BrasileirasPeloMundo.com
Dicas para aprender idiomas Hungria

Noções básicas para ajudar com o idioma húngaro

Ao planejar minha vinda para Budapeste, pesei diversos fatores, como: segurança, alimentação, transporte, vida noturna, natureza e a qualidade de vida em geral. Li que em Budapeste muitos falavam inglês e eu não teria problemas, logo, apenas embarquei no avião sem grandes preocupações com o idioma húngaro.

No entanto, percebi que a noção de palavras básicas no começo me fizeram falta. O idioma húngaro é ainda mais difícil do que esperava e, ao contrário de línguas com origem do latim como francês, italiano e espanhol em que conseguimos entender alguma coisa e absorver o vocabulário através da leitura, escrita e conversação, aqui precisa de muita dedicação aos estudos, pois nenhuma palavra é de fácil associação.

As poucas palavras que sei como “obrigada”, “bom dia”, “olá” ou “com licença” ainda são difíceis de pronunciar, muitas outras guardei por memória visual e não faço ideia de como se fala.

Países vizinhos também têm falantes devido à questão histórica e separação de territórios, onde muitos húngaros se espalharam. Depois da Hungria, poderá encontrar alguns falantes também na Áustria, Eslováquia, Eslovênia, Sérvia, Romênia e até na Ucrânia (principalmente nas regiões de fronteira).

Realmente o Chico Buarque merece plena credibilidade quando diz que o húngaro é a única língua que o diabo respeita, viu?

A boa notícia é que todos somos capazes! A má notícia é que nosso contato com um idioma assim é limitadíssimo enquanto estamos no Brasil, e o início pode ser bem difícil. Confesso que muitos conhecidos que precisam da proficiência para obter a cidadania húngara já pensaram diversas vezes em desistir, só continuam pois estão focados no objetivo final.

No meu trabalho são em torno de 15 locais que se comunicam em húngaro o dia todo. Porém, sem estudo não importa o número de horas que eu fique exposta ao idioma, pois é simplesmente incompreensível.

Como não preciso obrigatoriamente entender as conversas e qualquer informação importante é repassada em inglês, vou compartilhar as palavras mais simples que podem ser úteis, principalmente para turistas:

Cumprimentos e palavras básicas

HungriaMagyarország

Você fala inglês? – Beszél angolul?

OláSzia

Bom diaJó napot (significa tenha um bom dia, pode ser usado também a tarde)

Como você está?Hogy vagy? (certifique-se de que você realmente quer saber, pois diferente no nosso “tudo bem?” por educação, aqui é uma pergunta mais usada quando você já conhece a pessoa)

ObrigadoKöszönöm

Muito obrigadoKöszönöm szépen

De nada Szívesen

SimIgen

NãoNem

Desculpa – Bocsánat

Lugares

Banheiro masculinoFérfi

Banheiro femininoNői

Restaurante Étterem

Restaurante Fast Food Gyorsétterem

Bom apetiteJó étvágyat!

Farmácia – Gyógyszertár

SupermercadoSzupermarket

Bar Bár

Termas – Fürdő

EntradaBejárat

SaídaKijárat

Aberto Nyitva

FechadoZárva

EmpurreTolni

PuxeHúzni

Transportes

MetrôMetro

Estação de trem – Pályaudvar

ÔnibusBusz

TáxiTaxi

Tram (parece o VLT – Veículo Leve sobre Trilhos) – Villamos

O mais desafiador para mim, sem dúvida nenhuma, foi o supermercado. Algumas coisas dá para identificar, mas comprei queijo empanado achando que era frango à milanesa, quando queria comprar o peito de frango, confundi com peru… A melhor foi quando fiz feijão e usei uma folha verde que tinha em casa, idêntica ao louro. Mostrei para um amigo brasileiro a comida, toda empolgada e orgulhosa, só que na verdade era uma folha de chá (eu até senti um gosto estranho, mas coloquei a culpa no feijão, que deveria ser diferente do nosso, risos).

Comidas e bebidas

BananaBanán

MaçãAlma

LaranjaNarancs

LimãoCitrom

SajtQueijo

SajtkrémRequeijão

OvoTojás

FrangoCsirke

Peito de frangoCsirkemell

PeruPulyka

PresuntoSonka

SalsichaVirsli

Carne de porco – Sertéshús

Atum Tonhal

SalmãoLazac

BatataBurgonya

Leite Tej

CevejaSör

VinhoBor

Água – Víz

Se você está empenhado em aprender, já saiba que precisará decorar as QUATORZE vogais e VINTE E SETE consoantes: A, Á, B, C, Cs, D, Dz, Dzs, E, É, F, G, Gy, H, I, Í, J, K, L, Ly, M, N, Ny, O, Ó, Ö, Ő, P, Q, R, S, Sz, T, Ty, U, Ú, Ü, Ű, V, W, X, Y, Z, Zs.

A partir do momento que você entende que o húngaro é uma língua aglutinante, isso ajudará no aprendizado. Outros idiomas como o finlandês e esperanto, por exemplo, também possuem essa composição, ela funciona através do sufixo. Para facilitar, vamos a um exemplo:

Autó = carro, já autóm = meu carro

Outras curiosidades relacionadas à escrita aqui é que eles utilizam o sobrenome antes do nome, e isso também se aplica para datas, que são escritas no formato mm-dd-aaaa.

Para facilitar a pronunciação das palavras, é útil saber que a primeira sílaba é sempre tônica. Como os nomes das estações de trem e metrô estão em húngaro e eles sempre anunciam cada parada (igual ao metrô de São Paulo), aos poucos dá para assimilar a escrita com a fonética.

Algumas continuam sendo um desafio diário, como a Harminckettesek tere, que é a próxima depois da minha casa. Já Oktogon ou Nyugati são moleza!

Leia sobre morar em Budapeste!

Related posts

Dicas para aprender neerlandês na Bélgica

Elisa Penna

Dicas para estudar holandês

Cintia Beatrice

Dicas para aprender um novo idioma

Raquel Gonçalves

4 comentários

Thiago Szabo Novembro 24, 2017 at 9:41 am

Estou há 9 meses estudando este idioma, pois logo irei realizar a entrevista no cônsul e realmente vc transpareceu muito bem as dificuldades iniciais! Parabéns!

Resposta
Mayra Di Domenico Novembro 29, 2017 at 9:38 pm

Olá Thiago, boa sorte na entrevista!
Muito obrigada por acompanhar, pretende se mudar pra cá quando obter a cidadania?
É difícil, mas não desista pois é muito gratificante 🙂

Resposta
Thiago Szabo Dezembro 15, 2017 at 9:39 am

Assim que me formar, será no final de 2019. Vou levar a família toda, ou seja, vamos fazer o caminho inverso dos meus avós e deixar definitivamente o Brasil, então acompanhamos vários fóruns, canais no you e claro seus posts ;p
Não desistiremos, pode deixar! Logo estaremos por ai!!

Resposta
Fernando Ferreira Julho 26, 2018 at 6:53 pm

Trata-se realmente de uma língua única. O espantoso é como conseguiu sobreviver por mais de mil anos, em plena Europa Central e rodeada de tantas línguas de origem diferente (e algumas bem poderosas).

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação