BrasileirasPeloMundo.com
Portugal

Como são as prateleiras de supermercados portugueses

Como são as prateleiras de supermercados portugueses.

Meses antes de desembarcar em Portugal pela primeira vez, fiz algumas pesquisas rápidas em sites de supermercados para pesquisar um pouco das sessões de alimentos (e para ter uma breve noção do preço de tudo. Isso é muito importante para o planejamento financeiro, porque nos ajuda a ter uma ideia de quanto vamos gastar no mês de acordo com aquilo que costumamos consumir). Sempre tive uma alimentação equilibrada e sempre escutava as pessoas falando que o Brasil era muito rico e privilegiado na parte de variedade de alimentos saudáveis (e acessíveis!) e que na Europa as pessoas não têm esse privilégio. Quis conferir isso.

Variedade nas prateleiras portuguesas

Pesquisei em sites das três maiores redes de supermercados e não encontrei muita diferença entre elas. Busquei procurar para colocar no carrinho virtual tudo aquilo que eu costumava comprar no supermercado no Brasil. Como é óbvio não consegui encontrar 100% das coisas, mas me surpreendi com a variedade imensa de frutas que eles têm aqui (algumas são produzidas no país e outras importadas) e com a variedade de carne (bovina, suína, aves, peixes). De maneira geral, fiquei muito feliz com o resultado.

Basicamente, a minha lista de compras de alimentos no Brasil tinha: Frutas e vegetais (que podiam ser mamão, banana, melão, abacate, maçãs, maracujás, limão, laranja, tomates, alface, rúcula, brócoli, cenoura), laticínios (leite, queijo, requeijão, manteiga), pães de grãos, ovos, arroz, feijão, carne (variando entre frango e carne vermelha), algumas massas e azeite. De maneira esporádica comprava alguma coisinha ou outra diferente (alguma coisa da sessão de guloseimas ou então algo da linha saudável).

Em Portugal tentei manter exatamente a mesma lista básica de compras, mas alguns itens aqui são mais difíceis (ou impossíveis) de se encontrar: não encontrei requeijão aqui. Nem melão e maracujá. Raramente encontro feijão sem ser de lata “pré cozido”. Ficou pouca coisa de fora, né?

Leia também: tudo que você precisa saber para morar em Portugal

Além das prateleiras de supermercado terem uma grande variedade de produtos, estão cada vez mais cheias de produtos brasileiros. Já é possível encontrar muito facilmente guaraná, massa para se fazer pães de queijo, fubá, farofa e até mesmo goiabada (só falta um requeijão ou queijo minas para acompanhar…).

Preço final das compras

De maneira geral, não dá para reclamar do preço final de uma lista completa de alimentos comprados em Portugal, quando comparamos com o preço final do Brasil. Alguns itens como carnes e frutas/vegetais são um pouco mais caros, mas existem momentos em que estão em promoções e realmente ficam mais baixos. Semana passada, por exemplo, paguei 3,78 euros no kg de peito de frango e 0,98 euros numa caixa com 500g de morangos.

Estou fazendo um estudo comparativo sobre os preços (não apenas de alimentos) Portugal versus Brasil e logo vou publicar no Vou Pra Onde?. Apesar de pagarmos mais caro em alguns produtos (quando convertemos as moedas, principalmente com essa alta do euro e baixa de reais), tudo se compensa quando levamos em consideração a qualidade dos serviços oferecidos.

Presença das marcas brancas

Aqui em Portugal praticamente todas as redes de supermercados vendem produtos de marca própria, o que no Brasil nos chamamos de “marca branca”. Geralmente são produtos mais baratos que os produtos de marcas tradicionais ou famosas, mas possuem qualidade equivalente aos produtos mais caros (em minha opinião). A variedade desses produtos é gigante: desde rações para animais até temperos. Minha dispensa está cheia deles! Mais legal ainda é que eles quase sempre estão em promoções nos supermercados, então fica mais em conta ainda que outras marcas.

Qualidade da alimentação e dos produtos

De maneira geral, os produtos encontrados nas prateleiras dos supermercados portugueses são de grande qualidade. A única diferença no paladar que podemos sentir é nas frutas! Apesar de toda a variedade, acho que as frutas brasileiras possuem um pouquinho mais de sabor (isso é uma opinião pessoal, mas já conversei com uma senhora portuguesa que morou alguns anos no Brasil e ela me disse que as frutas no nosso país são mais gostosas mesmo!).

Ao me mudar para Portugal me senti privilegiada por conseguir manter basicamente a mesma alimentação que possuía enquanto morava no Brasil. Como é óbvio demorou um pouco até tudo se ajeitar. As rotinas e horários são um pouco diferentes, mas só de conseguir ter o mesmo tipo de alimento no prato, já é muito bom.

Como é óbvio não fico apenas comendo “comida brasileira”, e sempre procuro experimentar alguma coisa da culinária portuguesa em restaurantes (ainda não me arrisco a cozinhar pratos muito diferentes, haha). Para a próxima, posso postar aqui os meus pratos favoritos. Que acham?

Não se esqueça também de visitar meu blog e meu canal no Youtube!

Related posts

Festa de Santo Antônio em Lisboa

Cristina Hélcias

Como se inscrever no sistema de saúde português

Priscila Maranhão

Expressões portuguesas que você precisa aprender

Gabriela Monteiro

1 comentário

Angela Oliveira Julho 31, 2018 at 9:23 pm

Boa noite Analu
Acabei de chegar de Portugal, adorei….estive em Lisboa e no Algarve visitei várias cidades, fiquei 15 dias simplesmente amei!!!
Convivi com algumas famílias, cozinhei, trabalhei e amei muito um lindo português.
Quero preparar tudo, pra ir morar em Portugal, na praia de preferência.
Adorei o seu artigo….sei que é bem por aí…rsrs
Oooooobrigada!!!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação