BrasileirasPeloMundo.com
Peru Vistos & Cidadanias Pelo Mundo

Como obter o documento de residência para morar no Peru

Não é difícil morar legalmente no Peru, graças ao acordo Mercosul, nós brasileiras temos este direito, mesmo sem ter trabalho ou estudo por aqui. O que não quer dizer que não seja um pouco trabalhoso para tirar a sua documentação de residente estrangeiro, o chamado carnê de extranjeria, que será como o seu RG local.

Para os peruanos o documento equivalente ao nosso “RG” se chama DNI, então se você for em algum lugar e pedirem o seu DNI, você poderá apresentar o seu carnê de extranjeria que estará tudo certo.

Esse documento é importante para quem deseja morar no Peru por dois motivos, primeiro porque o tempo máximo que podemos ficar legalmente com nosso passaporte é de 6 meses, e segundo porque muitos lugares não aceitam somente o seu passaporte como documento, por exemplo, para abrir uma conta no banco que você deseja, ter internet e telefone fixo da operadora que você quer, escolher o plano de saúde que melhor se encaixe para você e, é claro, conseguir um bom trabalho, sem possuir o carnê de extranjeria é uma tarefa quase impossível.

Leia também: Cheguei ao Peru, e agora? 

Então, segue um passo a passo do que é necessário para tirar o documento:

– Cópia do seu passaporte ou RG válido.

– Antecedentes criminais do Brasil apostilados: Este antecedente é encontrado no site da polícia federal www.pf.gov.br/servicos-pf/antecedentes-criminais , normalmente fica pronto na hora, é só imprimir e levar em um cartório para que seja apostilado, pois sem o apostilamento o documento não tem validade no Peru.

– Antecedentes Penais do Peru: Pagar a taxa correspondente, que custa 52,80 soles, no Banco de la Nación, e ir até a sede dos antecedentes penais mais próxima, juntamente com seu passaporte e o comprovante de pagamento da taxa. Eles normalmente perguntam só o nome dos seus pais e tiram uma foto. O certificado fica pronto no mesmo dia. Neste local a fila estava um pouco grande, fiquei mais ou menos 2 horas para conseguir o meu antecedente.

– Antecedentes Judiciais do Peru: Pagar a taxa correspondente, que custa 37,70 soles, no Banco de la Nación, e ir até a sede dos antecedentes judiciais mais próxima, juntamente com seu passaporte e o comprovante de pagamento da taxa. Eles também fazem perguntas básicas, como o nome dos pais, tiram uma foto e o certificado fica pronto no mesmo dia. Fiquei mais ou menos 30 minutos para conseguir o meu antecendete.

– Antecedentes Criminais do Peru: Pagar a taxa correspondente no Banco de la Nación, que custa 17 soles, e ir até a sede dos antecedentes criminais mais próxima, juntamente com seu passaporte e o comprovante de pagamento da taxa. O procedimento é um pouco mais demorado, fazem perguntas como qual o nome dos seus pais, sua altura, peso e o endereço de onde está vivendo no Peru. Tiram uma foto, colhem todas as suas digitais e o certificado fica pronto no mesmo dia. Como o processo é mais demorado, as filas consequentemente são maiores. Atualmente há muitos imigrantes venezuelanos vindo para o Peru, então as filas estão realmente grandes, eu fiquei 11 horas para conseguir o meu antecedente criminal. É recomendável chegar antes do local abrir, muita gente está dormindo na fila para conseguir ser antendido.

– Pagar uma taxa por direito ao trâmite no Banco de la Nacion, que custa 117,60 soles, e guardar o comprovante porque você irá precisar de alguns números para poder marcar uma data no site das imigrações.

– Entrar no site Migraciones , agendar uma data e levar todos esses documentos na sede das Imigraciones mais próxima. Neste site, você irá imprimir um formulário chamado “formulário 4”, em branco, e preencher à mão, porém também terá que realizar o preenchimento no site e imprimir o mesmo formulário com as informações completas, no final do agendamento.

– Comparecer na sede das Imigraciones no dia e horário agendados e entregar todos os documentos. Irão tirar mais uma foto e entregar um comprovante com dados para que você acompanhe a aprovação do trâmite pelo site. O prazo descrito na folha é de 30 a 60 dias úteis, porém o meu foi aprovado em 20 dias úteis.

– Após aprovado o trâmite, você terá que pagar mais uma taxa, que custa 49,90 soles, entrar novamente no site e procurar pela opção “Inscripción em línea”. Após o preenchimento dos dados será gerado um formulário com a data para retirada do carnê (a data é gerada automaticamente, não há opção de escolha), imprima esse formulário e o leve, juntamente com seu passaporte, no dia marcado para retirada.

Leia também: Pagamento apenas com dinheiro trocado no Peru

No site das Imigraciones há uma lista com os documentos necessários, porém a lista é feita para todos os países do mundo, e é um pouco confusa de entender, tem algumas coisas que não se aplicam para nós brasileiros como, por exemplo, na lista deles diz que precisamos dos antecedentes penales e judiciales, porém, para o Brasil, o único documento solicitado foi o antecedente criminal. Outra coisa que diz nesta lista é que toda a documentação deverá estar com tradução jurada para o idioma oficial do Peru, que é o espanhol, no entanto, meus documentos estavam em português e foram aceitos sem questionamento algum.

Se seguir os passos descritos, com certeza você terá sucesso!

E assim acaba o processo de documentação. É simples, porém trabalhoso, infelizmente os antecedentes não podem ser tirados pela internet, as filas para consegui-los são grandes, os locais não são tão próximos uns dos outros, enfim, o “sistema” não ajuda muito, mas com um pouquinho de paciência conseguimos o desejado carnê de extranjeria.

Related posts

Tem carnaval no Peru?

Janayna Guerra

Como obter documento e visto de trabalho em Dubai?

Juliana Perim

Vale a pena morar no exterior?

Janayna Guerra

1 comentário

otavio Agosto 8, 2019 at 4:22 pm

Bruna, excelente esse post sobre “Como obter o documento de residência para morar no Peru”. Gostei muito pois é justamente o que estou procurando.
Fiquei apenas como uma dúvida sobre “Antecedentes criminais do Brasil apostilados”. Esse documento vc levou em um cartório no Brasil??? E os demais entendo que obviamente foram no Peru né!?.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação