BrasileirasPeloMundo.com
Empregos Pelo Mundo Polônia

Como consegui meu primeiro emprego na Polônia

Assim que eu e meu marido decidimos viver na Polônia uma série de dúvidas surgiram em relação a visto, mercado de trabalho, idioma, inverno rigoroso e etc. Porém, o que mais me tirava o sono era como conseguir um emprego sem falar o idioma local e sem ter inglês fluente.

O polonês é um idioma muito difícil. Eu não conseguiria aprendê-lo rápido o suficiente nem mesmo para trabalhar num mercado, por exemplo. Apesar de ter feito alguns cursos online e de praticar com meu marido, não chego nem ao básico.

Mesmo achando que minhas chances de conseguir emprego por aqui eram bem pequenas, comecei a procurar ainda no Brasil, pois mesmo sem muita esperança não custa nada tentar, não é mesmo? Pesquisei alguns sites de empregos apenas para ver quais eram as áreas que ofereciam mais vagas, quais eram os pré-requisitos e as cidades onde havia mais oportunidades. Enfim, entrei por curiosidade, para conhecer um pouco como funcionavam as coisas por aqui. Numa dessas buscas, resolvi colocar no campo de pesquisa “Brazilian Portuguese” (português brasileiro), só para ver se aparecia alguma vaga. E não é que apareceu? Não eram muitas, mas o pouco que tinha ali já me deixou com uma pontinha de esperança.

Na maioria das vagas que vi, o principal requisito era fluência em português do Brasil, um bom nível de inglês para se comunicar, graduação e, em alguns casos, experiência no tipo de trabalho. A maioria das posições eram na área de TI, setor financeiro, marketing e atendimento ao cliente nas cidades de Varsóvia, Cracóvia e algumas outras.

Comecei a enviar meu currículo antes mesmo de me mudar, fiz algumas entrevistas e hoje estou aqui, trabalhando numa grande empresa, coisa que eu jamais imaginaria na época em que decidi vir para cá.

Se você também está planejando morar na Polônia ou se já está aqui e está procurando emprego, vou listar abaixo algumas coisas que fiz e que deram certo. Mas quero deixar claro que o que deu certo para mim não necessariamente dará certo para você, pois tudo depende muito de sua situação no país e da política da empresa.

Currículo

O primeiro passo foi atualizar meus dados e traduzir o currículo em polonês e em inglês. Depois percebi que o currículo em inglês já é suficiente.

Carta de Apresentação

Junto ao currículo eu sempre enviava uma carta de apresentação contando um pouco sobre meu perfil profissional e pessoal. Faça sua carta em inglês e caso ache necessário, coloque uma breve explicação sobre sua situação no país, informe quando estará disponível para começar a  trabalhar e se já possui visto. A maioria das empresas procura candidatos que já tenham visto, então, caso você esteja aguardando por uma decisão ou se ainda for dar entrada no processo, informe a empresa logo no primeiro contato.
Outra coisa importante: envie seu currículo perto de sua vinda para a Polônia, pois enviar com muita antecedência pode não dar muito certo. Nem toda empresa vai querer esperar por você ou pelo fim de seu processo de aquisição do visto.

Linkedln

Para quem não conhece, o Linkedln é uma rede social de negócios usada para relacionamento profissional. É excelente para quem quer procurar emprego ou fazer networking, pois através dele você tem acesso a diversas vagas em diferentes localidades, além de poder ser visto pelos recrutadores. Muitas empresas anunciam posições no Linkedln. Outra vantagem é que você consegue ver quem é o recrutador responsável e pode fazer contato para obter maiores informações sobre a vaga oferecida. E mais! No Linkedln você tem a opção de escolher o idioma do site, o que facilita muito na hora de buscar possibilidades. Nos sites de emprego não há essa opção.

Foto do Pixabay
Foto do Pixabay

Entrevistas

O processo seletivo vai depender de empresa para empresa, mas todos os processos dos quais participei foram bem parecidos. Geralmente, a primeira entrevista é feita por telefone e depois via Skype ou presencial. Para uma das empresas eu tive que fazer um teste de inglês, mas nada demais.

Em todas as entrevistas me fizeram a mesma pergunta: “Qual a sua pretensão salarial? ”, e aqui, geralmente você fala quanto quer ganhar líquido, ou seja, depois de pagar os impostos. E para chegar a um valor ideal, é bom calcular o custo de vida, colocando na ponta do lápis todas as suas despesas. É possível calcular o custo de vida na Polônia clicando neste link . Basta selecionar a cidade. O site te dará uma ideia de quanto será seu custo de vida em determinada cidade e, a partir daí, você tem uma margem para negociar seu salário com a empresa.

Retorno

Pode ser que eu esteja enganada, mas acho que aqui os processos seletivos são bem mais curtos e com menos etapas do que no Brasil, e geralmente as empresas dão um retorno bem rápido, dentro de uma ou duas semanas.

Curiosidade: No exame admissional é feito exame de sangue, urina, tira-se raio-x do tórax e também há uma consulta rápida com um oftalmologista (para aqueles que tiverem contrato formal, tipo a nossa CLT).

Enfim, hoje vejo o quão errada eu estava ao pensar que minhas chances eram pequenas aqui e que seria impossível conseguir um emprego sem falar polonês. No entanto, quero deixar claro que, ainda assim, é muito importante estudar e saber pelo menos o básico do idioma local, pois se no trabalho não é necessário, numa outra ocasião pode ser essencial, afinal, nem todos falam inglês.

E para finalizar, quem tiver interesse em trabalhar aqui, leia mais informações sobre vistos e trabalho na Polônia clicando aqui.

Até o próximo mês!

 

Related posts

Poluição na Polônia

Juliana Cavalher

A véspera de Natal na Polônia

Gizelli Gliwic

Curiosidades da culinária polonesa

Valéria Oliveira Szewczyk

17 comentários

Ludmila Março 14, 2016 at 7:24 pm

Muito legal o texto.. Expressa exatamente o que eu to passando.. Indo pra Polônia por causa do meu marido que vai à tabalho, com pouca fluência no inglês e nada de polonês.. Mas, com muita vontade de trabalhar porque sempre trabalhei.. Qual site vc procurou as vagas inicialmente?
Bjosss

Resposta
Valéria Oliveira Szewczyk Março 15, 2016 at 3:42 pm

Oi Ludmila, tudo bem?
Obrigada pelo seu comentário.
Então, eu procurava vagas nos sites: http://www.praca.pl, http://www.pracuj.pl e http://www.infopraca.pl, mas para mim o melhor foi o Linkedin, além de mandar alerta, dá pra gente escolher o idioma do site, se você já tiver conta, vale muito a pena.
Boa sorte!
Beijos

Resposta
Isabela Abril 24, 2016 at 4:15 am

Oi Valéria, só uma pergunta, quando você diz que dá pra escolher o idioma do site, você quis dizer que escolheu polonês e em razão disso o site direcionou para alertas em polonês ?

Resposta
Valéria Oliveira Szewczyk Abril 25, 2016 at 5:08 pm

Olá Isabela, tudo bem?
Na verdade, eu quis dizer que eu posso usar o LinkedIn em português e procurar as vagas aqui na Polônia, para mim foi bem mais fácil porque as vezes eu tinha dificuldade para entender e me cadastrar em alguns sites. Em relação ao alerta, eu só comecei a receber ofertas de emprego da Polônia quando mudei meu endereço e não o idioma, mas fora isso, você consegue filtrar as vagas pelo país e cargo nas configurações de busca.
Espero ter ajudado e boa sorte! 🙂

Resposta
Tacieli Março 14, 2016 at 10:08 pm

Valéra, seu post foi muito inspirador!!! Meu marido se muda no próximo mês e eu vou com meus filhos em dois ou três meses, e a pergunta que eu mais me faço é se eu vou conseguir trabalhar na Polônia. Os passos que você descreveu no post eu já percorri, olhei alguns sites de emprego e estou traduzindo meu Linkedin. Minha maior dúvida ainda é sobre o visto para trabalho, porque como ele está indo com permissão de trabalho mas eu não, você tem como me explicar como funciona??

Resposta
Valéria Oliveira Szewczyk Março 15, 2016 at 8:39 pm

Oi Tacieli, obrigada pelo seu comentário!
Eu sei que você terá residência temporária pelo fato de seu marido ter o visto de trabalho, mas não sei muitos detalhes sobre esse assunto.
Entre em contato com o pessoal do consulado em Curitiba-PR, eles são bem atenciosos e me ajudaram bastante.
[email protected]

Beijos

Resposta
NATALIA LOPES ACIOLY Maio 7, 2016 at 8:57 am

Oi, Valéria. Obrigada por suas informações.
Estou no processo de seleção da Universidade de Varsóvia para PhD.

Sou casada, sem filhos. Caso seja aprovada, com o meu visto de estudante, meu marido pode trabalhar? Vc saberia informar?

Muito obrigada

Resposta
Valéria Oliveira Szewczyk Maio 11, 2016 at 3:06 pm

Olá Natalia, tudo bem?
Infelizmente eu não sei te dizer, se seu marido tem direito a trabalhar apenas pelo fato de você ter visto de estudante, mas vocês poderiam ver algum curso para ele aqui, assim já ajudaria bastante, ou então tentar um visto de trabalho (começa enviar o currículo dele para as empresas aqui).
Entra em contato com o pessoal do consulado em Curitiba, eles foram bastante atenciosos comigo, e acredito que vão te ajudar da mesma forma.
Um abraço e boa sorte!

Resposta
Rose Marie Maio 8, 2016 at 12:58 am

Valéria, muito obrigada pelo texto. Eu e meu noivo estamos correndo atrás da cidadania polonesa dele. Ao mesmo tempo estamos angariando informações sobre a vida na Polônia pois queremos ir morar aí. A minha dúvida é quanto às possibilidades de trabalho para quem, como eu, tem formação na área de humanas (sou formada em Direito e curso filosofia). Percebo que as vagas são mais direcionadas ao campo da exatas. Qual a sua impressão? Tenho chances de encontrar uma vaga de trabalho no qual eu possa aproveitar as minhas formações? Ficarei feliz em receber sua resposta. Desde já agradeço.

Resposta
Valéria Oliveira Szewczyk Maio 11, 2016 at 2:50 pm

Olá Rose Maire, tudo bem?
Obrigada pelo seu comentário!
Então, em relação a vida aqui, no meu ponto de vista é bem melhor do que a vida no Brasil, estou me referindo a qualidade de vida, segurança, educação etc. Porém é importante lembrar que existem alguns problemas que devem ser considerados como por exemplo, o frio rigoroso no inverno, a falta de sol (a maioria dos dias é nublado), a distância da família e o idioma que é bem complicado.
Sobre emprego, a minha dica é não focar em Direito pois as leis aqui são diferentes, e não sei te dizer se será possível validar seu diploma, sendo assim, te aconselho a procurar vagas na área de TI, atendimento ao cliente e contabilidade, são as áreas que mais encontro vagas para falantes de português, e muita delas não exige experiência.
Enfim, espero ter ajudado, boa sorte!

Resposta
Rose Marie Maio 15, 2016 at 9:31 pm

Muito obrigada pelo retorno! Acompanho sempre seus posts e as suas dicas são muito valiosas!

Resposta
Mari Maio 10, 2016 at 4:46 pm

Olá Valéria, gostei muito do seu post.
Uma dúvida, como você conseguiu o visto?
Eu tinha o pensamento de que só pode entrar na Europa com autorização se for para trabalho (transferência) ou a passeio. Enfim, heeelp.

Resposta
Valéria Oliveira Szewczyk Maio 11, 2016 at 2:43 pm

Olá Mari, tudo bem?
Para entrar aqui como turista você não precisa de visto, porém para morar aqui você vai precisar sim de um visto, seja ele de trabalho, de estudante, ou de casamento com cidadão polonês que é o meu caso. Mais pra frente teremos um post falando sobre vistos, acompanhe o blog.
Abraço!

Resposta
Glauciane Fevereiro 14, 2017 at 1:39 am

Olá, Valéria !!! Ótimo texto. Meu marido está procurando por vagas de trabalho na área de TI, você conheceria alguma empresa para indicar ? Eu entrei nesses de sites de vagas que você enviou e são muito bons, já estou procurando neles. Obrigada.

Resposta
Ann Moeller Fevereiro 14, 2017 at 9:46 am

Ola. A Valéria não colabora mais com o BPM. Sugiro seguir as duas outras colunistas na Polônia. Equipe BPM.

Resposta
carina prata Borges Março 24, 2018 at 9:05 pm

Estou indo para a Polônia e meu esposo é polonês. Contudo também não falo nada de polonês. Mas sou fluente em inglês e espanhol. Tenho mestrado na área de geografia na ufjf. Mas estou desesperada que não acho emprego. A cidade para onde vou é poznań. Queria muito achar dicas de emprego. A mandei currículo para Ikea é outras empresas mas sem nenhum retorno. Uma dúvida é sobre vistos e validação de diploma, certidão de casamento é filhos. Qualquer informação ajuda. Obrigada!

Resposta
Vivian Kulpa Março 25, 2018 at 10:56 pm

Olá, Carina

Como você é casada com polonês, assim que sua permissão de residência estiver pronta você poderá trabalhar aqui. O tempo de resposta das empresas varia muito, eu mesma cheguei a esperar mais de 6 meses.

A maioria dos brasileiros conseguem trabalhar aqui na área de TI e em diversas áreas que demandem conhecimento da língua portuguesa, variante brasileira. A língua comum falada no ambiente cooporativo é o inglês. Muito dificilmente você conseguirá trabalhar em áreas específicas como a de sua formação, sobretudo sem o polonês.

Para esses trabalhos que falei, a maioria das empresas não pede a comprovação do nível universitário (sobretudo se forem free-lancers ou contractors, mas caso você consiga um emprego com contrato, o diploma pode ser útil para comprovar experiência e na contagem de dias de férias, portanto, mais para frente, é interessante sim traduzir seu diploma. Mais para frente falaremos sobre isso.

Falei sobre a convalidação do casamento brasileiro na Polônia aqui: https://www.brasileiraspelomundo.com/polonia-casar-no-brasil-ou-na-polonia-171258086
Com realção a filhos é a mesma coisa: após a convalidação do seu casamento brasileiro aqui, já o registro/acordo de como ficará o sobrenome dos filhos.

Espero ter ajudado. Obrigada pelo seu comentário e continue nos acompanhando.

Abs,
Vivian

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação