Dá pra fazer turismo na Arábia Saudita?

2
6933
Advertisement

É possível fazer turismo na Arábia Saudita? Como faço para visitar o país?” OK, tenho boas e digamos, nem tão boas notícias pra você. A “nem tão boa” notícia é que Arábia Saudita não emite visto de turista, assim tal como conhecemos. Eu particularmente acho isso uma pena, já que o país tem muitos lugares incríveis para conhecer, principalmente se você gosta de conhecer culturas diferentes e curte história como eu. Por exemplo, muitas passagens bíblicas se passaram no que hoje conhecemos como o reino da Arábia Saudita.

Porém se você tem residência em Saudi, (devido a um trabalho), se vem para visitar os seus pais ou seus filhos que moram aqui, vem para uma viagem de negócios ou é muçulmano e vai visitar as cidades sagradas, sua entrada no país é certa – depois claro, de um longo e trabalhoso processo de visto. E já que terá a oportunidade de visitar o país surge então uma outra pergunta: dá para fazer turismo em Saudi?

Sim, claro que dá. E nesse aspecto, parabéns, sinta-se um verdadeiro privilegiado, afinal entrar na Arábia Saudita não é para qualquer um. Depois de ter vivido em Saudi com a minha família durante mais de 3 anos, seguem algumas sugestões do que ver e fazer por lá.

  • Visitar Madain Saleh é obrigatório

Pra você ter uma idéia da importância do lugar, Madain Saleh foi declarado patrimônio histórico pela UNESCO. O lugar foi construído pelos Nabateans, a mesma civilização que construiu Petra, na Jordânia. Lá você vai ter a oportunidade de ver de pertinho mais de 130 tumbas esculpidas nas rochas, a grande maioria delas é datada do século VI A.C. Eu contei tudo sobre essa viagem incrível que fizemos em 3 diferentes posts no Carioca Travelando. Portanto antes de fazer os seus planos, não deixe de dar uma espiadinha por lá para conferir todos os detalhes dessa aventura.

  • Faça um passeio pela Corniche de Al Khobar

Se você vem morar na região de Dhahran, Damman ou Al Khobar (tudo ali bem pertinho do país vizinho, Bahrain), vale a pena fazer um passeio pela Corniche de Al Khobar. Ou mesmo se você vive em outras regiões do país, como por exemplo na capital Riade ou em Jeddah, a dica é pegar o carro ou ir de avião conhecer esse lado de Saudi. Apesar das mulheres precisarem usar o pretinho básico por lá (o que não foi obrigatório durante o nosso passeio à Madain Saleh), um passeio pela Corniche de Al Khobar é um programa para toda a família. Além do visual belíssimo da praia (onde o banho infelizmente não é permitido), no local você vai encontrar diversos restaurantes e cafés, além de parques com áreas para as crianças e áreas enormes com a grama verdinha para um picnic. Nos finais de semana, com temperatura agradável a Corniche de Al Khobar fica lotada de gente aproveitando o visual e a companhia dos amigos e familiares.

  • Riade – conheça a capital da Arábia

Vindo à Saudi não deixe de conhecer Riade. Se você for morar no país, mais cedo ou mais tarde terá inevitavelmente que visitar a capital. Isso porque todas as embaixadas ficam localizadas por lá. Há diversos lugares para visitar em Riade, como por exemplo, o cartão postal do país, a Torre Central do Reino, conhecida por lá como Kingdom Centre Tower. A torre com 65 andares e 302 metros de altura, foi inaugurada em 2002 e é considerada um dos edifícios mais luxuosos da região. Também na capital, não deixe de conhecer o museu nacional, conhecido como National Museum. Se você gosta de história vai poder ver por lá uma grande coleção de manuscritos, peças e documentos que contam a história da península arábica e do Islã.

  • Jeddah, a cidade menos “saudita” do reino

Jeddah é conhecida por ter a maior concentração de artistas no país, além da sua “atmosfera” um pouco mais relaxada. Seus moradores são reconhecidos como os mais receptivos e simpáticos de todo a Arábia Saudita. Indo à Jeddah você terá a oportunidade de conhecer a famosa “Torre do Rei” (conhecida por lá como King’s Tower), além de uma área conhecida como “Balad”, cheia de história, restaurantes e lojinhas. Ah claro, a Corniche de Jeddah é lindíssima e o passeio por lá vale super a pena também.

  • Aproveite o deserto

O deserto é para nós brasileiros uma paisagem bem diferente com a que estamos acostumados a ver no Brasil, mas para a maioria dos árabes o deserto é o lugar favorito para recarregar as baterias e aproveitar momentos com amigos e familiares. Independente da região que você vá viver ou conhecer no país, minha sugestão é reservar um dia para explorar o deserto e as suas paisagens únicas e encantadoras. Minha dica é aproveitar para apreciar o nascer ou o pôr do sol por lá. Certeza de fotos belíssimas.

  • Quer conhecer mais?

Se você quiser explorar mais a Arábia Saudita minha sugestão é procurar a Amazing Tours. Eles são uma agência de viagens autorizada (a primeira que conheço no país), especializada em fazer passeios para os expatriados. O nosso guia e gerente da agência que nos levou ao passeio em Madain Saleh é um saudita que entende tudo por lá, tem um inglês muito bom e sua equipe foi fantástica. Além de nos levar para conhecer esse patrimônio histórico pela UNESCO, eles ainda oferecem diversos passeios pela Arábia Saudita, como por exemplo à Ta’if (região conhecida como flowers land, onde os homens sauditas usam flores na cabeça), as ilhas Faradise e passeios pelo Empty Quarters, que é a região com o maior deserto contínuo do mundo.

Aposto que você não imaginava que tinha tanta coisa pra fazer em Saudi, né? Pois então, seja qual for a sua missão no país, já sabe que tem um leque recheado de opções para turistar na misteriosa porém fascinante Arábia Saudita.

2 Comentários

  1. Na poderosa aura internacional da inteligência das nações, a Arábia Saudita é um zero à esquerda. O é pela história que a vitimou e a fez uma pobre parasita bilionária do petróleo. O árabe é inconsciente de sua ingenuidade e portanto inocente, perfil que o empurra para vidas nababescas e estranhas. Há uma lenda que o então polêmico, turbulento e irreverente presidentão americano George Bush certa vez teria dito que os Estados Unidos monitoram tão somente o petróleo naquela região. Este legendário e antigo governador do Texas sabe de uma Dubôrtisita, mistura de Dubai com aborto parasita, versão endinheirada de uma muquiroca, mistura de muquifo com maçaroca, versão lunática de uma Brasília pragmática, capital dos brasileiros…à margem disto, os petrotrilhões são filtrados nos bancos da América do Norte e retornam outros petrobilhões para aquela península…:)

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.