BrasileirasPeloMundo.com
Advogadas Pelo Mundo EUA Texas

Vantagens e desvantagens de ser dona de sua própria empresa nos EUA

Vantagens e desvantagens de ser dona de sua própria empresa nos EUA

Quem me conhece sabe que amo ser empreendedora e dona do meu nariz. Muito antes de começar minha empresa, eu já sabia que trabalhar para outra pessoa não era meu estilo. Mas, apesar de todas as vantagens, trabalhar para si próprio não é sempre um mar de rosas. Tem dias que são desafiantes e muitas vezes o trabalho nunca acaba. Porque além de fazer seu trabalho, você também tem que pagar contas, verificar se tem café, que seus empregados estão fazendo o que deviam, e que estão felizes com o ambiente de trabalho.

Você já pensou em largar seu emprego e começar algo por conta própria? Não largou por este motivo ou aquele? Neste texto vou discutir algumas das maiores vantagens e desvantagens que eu vejo em ser dona de sua própria empresa.

Vantagens

Flexibilidade

Esse foi um dos maiores motivos pelo qual resolvi montar minha própria empresa. Trabalhando para os outros eu tinha horário de trabalho fixo, tipo das 8h às 17h. Nossa, não é para mim. Eu sempre acabava meu serviço e ficava entediada procurando coisa para fazer. Não entendia por que eu tinha que ficar no trabalho se eu já havia terminado o meu serviço. Também não gostava da cultura de uma hora certinha para o almoço. Na maioria dos dias, eu levava meu almoço de casa, esquentava e comia em menos de 20 minutos na minha mesa, enquanto trabalhava em alguma coisa. Quando tinha um compromisso para o almoço e saia com uma amiga, recebia cara feia quando eu saia dizendo: “volto em 2 horas.”

O que amo dos meus horários agora é que faço o que quero. Se tive reuniões ou um jantar até tarde, só apareço no escritório lá pelas 10h. Se vou em um almoço com uma amiga que não vejo há muito tempo, posso ficar 1 hora, 2 ou 3. O critério é meu! É claro que trabalhar para si próprio requer disciplina. Se não trabalho, não entra dinheiro. Então é importante usar seu tempo com sabedoria para no final do mês não ter que trabalhar horas extras para compensar.

Aceitar os clientes que quer e gosta

Nosso lema aqui na empresa é que gostamos de trabalhar com clientes como a gente. Por que? Porque nós somos legais, somos tranquilos, descontraídos, mas fazemos um excelente trabalho. Já trabalhou com alguém que era chato, exigente, grosso, arrogante?Quantas vezes, quando trabalhando para outros, questionei por que eles estavam trabalhando com essa pessoa tão diferente da gente.

Quando se tem sua própria empresa, você pode dizer não a quem quiser. Um exemplo: uma amiga me recomendou para um cliente, marcamos uma chamada. Da primeira vez, liguei e a pessoa estava ocupada, pediu para remarcarmos. Tudo bem, né? Acontece. Da segunda vez que marcamos, liguei e a pessoa estava no salão, cortando o cabelo, e me perguntou se eu falava francês porque não queria discutir o motivo da chamada na frente do pessoal no salão. Expliquei que falava português e espanhol, se ele quisesse, mas francês não. Tudo bem, fizemos a chamada em inglês mesmo. A pessoa foi arrogante, me fez me sentir inadequada, e ainda por cima no final falou que ia conversar com um outro advogado que é amigo e ia ver se ele poderia fazer o que eu recomendei por menos dinheiro! Fiquei tão irritada depois da chamada e achei a atitude da pessoa tão feia que resolvi que não iria trabalhar com ela. Quando recebi um retorno dela, indiquei que não achava que eu era a melhor advogada para o caso e que infelizmente não poderia ajudar. Me senti bem. Me livrei da possibilidade de trabalhar com um cliente chato, exigente, e que provavelmente não iria apreciar meu trabalho.

A beleza de fazer poder fazer isso é que você terá mais tempo para os clientes que são bons, que são como você, e com que você terá prazer em trabalhar.

Dia quente merece pausa para um sorvete com o time (Acervo pessoal)

Desvantagens

Fazer mil coisas ao mesmo tempo

Quando você trabalha para uma outra pessoa, geralmente suas responsabilidades de emprego são bem delineadas e claras. Disse geralmente, né? Quando você manda no pedaço, você acaba com muito mais tarefas do que seu próprio trabalho, no meu caso,  advogar.

Tarefas a mais incluem responsabilidades administrativas, como gerenciar as contas bancárias, pagar contas, pagar empregados, lidar com o provedor de internet, de cartões, encomendar coisas, fazer consertos pelo escritório, ter certeza que todos têm o equipamento que precisam para trabalhar, que os clientes têm café e outros comes e bebes, e até tirar o lixo fedido que alguém esqueceu. Ah, e não esqueça, quando entopem a privada, quem vai socorrer? Você! São alguns dos glamours.

E, se é como eu, gosto de um escritório bonito, bem decorado, com plantas e flores. Então inclua aí cuidar de plantas, dar água e sair para comprar mais quando morre ou estão feias.

Também tem que estar em cima de empregados para ter certeza que estão atarefados e fazendo certo. Acho essa parte uma das mais chatas de ser dona da minha própria empresa. Contratar e demitir empregados toma seu tempo, e é estressante. Para evitar muito disso, aprendi que é preciso ter certeza que seu empregado está feliz com o trabalho e com você. É importante valorizar seus empregados que são bons e premiá-los pelo trabalho bem feito.

Aqui, toda sexta-feira pedimos almoço e comemos todos juntos conversando da semana, do fim de semana, dos planos. E, cada semana, uma pessoa escolhe o local. É um almoço descontraído e vejo que os empregados gostam desse tempo. Se temos uma semana difícil ou com muito trabalho, gosto de marcar manicures e pedicures para todos, ou saímos para um happy hour juntos. Também quando temos uma semana super super boa, gosto de dar bônus de dinheiro mesmo. Seus empregados vão reconhecer e apreciar que quando a empresa tem uma semana boa, eles também terão.

Estresse e sem garantia de salário

Trabalhando para si própria, você também é responsável por fazer o dinheiro! Não cresce em árvore, não. Se não estou atrás do cliente novo, ninguém vai estar. E se não entra dinheiro, também não sai. E aí, como fazemos para pagar as contas, os empregados? Toda essa responsabilidade cai nos seus ombros. E isso gera um certo estresse com o qual você tem que aprender a conviver.

Nós fazemos várias coisas para amenizar esse estresse. Entre elas, dividimos a quantia que precisamos para o mês em um lucro semanal. Assim, sabemos por semana quanto dinheiro tem que entrar para não ficarmos apertados ou estressados no fim do mês. Isso também ajuda a correr atrás na semana seguinte se tivemos uma semana mais devagar, o que acontece.

Para amenizar o estresse, também temos uma regra que não trabalhamos de casa. Temos escritório para isso e não levamos trabalho para casa. Isso ajuda com que nosso ambiente de casa seja mais calmo e tranquilo. Sabemos que voltando ao escritório o trabalho vai estar lá nos esperando. E como dizemos, muitas vezes, durante a noite, não tem muito o que podemos resolver. Então fica para o dia seguinte.

Espero que meu texto possa ajudar algumas de vocês a decidir seu destino. E querendo conversar mais detalhes, estou sempre à disposição. Até a próxima!

Related posts

Seattle é a terra de Pearl Jam e da chuva

Flávia Cesário

Festas infantis nos Estados Unidos

Renata Salas Collazo

Dicas para imigrar para os Estados Unidos

Renata Salas Collazo

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação