BrasileirasPeloMundo.com
Alugar/Comprar Imóvel Pelo Mundo Lituânia

Dicas para alugar apartamento em Vilnius

Dicas para alugar apartamento em Vilnius, na Lituânia.

Quando estamos nos preparando para mudar, uma das grandes preocupações é com relação ao local onde vamos morar, o nosso futuro lar. Entretanto, resolver tudo à distância não é exatamente fácil, principalmente, porque precisamos ir até o lugar para ter certeza de que é lá que vamos construir o nosso novo porto seguro.

Depois de conversar com colegas lituanos e brasileiros que estavam morando em Vilnius, recebi indicações de dois site de aluguéis, o Aruodas e o Domoplius. Recomendo o primeiro, pois possui mais opções e, aparentemente, melhores locais. Uma vez com esta informação em mãos, iniciamos a procura pelo apartamento onde passaríamos os próximos dois anos.

Quando entramos no site, nos deparamos com tantas variáveis (ano de construção, bairro, studio, tipo de aquecimento e equipamentos disponíveis) que surgiram mais dúvidas do que respostas e, mais uma vez, precisamos recorrer aos nossos colegas para nos ajudarem com esta tarefa. Recebemos mais algumas dicas e vou deixá-las aqui para facilitar o caminho de quem decidir mudar para Vilnius e ajudar a fazer a escolha certa.

Leia também: Como tirar visto para morar na Lituânia

Bairro

O primeiro ponto a ser definido é em qual bairro você irá morar. Perto do local onde você trabalha ou estuda é sempre uma boa ideia. Primeiro, porque você pode economizar com transporte público. Dependendo da distância, será muito agradável fazer uma caminhada para ir ou retornar do trabalho.

Além disso, te ajuda a economizar tempo para fazer outras coisas. A cidade não é tão grande assim e dispõe de um bom sistema de transporte, entretanto, o trânsito existe, sim, em Vilnius, e você pode acabar preso nele durante o horário de rush.

Me recomendaram evitar alguns bairros em Vilnius, que poderiam ser menos seguros para estrangeiros. São eles: Stotis, Naujininkai, Naujamiestis, Naujoji Vilnia. Portanto, deixo a dica aqui para vocês também.

Aquecimento

Este é um item extremamente importante para se verificar quando estiver escolhendo um local para morar.  Isto porque ele é essencial durante os meses frios (geralmente, entre outubro e abril). Sem um bom aquecimento e isolamento térmico apropriado, os seus gastos mensais durante este período podem comprometer o seu orçamento.

Edifícios construídos antes dos anos 2000, em geral, possuem aquecimento central e isolamento térmico pouco eficiente. Com o aquecimento central, você não consegue regular a temperatura no seu apartamento. Portanto, pode ser que ela fique muito alta, ou muito baixa (o que geralmente é o caso) para você.

Alguns colegas me contaram que chegaram a pagar até 150 euros a mais de aquecimento em imóveis mais antigos, mas, em geral, este gasto fica em torno de 80 a 100 euros mensais. Nós conseguimos alugar um apartamento novo e o nosso gasto mensal com aquecimento é de 10 a 12 euros.

Tipos de apartamentos

Em Vilnius, os studios, ou quitinetes são muito comuns e correspondem à maioria dos imóveis para alugar. Em geral, estes lugares possuem cerca de 30 a 40 m². Eles podem ser ideais se você estiver morando sozinho, ou em casal. Mas é bom lembrar que não há separação entre sala, quarto e cozinha, portanto, é importante analisar a rotina do casal e ver se realmente é possível morar em um studio.

Se você fizer questão de ter um quarto separado, ou mesmo precisar de mais cômodos, então, na hora de fazer a pesquisa, selecione pelo menos dois cômodos como opção. E vá sempre visitar o local antes de alugar.

Mobília

Uma das grandes vantagens da Lituânia é que, praticamente, todos os locais disponíveis para alugar são mobiliados. Portanto, você não vai precisar se preocupar em comprar praticamente nada. Em geral, o apartamento já vem com os seguintes itens:

  • geladeira;
  • fogão;
  • sofá-cama (muito comum no país, alguns studios possuem apenas sofá-cama, sem cama);
  • cama;
  • mesa;
  • estante;
  • guarda-roupas;
  • máquina de lavar;
  • microondas (nem todos os lugares);
  • lava-louças (nem todos os lugares).

Além disto, a maioria dos apartamento possui varanda. Elas são ótimas e um excelente local para apreciar os fins de tarde durante os meses de verão. Praticamente todas as varandas possuem uma mesa e duas cadeiras.

Outro fato bastante interessante neste item é que, geralmente, o dono do apartamento fica responsável pela troca ou compra de novas mobílias ou eletrodomésticos.

Para exemplificar, vou contar duas coisas que aconteceram com a gente. No dia da mudança, o dono do apartamento verificou que a máquina de lavar não estava funcionando direito. Ele, então, comprou um novo equipamento, entregou no dia seguinte e, ainda por cima, instalou. A outra situação foi que nós não tínhamos microondas. Verificamos com o dono a possibilidade de comprar um e ele nos trouxe um novinho no dia seguinte.

Custos

Acredito que com todas essas coisas vocês devam estar se perguntando o valor do aluguel, certo?

É sim possível alugar bons apartamentos ou studios por cerca de 300 euros. Claro que existem os lugares mais baratos, por até 200 euros, mas é preciso ficar atento. Frequentemente estes lugares mais baratos são em edifícios antigos, sem o aquecimento e isolamento térmico adequados. Você economiza por um período, mas nos meses de frio gasta mais.

Claro que, quanto maior o lugar, mais caro será. Então, se você tiver o dinheiro, pode gastar em torno de 500 a 600 euros por mês em apartamento com 2 quartos, sala, cozinha e banheiro.

Outro ponto importante é com relação aos custos do condomínio. Diferente do que acontece no Brasil, aqui são cobrados os gastos efetivos durante o período, ou seja, eletricidade, aquecimento e manutenção. O valor não é fixo e os gastos que nós temos ficam em torno de 18 euros por mês.

Por aqui também tem corretor de imóveis. Se você alugar com algum deles, a taxa cobrada é de 200 euros, que devem ser pagos quando o contrato for assinado. Também é necessário deixar um mês de aluguel como garantia, este dinheiro será descontado do último aluguel, ou pode ser usado caso você danifique alguma coisa no imóvel.

Leia também: Como é o custo de vida na Lituânia?

Água, luz e aquecimento

Aqui, na Lituânia, há cobrança de água quente e fria, eletricidade e aquecimento. A responsabilidade pela informação do quanto foi consumido no mês é do morador. Todos os prédios possuem os relógios e contadores e caberá a você, ou ao dono do apartamento, calcular os gastos e efetuar o pagamento. Converse com o proprietário a respeito disso e defina de quem será esta responsabilidade para não ter problemas.

Documentação

Nós tivemos um pouco de dificuldade de encontrar quem quisesse alugar um apartamento para a gente. Isto porque algumas pessoas não gostam de alugar o seu imóvel para estrangeiros, uma vez que eles têm a ideia de que estrangeiros não vão cuidar direito do imóvel. O que claramente não é verdade.

Depois de uma longa semana e inúmeros telefonemas, conseguimos encontrar um casal de idosos que topou o desafio. Eles são ótimos! Nunca tivemos nenhum problema, ao contrário dos relatos que vemos com outros estrangeiros e, até mesmo, com os próprios lituanos.

Não precisamos apresentar nenhum documento especial, a não ser o passaporte. Tivemos a ajuda de uma colega de trabalho, já que o dono do apartamento não fala inglês e nós não falamos lituano.

Se você ainda ficou com alguma dúvida, deixe o seu comentário abaixo! Até a próxima.

Related posts

Dicas para encontrar apartamento em Montpellier

Júlia Lainetti

Aluguel na Itália: por onde começar?

Daisy Salles

O que fazer com mil dólares no Missouri?

Renata Tavares

2 comentários

Mirian Nonato Junho 25, 2019 at 12:19 am

Nossa adorei a materia. Muito completa as dicas que eu encontrei aqui. Vou compartilhar com os meu amigos e amigas.

Muito obrigada

Resposta
Carolina Romeiro Junho 25, 2019 at 7:16 am

Oi Mirian, fico feliz que tenha gostado! Como eu tive bastante dificuldade de encontrar informações a respeito de várias coisas durante a mudança, a ideia é trazer informações utéis para quem decidir percorrer este caminho também.
Em breve teremos mais textos interessantes a respeito da vida na Lituânia!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação