BrasileirasPeloMundo.com
5 Motivos Chile

Cinco motivos para não morar em Santiago no Chile

Cinco motivos para não morar em Santiago no Chile.

Se você pensa que esse texto é sobre as coisas ruins da capital do Chile, pode parar por aqui mesmo a leitura. Lamento decepcioná-lo, caro leitor, mas meu objetivo é justamente o contrário: ajudar a quem pretende adotar essa charmosa cidade como novo lar a conhecer melhor algumas das diferenças e preparar-se antecipadamente para o que vem pela frente.

Agora que você já sabe das minhas reais intenções, prepare-se para rir um pouco e surpreender-se com o que esse lugar tão próximo do Brasil tem de tão diferente e que pode ser um fator decisivo na hora da sua mudança. Lembre-se de que ser diferente não significa necessariamente ser pior, mas se você já sabe o que te espera, fica mais fácil lidar com alguns aspectos da vida na capital Chile que podem ser decisivos na sua adaptação.

  1. Não tem café, mas bastante Nescafé

Se você começou a pesquisar um pouco sobre os hábitos de consumo dos chilenos, provavelmente, já se deparou com essa informação. Os chilenos não tomam café como no Brasil, mas nunca falta Nescafé em qualquer lugar. Pode ser na casa de amigos, no trabalho, ou no restaurante. Sempre tem a térmica com água quente e o café solúvel para você preparar seu cafezinho. Essa substituição pode ser facilmente explicada pelo fato do Chile não ser um país produtor de café, um produto bem caro quando importado. Além disso, os chilenos têm o costume de tomar chá muito mais do que café.

Isso não significa que você não vai encontrar pó de café para vender no supermercado, mas é um produto caro e com menos opções de marcas. Sabe aquela seção do supermercado com a prateleira cheia de rótulos, com cafés de várias regiões? Pois é, aqui em Santiago você vai ficar só na saudade. Recentemente, a cultura do café começou a se popularizar na cidade, onde cada vez mais surgem novos locais para os apaixonados por esse bendito grão.

Aqui em casa, sempre encomendamos café do Brasil porque as marcas brasileiras são absurdamente caras no supermercado. Outra opção é a compra informal já que muitos compatriotas costumam vender pó de café em grupos virtuais por preços mais em conta do que o supermercado.

  1. A bendita palta

Outro aspecto bem importante da gastronomia chilena é a onipresença da palta que faz parte de quase todos os cardápios até mesmo daqueles que você nunca sonhou. Palta pode ser traduzido como avocado. É bem parecido com o abacate, mas é muito melhor porque além de ter mais nutrientes, é menos calórico (10% menos calorias). É ideal para ajudar na digestão, já que tem muita fibra, e excelente para a pele, pois é rica em antioxidantes. Eu adoro não apenas pelo sabor, mas por todos esses benefícios.

No Chile, como em outros países, essa fruta é consumida em preparações salgadas. Você pode comer no café da manhã com pão e presunto, por exemplo. Na hora do almoço, se você optar por um sushi, a possibilidade de encontrar um enrolado numa lâmina de avocado é bem grande. De tarde, se você quiser comer um cachorro quente (o famoso completo), a versão do italiano certamente vem com palta, já que consiste no pão com salsicha, tomate picado, maionese e abacate!

A essa altura você deve estar pensando que prefere comer um hambúrguer para evitar a palta. Lamento informar, mas cuidado na hora de pedir o seu porque muitos deles também levam avocado na sua preparação. Acostume-se e pense que é um alimento super nutritivo!

Leia também: machismo e violência contra a mulher no Chile

  1. Um clima bem especial no inverno e no verão

Mesmo que você seja uma gaúcha nascida e criada no meio do frio e da umidade como eu, pode ter certeza de que vai penar para se acostumar com o frio de Santiago. O clima é seco e, mesmo no verão, quando as temperaturas lembram a de um forno, as noites são mais fresquinhas. No inverno, o aquecedor é indispensável. Estufa, aqui, não é artigo de luxo, mas de primeira necessidade. Existem outros meios de se aquecer como lençol térmico, ou o tradicional “guatero”, que nada mais é do que uma bolsa de água quente.

Se você é daqueles masoquistas que amam o frio e está achando o máximo, lamento informar que o verão de Santiago é uma experiência bem traumática. Não estou exagerando. Nunca esqueço de uma vez em que ouvi de uma turista baiana caminhando debaixo do sol santiaguino a seguinte frase: se eu soubesse que fazia tanto calor assim, não tinha saído da Bahia! Pois é, ninguém imagina, mas o verão na capital dos chilenos é um pesadelo. Santiago é uma cidade cercada pela cordilheira. A gente mora dentro de uma panela e no verão quase não chove, portanto, a qualidade do ar é péssima. Tem muita poluição, o que é um problema no frio e no calor. A cidade adota algumas medidas nos dias críticos como a restrição veicular.

Muitos desses problemas podem facilmente ser superados com aquecedores no inverno, sorvetes no calor e uma bicicleta nos dias sem carro. Aproveite a mudança de país para adotar novos hábitos e tudo flui. Lembre-se de que a vista da cordilheira é um descanso para os olhos antes de reclamar do clima em Santiago!

Foto: Arquivo Pessoal
  1. Um milhão de amigos

Perdi a conta de quantas vezes escutei essa música do Roberto Carlos aqui em Santiago, mas a verdade é que fazer um milhão de amigos em Santiago é algo para figurar no Guiness Book. Vários motivos podem explicar essa dificuldade. Meu marido costuma dizer que o Chile é um país acostumado ao isolamento por conta da formação geográfica e que a Cordilheira seria uma espécie de paredão que influencia na personalidade introspectiva dos chilenos.

Quando eu dava aulas de Português, certa vez, uma aluna explicou que desde a ditadura muita gente se acostumou a evitar reuniões e celebrações em lugares públicos. O medo da repressão ajudou a influenciar o jeito desconfiado e contido dos chilenos. Um terceiro fator seria o clima, pois assim como as pessoas que vivem em países com praias e altas temperaturas tendem a ser mais extrovertidas, o frio e os dias cinzas acabam deixando qualquer ser humano meio ranzinza. Portanto, vá com calma na hora de se enturmar.

Leva um tempo e pode ser que mesmo depois de muito tempo você ainda não tenha um milhão de amigos. Não desanime. É super normal! A Joy Matta contou a experiência dela aqui no blog. Tenho poucos amigos e amigas chilenas, mas são pessoas maravilhosas e que jamais falharam comigo.

Leia também: sistema de saúde no Chile

  1. ¿Hablas español?

Você certamente deve estar entusiasmado pensando que vai aprender um novo idioma morando no Chile. E vai mesmo! Não somente espanhol, mas também muitos chilenismos. Os chilenos, em geral, têm um jeito bem peculiar de falar, mas os santiaguinos, em particular, usam muitas gírias. Numa das minhas primeiras viagens ao Chile, como turista, escutei de uma colombiana que ela tinha ido ao shopping e não tinha entendido nada do que a vendedora dizia porque ela falava muito rápido. Isso mesmo: além das gírias, eles falam rapidinho!

Com o tempo, você acostuma, mas se puder e quiser aprender algo antes, procure se familiarizar com o jeito peculiar dos chilenos de falar. Costumo dizer que é fácil para quem vem do Brasil, onde cada região tem um sotaque diferente. Em todo esse tempo que estou aqui, ainda não adotei as gírias mais populares porque sinto que parece forçado. Principalmente porque quando vou conversar com um chileno, bastam algumas palavras para que me perguntem de onde sou. Às vezes, perguntam de que parte do Brasil!

Você pode aprender espanhol no Chile, sem dúvida. Eu mesma fiz um curso na Universidad de Chile, onde aprendi muito. Não embarque no discurso de que eles falam errado, pois isso é preconceito. Aproveite essa oportunidade para aprender e considere como um desafio dominar os chilenismos, mas faça isso para que não dominem você!

Se depois de ler esse texto, você ficou impressionado, relaxe. Pesquise, se prepare e se jogue! Se você achou tudo muito tranquilo e favorável, está na hora de preparar as malas!

Quer saber se você pode mesmo aprender espanhol no Chile? Descubra aqui.

Related posts

5 motivos para não morar na Bulgária

Aimée Bardella Aihst

Sewell: A Cidade das Escadas

Renata D'onofrio

5 lições da vida de expatriado

Cristina Hélcias

26 comentários

Carolina Setembro 21, 2017 at 6:46 pm

Só um comentário.
No verao a polucao e bem pouca. O problema é no inverno.

Resposta
Isabela Vargas Setembro 21, 2017 at 7:01 pm

No verao o problema da qualidade o ar é por conta dos incêndios, mas tirando isso é tudo ótimo né, Carolina? 😉

Resposta
Enderson Fevereiro 12, 2019 at 11:17 pm

Por favor, Tu, como Gaúcha, deverias escrever mais com Tu, do nosso estado, e não o Você, imposto pelo sudeste do Brasil, só uma dica pra ti, preservar nossa cultura gaúcha!!

Resposta
Paulo Setembro 21, 2017 at 8:55 pm

Excelente texto !!! Amo o Chile , Nao consigo mais Viver longe daqui.

Resposta
Isabela Vargas Setembro 21, 2017 at 10:05 pm

Muito obrigada, Paulo! Que bom que você gostou! Também adoro morar aqui! 😉

Resposta
Claudia Mogentale Setembro 21, 2017 at 9:19 pm

Super legal seu texto, Isabel!!! Quem sabe nao sou a baiana que se queixou do calor? 😉 Moro no Chile há tanto tempo quanto você, também cheguei em 2012, só que moro na região da Araucanía, no campo (em Malalcahuello). Pra mim, café ou Nescafé, da no mesmo… Meu marido (que não é chileno, é francês) é que morre de saudades do café brasileiro… Fiquei viciada na Palta, mas já andei ensinando alguns chilenos a comer abacate amassado com açúcar e creme de leite… Sofro mais no verão que no inverno e olhe que este ano peguei -17 graus!!! Mas o calor me mata, embora nao possa me queixar, porque além de ser um calor seco, a noite a temperatura baixa bastante e se pode dormir sem estar tao suado. Talvez por ser interior (campo) e por sermos estrangeiros e multicoloridos, aqui onde moro, todos querem ser nossos amigos… todos sao super simpáticos… todos te convidam para onces em suas casas e igualmente querem ser convidados a nossa casa por pura curiosidade… achamos isso encantador! Quanto ao “chilenes”, realmente é bem complicado e os chilenos sao os primeiros a comentar que falam super mal… Tenho amiga que mora na Espanha e tenho que traduzir algumas coisas pra ela… jajajajaja… e pior que aqui, no interior, as pessoas nao tem habito com estrangeiros e nao entendem que devem falar “despacito” e com menos girias… Estamos muito contentes de morar no Chile, que nao é Santiago; o único fator que nos faria sair daqui, seria o da Assistência Médica, que termina saindo mais caro (mesmo sendo Fonasa) que no Brasil ou na Franca (zero custo!). Um abraço e parabéns pelo texto! Só nao consegui entrar no link “Quer saber se você pode mesmo aprender espanhol no Chile? Descubra aqui.”

Resposta
Isabela Vargas Setembro 21, 2017 at 10:04 pm

Oi Claudia! Muito obrigada pelo seu comentário! Nossa, uma baiana morando no sul do Chile? Você deve ter muita história interessante para contar, hein? Olha, eu adoraria morar fora de Santiago, mas por conta do trabalho do meu marido, fica bem difícil. Tenho certeza de que as pessoas são muito amorosas por ai. A vida tem outro ritmo e isso se reflete na maneira de ser de cada um. Segue o link para o texto sobre aprender espanhol no Chile: http://www.brasileiraspelomundo.com/chile-posso-aprender-espanhol-no-chile-591550961
Obrigada por me avisar do erro, vou arrumar agora! Bj

Resposta
Rose Setembro 21, 2017 at 9:37 pm

Acabei de voltar de férias de Santiago e publiquei no meu facebook que eles são educados, porém não são de muitas conversas com estrangeiros, me perguntava se eles são tímidos ou era impressão minha, pelo jeito não é impressão.
Adorei conhecer o Chile, mas e morar? Você tem que se identificar muito com o lugar, e não foi o meu caso. Cada país é único e deixa marcas em uma pessoa, cada um é impactado de uma forma. A escolha é muito profunda e às vezes tomadas por situações bizarras de motivos.
Adoro ler as histórias que vocês publicam, é bem enriquecedor.

Resposta
Isabela Vargas Setembro 21, 2017 at 10:01 pm

Obrigada pelo seu comentário, Rose! Vim muitas vezes como turista para Santiago e também me encantei com a cidade e as pessoas. Morar é uma grande mudança, mas acho que com tudo o que tem aqui, de bom e de ruim, sou muito feliz com mina escolha. Mais uma vez agradeço pelo seu carinho com o nosso trabalho. É muito importante pra gente, viu?

Resposta
Fernanda Campos Setembro 21, 2017 at 10:05 pm

Adorei o seu texto, Isabela. Concordo com TU-DO! 🙂
Mas uma coisa que chamou mais minha atenção foi o seu perfil, onde descreve porquê vc foi morar no Chile. Me identifico muito, pq namoro a distância com um chileno há 2 anos. Vc deve entender bem os benefícios e dificuldades desse tipo de relação…rs.
Existe algum texto que vc comenta mais sobre isso? Como foi a sua decisão em partir para outro país? Deu pra arranjar serviço rápido? Pergunto td isso pq estamos em uma indecisão se ele vem pra cá ou eu vou pra lá.
Se puder me ajudar, agradeço muito!!
Abraço.

Resposta
Isabela Vargas Setembro 21, 2017 at 10:12 pm

Oi Fernanda, tudo bem? Muito obrigada pelo seu comentário. Então, eu não escrevi nada a respeito do assunto, mas a nossa colunista Renata D’Onofrio escreveu um artigo bem legal sobre esse assunto com várias dicas para quem está num relacionamento com um chileno e pensa em morar aqui: http://www.brasileiraspelomundo.com/dicas-para-que-sua-historia-de-amor-no-exterior-nao-vire-um-pesadelo-001459707
Eu escrevi um artigo sobre o mercado de trabalho para mulheres no Chile que você também pode ler aqui: http://www.brasileiraspelomundo.com/chile-mercado-de-trabalho-para-mulheres-no-chile-541537577
Boa sorte no seu relacionamento! Espero que dê tudo certo para vocês! Bj

Resposta
Luisyane Terrado Setembro 22, 2017 at 8:17 pm

Isabela, gostei muito do seu texto. Sorri em muitos momentos justamente porque me identifiquei.
Atualmente estou vivendo no sul do Chile, em Puerto Varas, e estou amando a experiência. Nao quero saber de Santiago (muitos risos…gargalhadas, se possível). No item 1…estranhei bastante o Nescafé e eu nao suporto chá, mas para nao ser desagradável, quando me oferecem, aceito. La bendita palta, outra coisa que estranhei, perguntava-se por que em tudo ela tinha que estar presente…agora, já utilizo em tudo sem questionar, e adoro. Ainda nao conheci o sr. verao (estou esperando por ele para fazer comparacoes, mas creio que nao superará o calor do nordeste. Quanto ao milhao de amigos (nao chegarei a essa marca), mas isso nao importa, os que eu já consegui, já me bastam. E… ¿Hablas español? rs. Que idioma falam aqui?, CACHÁI, rsrsrs. Vao dizer 1.500 pesos, dizem mil e cinco, e outras palavras cortadas que só convivendo para entender…(sí…po, no…po, ya…po, ¿cachái?) Aos poucos vou incorporando todas e nao me soa mais tao estranho como antes… prestar bastante atencao na charla com o chileno te ajuda muito, pelo menos sempre estou bem atenta e disposta para aprender tudo.
Um abraco

Luisyane.

P.S.: Meu teclado está em espanhol, por isso nao aparece alguns acentos e a cedilha. (Desculpe-me)

Resposta
Isabela Vargas Setembro 23, 2017 at 3:21 am

Oi Luisyane! Obrigada pelo seu comentário! Que delícia morar em Puerto Varas! Adoro essa cidade! Adorei seu relato, super divertido! É assim mesmo, né? A gente vai se adaptando e superando os desafios da nova casa. Beijo

Resposta
Fernando Agosto 29, 2018 at 5:52 pm

Que show hein Luisyane, morar em Puerto Varas deve ser tudo de bom, estive ai no ano passado e fiquei imprecionado com o lugar muito lindo mesmo. e a conversa que tive com meu guia me deixou com muita vontade de fazer as malas e morar por ai tambem. um sitiozinho proximo ao lago com vista para osorno nao seria nada mau…..

Resposta
Adriana Algranti Setembro 22, 2017 at 11:19 pm

Oi Isabela, tudo bem? Muito bom! Parabéns pelo texto! Será que a gente já se falou? Eu tinha contato com uma Isabela há alguns anos e me deu a impressão de ser você. Também vamos fazer 7 anos em fevereiro de 2018 e, apesar da falta que sentimos dos amigos do Brasil e da família, são mais prós que contras, “cachai”? …rsrs Beijão ??

Resposta
Isabela Vargas Setembro 23, 2017 at 3:19 am

Oi Adriana! Sou eu, menina! Nos conhecemos lá na Celma! Perdi todos os meus contatos no whats numa dessas atualizacoes! Obrigada pelo seu comentário! Também vejo mais prós, com certeza! Parabéns pelos sete anos de Chile! Beijos

Resposta
Antonia Silva Novembro 6, 2017 at 5:37 pm

conheci no Brasil um chileno que fazia doutorado. Em 4 meses juntos, larguei tudo no Brasil e fui morar com ele no Chile. Passei um mês no Chile. Me senti triste com o cara… voltei para o Brasil e descobri que estava grávida desse chileno. Nunca mais voltei ao Chile. Hoje crio sozinha a minha filha metade chilena, metade brasileira… A impressão que tive com esse chileno foi a pior possível dos, homens chilenos. E vivendo no Chile, nesse um mês, eu via que as chilenas são muito submissas. Mas espero um dia mostrar para minha filha o país de sua origem paterna. Apesar de ela não sera registrada pelo pai

Resposta
Isabela Vargas Novembro 6, 2017 at 6:42 pm

Nossa, Antonia, que história! Não é nada fácil mudar de país e o Chile tem uma cultura machista bem forte, com certeza. A pesar disso, você está certíssima em querer mostrar para sua filha a cultura do Chile porque faz parte da história dela. Assim como há coisas ruins aqui, também há coisas lindas que valem a pena ser vistas. Obrigada pelo seu relato e por compartilhar com a gente.

Resposta
Antonia Silva Novembro 7, 2017 at 1:35 pm

Exatamente! Apesar de não ter tido uma experiência Boa, o país é lindo e eu gostaria de mostrar para minha filha um pouco da sua história 🙂

Resposta
Paulo Rodrigues Dezembro 15, 2017 at 5:41 am

Olá Isabel tudo bem, bom.. já estive no chile algumas vezes …e infelizmente não tenho a mesma impressão que você, até porque vc e casada com um chileno e já o conhecia ele antes de se mudar..mesmo que já estava se preparando para o país. O Chile em questão como país desenvolvimento e natureza e muito bonito e chega a ser melhor que o Brasil, mais em relação a convivência, esta longe se sermos iguais …seu povo principalmente em Satiaguino, são muito mal educados, principalmente as pessoas mais simples, existe uma grande diferença social entre ricos e pobres no Chile não digo econômica mais de sociedade educação mesmo, os ricos no chile não se misturam com os pobres e não há dialogo entre eles, há muitos estrangeiros latinos no país e isso o torna mais difícil para uma amizade entre chilenos, são extremamente machistas e orgulhosos pelo seu país chega a ser mais do que os brasileiros não aceitam opiniões de estrangeiros referente ao seu país, são bem fechados culturalmente poucos já viajaram para o exterior e tem uma mente bem fechada e inflexível. São bastantes cabeças duras não respeitam idosos, crianças e animais espere numa fila pra vc ver, como e a selvageria. Sem falar que os negros são muito mal vistos no país, eles sempre são revistados pela policia e alfandega..por onde anda.. E um pais bonito mais Santiago não e somente Las Condes. tem muita pobreza no interior do pais e a diferença e grande. Então antes que se mude ao país conheça ele viaje por suas regiões converse com as pessoas principalmente com os brasileiros…. e vai descobrindo as suas vantagens e desvantagens… posso lhe dizer que fiquei muito triste e tinha muitas expectativas com o Chile principalmente pelo lado humano e amigável… que não encontrei na cidade, chilenos falam mau de brasileiros e brasileiras o tempo todo..principalmente no inverno quando a cidade esta cheia de turistas, me senti muito mau ..como sei o espanhol e o entendo perfeitamente…só ouvi coisas tristes ..sobre mim e sobre as minhas amigas que estavam comigo…relevei …e deixei que isso não atrapalhasse a minha viagem… essa e uma opinião pessoal de alguém que conheceu o Chile e que aconteceu comigo…abraços.

Resposta
Antonio Turdo Fevereiro 13, 2018 at 1:47 am

Estive em Santiago, Paulo, e vi, por exemplo, que os pedestres SÃO RESPEITADOS, sejam eles mulheres, crianças ou idosos! Observei no metrô muitas pessoas se levantando e oferecendo lugar, principalmente para pessoas com crianças de colo (Na verdade a única coisa que incomoda no metrô de Santiago é a presença de certos músicos “bem escandalosos”). Prestei muita atenção no comportamento dos chilenos e realmente eles não são tão “calorosos” como os brasileiros, mas isso é questão de se acostumar. Eu minha esposa e minhas três filhas, não tivemos problema algum com o comércio local. Não fomos mal atendidos por absolutamente ninguém!! É claro que nem todo mundo sorri o tempo todo ou está a fim de conversa, mas no geral não há do que reclamar! É bom frisar que chileno ABOMINA atender rápido quem quer que seja, você tem que ter paciência principalmente nos restaurantes (prefiro mil vezes ser atendido com calma para evitar algum possível erro do que ser atendido às pressas e comer comida mal feita). Desculpa, mas qual o problema de você ser patriota como os chilenos REALMENTE são? Você acha a atual geração brasileira patriota? Porquê colocam bandeirinha do brasil em plena copa do mundo de futebol de campo? Brasileiro É MAL FALADO EM TODO O MUNDO, POR CULPA DELE MESMO BRASILEIRO. Não posso falar muito sobre a questão racial, mas é certo que existem muitos negros morando na capital e no interior do Chile, para tecer uma opinião sobre como eles são tratados pela Polícia, por exemplo, teria que ter tido contato direto com eles, coisa que não aconteceu. Aliás, aqui vai outra questão: A POLÍCIA! Existem duas policias no CHILE os CARABINEROS e a PDI, ambos são bem pagos, preparados e com os quais tive contato extremamente educados!! E pra não dizer que discordo de tudo o que você disse, percebi que REALMENTE chileno é machista E GRAÇAS A DEUS, em breve, será governado por um presidente de direita!

Resposta
LC Fernandes Abril 12, 2018 at 6:18 pm

Que legais seus textos. Muito bom mesmo. Obrigado por compartilhar seu conhecimento e suas experiências.

Resposta
Hector Campos Maio 1, 2018 at 6:31 am

Sou chileno não gosto mas de meu pais já estive duas veces com diferencia de 5 anos 2011 2017 não meu adapto para voltar morar não só a passear depois da ditadura o chileno fico bravo ingnorante é pais caro para se viver salario baixo tudo pago para fazer xixi 200 pesos no bar bonito estudo pago facultade do governo paga ensino médio tecnico pago mulher trabalha para ajudar com os gastos de casa marido para pagar estudo dos filhos prefeito morar em meu segundo pais que mé acolheo fora dos problemas que o enfrenta Brasil é BRASIL no Chile os salários no passa de dos salários mínimos e o chileno querem demotrar o que não tem tudo é pago minhã mae com 92 anos paga passagem de ônibus absurdo no é sem tem algum chileno que não gosto meu comentário vamos fazer que eu meu barrio eu tenho uma torcida grande pela Rojita já sabem o grito Chili le le viva Chile falou

Resposta
Line Julho 12, 2018 at 9:43 pm

Não achei os motivos ruins, não vi nada demais.

Resposta
Luciano Julho 30, 2018 at 12:22 am

Bom, eu já fui ao Chile (Santiago) 3 vezes e definitivamente não tenho nenhum motivo para morar lá . Na primeira vez foi fantástico eu achei tudo maravilhoso, mas já na segunda vez comecei a perceber que aquele lugar não é uma bom lugar para dar continuidade na vida. Tudo muito caro , água salgada, clima muito seco ! Depois de 7 dias minha pele descascou toda , fiquei assustado! Percebi que sempre quando ia comprar algo quem me atendia tentava tirar vantagem de alguma forma , principalmente as tendinhas de rua. O trânsito é confuso os ônibus são sujos, pixados o metrô é horrível, cheio velho os taxistas são as piores pessoas do mundo , todos , digo todos agem de má fé! Reclamava da desigualdade social do Brasil, no Chile é bem pior ! E tudo em Santiago é pago até o banheiro 300 pesos para usar um banheiro .chileno adora dinheiro, mas a qualquer custo. A única coisa boa que percebi foi que eles lutam por seus direitos com vontade não são acomodados como nós Br! Pq todo dia eu via protestos! O Brasil é maravilhoso deveríamos dar mais valor à nossa pátria. Aqui não está bom , mas está melhor que muitos lugares por aí!

Resposta
Isabela Vargas Dezembro 3, 2018 at 7:41 pm

Luciano, obrigado pelo seu comentário. Continue acompanhando os nossos textos e curta a nossa página lá no Facebook para receber todas as novidades!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação