Custo de vida em Moçambique

0
103
Foto: Acharaporn Kamornboonyarush - Banco de imagem pexels
Advertisement

Custo de vida em Moçambique.

Quando falamos de custo de vida no Brasil, sentimos que trabalhamos muito, ganhamos relativamente bem, mas os gastos são tanto que, fazer a tal da economia para o futuro se torna algo difícil.

Quando tivemos a oportunidade de viver fora do país, pesamos todos os benefícios e os sacrifícios, mas dentre eles a qualidade de vida foi um dos fatores que definiram a nossa decisão. Dentro da qualidade de vida incluímos uma vida mais produtiva nesse novo lugar e também um custo de vida mais enxuto.

Vou falar sobre os custos para se viver em Tete, que é a 4ª maior cidade do país. Isso muda bastante de acordo com a cidade e o tipo de vida que você vai optar. A maioria dos estrangeiros que vivem aqui vêm exclusivamente a trabalho. Não é um local que as pessoas escolhem para viver, por ter acesso limitado e consequentemente opções escassas. Encontra-se quase tudo por aqui, mas o preço que se paga em algumas ocasiões também é alto.

Leia também: Visto para morar em Moçambique

A forma como avaliamos os custos em Moçambique é diferente, pois a maioria das pessoas que vêm a trabalho já têm a moradia com energia e água inclusa. Dessa forma, não irei apresentar valores de aluguel e moradia.

Moeda

A moeda em Moçambique é o metical. É desvalorizado em relação ao dólar ou mesmo o real. Mas nos últimos meses, com a chegada de muitos estrangeiros na cidade e alta demanda de consumo, o valor dos itens aumentou consideravelmente.

Para se ter uma ideia, 100 meticais corresponde a 1,64 dólares e 6 reais.

Internet

A internet residencial possui custo elevado se compararmos aos padrões brasileiros. Em torno de MT 6.300 por mês (USD 100,00). Já a internet móvel é bem interessante e prática. Não existe plano pós-pago. Você faz a recarga no seu número telefônico, que pode ser em lojas autorizadas, supermercados ou comprar raspadinhas no valor do crédito com um código que ao digitar no celular, creditam o valor no seu número. Abasteço cerca de MT 500 que me permite ter 3GB de internet e ligações o mês todo.

Transporte

O transporte mais comum para estrangeiros por aqui é a chopela, um tipo de tuktuk. Tem um preço relativamente acessível, aproximadamente MT 300 para ir a qualquer lugar. Porém, é limitado em função de espaço, quando se faz compras, por exemplo, e complicado em questão de segurança quando se locomove com crianças pequenas, que é o meu caso.

Arquivo pessoal

Dessa forma, a maioria das pessoas acaba adquirindo um carro para circular por aqui. A partir de MT 300.000 é possível comprar um carro. Quando não se encontra nada, também é comum importar carros do Japão ou da África do Sul, mas os custos ficam um pouco mais altos em função dos valores de importação.

Escola

Existem boas escolas, mas o ensino segue um calendário diferente do Brasil. A maioria das escolas possui o inglês como língua de origem. Quando a criança é pequena, vai aprendendo com a convivência, e quando é maior, faz uma prova de proficiência do inglês para definir em qual série irá entrar.

Os valores são variados, mas temos escolas de MT 9.000 a MT 20.000 por mês para meio período.

Saúde

A área de saúde é precária e as melhores opções médicas são sempre pagas, dando acesso à minoria. Existem três clínicas principais que atendem a cidade. O ponto positivo é que os exames laboratoriais e raios-X são feitos no próprio hospital, e o resultado sai com muita agilidade. As clínicas também possuem uma farmácia, assim você já sai da consulta com o remédio em mãos. O valor médio de uma consulta é MT 1.800.

Lazer

Dentre as opções de lazer em Tete, as principais são gastronômicas, seja em casa ou nos poucos restaurantes da cidade.

É muito comum utilizar a estrutura dos hotéis como área de lazer. Se você consumir algum item do restaurante, pode usufruir da piscina e dos itens de lazer.

O valor médio de um prato principal nos restaurantes/hotéis daqui, fica em torno de MT 1.200 sem considerar bebidas.

Supermercado

Essencialmente o maior custo é de alimentação. Como fazemos todas as refeições em casa, o consumo é maior do que antigamente quando eu trabalhava fora de casa. Claro que depende do hábito de cada família, mas fiz uma listagem dos itens básicos.

Também existe uma grande diferença de valores nas compras de hortifrúti no supermercado e nas feiras locais. Hoje, consumo os produtos da feira não só pelo preço, mas porque são frescos e praticamente orgânicos.

Abaixo a relação de valores:

Legumes e verdurasUnidadePreço MercadoPreço feira
Brócolisund28090
Tomatekg20060
Cebolakg20070
Alfaceund15050
Carnes e laticíniosUnidadePreço Mercado
Carne moídakg300
Alcatrakg450
Contra filetkg500
Picanhakg950
Peito de frangokg300
Iogurte4 und120
Queijo muçarelakg600
Presuntokg600
Manteigabarra180
Ovosdúzia125
Leitelitro90
Limpeza  
Detergente lava louça500 ml100
Sabão em pó2 kg450
Produto limpeza piso (Veja)litro190
Básicos  
Arrozkg75
Feijãokg150
Óleolitro120
Macarrão500 gr180
Molho de tomate300 gr80
Farinhakg90
Milholata85
Biscoito recheadopacote130
Leite condensadolata90
Coca cola2 litros75
Água1,5 litros30
Suco artificiallitro90

 

Obs.: Valores de referência do mês de setembro de 2018.

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.