BrasileirasPeloMundo.com
Espanha Natal Pelo Mundo

Natal na Espanha

Este ano será o terceiro Natal que passarei em terras espanholas. No primeiro fui visitar a minha prima em Nantes, na França, e assim amenizei o banzo. Desta maneira já acumulo quatro natais na Europa. Data complicada, óbvio, pois venho de família grande e católica, onde se faz novena e dia 24 se vai à missa. Para completar, dia 25 era aniversário da minha avó e a festança era garantida; portanto, vocês podem imaginar o duro que passo nestas semanas.

Dureza esta que é amenizada pelo movimento do Natal em si, pois como país católico, a Espanha guarda milhões de surpresas nesta época. Mas não esperem muito movimento comercial, afinal quem traz o presente aqui são os Reis Magos no dia 6 de janeiro. Papai Noel é uma figura que aos poucos está sendo implantada e mesmo assim é difícil encontrar o bom velhinho pelas ruas. Para desespero dos pais, porém, agora é preciso dar uma lembrancinha no dia 24 e o presente propriamente dito duas semanas depois.

Para fazer as comprinhas natalinas, os madrilenhos têm à disposição os chamados “mercadillos” ou feiras que são montadas nas principais praças da capital espanhola. O mais famoso deles acontece na Plaza Mayor de 1 a 31 de dezembro.

Como não poderia deixar de ser, Madri se ilumina e se enfeita com árvores de Natal e símbolos natalinos tradicionais. Para apreciar a decoração há um serviço de ônibus panorâmico que faz um passeio pelas principais ruas. O passeio custa dois euros e dura aproximadamente cinquenta minutos e é bom chegar cedo porque as filas são enormes mesmo durante a semana.

Quem também capricha na decoração natalina é a cadeia de lojas “El Corte Inglés”. A cada ano, no estabelecimento situado na calle Preciados, é construída uma imensa fachada com figuras natalinas que cantam músicas típicas a cada 15 minutos. Nas lojas que estão situadas perto de praças, o “El Corte Inglés” monta carrossel ou trenzinho, presépio e um espaço para a criançada tirar foto com os Reis Magos ou escrever sua carta para os mesmos.

Aliás, os presépios são uma tradição fortíssima nestas bandas. Diz a tradição que o costume foi trazido de Nápoles pelo rei Carlos III. Ora, direis, em Pindorama também temos. Concordo. Mas em Madri qualquer boteco, farmácia, mercado monta as figuras do nascimento de Cristo. E não bastam serem três ou quatro bonequinhos. Os presépios aqui contam uma história gigantesca, mostram cenas do cotidiano como mulheres lavando roupa, cozinhando, pastores conduzindo o gado, comerciantes em suas tendas, em um cenário com direito a pontes, casas, muralhas, árvores e rios. Ao final, a clássica manjedoura e os três reis magos caminhando em direção à cena.

As prefeituras também promovem exibições de presépios que são expostas gratuitamente para a população. Esse ano, em Madri, será exibido o presépio de Salzillo, de estilo barroco do séc. XVII, no palácio Cibeles. Mesmo no frio, filas quilométricas se formam para ver a obra.

Quanto à comida, Natal na Espanha é época de doce e comparável, neste sentido, à Páscoa no Brasil. Desde final de outubro já se encontram nos super mercados torrões, polvorones (parecido com a paçoca) e chocolates. Pergunte a qualquer espanhol quais são suas lembranças natalinas e ele fatalmente vai responder algum dos doces acima. “Natal tem sabor de torrón”, dizem.

O acontecimento, contudo, que mais mexe com todos os espanhóis em dezembro é a Loteria de Natal conhecida também como “El Gordo”. Instituída desde 1812 e chamada assim desde 1892 é o sorteio que mais paga aos apostadores, pois o “prêmio gordo” tem o valor de 400 mil euros e o menor 100 euros. Mas não é uma aposta barata: um décimo custa 20 euros. Por isso é comum os amigos se juntarem para comprar uma quantidade expressiva de décimos e assim aumentarem suas chances. Igualmente as igrejas e até bares costumam “revender” certos números. Por exemplo: uma igreja comprou o número 00001. Aí você por 1 euro “compra” uma parte deste bilhete para ajudar a instituição.

Desde julho já é possível adquirir seus décimos e os supersticiosos que desejam um número específico costumam adiantar-se. Em Madri, por exemplo, existe a casa lotérica de doña Manolita, uma senhora tida como pé quente, pois ela vendeu vários números premiados tanto do Gordo como de outras loterias.  Apesar de ter falecido em 1951, a fama de sortuda pegou e se formam enormes filas de interessados em contrair um pouco dessa sorte.

Com tantos sonhos e grana em jogo, dia 22 de dezembro, às 09h15min, o país para. Não há radinho, televisão, iPad e sinais de fumaça que não estejam ligados ao sorteio do Gordo. Este é cantado pelos alunos do Colégio de São Ildefonso, uma escola fundada no séc. XVI para cuidar dos órfãos. Digo “cantado” porque a maneira de recitar os números e os prêmios tem uma entonação própria que é bonitinha nos primeiros cinco minutos, mas enlouquecedora após dez.

Na mesma tarde as histórias de sempre: entrevistas com quem ganhou e com os donos das casas lotéricas de onde saíram os números premiados. Até o (a) menino (a) que cantou o número máximo vira uma celebridade mirim por 15 minutos. Da minha parte nunca dei entrevistas, compro o décimo para entrar na brincadeira e sigo desejando que o Gordo caia aqui. No mais,  é esperar meus primos subirem as fotos da festa no Brasil, porque presente para mim agora, só em janeiro.

¡Feliz Navidad!

Leia mais sobre Natal Pelo Mundo

Related posts

Clima de Natal em Zurique

Mel Barbieri

A mudança para a Espanha

Juliane Prado

O que fazer durante o Natal na Alemanha

Nathalia Vitola

11 comentários

Fernanda Franco Dezembro 10, 2013 at 12:25 pm

Parabens pelo texto, Juliana! Muito bacana e varios detalhes que eu nao sabia!!! xx Feliz Natal!!!

Resposta
Juliana Dezembro 10, 2013 at 8:58 pm

Obrigada, Fernanda! Abração !

Resposta
Sydnei Dezembro 10, 2013 at 9:04 pm

Olá, tudo bem?

Ótimo texto, parabéns! Gostaria de tirar uma dúvida com vc se possível.

Eu moro no Reino Unido com visto de residência temporário (visto de parceria civil com um britânico). Nesse fim de ano estamos indo à Espanha pra passar Natal e Ano Novo, vc sabe quais são os documentos que eu terei que apresentar na imigração espanhola?

Obrigado,

Sydnei

Resposta
Juliana Dezembro 11, 2013 at 6:01 pm

Oi, Sydnei! Obrigada pelo comentário.

O melhor a fazer neste caso é procurar o consulado espanhol, pois as leis a este respeito mudam muito. Mas até onde sei você pode vir sim com este visto temporal, sem problemas. Ou apresente seu passaporte brasileiro (dentro do prazo de validade, seis meses antes dele expirar). Afinal, os aeroportos pararam de barrar os brasileiros. E se você quiser mais dicas sobre Madri ou Espanha, dá uma olhada lá no meu blog ou manda um toque. Bj.

Resposta
Sydnei Dezembro 11, 2013 at 10:03 pm

Obrigado. Vou olhar seu blog. Bjus.

Resposta
Tati Sato Dezembro 13, 2013 at 1:16 am

Juliana, TUDO, TUDO que você comentou, do Dia de Reis (com o roscón) até o Gordo me soam tão familiar que quase chorei!!! AMO a Espanha e é o lugar onde escolhi morar, embora esteja, fisicamente, um pouco longe daí! Todos os anos, meu marido (madrileño) e eu, compramos o Gordo através dos meus in-laws! Haha! Lembro-me de ver uma reportagem que a menina dizia que contrataria bandas como a Oreja de Van Gogh e Amaral se ganhasse no Gordo e nós dois pensamos: jogar dinheiro fora!

Xentem, que saudades desse país!! <3 Ainda sonho em comer cochinillo!!! Aqui, nas Filipinas, pela influência espanhola, eles comem o lechón, que é o porco adulto, assado inteiro!

Besos y feliz Navidad!!! Que la disfrutes por mí!!! Ojalá nos vayamos a Madrid por las Navidades del proximo año!!!

Resposta
Juliana Dezembro 14, 2013 at 8:42 pm

Oi, Tati! Que maravilha!! Fico muito feliz que pude transmitir um pouco do “ambiente navideño” para você. Legal saber que nas Filipinas eles ainda mantém algumas tradições daqui. Bem, se você vier ano que vem, claro que a gente vai comer est cochinillo juntas. Beijos y ¡feliz Navidad!

Resposta
Ana Cristina Kolb Dezembro 17, 2013 at 12:58 am

Juliana muito interessante seu post, não imaginaria nunca que loteria e os reis magos tinham mais importância durante Dezembro que o papai Noel! e doces! Muito bom! Parabens, feliz natal pra voce e família e um 2014 muito abençoado! Namasté

Resposta
Juliana Dezembro 18, 2013 at 1:53 pm

Uma loucura, não ?!Não é só o brasileiro que mistura tudo… Abraços e feliz Natal procê também! Bj

Resposta
Larissa Andrade Dezembro 26, 2013 at 5:03 pm

Eu demorei MUITO até entender como funcionava “El gordo”, rs! Pena que no nos ha tocado! Agora vamos tentar a sorte com El niño… boas festas!

Resposta
Espanha – Dia de Reis Janeiro 14, 2014 at 12:50 pm

[…] Leia mais sobre a Espanha! […]

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação