BrasileirasPeloMundo.com
Espanha

O que acontece quando mudamos de país

Para quem pensa que mudar de país é apenas mudar de residência no mapa mundi, pode ir se preparando, pois as mudanças enfrentadas serão muito mais profundas. A mudança, na verdade, começará dentro de você mesmo.

Às vezes, em nosso subconsciente pensamos: vou chegar lá, disparar meus currículos, alugar um apartamento ou um quarto, fazer algum curso de línguas e pronto, depois a vida irá se encarregar de abrir mais oportunidades. Bom, pode ser que isso aconteça, mas pode ser que a mudança tenha que acontecer primeiro dentro de você; e daí, meu querido leitor, a travessia estará apenas começando. Você perceberá que o mais fácil até então foi fazer as malas, entrar no avião e chegar ao seu destino. A partir daí, o aprendizado interno de cada um terá início.

Nem todas as pessoas passam por isso, tudo depende do seu papel nesse mundo; esse pode ser o momento de você descobri-lo. Será que a faculdade que você fez no Brasil e toda a sua carga profissional e experiência serão consideradas no novo país? Será que agora não é o momento de você começar algo do zero, já que praticamente tudo está começando deste ponto mesmo? Será que não é o momento de você por em ação aquele seu sonho de ter um restaurante, fazer fotografias profissionais, criar aquele site sobre os benefícios da ioga, ou aplicar seu tempo livre para ajudar uma ONG?

 

Com certeza você já estará vivendo algo muito novo: cultura, crenças, comemorações, idioma, costumes, alimentação. Pode ser que este seja o momento, também, para você começar algo novo dentro de você. A decisão de deixar para trás sua vida conhecida já foi feita; agora, é hora de traçar o caminho que você vai trilhar nessa nova jornada. Para quem pode se dar o tempo de “se achar”, de se conhecer e saber o que fará daqui para frente, esse pode ser o momento chave da sua vida.

Em muitos países a burocracia de exercer sua profissão pode levar um certo tempo, como homologar seu diploma, estudar para alguma prova para aprovação do seu conhecimento no idioma local, fazer um mestrado para se especializar em algum campo novo, ou seja lá o que for preciso para que sua ideia inicial de trabalhar na sua área seja possível. Mas nesse tempo, o que fazer? Talvez você se descubra em uma área totalmente diferente. E por que não mudar, tendo em vista que a mudança maior já foi feita?

Escrever a sua história é algo encantador e desafiador, mesmo que, no começo, pareça ser muito difícil chegar a alguma conclusão com um leque tão grande de opções. Mas ficar parado no mesmo lugar, apenas pensando, não vai te levar a lugar algum. Cabe a você decidir ir para a direita, para a esquerda ou permanecer no mesmo lugar.

Uma coisa é certa: a partir do momento em que você der o primeiro passo e começar a agir dentro daquilo que te motiva, aí sim a vida vai te empurrando para que o seu objetivo seja alcançado. E quando isso acontecer, caso esteja dentro do seu propósito, novas ideias surgirão e novos caminhos serão achados. Pode ser que você continue na mesma área, pode ser que mude totalmente, acho que o mais importante é se abrir para o novo e estar disposto a explorar novos caminhos até saber por qual seguir.

É bem provável que nessa travessia você descubra coisas em você que até já sabia como era, mas que mesmo assim, talvez você tenha que mudar, pois o cenário é novo e os personagens, também, o que te obriga a aceitar as coisas como elas são, já que não vai conseguir na força obter aquilo o que você está esperando.

Explicando em outras palavras: se você está acostumado a ir atrás das suas coisas, a conseguir fazer tudo na hora em que você quer e a resolver tudo sozinho, talvez este seja tempo de esperar e depender do tempo dos outros para resolver as suas questões, pois dependendo do país onde você está, cada coisa tem seu tempo e você não vai conseguir mudar isso.

De certa forma, estamos acostumados a dar um jeitinho em quase tudo. Esqueça isso. A vida vai te ensinar que nem tudo é assim e isso faz parte do processo que está passando. Você vai respeitar mais o mundo, sua vida e o tempo certo que tudo deve acontecer.

No começo dá medo, dá vontade de passar despercebido e continuar trilhando um caminho normal, sem muitas aventuras, mas para que viver assim? Como levar uma vida sem emoções, sem frio na barriga e sem entusiasmo?

Não sei responder a essa pergunta, pois a transformação interna muda sua cabeça e você já não aceita mais viver da mesma forma. Algo te impulsiona a saltar mais alto! Uma decisão acertada te leva para um caminho de realizações pessoais e sociais, o que te leva a alcançar caminhos que você nem imaginava que existiam nesse mundo tão grande.

Não aceita ser apenas mais um? Descubra o que te inspira, o que te faz suspirar, o que te motiva a viver esse momento e faça a diferença! Uma das perguntas que mais ouvi nas entrevistas de emprego que fiz foi: qual foi o maior desafio que já passou na sua vida até hoje? E eu sempre respondi: deixar meu país, atravessar um oceano e começar algo novo sem a mínima noção do que eu poderia passar. Então, eu te pergunto: você está preparado para desafiar a si mesmo e ir atrás daquilo que você sempre sonhou em fazer?

Tallenna

Tallenna

Tallenna

Related posts

Escolas inovadoras na Galícia

Vanessa Tenório

Intercâmbio em Barcelona depois dos 50 anos

Marianna de Castro

Inscrição como advogado europeu na Espanha

Thais Maciel Gomes

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação