BrasileirasPeloMundo.com
10 Motivos Inglaterra

Dez motivos para morar na Inglaterra

Dez motivos para morar na Inglaterra!

Com 20 anos de Inglaterra poderia escrever por dias. Reclamo sobre alguns assuntos da mesma maneira que os brasileiros fazem no Brasil, afinal aqui é a minha “casa”, mas as raízes que criei já são fortes o suficiente para respeitar, amar, criticar e viver como qualquer outra pessoa inglesa.

Apesar de estar longe de ser perfeito o país tem numerosos encantos e é o sonho de muitos morar e estudar aqui.

Londres

Como falar da Inglaterra sem mencionar primeiramente aquela que é considerada uma das cidades mais bonitas, modernas e polêmicas do mundo. Londres, em si, é mais do que um motivo para morar na Inglaterra.  Claro que o País é muito mais do que a capital, porém, é inevitável que seja o centro. Uma cidade com vida e problemas próprios. Um lugar impossível de não se apaixonar e sentir falta depois de se ter morado, mesmo que por pouco tempo. Londres é mágica e individual, onde tudo ou quase tudo é aceito, onde você pode ser ou tentar ser o que quiser e sonhar, uma cidade que permite sonhos virarem realidade. Não conheço ninguém que tenha morado em Londres e depois de se mudar não diga que seja outra pessoa, mais tolerante, mais corajoso, mais nostálgico até, mais criativo, enfim, a lista é longa. Minha relação com a cidade é de amor e ódio. Amo Londres de paixão, mas tive que deixá-la quatro anos atrás, para continuar sendo feliz.

Londres
Londres
Londres
Londres

Chá

Outro ponto forte e extremamente característico inglês, e que quem mora aqui não consegue evitar ou como eu, amar e amar é o chá, sim, aquele que até hoje ainda é tomado com leite pelos ingleses e por mim também, (não consigo me imaginar tomando chá puro). Ainda hoje há várias opções pelo país para se tomar o famoso “chá das cinco”, que pode ser a qualquer horário durante a tarde, na verdade, em vários lugares, servido com scones, jam and cream (Cream Tea) (uma espécie de bolinho e pão doce com geléia e creme de leite grosso), um pecado mortal para a dieta, porém um costume delicioso rs.

Humor & Inglês Britânico

Não há como falar da Inglaterra sem mencionar o humor dos ingleses. As séries de tv famosas pelo mundo inteiro como Monty Python e Absolutely Fabulous, o os livros majestosos da escritora Jane Austen confirmam a minha escolha. O sotaque é tão lindo e tão prazeroso de ouvir, que já é um motivo mais que suficiente para morar aqui e aprender este idioma.

Estudos

Estudar aqui, o que para muitos chega até a ser um sonho, é realmente fantástico. Você encontra cursos em várias áreas, mais específicos ou não, com mais ou menos horas, de dia, de tarde, de noite, perto, longe. Não tem como não estudar e aprender algo, com tantas oportunidades ao seu redor. E não estou me referindo as respeitadas Universidades, incluindo Oxford e Cambridge apenas. O mundo acadêmico inglês merece respeito. Jovens e menos jovens tem oportunidades de aprender algo novo, praticar hobbies ou se aperfeiçoar fazendo MBA. Indiferente do nível da pessoa, você sempre encontrará algo com o que se identifique. Escolas como a City Lit tem centenas de cursos e workshops, não tem quem não conheça.

Beleza & História

O país inteiro é belíssimo, de norte a sul, de leste a oeste. Castelos medievais, parques maravilhosos  e extremamente bem cuidados como o famoso Hyde Park, no coração de Londres, florestas como Bedgebury e parques selvagens como o Richmond Park, praias de pedras como Brighton, cidades medievais como Canterbury,  e de famosos antigos residentes como Stratford-upon-Avon (cidade do Shakespeare). Andando em certos locais é como se estivéssemos em uma cena de algum dos livros De Emily Bronte ou Jane Austen, um verdadeiro mundo de sonho. É como se aprendessemos algo novo apenas por abrir a porta de casa.

Bedgebury Forest
Bedgebury Forest
Bedgebury Forest
Bedgebury Forest

 

Bodiam Castle
Bodiam Castle
Leeds Castle
Leeds Castle
Leeds Castle
Leeds Castle
Praia de pedra
Praia de pedra
Bewl Water1
Bewl Water
Bewl Water2
Bewl Water

Música & Leitura & Arte

A música tem um valor muito importante na sociedade inglesa. As crianças desde cedo tem a oportunidade de ter contato com instrumentos variados, como também aprender a tocá-los. Escolas emprestam instrumentos para as crianças levarem para casa, como uma extensão do aprendizado em aula, para poderem praticar. Meu filho com 3 anos começou a ter aulas de música na escola, aprendendo os sons, e na escola de música, aos 5 começou a tocar bateria, teve aulas de saxofone, trompete e os trazia para casa. Hoje, com 13 anos, toca bateria muito bem, trompete, e aprecia música, com maturidade.

A leitura faz parte do nosso dia a dia,  as crianças praticamente nascem com um livrinho nos braços. É algo tão comum e tão acessível, você pode comprar livros semi novos em lojas de caridade por um preço tão simbólico, que não há como não inserir nas nossas vidas. Livros são dados como presentes de aniversário, de Natal, e recebidos com um largo sorriso de agradecimento.

livros
Estante de livros da minha filha

Caridade

A caridade é levada muito a sério, doar e ajudar, sendo voluntário, para mim é um ponto marcante da cultura inglesa. Aqui passamos a pensar mais em ajudar e quão afortunados somos. Instituições de caridade fazem diversos eventos durante o ano engajando a população, inclusive, festas de ruas, chás da tarde em casa com amigos, tudo em prol de alguma instituição, seja do Coração, Alzheimer, NSPCC (crianças), NSPCA (animais). A lista  de instituições e os eventos são realmente longos. Talvez um dos mais famosos seja o do Câncer, que acontece todos os verões pelos parques do país.

Doando o cabelo da minha filha para o Little Princess Trust
Doando o cabelo da minha filha para o Little Princess Trust
Doando o cabelo da minha filha para o Little Princess Trust
Doando o cabelo da minha filha para o Little Princess Trust

Centro da Europa & Viajar – Londres é considerada o centro da Europa e para viajar não há lugar melhor. Do aeroporto Heathrow, o principal de Londres, você pode voar para praticamente o mundo inteiro. Voos de várias partes do globo fazem escala aqui para continuar viagem. Ou seja, viajar é muito fácil e faz parte da cultura inglesa, viajamos sempre que podemos e ao longo do ano, estamos sempre falando e planejando férias ou finais de semana fora. Viajar aqui não é luxo, faz parte do estilo de vida.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na Inglaterra

Tolerância

Apesar de todos os problemas com terrorismo, os ingleses são muito tolerantes.  Aqui você aprende a se tornar ainda mais. Idosos sentam ao lado de punks, pessoas tatuadas, com cabelos coloridos, sem nenhum problema. Você tem a liberdade de ser o que quiser ser, de se vestir e ter a sua própria individualidade. Prova disto está na moda. Fashion faz parte, mesmo que inconscientemente, das nossa vidas, de uma maneira criativa. Expressar-se através da moda, arte, música, é levado a sério e  artistas tem a chance de serem reconhecidos e respeitados.

Acessibilidade & Facilidade 

 Precisou de seguro, empréstimo, comprar carro, supermercado? Aqui se resolve tudo pelo telefone ou internet.  Roupas? Só vai na loja quem quiser.  Temos acesso a tudo de primeira mão,  seja grande ou pequeno. Transporte público? Em Londres o metrô cobre praticamente a cidade inteira e muitos dos ônibus funcionam 24h.  Ter a sensação de fazer parte desse mundo, que não pára, tendo acesso também a tecnologia de ponta à preços acessíveis, faz parte da nossa vida cotidiana, aqui na terra da rainha Elizabeth e do pequeno príncipe George.

metro
Entrada da estação dos metrôs, em Londres
metro3
Informação sobre as linhas de metrô. Apenas uma linha com pequeno atraso.

Ainda tenho vontade de morar em alguns outros países, puramente pela experiência, mas sei, que se um dia isso acontecer, aqui é o lugar que para sempre chamarei de “casa”.

Fotos: acervo pessoal

Related posts

O expatriado brasileiro e a depressão de temporada

Betina Vargas

Dicas Para Alugar Casa em Londres

Aline Pasqualetto

English Heritage

Juliana Brandão

31 comentários

Cristiane Leme Novembro 25, 2014 at 2:14 pm

Fantástico. Eu também amo a Inglaterra e concordo com todas as suas razões para viver aí, com todas as dores e delícias!

Resposta
Ann Moeller Novembro 28, 2015 at 5:35 pm

Apesar de tudo, ainda acho aqui um lugar único, é difícil de explicar ,)

Resposta
Packing my Suitcase Novembro 25, 2014 at 4:06 pm

Que máximo ler um pouco sobre sua experiência na Inglaterra Ann! Adorei… nossa 20 anos já, daqui à pouco sou eu dizendo isso 🙂
Um beijo,
Allane

Resposta
Ann Moeller Novembro 28, 2015 at 5:35 pm

O tempo passa, logo logo é você 🙂

Resposta
celcorjen Novembro 25, 2014 at 11:50 pm

Londres nao eh Inglaterra, como dizia uma amiga minha galesa. Isso, alias, eh um grande equivoco que todo estrangeiro comete. So depois que passei a viver em um vilarejo de 2 mil pessoas. Os ingleses sao muito mais calorosos e francos do que jamais havia imaginado,depois de morar por 18 anos em Londres. Toda metrople de certa forma mascara a identidade local e nao deveria ser tomada como representativo de um pais, ainda mais uma onde poucos sao realmente nativos (entre estrangeiros e nacionais).

Resposta
Ann Moeller Novembro 28, 2015 at 5:39 pm

Obrigada pelo comentário, mas vou ter que discordar. Aqui onde moro as pessoas de calorosas não tem nada, e acabo achando Londres muito mais acolhedor. Cada um com a sua experiência, eu acho e deve depender do local também 🙂

Resposta
Celcorjen Abril 27, 2016 at 11:00 pm

Disse q moro em uma cidade de menos de duas mil pessoas onde todos se beijam e abracam qdo se encontram no pub. Londres realmente n eh inglaterra, a maioria ou eh de outra parte do pais ou estrangeira, o que faz com que as pessoas sejam mais fechadas, o q alias acontece em muitas metropoles. Minha amiga galesa, q tambem vem do interior, tinha toda a razao. Amo meu vilarejo, fiz mais amigos e mais rapidamente aqui do q qdo vivia em londres, onde o contato c meus vizinhos nunca passou de bom-dia/tarde/noite e nunca ninguem q mal conhecia me levou a casa deles. Aqui, no meu village nao faltam convites de gente q mal conheco. Enfatizo, Londres nao eh Inglaterra.

Resposta
Cintia Novembro 28, 2014 at 7:30 am

Oi Ann, amei… sempre fui apaixonada pela Inglaterra desde pequena….ainda não conheço, mas espero ir em breve…Concordo com o comentário acima, que de “certa forma toda metrópole mascara a identidade local”. As pessoas tomam Amsterdam como representante da Holanda e isso não é absoutamente verdade, eu que moro em uma vila, vejo a diferença claramente.Bjs

Resposta
Ann Moeller Novembro 28, 2015 at 5:41 pm

Oi Cintia, sim, as metrópoles acabam mascarando de certa forma alguma identidade, mas a minha experiência morando no interior me deixou surpresa também, Eu esperava mais do que tem acontecido. O Interior também acaba tendo um ar de mistério e magia, que as vezes não condiz com a realidade e claro cada caso é um caso e cada lugar é diferente 🙂

Resposta
Vanessa Fevereiro 11, 2015 at 3:15 am

Nossa Ann, como amei ler a sua publicação. Eu morei na Inglaterra por 3 anos e sou perdidamente apaixonada por este lugar. Em Londres morei menos de 1 ano, pois optei por um custo de vida mais baixo. Hereford (a cidade onde morei) é realmente encantadora e sinceramente, hoje, quando penso em “casa” sou remetida diretamente para lá. Infelizmente os problemas e a burocracia que eu enfrentei para viver legalmente na terra da rainha, foram muito grandes para a minha pouca experiencia na época, então resolvi voltar para o Brasil.

Resposta
Ann Moeller Novembro 28, 2015 at 5:43 pm

Ola Vanessa, obrigada pelo comentário. Que bom que você teve uma experiência boa e quem sabe ainda não volta no futuro. Boa sorte!

Resposta
Lu Fevereiro 17, 2015 at 5:45 pm

Adorei o post e concordo. Morei no interior da Inglaterra por 5 anos e agora estou pensando em voltar. Não é facil tomar essa decisão que tb envolve meus filhos, meu trabalho, enfim… Mas foi mt bom ler este post. Valeu!

Resposta
Ann Moeller Novembro 28, 2015 at 5:44 pm

Ola, obrigada pelo comentário. Boa sorte!

Resposta
Andrea Alves Ferreira Reis Gueler Abril 27, 2015 at 1:27 am

Sou estudante de Serviço Social e sou doida para terminar o curso e consegui mudar para esse pais, com uma das melhores politica social que já conheci.
Espero consegui realizar meu sonho e terminar meus dias com minha família nesse pais.

Resposta
Ann Moeller Novembro 28, 2015 at 5:45 pm

Ola Andrea, obrigada pelo comentário. Boa sorte com os seus planos!

Resposta
Vanessa Julho 16, 2015 at 6:51 pm

Olá! Adorei! Vc sabe me dizer se as pré-escolas são públicas e a partir de que idade as crianças podem ingressar? Obrigada!

Resposta
Ann Moeller Novembro 28, 2015 at 5:46 pm

Ola Vanessa, as crianças entram na escola do governo a partir dos 3 anos.

Resposta
vinicius sepulchro Outubro 9, 2015 at 6:42 pm

amei seu post, amo desde pequeno a Inglaterra, especificamente Londres, como se diz o ditado, Inglaterra é Inglaterra e Londres é Londres, amo muito esta cidade e tenho o objetivo de morar ai, se Deus quiser ainda realizarei este meu sonho!

Resposta
Ann Moeller Novembro 28, 2015 at 5:47 pm

Ola Vinícius, obrigada pelo comentário e boa sorte para realizar seu sonho!

Resposta
Juan Rocha Novembro 8, 2015 at 4:01 pm

Tenho uma duvida em mente referente a tudo isso, será que vale a pena morar na Inglaterra, em questão de valores ? Da para sobreviver tranquilo ai ? E como partir do Brasil para Inglaterra ? Foi para casa de alguem conhecido, se virou por ai ? Como foi mudar do Brasil para Inglaterra ?

Resposta
Ann Moeller Novembro 9, 2015 at 4:16 pm

Ola Juan, quanto aos valores, a libra está bem alta em relação ao real ultimamente. Quanto a “sobreviver”, vai depender do que você for fazer e o tipo de vida que levar. Aqui se ganha, mas se gasta, especialmente com moradia e transporte. Quanto a sair do Brasil para a Inglaterra, a minha história é um pouco diferente da maioria das pessoas, eu não vim diretamente do Brasil, ja tinha morado 6 anos em Portugal fazendo faculdade e morava com a minha família, e isso há quase 26 anos, portanto hoje em dia eu não tenho mais parâmetro de comparação com o Brasil. O melhor a fazer é entrar em algum grupo de Brasileiros na Inglaterra, pelo Facebook, tem vários, pedir informação e trocar ideias por lá. Muitas pessoas estão aqui há bem menos tempo e podem te ajudar, especialmente comparando preços e estilo de vida com o Brasil. Boa sorte!

Resposta
Ricardo Dezembro 20, 2015 at 10:24 pm

Comecei a pesquisar sobre a Inglaterra essa semana, pensando em partir em 2016. Com esposa e um casal de filhos 16 e 13. Vamos estudar por enquanto para saber realmente se vale a pena.

Resposta
Elaine De Pauw Janeiro 29, 2016 at 1:31 am

Olá Anne.
Parabéns pela Materia maravilhosa. Fiquei com vontade de mudar já para a Inglaterra .

Resposta
Elizabeth Kress Janeiro 29, 2016 at 8:13 am

I love ❤ London….here is where my heart is❤

Resposta
Rinaldo Pessoa Janeiro 29, 2016 at 12:53 pm

Excelente texto, parabéns! Sempre que vou a europa vou a Londres, essa cidade é muito especial pra mim ao ponto de ter em meu carro um adesivo da bandeira da cidade, troço o carro e a bandeira está lá. Não conheço o interior mas se Londres já causa esse sentimento imagino que o interior deva ser melhor ainda. Se tiver de deixar meu pais hoje, certamente Inglaterra será minha próxima casa. Me identifico muito.

Resposta
veronica Janeiro 29, 2016 at 9:09 pm

Adorei a matéria, e concordo plenamente com tudo que foi dito. Penso que, morar aqui é um prazer!! Apesar de nunca ter vivido em Londres, pois a minha cidade escolhida foi Cambridge, amo ir à Londres para um dia ou um final de semana só para curtir a Cidade, que sem sombra de dúvida é linda! Em termos gerais, tudo o que já conheço daqui, me faz amar esse país a cada dia que passa. Todos sabemos que a perfeição não existe, mas já estou aqui a 4 anos e meio e para mim e minha família o sonho se tornou realidade.
Veronica Teles

Resposta
ALVARO LUIS VOLKWEIS Junho 25, 2016 at 12:19 pm

Bom dia pessoal ! Olha morei em Londres por dez anos na decada de 90( cheguei em 92 ), e gostava muito, depois retornei ao Brasil e quando tivemos nosso filho resolvemos voltar para educa-lo no idioma inglës, aconteçe que quando chegamos em 2005, encontramos uma Londres mais suja, e muito tumultuada, então resolvemos morar em Oxford, que é uma cidade linda, aconchegante e com mais tranquilidade, mais segura e adoramos !!!Acho que as grandes cidades não conseguem passar como são realmente as pessoas daquele país, tem muita mistura, este sentimento de como vivem e pensam os ingleses no caso, vocë consegue nas cidades do interior !!

Londres é muito legal pra quem é solteiro !!! Agora com filhos, as cidades menores são uma melhos opçâo para cria-los !!!
Abraços !

Resposta
Marcelle Moreira Março 27, 2017 at 12:16 pm

Olá, eu e meu noivo somos brasileiros (rj) e estamos começando a montar nosso projeto de morar na Inglaterra. Mas ainda estamos em processo de estudar o local, estudar, residencia, visto, emprego, documentos, etc. Caso possar dar dicas seria ótimo e nos ajudaria bastante.
Beijos.

Resposta
Samea Yukawa Outubro 1, 2017 at 10:39 pm

Olá tudo bem? Moro no Brasil e estou pensando em me mudar para a Inglaterra. Tenho descendência, mas não falo fluente. Tenho medo de passar dificuldades, teria alguma dica para me ajudar?
Amei muito seu depoimento, isso faz com que eu queira mais me mudar daqui!

Resposta
Sandra Velmont Outubro 13, 2017 at 4:29 pm

Oi Ann, amei sua matéria! Meu sonho é ir embora para a Inglaterra, recentemente recebi um convite de trabalho como babá da filha de um grande amigo meu, mas tenho dois filhos e não sei como seria para levá-los. Você sabe se eles podem ir comigo?

Resposta
Ann Moeller Outubro 14, 2017 at 9:06 am

Ola Sandra,

As leis relacionadas a visto andam mudando muito rapidamente e não estou atualizada. Se você e as crianças tiverem passaporte europeu entram sem problema, se não, melhor se informar no consulado. As portas estão se fechando desde a decisão do Brexit. Boa sorte!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação