BrasileirasPeloMundo.com
Finlândia Turismo Pelo Mundo

Aurora Boreal na Lapônia

Quem nunca pensou em se deslumbrar assistindo a um show a céu aberto, de luzes coloridas e dançantes sob o céu do polo norte? Esse fenômeno natural, pouco previsível, continua sendo caçado por milhares de turistas nas regiões polares e não por acaso. A experiência de ver uma Aurora Boreal na Lapônia, por exemplo, é incrível e, por isso, definitivamente deveria estar na lista de desejos de todo e qualquer viajante, do aspirante ao mais experiente.

Desde de que me mudei para a Finlândia, às vezes me pego olhando para o céu à noite só para checar se posso encontrar luzes coloridas e dançantes nas alturas. Estive na Lapônia durante oito dias em março de 2018, mas infelizmente não tive a sorte de presenciar e desfrutar do show. A Aurora Boreal é assim, linda e imprevisível.

Apesar da má sorte no norte, lá pelas bandas do sul da Finlândia, felizmente e de forma inesperada, a sorte virou a meu favor. Enquanto eu visitava Tampere, local onde atualmente moro, pude apreciar o tal espetáculo chamado Aurora Boreal

Leia também: tudo que você precisa saber para morar na Finlândia

Mágica ou física?

Nos filmes da Disney, as luzes dos polares realmente se fazem parecer magia ou uma grande ficção, porém elas podem ser facilmente explicadas pela ciência e física. Bom, eu vou explicar de forma resumida esse fenômeno. O Sol envia constantemente materiais formados por elétrons, prótons e nêutrons. Esses materiais são chamados de plasma solar.

O plasma solar viaja através de ventos solares e após a colisão no perímetro magnético da Terra, essas partículas do sol são conduzidas para os polares. A captação dessa energia para os polares é uma reação de proteção feito pela magnetosfera e, assim, quando essas partículas do sol entram na atmosfera, elas colidem com outros elementos, o que faz surgir a Aurora Boreal no polo norte, normalmente com luzes mais esverdeadas. Já no polo sul, as luzes são rosadas. Apesar de “normalmente” se apresentarem com essas cores, não é uma regra, as luzes podem sempre surgir em outras diferentes.

Leia também: Posso morar na Finlândia com cidadania europeia

Quando e onde encontrar

Agora que você já sabe como esse espetáculo da natureza acontece, talvez já tenha percebido que não é muito fácil prever quando e onde a aurora boreal poderá ser observada a olho nu. Isso significa que apenas marcar uma viagem de curto prazo para a Lapônia durante o inverno do hemisfério norte, não é suficiente para garantir a observação do tal fenômeno natural.

Em quase todos os países nórdicos é possível ver. A Finlândia é um ótimo destino para encontrar as luzes dançantes. É claro que sou suspeita para falar já que resido aqui, mas a minha opinião se dá pela experiência e vivência que pude adquirir morando nesse local. A cultura finlandesa é maravilhosa. Vindo para cá, você com certeza terá algum contato com a cultura – sentir um pouco do minimalismo cultivado por aqui: mínimo para se falar, se preocupar e de problemas. Tudo funciona e todos são cooperativos.

A melhor data para a sua viagem é de outubro a abril. É o período mais indicado para observar a Aurora Boreal, porque durante esses meses há menos claridade, fator que ajuda muito no show de luzes natural.

 

Foto: Freepik

Dicas

Se o seu objetivo é só ver a Aurora Boreal, a minha dica é contratar uma empresa especializada em caçá-la. Eu dou essa dica porque primeiro: Empresas especializadas estudam a atividade geomagnética, que é o fator essencial na busca certeira pelo fenômeno. E segundo: Oferecem uma completa e verdadeira experiência com atividades durante o dia e conforto durante a noite. Sendo assim, você não ficará apenas a mercê da sorte, não dormirá em barracas e viverá uma verdadeira uma caça ao tesouro.

Leia também: 10 mitos sobre a Finlândia

Agora, se você quer ver a Aurora Boreal no conforto de um chalé e ainda explorar atividades do ártico, como pescar em um buraco de gelo, dirigir uma moto de neve ou até mesmo andar de trenó – afinal é a terra do Papai Noel, então, por que não? A minha dica é procurar por um resort que oferece todas essas atividades para você e sua família. Na Finlândia, é possível encontrar Resorts com o formato de iglu e paredes de vidro. Fotos desse tipo de hotel têm sido compartilhadas viralmente e é fácil entender o porquê. Quem não gostaria de assistir a esse belo show no conforto de um quarto aquecido e deitado em sua cama? Existem dezenas de opções, com diferentes atividades e acomodações. Alguns resorts oferecem chalés com lareira, outros, verdadeiros iglus com a temperatura térmica de 3ºC, ou quartos em hotéis comuns.

Você pode conferir fotos no instagram do Kakslauttanen

Resorts com acomodações em formato de iglu:

Golden Crown Levi Igloos

Kakslauttanen

Uma última dica: As fotos tiradas com celulares simples não conseguem captar toda a beleza do céu, como vemos nos lindos papéis de parede das telas de descanso de computadores. Por isso, se você estiver contratando uma agência para a sua viagem e você não é um fotógrafo(a) com uma boa câmera e preparado(a) para registrar esse momento, verifique se a agência possui um pacote que inclua fotos profissionais. Vale a pena registrar esse momento!

Espero que as dicas sejam úteis, e que você aproveite muito a Lapônia e as lindas luzes cheias de energia.

Related posts

Revolucionando o ensino e a escola na Finlândia

Maila-Kaarina Rantanen

Roma, a Cidade Eterna

Liliane Oliveira

A experiência de dormir em um iglu na Alemanha

Larissa Wittig

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação