BrasileirasPeloMundo.com
Alugar/Comprar Imóvel Pelo Mundo Polônia

Como alugar apartamento em Cracóvia

Encontrar um local para morar é uma das coisas que mais nos preocupam quando estamos em um processo de mudança de país, especialmente quando não conhecemos a cidade e não temos muita ideia de como as coisas funcionam por lá. Pensando no que passei e como posso ajudar quem estiver vindo para a Polônia, o tema de hoje é: como alugar apartamento em Cracóvia!

Quando começamos nossa jornada como expatriados, ficamos bastante surpresos ao saber que na Polônia, apesar dos entraves da língua, a locação de um apartamento era menos burocrática do que no Brasil: você encontra um lugar e apenas com o passaporte assina o contrato, faz o pagamento e se muda.

No entanto, é sempre um desafio encontrar um apartamento que atenda às nossas necessidades, seja bem localizado e que, principalmente, caiba em nosso orçamento.

Além disso, para garantir que tudo dê certo é importante tomar alguns cuidados para fazer dessa experiência a melhor possível.

Se você está de mudança para Cracóvia e não tem ideia de por onde começar, espero que este post facilite sua vida. Lembrando que as dicas aqui são baseadas na nossa experiência, de conhecidos e outras informações que encontramos no nosso percurso.

Primeiros passos

Para quem ainda está no Brasil e não conhece a cidade, uma dica importante é ficar atento aos riscos de alugar um imóvel a distância. Afinal, fraudes existem em qualquer lugar e a Polônia não seria uma exceção.

O ideal é aproveitar este período antes da viagem para fazer pesquisas e ter uma noção dos preços e características dos imóveis para locação, mas deixar para fechar o contrato pessoalmente.

Para isso, vale a pena encontrar um local temporário para ficar nos primeiros dias e ter um tempo para conhecer melhor a dinâmica da cidade, visitar os bairros e avaliar os imóveis antes de fechar um contrato de longo prazo.

Imóveis

Cracóvia oferece diferentes tipos de acomodações para alugar, mas os apartamentos “mieszkanie” são os mais comuns, isso porque o número de casas disponíveis é bem inferior e o custo-benefício dos apartamentos é bem mais atrativo. Já os dormitórios universitários, estúdios e apartamentos compartilhados são opções populares entre os estudantes. Sendo assim, antes de começar a procurar um local, defina que tipo de moradia você precisa, estabeleça suas preferências e tenha em mente o orçamento disponível.

Dica: Ceny.Szybko é uma ferramenta bem útil para pesquisa de preços. O site oferece um mapa de calor onde é possível comparar os níveis de preços em qualquer área da cidade ou distrito e também verificar as ofertas disponíveis.

Edíficios em Cracóvia – Foto: Acervo pessoal.

Localização

Escolher um bairro para morar é uma decisão complexa e obviamente muito individual, por isso seria delicado recomendar qualquer região. Minha dica para que você possa encontrar um lugar que melhor se encaixe às suas necessidades é se munir de informações.

No post do mês passado eu falei um pouco sobre os bairros mais interessantes de Cracóvia e suas atrações (veja aqui). Mas, considere que os aspectos que tornam um bairro atraente do ponto de vista turístico não são necessariamente os mesmos que fazem dele um lugar ideal morar.

Acesso, estilo de vida e infraestrutura são aspectos importantes a serem considerados. Por isso, percorra a cidade, conheça e entenda os bairros e sinta como é a vida de quem mora ali. Avalie o transporte público, o trânsito, a proximidade do trabalho, escolas, hospitais, parques e comércios. Enfim, tudo o que for necessário ter perto de casa ou os que você não quer.

Os distritos “dzielnica” e bairros “osiedles” podem ser encontrados aqui.

Para facilitar o processo de decisão e otimizar o tempo de quem está chegando, montei um mapa sinalizando as infraestruturas mais utilizadas como: shoppings/galerias, supermercados, escolas, clínicas e hospitais, farmácias, estações de trem, etc. (veja aqui)

Você pode verificar a rota dos bondes elétricos e os bairros que possuem ligação direta por eles (aqui). Os ônibus fazem a ligação das regiões que não são alimentadas pelos bondes, mas considere que o percurso é mais demorado e nem sempre eles são pontuais, o que pode ser um problema durante o inverno. Use e abuse do aplicativo Jakdojade para saber mais sobre os itinerários e horários dos meios de transporte público. Com essa pesquisa feita, vai ser muito mais fácil escolher seu endereço em Cracóvia.

Como encontrar um apartamento

Em sites como Gumtree, Gratka, OLX, Otodom,  Morizon, Domiporta e Dominium é possível encontrar ofertas diretas de proprietários (bezpośredni) e também de agentes e imobiliárias (agencja). Apesar de ampliar o leque de opções, infelizmente, esses sites não têm uma versão em inglês.

Mas também há agências que possuem sites com versão em inglês como Hamilton MayMint Property, Leanch and Lang, RentFlat.

Outra opção é verificar anúncios em universidades ou empresas, nos grupos de expatriados, fóruns de discussão, conversar diretamente com colegas, amigos ou qualquer outra pessoa que você conheça que possa indicar alguém que tenha um apartamento disponível. Dessa forma também é possível encontrar outras pessoas à procura de um apartamento para dividir.

Existem também grupos no Facebook específicos para anúncios de imóveis em Cracóvia (aqui você encontra uma lista deles).

Contato direto ou através de agências

Alugar um apartamento diretamente com um proprietário pode ser mais barato, já que você economiza com as taxas de comissão. No entanto, a barreira do idioma pode dificultar o processo pois toda a transação será feita por você: desde da comunicação inicial (telefonemas e visitas) até a assinatura do contrato. Neste caso, talvez seja uma alternativa encontrar um amigo polonês que esteja disposto a ajudar caso o proprietário não fale inglês.

A vantagem de alugar através de uma agência é que ela será seu mediador facilitando a comunicação entre as duas partes.

Além de agendar, acompanhar a visita e explicar todos os detalhes da negociação, será responsável pelo inventário e o contrato de aluguel. No entanto, essa conveniência tem seu preço, a taxa de comissão que geralmente equivale a um aluguel mais a porcentagem do VAT, deverá ser paga além do aluguel e do depósito, de uma só vez. Informe-se sobre as taxas com antecedência, assim é possível negociar algum desconto. Em alguns casos a comissão é paga pelo proprietário em vez do inquilino, ou dividida entre ambos, apesar de não ser a regra. Lembre-se que todas as taxas só se aplicam depois que você assina o contrato.

Depósito de segurança

Não é necessário ter um fiador para alugar um apartamento na Polônia, mas é preciso pagar um depósito de segurança que geralmente o equivalente a um mês de aluguel. Esse valor é reembolsável no final do período, mas pode ser usado para cobrir quaisquer contas e/ou aluguel não pagos e eventuais danos causados ao apartamento. Por isso, o contrato deve conter regras claras para o retorno deste depósito.

Custos adicionais 

Geralmente, o valor aluguel não inclui os custos adicionais como: aquecimento, água (quente e fria), gás, eletricidade, telefone, internet e televisão e as taxas administrativas (condomínio). Esses valores variam muito de um imóvel para outro, os anúncios costumam informar na descrição do imóvel os tipos de contas e taxas administrativas que serão cobradas ou se elas já estão incluídas no valor do aluguel.

Os custos adicionais são pagos a cada mês, adiantado, junto com o aluguel.

No final do ano, o proprietário faz as contas das despesas e cobra a diferença do inquilino, caso elas ultrapassem o valor já pago, ou reembolsa a diferença, caso as despesas tenham ficado abaixo do valor cobrado.

Fique atento ao tipo de aquecimento: Eles representam uma parcela alta dos custos adicionais e dependem do tipo de aquecimento e do tipo de construção. Se possível, dê preferência aos apartamentos com aquecimento central e verifique o estado de conservação de janelas e portas.

Contrato

Seja alugando direto com o proprietário ou através de alguma imobiliária, certifique-se de compreender todas as partes do contrato, se for preciso solicite uma versão em inglês. Garanta que seu contrato contenha as seguintes informações:

  • Dados completos do proprietário e do inquilino.
  • Endereço preciso do imóvel.
  • Informação detalhada sobre custos (aluguel, custos adicionais e depósito).
  • Duração do contrato, período de notificação e condição de rescisão.
  • Prazos e métodos de pagamento (Transferência bancária – confirmação de pagamento oficial).
  • Inventário dos móveis e utensílios e suas condições.
  • Obrigações e responsabilidade (reparo e manutenção).
  • Leituras de medidores de água e gás antes de se mudar.

Finalmente, para assinar o contrato, você precisa apresentar um documento de identificação, e seu passaporte cumpre essa função.

Saiba também como procurar e alugar um imóvel em Varsóvia

Related posts

Dicas para fazer Mestrado em inglês na Polônia

Isadora Mendes

Dicas para alugar casa na Itália

Bruna Roland

Como alugar apartamento na Austrália

Evelyn Nigri

1 comentário

david Julho 8, 2018 at 8:38 pm

Olá Juliana, boa noite!

Tudo ótimo e você?
Meu nome é David Jakubowicz e tenho interesse em me mudar para Cracóvia.
Muito boa suas informações. Nota dez!
Meu e-mail é : [email protected]
Qual seu e-mail? Acho que podes me orientar.
Grato

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação