BrasileirasPeloMundo.com
Inglaterra

Como consegui meu emprego em Londres

Como consegui meu emprego em Londres.

Meu sonho de adolescente era conhecer Londres e a Inglaterra. Eu ficava fascinada pelas características únicas da cidade quando via pela TV: Big Ben, Palácio de Buckingham com sua guarda real, ônibus vermelhos de dois andares e as cabines telefônicas. Era tudo tão lindo e de certa forma, exótico para mim!

Em 2006, realizei esse sonho quando consegui um emprego em Londres e me mudei para Inglaterra. Desde que comecei a trabalhar em Londres, tive vários cargos e várias promoções. Consegui alcançar um nível alto na empresa, que no Brasil, demoraria pelo menos o dobro do tempo para conseguir. Ter uma experiência de trabalho internacional, contribuiu muito para o meu desenvolvimento profissional e foi o diferencial que precisava para impulsionar minha carreira.

Por conta da minha experiência, vou te contar como consegui o meu emprego aqui.

Eu trabalhava em uma multinacional de tecnologia no Brasil como especialista técnica de software. O bom de trabalhar em uma empresa multinacional, é que geralmente elas proporcionam possibilidades de realocação em outros países. Sabendo disso, me empenhei para conseguir uma vaga através da empresa.

Acho essa opção super válida para quem mora no Brasil, mas tem planos de se mudar para o exterior daqui a no mínimo 5 anos. Isso, porque geralmente para se conseguir uma transferência internacional pela empresa, é preciso primeiro estabelecer sua credibilidade, experiência, demonstrar resultados altos e consistentes durante alguns anos e esse processo, leva tempo. É como se você investisse agora para colher os frutos no futuro.

No meu caso, não foi oferecida uma vaga no exterior, não conhecia ninguém na filial de Londres e não tive nenhuma indicação. Por isso, tive que ‘cavar’ a oportunidade. Por sinal, acho que isso é comum na minha vida, nada me é apresentado ‘de bandeja’,  sempre tive que correr muito atrás para conseguir o que queria.

Durante muito tempo, procurei uma oportunidade internacional dentro da empresa. Fazia buscas incansáveis de vagas em vários países, no banco de dados de vagas interno e estava sempre alerta para que se algo interessante aparecesse, deveria estar ‘pronta’ para agir.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na Inglaterra

Um belo dia, achei uma vaga em Londres para uma função parecida com a minha. Essa é a minha oportunidade, pensei. Não hesitei! Contatei o gerente responsável pela vaga por e-mail e disse que queria saber mais sobre a vaga. Marcamos uma conferência por telefone e a partir disso, resolvi me candidatar.

Fiz algumas entrevistas por telefone e depois de algumas semanas, o gerente me retornou dizendo que apesar de achar que eu tinha perfil para preencher a vaga, precisavam de alguém que pudesse começar imediatamente. Infelizmente, não era o meu caso, pois o processo de transferência demoraria pelo menos 6 meses, incluindo o tempo para meu visto de trabalho ficar pronto, além disso, eu não tinha passaporte europeu.

Continuei procurando por vagas e depois de alguns meses, recebi um e-mail de um outro gerente da filial de Londres. Ele perguntava, se eu ainda estava interessada em trabalhar em Londres e que seu colega, havia passado meu contato para ele.

Parecia que aquele e-mail tinha caído do céu, contudo, sabia que precisava continuar fazendo minha parte.

Me preparei MUITO para as entrevistas, estudei, ensaiei e depois de um longo processo, consegui a vaga! Seis meses depois, estava começando a trabalhar na mesma função que eu tinha no Brasil em Londres.

Costumo dizer, que a minha carreira internacional começou lá no Brasil. Conseguir um emprego através da sua empresa atual, pode ser o caminho para o seu primeiro emprego no exterior. Isso vai te permitir entrar no mercado de trabalho em outro país, o que pode ser difícil para estrangeiros.

Como eu sempre soube que um dia queria trabalhar no exterior, comecei a me preparar para isso bem cedo. Aqui vão minhas dicas do que fiz ainda no Brasil que você também pode começar a fazer:

1. Aprendi e desenvolvi fluência do idioma nativo do país que eu queria construir minha carreira;

2. Aprendi bastante sobre a empresa, as organizações dentro da empresa e a cultura da mesma. Saber ‘navegar’ na empresa é útil para você e para o empregador, te diferencia de um funcionário contratado no mercado;

3. Pesquisei sobre o país que eu desejava trabalhar para entender a cultura e ter certeza que era o lugar onde eu gostaria de viver e trabalhar;

4. Demonstrei profissionalismo e procurei atingir resultados consistentemente. Isso é importante caso seu chefe no Brasil, seja contatado para dar feedback sobre o seu trabalho;

5. Persisti em achar uma vaga, mas com consciência de que teria que continuar fazendo bem meu trabalho no Brasil, sem me deixar desanimar pelas portas que possivelmente se fechariam para mim no exterior durante o processo seletivo. Ou seja, não deixei que meu desempenho fosse abalado, caso algo não desse certo.

Existem várias empresas multinacionais de diversos setores com filial ou sede no Brasil que investem em oportunidades internacionais para seus profissionais. Eu listei aqui, algumas delas pra te ajudar.

  •  Consultoria de Negócios: KPMG, EY (Ernst & Young), PWC e Accenture;
  •  Tecnologia: Facebook, Amazon, IBM, Microsoft e Oracle;
  •  Finanças: Santander, Bank of America Merrill Lynch e JP Morgan;
  •  Operadoras de Telefonia: Vivo (Telefonica Brasil).

Tenho certeza de que minha persistência e dedicação foram o que realmente me ajudaram a realizar meu sonho. Por isso, te digo querida leitora, se você realmente quer alguma coisa, corra atrás e não desista!

Boa sorte e sucesso!

Related posts

Luiz e o Orlando, proprietários do Cravo & Canela em Londres

Ann Moeller

O sonhado Mestrado em Londres

Marina Lemos

Brasileira “made in” Paraguai

Ann Moeller

1 comentário

Silvia Macedo Julho 8, 2017 at 4:49 pm

Olá Paula Ghelli !
Muito interessante seu artigo. Parabéns pela determinação e persistência, também compartilho da opinião de as oportunidades somos nós que criamos. Você é um exemplo disso. Sucesso sempre! 😉

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação