BrasileirasPeloMundo.com
Dicas para aprender idiomas Hungria

Noções básicas para ajudar com o idioma húngaro

Ao planejar minha vinda para Budapeste, pesei diversos fatores, como: segurança, alimentação, transporte, vida noturna, natureza e a qualidade de vida em geral. Li que em Budapeste muitos falavam inglês e eu não teria problemas, logo, apenas embarquei no avião sem grandes preocupações com o idioma húngaro.

No entanto, percebi que a noção de palavras básicas no começo me fizeram falta. O idioma húngaro é ainda mais difícil do que esperava e, ao contrário de línguas com origem do latim como francês, italiano e espanhol em que conseguimos entender alguma coisa e absorver o vocabulário através da leitura, escrita e conversação, aqui precisa de muita dedicação aos estudos, pois nenhuma palavra é de fácil associação.

As poucas palavras que sei como “obrigada”, “bom dia”, “olá” ou “com licença” ainda são difíceis de pronunciar, muitas outras guardei por memória visual e não faço ideia de como se fala.

Países vizinhos também têm falantes devido à questão histórica e separação de territórios, onde muitos húngaros se espalharam. Depois da Hungria, poderá encontrar alguns falantes também na Áustria, Eslováquia, Eslovênia, Sérvia, Romênia e até na Ucrânia (principalmente nas regiões de fronteira).

Realmente o Chico Buarque merece plena credibilidade quando diz que o húngaro é a única língua que o diabo respeita, viu?

A boa notícia é que todos somos capazes! A má notícia é que nosso contato com um idioma assim é limitadíssimo enquanto estamos no Brasil, e o início pode ser bem difícil. Confesso que muitos conhecidos que precisam da proficiência para obter a cidadania húngara já pensaram diversas vezes em desistir, só continuam pois estão focados no objetivo final.

No meu trabalho são em torno de 15 locais que se comunicam em húngaro o dia todo. Porém, sem estudo não importa o número de horas que eu fique exposta ao idioma, pois é simplesmente incompreensível.

Como não preciso obrigatoriamente entender as conversas e qualquer informação importante é repassada em inglês, vou compartilhar as palavras mais simples que podem ser úteis, principalmente para turistas:

Cumprimentos e palavras básicas

HungriaMagyarország

Você fala inglês? – Beszél angolul?

OláSzia

Bom diaJó napot (significa tenha um bom dia, pode ser usado também a tarde)

Como você está?Hogy vagy? (certifique-se de que você realmente quer saber, pois diferente no nosso “tudo bem?” por educação, aqui é uma pergunta mais usada quando você já conhece a pessoa)

ObrigadoKöszönöm

Muito obrigadoKöszönöm szépen

De nada Szívesen

SimIgen

NãoNem

Desculpa – Bocsánat

Lugares

Banheiro masculinoFérfi

Banheiro femininoNői

Restaurante Étterem

Restaurante Fast Food Gyorsétterem

Bom apetiteJó étvágyat!

Farmácia – Gyógyszertár

SupermercadoSzupermarket

Bar Bár

Termas – Fürdő

EntradaBejárat

SaídaKijárat

Aberto Nyitva

FechadoZárva

EmpurreTolni

PuxeHúzni

Transportes

MetrôMetro

Estação de trem – Pályaudvar

ÔnibusBusz

TáxiTaxi

Tram (parece o VLT – Veículo Leve sobre Trilhos) – Villamos

O mais desafiador para mim, sem dúvida nenhuma, foi o supermercado. Algumas coisas dá para identificar, mas comprei queijo empanado achando que era frango à milanesa, quando queria comprar o peito de frango, confundi com peru… A melhor foi quando fiz feijão e usei uma folha verde que tinha em casa, idêntica ao louro. Mostrei para um amigo brasileiro a comida, toda empolgada e orgulhosa, só que na verdade era uma folha de chá (eu até senti um gosto estranho, mas coloquei a culpa no feijão, que deveria ser diferente do nosso, risos).

Comidas e bebidas

BananaBanán

MaçãAlma

LaranjaNarancs

LimãoCitrom

SajtQueijo

SajtkrémRequeijão

OvoTojás

FrangoCsirke

Peito de frangoCsirkemell

PeruPulyka

PresuntoSonka

SalsichaVirsli

Carne de porco – Sertéshús

Atum Tonhal

SalmãoLazac

BatataBurgonya

Leite Tej

CevejaSör

VinhoBor

Água – Víz

Se você está empenhado em aprender, já saiba que precisará decorar as QUATORZE vogais e VINTE E SETE consoantes: A, Á, B, C, Cs, D, Dz, Dzs, E, É, F, G, Gy, H, I, Í, J, K, L, Ly, M, N, Ny, O, Ó, Ö, Ő, P, Q, R, S, Sz, T, Ty, U, Ú, Ü, Ű, V, W, X, Y, Z, Zs.

A partir do momento que você entende que o húngaro é uma língua aglutinante, isso ajudará no aprendizado. Outros idiomas como o finlandês e esperanto, por exemplo, também possuem essa composição, ela funciona através do sufixo. Para facilitar, vamos a um exemplo:

Autó = carro, já autóm = meu carro

Outras curiosidades relacionadas à escrita aqui é que eles utilizam o sobrenome antes do nome, e isso também se aplica para datas, que são escritas no formato mm-dd-aaaa.

Para facilitar a pronunciação das palavras, é útil saber que a primeira sílaba é sempre tônica. Como os nomes das estações de trem e metrô estão em húngaro e eles sempre anunciam cada parada (igual ao metrô de São Paulo), aos poucos dá para assimilar a escrita com a fonética.

Algumas continuam sendo um desafio diário, como a Harminckettesek tere, que é a próxima depois da minha casa. Já Oktogon ou Nyugati são moleza!

Leia sobre morar em Budapeste!

Related posts

Como funciona o período de férias na Hungria?

Mayra Di Domenico

Falar idiomas é abrir as portas para o mundo

Gislaine Morais

Dicas para aprender neerlandês na Bélgica

Elisa Penna

4 comentários

Thiago Szabo Novembro 24, 2017 at 9:41 am

Estou há 9 meses estudando este idioma, pois logo irei realizar a entrevista no cônsul e realmente vc transpareceu muito bem as dificuldades iniciais! Parabéns!

Resposta
Mayra Di Domenico Novembro 29, 2017 at 9:38 pm

Olá Thiago, boa sorte na entrevista!
Muito obrigada por acompanhar, pretende se mudar pra cá quando obter a cidadania?
É difícil, mas não desista pois é muito gratificante 🙂

Resposta
Thiago Szabo Dezembro 15, 2017 at 9:39 am

Assim que me formar, será no final de 2019. Vou levar a família toda, ou seja, vamos fazer o caminho inverso dos meus avós e deixar definitivamente o Brasil, então acompanhamos vários fóruns, canais no you e claro seus posts ;p
Não desistiremos, pode deixar! Logo estaremos por ai!!

Resposta
Fernando Ferreira Julho 26, 2018 at 6:53 pm

Trata-se realmente de uma língua única. O espantoso é como conseguiu sobreviver por mais de mil anos, em plena Europa Central e rodeada de tantas línguas de origem diferente (e algumas bem poderosas).

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação