BrasileirasPeloMundo.com
5 Motivos Quênia

5 motivos para morar no Quênia

Hoje vou listar 5 motivos para morar no Quênia.

1. Nairóbi é extremamente cosmopolita

Se você é uma pessoa que procura um lugar cheio de gente de diversos países para se relacionar, com festas e atividades oferecidas praticamente por estranhos, Nairóbi é o seu lugar. A cidade é repleta de muitos expatriados que vêm realizar trabalhos voluntários em ONGs e nas Nações Unidas, pessoas que vêm realizar trabalhos consulares em suas embaixadas e pessoas como eu, que vêm acompanhar seus parceiros em uma eventual transferência de suas empresas.

Aqui você encontra literalmente o mundo em uma cidade. Indianos, suecos, sul americanos, chineses e toda a gama de europeus passeiam por Nairóbi. Os europeus gostam tanto daqui que muitos vêm temporariamente e se encantam, permanecendo por toda a vida. Para aprender sobre multiculturalismo, aqui com certeza é o canal.

Eu sempre conto uma história de uma foto que tenho em minha casa, onde meus filhos assistem filme com os amigos. Na foto há 3 indianos, 4 quenianos, 1 franco-coreano, 1 menina da indonésia, 1 de Senegal, 1 sul africano, 1 italiana e os meus 3 brasileiros. Para as crianças têm sido uma experiência e tanto a vida por aqui.

2. Natureza e atividades externas

Para os amantes de trilhas, natureza e excursões, o Quênia é um prato cheio, mas prepare o bolso, pois todas as atividades são feitas dentro de parques nacionais e reservas cujas entradas têm um valor bastante salgado.

A terra do Rift Valley oferece passeios diversos que vão desde safaris e leões no Masai Mara, a escaladas em vulcões com paisagens de tirar o fôlego. Passeios acessíveis e que valem a pena, especialmente para quem tem criança, como visitar os elefantinhos órfãos no David Sheldrick´s Orphanage e alimentar as girafas no Giraffe Centre são coisas únicas e que certamente marcarão a memória das crianças para sempre.

Recentemente foi inaugurada a linha de trem que liga Nairóbi ao litoral. Uma viagem agradável, no meio dos animais selvagens, que te leva diretamente às águas cálidas e turquesas do Índico.  Certamente, é mais um passeio que vale a pena fazer quando se mora aqui.

Escaladas nas montanhas mais altas da África também é uma opção. Escalar em 4 dias os quase 6 mil metros do Kilimanjaro e do Monte Quênia, duas das mais altas montanhas do continente, é algo que exige preparo, mas é uma gratificante experiência para os aventureiros.

3. Poder levar a vida com menos violência que no Brasil

Surpreendentemente o Quênia é um país bem mais seguro do que o Brasil. Apesar de estar presente nas estatísticas mundiais sobre violência, dificilmente você ouve falar sobre tiroteios, latrocínios, bala perdida e outros tipos de violência que, infelizmente, estamos acostumados a escutar e vivenciar no Brasil.

Há cerca de três anos houve alguns casos de terrorismo aqui no Quênia, com a morte de centenas de pessoas inocentes. Após estes episódios, em cada local público que frequentamos, tal como shoppings e supermercados ou simples lojas, nos é feito revistas de ingresso nos automóveis, há detectores de metais e raio-x, além de revistas em bolsas e mochilas para assegurar que não portamos armas ou bombas. Para ajudar, o governo do país tomou medidas para reforçar a segurança das ruas e de locais públicos, medidas de prevenção ao terrorismo nas fronteiras e aeroportos, além da controversa ordem “shoot to kill”, que traduzindo para o português seria “atire para matar”, que é a ordem dada aos policiais: que atirem caso algum suspeito se recuse a responder a ordens policiais.

Todas estas medidas não transformaram o Quênia num paraíso sobre a Terra nos quesitos de segurança, mas ajudaram bastante para nos dar a sensação de paz e tranquilidade. Nesse ano e meio em que moro aqui, ainda não soube de nenhum conhecido que tenha sido assaltado a mão armada ou violentado em sua casa. Ando pelas ruas muito mais tranquila do que no Brasil e, confesso que essa é uma sensação que eu desconhecia antes de vir para cá.

4. As pessoas no geral são amigáveis e parecem com o Brasil em diversos pontos

Excluindo os casos de racismo, como já comentei em textos anteriores como este . As pessoas são amigáveis na maior parte do tempo. Sorrisos no supermercado, pedidos de desculpas e por favor são uma constante no dia-a-dia. A mais famosa expressão queniana, “Karibu”, que significa bem-vindo, é extremamente utilizada, fazendo com que nos sintamos frequentemente queridos e bem recebidos.

Os quenianos são um povo muito curioso com os idiomas e sempre se interessam por aprender diferentes palavras e falar uma nova língua. Aqui é muito comum que as pessoas se aproximem de você para perguntar qual é a sua língua materna e se podemos ensinar-lhes algo em português.

A gastronomia faz lembrar a do Brasil. A couve e o feijão são comidas típicas e fáceis de encontrar, a carne de porco também, conforme contei no post sobre comida , fazendo com que nos sintamos um pouco mais próximos ao Brasil.

A alegria e a dança estão sempre presentes nas reuniões por aqui. Isso também faz com que nos sintamos menos deslocados quando estamos em alguma festa, nos remetendo à alegria do nosso país quando nas festas populares.

5. É um excelente lugar para se criar filhos

Se você tem filhos ou pensa em tê-los, saiba que o Quênia é um excelente lugar para criar as crianças com a liberdade similar a que tínhamos quando éramos crianças (para quem for da minha geração). Há hospitais de qualidade e excelentes escolas de todos os valores e tipos para as crianças.

O Quênia parece o Brasil de 30, 40 anos atrás em diversos aspectos, na criação dos filhos não poderia ser diferente. Aqui as crianças conseguem ser crianças por vários anos. Não existe a erotização e nem “adultização” de crianças de forma precoce como no nosso país (excetuando-se os casos de casamentos de meninas de 15 anos como descrevi neste texto) Não existe balada para menores de 25 anos e as crianças no meu condomínio brincam de esconde-esconde até os 15 anos de idade, sem que isso seja considerado cafona ou ultrapassado.

O clima é ameno, então, caso você tenha filhos pequenos, não passará por grandes sustos e surtos de muito frio ou muito calor. A temperatura média de Nairóbi é de 23 graus, sem muita chuva, o que torna a vida propícia para que as crianças estejam todo o tempo brincado no pátio fora de casa, longe de computadores e vídeo games. Aliás, eu nunca vi uma criança aqui do Quênia, menor de 15 anos, conectada a computadores ou redes sociais. Mais um ponto positivo para a cultura daqui.

Caso você deseje conhecer outras culturas, fazer muitos amigos, viver num clima temperado, conhecer algo exótico sem grandes riscos, ver paisagens de tirar o fôlego, o Quênia é seu lugar.

Karibu!

Related posts

De Curitiba para Nairóbi

Daniela Milani

6 motivos para morar na Croácia

Nathália Nascimento

Mutilação Genital feminina no Quênia

Daniela Milani

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação