Dez motivos para morar em Moçambique

44
8936
Advertisement

Dez motivos para morar em Moçambique.

“Há tempo, muito tempo que eu estou longe de casa, e nessas ilhas cheias de distância, o meu blusão de couro se estragou…Oh! Oh! Oh!…Ouvi dizer num papo da rapaziada que aquele amigo que embarcou comigo, cheio de esperança e fé, já se mandou…”

Ouvindo agora essa música do saudoso Belchior, busquei inspiração para começar esse texto com lembrança da minha terra, Recife, em Pernambuco-Brasil. Era verão em terras brasileiras quando eu e minha família nos preparávamos para uma grande mudança em nossas vidas: Estavámos de partida para uma nova vida na África, em Moçambique.

Pairava em minha cabeça um turbilhão de emoções e pensamentos, uma expectativa sobre a nova vida: como seriam nossos dias? Quem seriam nossos amigos? Nossa casa? Trabalho? A comida? A escola das crianças?

E assim embarcamos rumo a antiga Lourenço Marques, hoje chamada Maputo, nome que referencia um grande rio que corta Moçambique.

Chegar aqui exigiu de nós grande capacidade de adaptação, de exercício de tolerância e humildade, afinal, éramos nós os forasteiros, que chegávamos a pouco e em muitos momentos, tirávamos do bolso desejos de sermos “como lá” (como lá na nossa terra). Tudo parecia errado, diferente demais, estranho…Se eu pudesse diagnosticar sintomas de um recém-chegado, de certo a saudade dos costumes, da culinária, da família seriam os principais, mas o antídoto para esse mal seria a resiliência.

Leia também: como é morar em Maputo

O tempo foi passando, e hoje ja são quase 10 anos vivendo aqui em Moçambique e entre idas e vindas ao Brasil, hoje, quando estou lá, já quero voltar “para casa”. Mas onde é a minha casa hoje? É aqui. Sim, aqui em Maputo.

Afinal, o que me faz sentir-me assim? Posso dizer que descobri essa emoção, quando numa solenidade ao ouvir o hino moçambicano, cantei e me emocionei. Emoção genuína, coração batendo forte.

Posso explanar milhões de motivos que me levam a gostar tanto desse lugar que me acolheu com respeito e carinho, mas vou tentar escutar meu coração e elencar 10 motivos que me fazem gostar de morar aqui.

1. Pôr do sol indescritível – Só quem já esteve em África poderá saber sobre o que estou falando. Não tem nada a ver com bairrismo, com romance de Mia Couto, é uma visão de Deus, é a certeza da presença dEle avisando que finda-se um dia e que um novo está chegando, junto com ele a esperança num novo amanhã. À sombra de uma árvore, na savana ou à beira mar, esse espetáculo por aqui é poético, Divino, simplesmente REDENTOR.

Por do sol

2. Convívio multicultural – Chegar aqui nos possibilitou abrir horizontes, enxergar por outros prismas, noutras perspectivas. Pela posição geográfica recebe muita influência do oriente, sobretudo da Índia. Por ter sido colônia portuguesa até 40 anos atrás, a chegada tanto de portugueses quanto de outros cidadãos europeus é diária e em quantidade. Os cooperantes são muitos: chineses, finlandeses, holandeses, americanos, japoneses… Todos esses com seus hábitos, religiões e costumes bem diferentes do que costumávamos ver, nos levando a entender como somos pequenos diante de um mundo tão grande e tão diferente. Sim, aprender a conviver com “ o diferente para nós” foi nosso  grande ganho nesse tempo aqui. Achei singelo ver dois homens andando de mãos dadas na rua (aqui é prova de amizade) e ninguém se importar, muito pelo contrário, sentirem orgulho. Aprendi a saber respeitar outras datas religiosas como o Ramadã assim como eles respeitam nosso Natal, pois aqui há uma grande comunidade muçulmana, hindu, outras religiões orientais e típicas africanas.. Experimentar sabores e cores de outros temperos, ouvir outros sons, ritmos e danças, tudo isso é simplesmente ENRIQUECEDOR.

Leia também: culinária moçambicana

3. Sorriso das crianças – Esse é um aspecto peculiar!! Olhar para uma criança por aqui com o mínimo de ternura é sinônimo de receber um largo e espontâneo sorriso. Eles saem nas ruas logo cedo pela manhã, sozinhos, isso, sozinhos, sem acompanhantes desde os 3 ou 4 anos de idade, dançando, sorrindo e cantando pelas ruas da cidade em direção às escolas, isso a princípio me impressionou, hoje simplesmente acho ENCANTADOR.

indoescola

4. Culinária – Ahhh… Essa é o meu xodó… Fui conquistada pelo estômago! Como se diz na minha terra : “Eita comida boa danada!!!!”. A base de côco, mandioca, milho, folhas e frutos do mar, muitas iguarias nos faz sentir no nordeste, sobretudo na Bahia. O óleo de palma é igual ao dendê, a Badjia é tal qual o acarajé, a xima a nossa polenta, tem também arroz de côco, matapa e macofo que mais lembra nosso bredo e azedinha, mandioca que pode ser cozida com amendoim resultando na chiguinha…. Sem falar no frango mais bem temperado que já provei, onde se mistura leite de côco, alho e limão para saborizar um simples frango assado, a famosa Galinha zambeziana. Aqui até sarapatel(de origem goesa) eu encontrei…As chamussas, risoles, doces de herança colonial portuguesa…. Ai ai ai… É melhor ir parando por aqui, porque esse assunto aqui esta ficando ASSUSTADOR rs.

fotografia

5. Natureza exuberante – Não podemos falar da África sem associar a natureza. Animais selvagens, vida animal ainda sem interferência humana, vegetação intocada, relação de respeito entre homem/natureza faz nos sentir por vezes
pequenos diante de Deus, isso tudo por aqui é um ESPLENDOR.

956643_n

girafa

6. Beleza do litoral ainda não desbravado – Ilhas, baías, penínsulas, lagos, lagoas, praias e mangues, das mais virgens às mais exóticas, paradisíacas e límpidas, mornas e coloridas, assim é nosso litoral… Ilha de Bazaruto, Matemo, Medjumbe, Vamizi, Inhambane, Tofo, Ponta do ouro, Bilene, Xai xai, Chindenguele, Chongoene, Chizavane… São tantos lindos postais que podemos eleger uma por final de semana do ano para poder visitar, o problema é querer voltar para casa, esse litoral daqui é nada mais nada menos do que ESTARRECEDOR.

7. Clima ameno – De verão bem quente e chuvoso, e inverno seco e de sol brillhante, essas duas estações prevalecem por aqui. Podemos aqui aproveitar muito as praias tanto no verão quanto no inverno, nesse segundo e nos aquecendo ao meio do ano com um bom vinho de nossos vizinhos/irmãos sul africanos. Esse clima por aqui é simplemente ANIMADOR.

8. Respeito às diferenças – Assim como somos respeitados e admirados por sermos irmãos brasileiros tão queridos pelo povo moçambicano, a maior lição que tiramos vivendo aqui é o respeito às diferenças, aqui convive o negro
e o branco, cristão e muçulmano, rico e pobre, doutor e agricultor, homem e animais, todos se respeitando  e aprendendo a conviver em paz, isso é EDUCADOR.

Leia também: a mulher moçambicana

9. Camarões tigre – Para não perder o costume vou falar só mais um pouco desse tema… Não fiquem com água na boca, mas o camarões tigre moçambicanos, de tamanho inacreditável, sabor imcomparável e textura sem igual, com tempero nacional e de preparo caseiro, é simplesmente ENLOUQUECEDOR.

camarão

10. Legado de luta e resistência- Para finaliazar, aprendi muito com esse povo a lutar para conquistar, resistir para alcançar, se fazer forte para avançar. Como diz naquele hino que me emociona :

“Na memória de África e do Mundo

Pátria bela dos que ousaram lutar

Moçambique, o teu nome é liberdade

O Sol de Junho para sempre brilhará

Moçambique nossa terra gloriosa

Pedra a pedra construindo um novo dia

Milhões de braços, uma só força

Oh pátria amada, vamos vencer

Povo unido do Rovuma ao Maputo

Colhe os frutos do combate pela paz

Cresce o sonho ondulando na bandeira

E vai lavrando na certeza do amanhã

Moçambique nossa terra gloriosa

Pedra a pedra construindo um novo dia

Milhões de braços, uma só força

Oh pátria amada, vamos vencer

Flores brotando do chão do teu suor

Pelos montes, pelos rios, pelo mar

Nós juramos por ti, oh Moçambique

Nenhum tirano nos irá escravizar

Moçambique nossa terra gloriosa

Pedra a pedra construindo um novo dia

Milhões de braços, uma só força

Oh pátria amada, vamos vencer”

Esse hino é mesmo INSPIRADOR

44 Comentários

  1. Sou moçambicana e nao poderia deixar de dizer o quanto eu me emocionei com este post. Marcela, tu soubeste descrever a minha terra lindamente, com algumas das coisas que me enchem de orgulho de aqui ter nascido ! Parabens pelo texto, abraços

  2. Marcela muito obrigado pela linda discrição do meu teu nosso país. Muito obrigado por ter aVossa família linda como amigos.
    Deus Vos abençoe

  3. Amigos, as vossas palavras são alavanca para que meu coração, apenas deixei-me guiar por ele quando escrevi o que sentia. Todavia, ouvir essas palavras de moçambicanos que sentem emoção no que digo, é simplemente, ANIMADOR!!! Muito obrigada!!! <3

    • olá Marcela tudo bem?
      Tenho pensado fortemente em morar em Moçambique com a minha família. Estou me qualificando, estudando Curso Técnico em Mecanica pela ETEC Jorge Street em São Caetano do Sul São Paulo. Tenho 1 Ano e Meio aproximadamente para terminar o curso e me preparar.
      Você acha viável eu ir começar um novo projeto de vida aí?.
      Você poderia me orientar?

      Desde Já, Agradecido pela sua postagem.

          • Olá Liliane, não deixei de colaborar com o blog, apenas não fui mais contactada sobre as pautas mensais… Acho que foi ao contrário! ?
            Sempre a disposição!

          • Marcela,
            Te peço desculpas pela falha.
            Escrevi a mensagem para o leitor, porque não visualizei seu nome na planilha de colunistas mensais.
            Muito obrigada pelo seu retorno e desculpe novamente.
            Um abraço,
            Liliane

  4. Marcela, uma bela homenagem a este país que tão bem nos acolhe não nos fazendo sentir estrangeiros. Cheguei há 25 anos. Alguém me perguntava por que ainda não sou moçambicana. A resposta é simples: Moçambique e os moçambicanos nunca me fizeram sentir estrangeira, tendo por isso assumido no sentir a moçambicanidade. Parabéns e obrigada pela tua partilha 🙂

  5. Oi Marcela, belo texto e a razão número três a mais bela de todas….Uma vez vi um vídeo que mostrava de fato crianças africanas indo para a escola dançando e cantando…Coisa mais linda de se ver !!! Bjs

  6. Fina! Ao ler seu texto, ouvi sua voz.
    Ninguém melhor que você para escrever esse texto. Afinal, você pode se considerar a 11a. razão…
    sua acolhida carinhosa aos amigos recém chegados ao país, torna-se mais um motivo para amarmos esse lugar.

    Parabéns pelo texto! Um beijo enorme!

  7. Querida Marcela voce descreve com paixao e encanto! Mocambique eh de fato tudo isso ! E eu sofri muito quando tive que decidir a retornar ao Brasil PE pois mesmo com pouco tempo (1 ano e 9 meses) me apaixonei por essa Nacao! Ah! Claro que nao posso deixar de registrar que quando vi o Hino lembrei do seu autor: Dr Manhica ( ja falecido) que tive o prazer de conviver durante a minha estada no INTIC. Obrigada a voce e Carlos Mauricio por terem me convencido em 2010 a viver esta experiencia e terem sempre sido minha familia ! Amo muito esse Pais e os mocambicanos! Lindo texto!

  8. Oi Marcela, O seu texto emocionau-me bastante! Transparencia dum coracao rico! Ha aqui uma imensa luz que vai iluminando a todos… Continue assim e que sejas sempre abencoada! … Some times we take things for granted – com essa texto vejo desfile duma grande educadora que es! Parabens, parabens!

  9. Saudades do tao belo Mocambique , das comidas , das praias , das festas e de tudo mais , sem duvidas que e’ o melhor sitio para viver no MUNDOOO

    Azmal Rafik (Estudante Mocambicano Na India )

  10. Marcela, sou pastor evangélico, casado, pai de um filho de oito anos, como missionário sempre tive o desejo de morar e construir um projeto social na África. Tenho uma ONG que desenvolve projetos de sustentabilidade para organizações do Terceiro Setor. Poderia contar com seu apoio? Segue meu e-mail: [email protected] para nossa troca de informações. Muio obrigado e que Deus te abençoe. Eduardo

  11. Marcela, olá. Gostei muito mesmo de seu texto sobre Moçambique. Que ótimo ter as notícias por quem vivencia e valoriza a realidade de outra cultura. Eu também experimento os diversos Brasis, tendo já passado pela Amazônia e agora estou no nordeste. Tenho tb um blog no wordpress: castanhadequeiroz.wordpress.com onde tb compartilhei poemas dos meus tempos de Porto Velho com o reconhecimento das belezas desfrutadas. Continue com olhos de ver o melhor.

  12. PRETENDO ESTUDAR EM MOZ . MAS N POSSO IR SOZINHA QRIA LEVAR MEU PAI COMIGO MAS ACHO Q PELA IDADE ELE N SUPORTARIA… MORRO DE MEDO DE MALARIA ..

  13. Ahhh que lindo , vou casar com um moçambicano e morar em moçambique ,apesar de ouvir falarem tao mau a respeito de moçambique principalmente em relação as doenças sei que voubser muito feliz nesta terra que ja tenho tanto amor

  14. Marcela, estou mudando para Moçambique, porém estou preocupado com o trabalho da minha esposa, ela é dentista e gostaria de uma orientação para lincença de trabalho no país, vc poderia nos ajudar? Obrigado e fico grato de passar seu contato.

  15. Hoje tive curiosidades de ouvir falar de Moçambique, pois vários amigos mudaram para esta terra a trabalho uns já tem mais de 02 anos aí e outros foram recente. boa sorte a todos brasileiros e irmãos Moçambicanos.

  16. Trabalho em Moçambique, bem como passo a maior parte do ano em Moçambique posso me considerar um.
    povo muito hospitaleiro, amáveis e de muita riqueza cultural. Obrigado DEUS por Moçambique existir!

    • Ednara, é a segunda vez que estou pesquisando sobre riscos de ir a Moçambique sozinha e caio nesta página e vejo seu comentário. Só agora me toquei na data dele e supus: por acaso, você está perguntando porque comprou passagens pra lá, na promoção da TAAG? Desculpe se não for, é que este é o meu caso.
      Comprei passagens pra ficar 20 dias por lá, entre dezembro e janeiro, mas estou com receio em relação a segurança, vou sozinha. Tenho lido algumas coisas sobre o conflito, ficado preocupada. Pensando aqui até em cancelar os planos. Mas também tenho receio de que tudo seja exagero e eu desista à toa… ai, dicotomia! rs
      Se você descobrir algo a respeito, avise, por favor!
      Obrigada!

  17. Obrigada por este mais lindo texto. Adorei le-lo, e a sua sensibilidade no espirito, ao descrever o pais onde nasci, duma maneira que me fez voltar atras. Que pais lindo deve ser hoje, mesmo com as mudancas todas.
    Votos de tudo de bom para si e sua familia

  18. Eu morei em Mocambique por 12 anos, dai me mudei pros EUA. Estou voltando para visitar moz em maio do proximo ano, alguem pretende ir la nessa epoca?

  19. Bom dia
    Sou Brasileiro, residente em Belo Horizonte-MG, já estive em Missão de Paz em Agola, e gosto muito do povo Africano e gostaria de manter contato com pessoas de Moçambique e Zimbabwe.

  20. Olá. Gostei muito das informações e quero conhecer Moçambique. Saberia me dizer se tem voo direito do Brasil. Obrigado.

    • Olá Everton,
      A Marcela Figueiredo parou de colaborar conosco, mas temos outra colunista em Moçambique chamada Beatriz Miura que talvez possa te ajudar.
      Você pode entrar em contato com ela deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
      Obrigada,
      Edição BPM

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.