mais que saibamos a cidade destino, a dúvida de viver na cidade grande ou optar por um povoamento menor e mais tranquilo, pode surgir, principalmente quando há crianças envolvidas. Assim, complementando o artigo que escrevi em novembro de 2017 sobre os bairros para se viver na cidade de Valência, decidi buscar algumas dicas de pueblos (pequenas cidades em espanhol) ao redor da capital que podem ser ótimas opções para quem privilegie o sossego e um custo de vida mais baixo, sem se afastar dos grandes centros.

Desde que aqui cheguei, sempre optei por viver na cidade de Valência, assim que minhas dicas e relatos são baseados em pesquisas, comentários e visitas às cidades vizinhas. Vale insistir que Valência é uma cidade muito pacífica e segura, então imagina os pueblos ao redor. Conhecida pelos espanhóis por ser uma região propicia para viver a aposentadoria, embora existam muitas famílias e estudantes, a Comunidade Valenciana é um refugio de paz. Os expatriados que optam pelas pequenas cidades normalmente o fazem pelo custo do aluguel que, com certeza é inferior em relação a capital. Então se forem adeptos a programas mais diurnos e não se importarem em realizar pequenas viagens diárias, os pueblos são ótimas opções.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar na Espanha

Elenquei as cidades a partir da distância entre as mesmas e a capital e, além de uma pequena descrição, menciono o acesso à Valência, via transporte público, que considero uma informação relevante.

  • Benimamet (população 14 mil habitantes): Na realidade trata-se de um subdistrito de Valência que voltou a integrar a capital em 1882. Situada a Noroeste, é considerada uma cidade dormitório, mas que abriga o Velódromo e a Feria de Valência, um espaço de exposições e convenções internacionais, além de parques, jardins, colégios e centro cultural, como por exemplo, a Sala Cervantes. O acesso ao centro de Valência é feito por ônibus (linha 62) ou metrô (linhas 4 e 2).
  • Mislata (população 42 mil habitantes): Localizada a apenas 3 km à oeste de Valência, Mislata conta com uma boa infra estrutura escolar, hospitalar e instalações poli-esportivas, ademais da proximidade com uma importante avenida da capital (Avenida del Cid), com acesso ao centro da cidade e as rodovias. Sua economia primordial é o terceiro setor (comércio e serviços) para atender a população que em sua maioria trabalha fora da cidade. Desde aí há muitas opções de linhas de ônibus e metrô.
  • Xirivella (população 28 mil habitantes): Separada de Valência pela rodovia V-30, fica a apenas 4km da capital. É uma cidade pacata, onde vista-se a população conversando despretensiosamente nos bancos espalhados pelas calçadas. Sua economia também está voltada ao setor de serviços e tem como atrativo a proximidade com o grande centro comercial de Bonaire e também por sediar a Mostra Internacional de Palhaços. O acesso ao centro de Valência é através de ônibus intermunicipais chamados de metro-bus (linha 160).

Leia também: Conhecendo a Espanha Romana

  • Burjassot (população 37 mil habitantes): A 5 km a noroeste de Valência, é uma cidade bastante familiar que engloba uma zona comercial com grandes lojas de departamento, supermercados e restaurantes (Parque Albán), o Centro Cultural Tivoli e um Auditório Municipal. Fora o terceiro setor, a economia de Burjassot está baseada nas indústrias de importação, principalmente transportes e comunicação. Acesso através das linhas 1 e 2 do metrô.
  • Benetusser (população 14 mil habitantes): Esta pequena cidade, a 5 km ao sul da capital, faz parte da rota arqueológica espanhola devido aos restos pré históricos encontrados na região. Conta com uma satisfatória rede de serviços públicos e indústrias mobiliárias. O acesso pode ser realizado por trem (cercanias C1 e C2), metrô e ônibus (linhas 180, 181 e 182).
  • Paterna (população 68 mil habitantes): Paterna é um antigo município agrícola localizada a 5k a noroeste de Valência, que hoje tem uma grande atração turística. Cidade de serviços, com uma produção industrial diversificada, possui um grande patrimônio histórico e arquitetônico, além de teatros, auditórios e parques. Acessos pela linha 1 do metro e linha 4 da tranvia (trem de superfície).
  • Quart de Poblet (população 24 mil habitantes): A economia desta cidade a 6km oeste de Valência é voltada a agricultura e a indústria. Rica em cultura, dispõe de muita área verde e desportiva. O acesso a capital é fácil, seja através de ônibus (linhas 150-161-180), metrô (Linhas 3 e 5) ou trem (cercanias C3).
  • Moncada (população 21 mil habitantes): 8 km de distância separam Moncada de Valência, cuja economia é majoritariamente agrícola. Cidade com grande infra estrutura muito por conta de sediar um campus universitário, motivo também que atrai os estudantes. Acesso via metrô (linhas1 e 3).
  • Manises (população 30 mil habitantes): A 8km a oeste, é a cidade que abriga o aeroporto internacional de Valência. Famosa por sua cerâmica, com importante tradição desde a Idade Média. Comporta um grande e importante hospital público, com capacidade para atender até 195 mil pessoas e com uma equipe médica de grande prestígio internacional. Para chegar até esta cidade utiliza-se as linhas 3 e 5 do metrô e a linha 150 do ônibus intermunicipal.
  • Torrent (população 80 mil habitantes): Torrent é uma das cidades mais populosas da Comunidade Valenciana, localizada a 9km a oeste da capital. De economia industrial, é  um tradicional lugar de veraneio para os habitantes de Valência. Possui um auditório que sempre tem apresentação de bons artistas; tive o prazer de ver e ouvir Maria Gadú, e também um serviço de aluguel de bicicletas, o TorrentBici, semelhante ao prestado pela capital. O acesso se dá por ônibus (linha 170) ou metrô (linhas 1, 2 e 7).
  • Lliria (população 22 mil habitantes): mais afastada da capital (25 km a noroeste), Lliria goza de um excepcional patrimônio histórico e cultural e também de tradição musical, sendo considerada a Cidade da Música. Com economia voltada a agricultura, em especial hortaliças e cítricos, seu acesso à Valência é através da linha 2 do metrô.
  • Sagunto (população 64 mil) e Puerto de Sagunto (45 mil habitantes): Sagunto é uma antiga cidade a 25 km ao norte da capital, de grande tradição arqueológica, com ruínas de um Castelo do século V a.C. e um teatro romano do século I, além de um belíssimo centro histórico. Mas não só de relíquias vive esta cidade, Sagunto conta com uma economia industrial e exportação cítrica, e grande infra estrutura de serviços e clubes esportivos. Colada a Sagunto está Puerto de Sagunto, com 1.300 metros de praia fina e um moderno passeio marítimo, com bares, restaurantes, lojas e discotecas. Ótimo lugar para desfrutar o verão! Passo vários finais de semana nesta cidade, e me encanta. O acesso a ambas pode ser feita através do metro-bus (linha 115) ou por trem até a estação de Sagunto.

Caso conheçam outros pueblos, compartilhem. Até a próxima!

Related posts

Natal na Espanha

Juliana Bezerra

Dicas para comprar móveis em Madri

Tati Sato

Primeira Comunhão na Espanha

Melissa Dobrezanski

7 comentários

Luciana Abril 24, 2018 at 1:02 am

Morei entre 2006 a 2009 em Valencia, meu ex companheiro tinha dupla nacionalidade. Hoje estou no Brasil mas meu coracao ainda anseia estar em Valencia. A segurança, o acesso a saude e estudos, alem da cultura do povo daquela cidade sao pontos que me atrai a estar ali. Penso em um futuro nao muito distante voltar àquela cidade.

Resposta
Gi Desnos Maio 31, 2018 at 8:24 am

Bom dia Marcela.
Obrigada por compartilhar essas informações.
Eiu sou carioca, casa com um francês, morando na França ha 5 anos. Tenho 3 filhos (20, 16, 8 anos). Adaptação para meus filhos foi otima, mas não posso dizer o mesmo pra mim. Não gosto de viver aqui, não gosto da lingua, a vida não é dinâmica, os comercios, o lazer e a vida noturna quase parando.
Estaamos planejando viver em Vanlencia, mas tanto eu quanto a familia não amamos viver na cidade, nas capitais. Tenho buscando informações na internet mas são muito vagas.
Você poderia me ajudar? 😀
Como tem sido sua adaptação? Vc se sente em casa?
Sabe me dizer se um desses pueblos tem vida noturna? Não me refiro a boates ou festas, mas pessoas nas ruas, bares sociais e alguns restaurantes abertos mesmo em baixa temporada?
Eu gostaria muito de estar num local tranquilo, mas com transportes publicos, medicos, escolas, praças e parques, de preferência em regiões montanhosas, uns 20min da praia e da capital para os filhos irem a universidade e para darmos uma volta quando sentirmos falta da cidade.
Sua ajuda sera muuuuito bem-vinda! Muito obrigada!
Abraços

Resposta
Marcela Bueno Junho 1, 2018 at 2:33 pm

Olá Gisele, tudo bem?
Como eu mencionei no artigo, não morei em nenhum dos pueblos pois todo tempo optei por Valência, mas conheci alguns deles e acredito que sim, principalmente nos mais próximos a capital, como Paterna, Torrent, Mislata e Xirivella, possuem uma vida social noturna, até porque isso não é problema para os espanhóis. Em qualquer pequeno pueblo irá encontrar bares e restaurantes abertos todo o ano, pois o hobby preferido deste povo é sair para comer, beber e bater papo, agregado é claro ao bom clima da região. Por ser praiana, as cidades mais próximas a Valencia, não são em regiões montanhosas, assim, terá que escolher entre estar a 20 minutos da praia, ou em montanhas.
Sobre infra estrutura médica e escolar, os pueblos mais populosos que mencionei possuem mais opções, mas a qualidade segue um pouco o mesmo padrão, no caso de serviço publico, o que difere são os serviços privados e os grandes centros de saúde que se concentram na capital ou próximo a. A região de Castellon é muito bonita e montanhosa, porém mais interioriza e afastada da capital.
Na cidade de Moncada, por exemplo, há campos da universidade de Valencia, e pode ser uma boa opção, além de possuir bastante comercio. Quanto ao transporte publico, o empecilho de viver em pueblos são os horários noturnos, pois a partir de um certo momento não encontrara mais transporte desde Valencia, o que exigira um carro.
Outras opções de pueblos são Betera, Sagunto e Cullera, sendo estes 2 últimos costeiros.
Sobre a minha adaptação, resumo em sou apaixonada pela Espanha e por Valencia. A qualidade de vida e segurança do local são maravilhosas, sem contar com a proximidade com os novos costumes e idioma.
Espero ter aclarado um pouco mais. Qualquer duvida, estou a disposição.
Boa sorte! Abraços.
Marcela

Resposta
Gi Desnos Junho 14, 2018 at 8:54 am

Olaaaa! Vc não aclarou não! Vc fez muito mais! Muito obrigada! Você me animou ainda mais! Realmente sinto que esta na hora de deixar a França e partir pra um local assim. Sinto falta dessa vida, alegria que ha em nossa cultura. Sinto falta tb de vida social, gente mais falante, sorridente e expressiva, de caminhar nas ruas, do sol e da praia…
Muitissimo obrigada por sua ajuda!
Abraços!

Resposta
Marcela Bueno Junho 20, 2018 at 1:00 pm

Boa sorte na Espanha. Qualquer dúvida, me escreva.
Abraços!

Resposta
Janaina Fevereiro 3, 2019 at 5:02 pm

Marcela, tudo bem?
Estamos nesse planejamento de deixar o Brasil e pesquisando lugares na Espanha.
Valencia tem nos agradado, mas pensamos em Pueblos em função da economia com aluguel…será que compensa? Marido e 1 filho estarão estudando em universidade, um filho no que aqui é ensino médio e uma criança de 8 anos para se “encaixar” aí.
Melhor ficar nos arredores de Valencia mesmo?
Agradeço toda informação que puder passar!

Resposta
Marcela Bueno Fevereiro 4, 2019 at 8:28 pm

Olá Janaina, tudo bem e você?
Então, é uma pergunta bastante relativa. Acredito que dependerá da periodicidade que terão que ir a Valencia, da cidade onde irão residir e se há transporte publico facil para a capital, caso não tenham carro. Embora existam campus universitario fora de Valencia, a grande maioria é realmente na cidade grande, além da maioria dos trabalhos e atrações estarem na capital. A vantagem de ser viver nos “pueblos”, além do custo do aluguel, é a tranquilidade da vida familiar. Mas pesquise antes os preços dos alugueis em alguns sites, como idealista e fotocasa.
Abraços

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação