BrasileirasPeloMundo.com
Advogadas Pelo Mundo EUA Texas Trabalho Voluntário Pelo Mundo

Caridade e ajuda ao próximo nos Estados Unidos

Quando meu avô faleceu no Brasil de complicações relacionadas à mieloma (ou câncer da medula óssea), eu aqui me senti meio sem saber o que fazer. Além da dor grande, queria poder fazer mais pela minha avó, pela minha família, mas simplesmente não tinha como.
Parti para um projeto novo e me envolvi com uma organização aqui, Leukemia and Lymphoma Society, a “Sociedade de Apoio à Leucemia e Linfoma”, ajudando famílias lidando com o mesmo tipo de câncer.

Além de ajudar famílias aqui em Houston, também tive o privilégio de viajar a Washington, D.C., onde pude encontrar com vários representantes e senadores do Texas para falar sobre a importância da pesquisa para curas alternativas e para acesso dos pacientes aos medicamentos de maior eficácia. Foi demais! Hoje já faz quase 8 anos que estou envolvida e consigo dizer que, com minha ajuda, conseguimos arrecadar mais de US$100,000 para pesquisa e apoio às famílias ligadas com câncer relacionados ao sangue.

Sabemos que o que não falta são causas, pessoas e organizações precisando de uma mãozinha e de um dinheirinho a mais. Então, o que cada um de nós podemos fazer para fazer uma diferença?

Em Austin, Texas, apoiando uma organização que beneficia bebês com deficiências e suas famílias. (Acervo pessoal)

Primeiro, encontre uma causa que é importante para você. Para decidir, temos várias opções para como definir isso. Algumas pessoas acreditam que o melhor é encontrar aquilo que vai impactar o maior número de pessoas. Nobre. Outras já são guiadas pelo coração e optam por ajudar numa causa que toca seu coração, ou aquela causa que afetou ou ajudou sua família de alguma forma.

Não importa qual seja seu motivo, o que vale é botar a mão na massa e se envolver. Aqui seguem algumas dicas:

Voluntarie seu tempo

Para muitas organizações, o que falta é gente que faz. Comecei assim com meu envolvimento. Aparecia toda sexta-feira de manhã no escritório do Leukemia & Lymphoma Society e perguntava o que eu poderia fazer. Tinha muitas ligações a serem feitas, informações a serem atualizadas no computador, cartas a serem impressas, envelopes selados etc. Eu ficava por lá de 9 h às 12 h e o que não me faltavam eram tarefas a fazer. Como eu me dispus a ir toda sexta, o pessoal do escritório separava tarefas para mim durante a semana toda. Sempre disse que é uma das melhores partes da minha semana.

Seja mentora de alguém

Aqui em Houston tem uma organização chamada Big Brother & Big Sisters of America, (grandes irmãos e irmãs da América) onde uma pessoa pode se alistar para ser a “irmãzona” de uma criança ou um adolescente e ajudá-lo/a a atingir seu potencial. Geralmente, são crianças e adolescentes de idades e comunidades variadas, com um vida familiar não muito tradicional. Tenho dois amigos que estão envolvidos nessa organização faz muitos anos. O resultado é um relacionamento profundo e duradouro.

Se criança não é contigo, não se estresse. Tem outra opção para gente como você. Meu marido recentemente se envolveu e está dando apoio e direção a um rapaz de 21 anos que está no último ano de faculdade na Universidade de Houston. O programa é para o desenvolvimento de empreendedores e de pequenas empresas. Para o Saeed, que é fanático por empresas e tudo que lida com empreendedores, é uma combinação perfeita. Além do lado técnico e mais ligado à carreira, também cria-se uma amizade boa. Ontem mesmo fomos num barzinho comemorar o aniversário dele.

Doe seu sangue

Está tendo dificuldades de encontrar uma causa que te faça feliz? Então doe sangue! Uma coisa tão fácil e muito necessária. Quer fazer um impacto maior do que o seu singelo saquinho de sangue? Organize uma turma para ir com você! Arranje o transporte, organize um lanchinho depois, crie um clima divertido para a turma toda querer participar.

Falta tempo, mas sobra dinheiro?

Tempo é dinheiro. E se te sobra dinheiro, mas falta tempo, doe o seu dinheiro. Mas se você também preocupada com o modo como uma organização vai gastar seu dinheiro, então faça como eu: ligue para a organização onde você quer contribuir e pergunte quais são as necessidades deles – às vezes precisam de comida ou leite, produtos de higiene pessoal, fraudas, brinquedos, cadernos. Descobrindo exatamente o que falta vai fazer com que sua contribuição seja muito agradecida. E assim você doa aquilo que estão precisando e não dinheiro só para ficar curiosa aonde foi parar.

Dei apenas alguns exemplos, mas existem muitas organizações diferentes onde você pode doar seu tempo, suas coisas ou seu dinheiro. Aqui segue um lista de organizações beneficiando brasileiros aqui nos Estados Unidos ou mesmo no Brasil:

Para mim, não tem coisa melhor que ajudar ao próximo. Tente só. Não vai se arrepender.
Precisando de outras dicas sobre como se envolver com alguma organização ou sobre um plano seu, vamos conversar!

Related posts

Mudança de endereço nos EUA e aviso a imigração americana

Lorrane Sengheiser

EUA – Real ID Act :Mudanças nas carteiras de identidade e de habilitação nos EUA

Lorrane Sengheiser

5 atrações grátis em Nova Iorque, neste inverno

Debora L. Juneck

6 comentários

Edson Luiz Montibeller Abril 6, 2018 at 2:05 am

Ola tenho
Dúvida sobre voluntariado fiz serviço voluntário um ano na Escócia e agora temho a possibilidade de fazer novamente mas no eua, vc poderia me dar informações de como obteve seu visto? 47 989018537

Resposta
Liliane Oliveira Abril 6, 2018 at 1:20 pm

Olá Edson,
A Thais Amaral Tellawi parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas nos EUA que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Siloney Ferreira dias Janeiro 3, 2019 at 5:32 pm

Olá boa tarde meu nome e Siloney moro a cidade de governador Valadares MG tenho sonho de poder fazer um projeto social onde podemos ajudar as famílias e os pacientes q precisa de medicamentos tanto essi com custo baixo ou auto e q não tenho condições de compra para manter o tratamento sendo assim os pacientes cadastrados com acompanhamento mensal visando que o sistema único de saúde ” sua ” não estar nem aí com a população carente . Meu nome e siloney.

Resposta
Liliane Oliveira Janeiro 8, 2019 at 8:32 pm

Olá Siloney,
A Thais Amaral Tellawi, infelizmente parou de colaborar conosco.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
marcilio Janeiro 26, 2019 at 2:33 am

como faço para solicitar ajuda? moro no brasil

Resposta
Liliane Oliveira Janeiro 26, 2019 at 5:53 pm

Olá Marcilio,
A Thais Amaral Tellawi, infelizmente parou de colaborar conosco.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação