BrasileirasPeloMundo.com
A Mulher na Sociedade Pelo Mundo

Melhores países para morar se você for mulher

Melhores países para morar se você for mulher.

Quais serão? Não é surpresa que os países escandinavos estão sempre a frente nesse quesito: Suécia, Dinamarca e Noruega recebem continuamente pontuação alta e ficam no top 5.

A US News & Word Report fez, em 2018, uma pesquisa contou com resultados de 9 mil entrevistadas para saber quais os 80 melhores países para morar sendo mulher.

Cada país recebeu pontos por: igualdade de gênero, direitos humanos, igualdade salarial, progresso e segurança.

Na lista abaixo estão os 10 primeiros. Não existe perfeição, mesmo com tantos atributos a desigualdade salarial entre homens e mulheres ainda existe em todos os países listados, porém casamentos entre pessoas do mesmo sexo só não é permitido em um único país da lista, Suíça.

  1. Dinamarca

  • População: 5.7 milhões
  • Permite casamento entre pessoas do mesmo sexo? Sim, desde 2012.
  • Desigualdade salarial entre gêneros: 15%

Com pontuação máxima em igualdade de gênero e direitos humanos a Dinamarca lidera a lista de melhores países para as mulheres. Licença maternidade longa e flexível também contou muitos pontos.

2. Suécia

  • População: 9.9 milhões
  • Permite casamento entre pessoas do mesmo sexo? Sim, desde 2009.
  • Desigualdade salarial entre gêneros: 13.3%

Um país conhecido por ser progressista em termos de direitos iguais, a Suécia perdeu o posto de número 1 para a Dinamarca, porém continua sendo conhecido como o país das oportunidades para as mulheres, principalmente na política. Assim como a Dinamarca também tem uma longa licença maternidade, onde as mães são incentivadas a participarem ativamente na criação nos filhos.

3. Noruega

  • População: 5.2 milhões
  • Permite casamento entre pessoas do mesmo sexo? Sim, desde 2009.
  • Desigualdade salarial entre gêneros: 15%

No terceiro lugar, a Noruega segue os passos dos vizinhos Suécia e Dinamarca. Licença maternidade generosa, oportunidades para as mulheres, o país é considerado como tendo uma das melhores políticas de igualdade de gênero no mundo.

Leia também: melhores países para morar na Ásia

4. Holanda

  • População: 17 milhões.
  • Permite casamento entre pessoas do mesmo sexo? Sim, desde 2001. Foi o primeiro país a legalizar.
  • Desigualdade salarial entre gêneros: 15.6%

A Holanda é conhecida como o país das tulipas, moinhos e a capital Amsterdã. Nos últimos anos a diferença de gênero nos setores da saúde, educação e economia foram reduzidas, levando assim a Holanda ao top 5.

5. Finlândia

  • População: 5.5 milhões
  • Permite casamento entre pessoas do mesmo sexo? Sim, desde 2017.
  • Desigualdade salarial entre gêneros: 17.4%

A Finlândia foi o primeiro país onde as mulheres tiveram direito ao voto e a se eleger ao Parlamento. Essa informação já é suficiente para entender que o País é progressista. A licença maternidade cobre 4 meses para a mãe e depois 26 semanas que pode ser dividido entre os país. Alguns casais trabalham em dias alternados para cuidarem da criança.

6. Canadá

  • População: 36.3 milhões
  • Permite casamento entre pessoas do mesmo sexo? Sim, desde 2005.
  • Desigualdade salarial entre gêneros: 12%

O país teve pontuação alta em direitos humanos, igualdade de gêneros e atualmente tem um governante que apoia abertamente a diversidade. Cidades como Toronto são conhecidas pela multiculturalidade e metade da população se considera parte de alguma minoria, segundo um senso feito em 2016.

Leia também: licença maternidade pelo mundo

7. Suíça

  • População: 8.4 milhões
  • Permite casamento entre pessoas do mesmo sexo? Não.
  • Desigualdade salarial entre gêneros: 12%

No ranking geral da pesquisa a Suíça ficou em número 1. O país teve pontuação alta em igualdade de gêneros, porém é o único país da lista que ainda não permite casamento entre pessoas do mesmo sexo.

8. Austrália

  • População: 24 milhões
  • Permite casamento entre pessoas do mesmo sexo? Sim, desde 2017.
  • Desigualdade salarial entre gêneros: 14.6%

A Austrália teve pontuação alta no quesito direitos humanos. Os australianos são conhecidos por gostarem de esportes e o resultado é uma expectativa de vida mais longa para homens e mulheres.

9. Nova Zelândia

  • População: 4.7 milhões
  • Permite casamento entre pessoas do mesmo sexo? Sim, desde 2013.
  • Desigualdade salarial entre gêneros: 9.2%

A Nova Zelândia conta com Jacinda Ardern, a mais nova líder política do mundo, como Primeira Ministra. Progressista, ela se tornou mãe em 2018 dando uma lição ao mundo patriarcal, mostrando que maternidade não desmerece uma mulher, muito menos seu profissionalismo.

10. Alemanha

  • População: 82.7 milhões
  • Permite casamento entre pessoas do mesmo sexo? Sim, desde 2017.
  • Desigualdade salarial entre gêneros: 21.5%

A Alemanha é uma das maiores economias do mundo e o país mais populoso da União Europeia. Um país de muitas oportunidades para quem domina a língua. O País teve pontuação alta em direitos humanos, mas nem tanto em igualdade de gêneros, o que se nota refletido na porcentagem alta de desigualdade salarial.

Apesar dos países listados oferecerem muitos bônus para as mulheres como generosas licenças maternidades na Escandinávia, a desigualdade salarial é algo ainda a ser discutido e combatido.

Fontes

Related posts

Mulher uruguaia e os clichês da beleza

Vanessa Gazetta

Empregadas domésticas no Líbano

Márcia Silva

Como está Cuba na luta pelos direitos das mulheres

Viviane Naves de Alencar

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação