BrasileirasPeloMundo.com
Curiosidades Pelo Mundo Espanha

O que os espanhóis gostam de beber?

O que os espanhóis gostam de beber?

Quando vim morar na Espanha, não bebia quase nada. Não demorou muito e, morando em Madri, me apaixonei pelo tinto de verano, aprendi o valor de uma caña num dia de calor intenso e o prazer de tomar uma copa de Ribera o Rioja quando o tempo já está mais fresquinho ou melhor ainda, congelante

Já vimos o quanto de comida boa existe por aqui e que petiscar é tão típico que temos inclusive a expressão ir de tapas, que significa um pouco sair para comer uns petiscos, no caso tapas e, claro, beber.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na Espanha

Na maior parte do tempo, a bebida que mais se vê na mesa dos espanhóis é o vinho tinto. Os menus quase sempre incluem uma taça como opção de bebida. É que a Espanha está entre os quatro maiores produtores de vinho no mundo, tendo as regiões da Ribera e da Rioja como áreas vinícolas mais importantes. Quando se pede uma taça em um restaurante, é muito comum o garçom perguntar “Ribera o Rioja?”, porque são os mais comuns, comuns no sentido de frequentes, mas obviamente vinhos de excelente qualidade. Aliás, é surpreendente como os vinhos espanhóis são excelentes e baratos. Não à toa o país de Velásquez foi o principal exportador de vinho no mundo no ano de 2017. O preço médio de venda do litro de vinho aqui é 1,25 euros.  Em um restaurante você pode pagar por uma taça de vinho muito menos que em outros países vizinhos. E nos mercados, podemos encontrar vinhos com excelente custo benefício por 7 euros, como o Protos Roble.

Mas em agosto a história é outra. Quando os termômetros chegam aos 40°, melhor pausar o vinho tinto e curtir outras opções de bebidas mais refrescantes. Mesmo para alguém que morou no Rio 40°, o verão aqui pode ser de ferver.

Eu sou declaradamente apaixonada pelo tinto de verano. Para mim ele combina com um dia gostoso no parque, com uma tarde ensolarada numa terraza ou mesmo com um  jantar. Essa bebida, que é a mais popular no verão, consiste basicamente em uma mistura entre vinho tinto e gaseosa ou vinho tinto e refrigerante de limão. Leve e muito refrescante, casa bem com uma noite de tapas também. Nos supermercados, também é possível encontrar uma versão industrializada, com a mistura já pronta.

Outra bebida que não poderia faltar nessa lista é a cerveja. Minhas colegas Brasileiras pelo Mundo já exaltaram as cervejas da Alemanha, Bélgica , República Theca  e agora chegou a vez de falarmos também das cervejas espanholas. Quarto consumidor mundial de cerveja, atrás apenas da Alemanha, Reino Unido e Polônia, os espanhóis bebem 48 litros per capita. O mercado espanhol dá preferência por produtos nacionais: grupos Mahou San Miguel, líder no país; Heineken (multinacional presente na Espanha, principalmente através da marca local Cruz Campo), Damm e Hijos de Rivera. Além disso, há um certo regionalismo também: em Madri e arredores predomina a Mahou, no noroeste (onde está a Galícia), a Estrella Galicia, no sul, a Cruz Campo e em Barcelona e arredores, a Estrella Damn.

Se você é fã de cerveja, aproveite, porque aqui se aprecia a cerveja muuuuito gelada, como nós brasileiros gostamos. Aproveite para anotar a lista das dez melhores cervejas industriais da Espanha, segundo ranking publicado no El País.

1-      INEDIT

2-      ESTRELLA GALICIA 1906

3-      AMBAR EXPORT TRES MALTAS

4-      MAHOU MAESTRA

5-      SAN MIGUEL 1516

6-      VOLL-DAMM DOBLE MALTA

7-      ALHAMBRA 1925

8-      CRUZ CAMPO GRAN RESERVA 1904

9-      MORITZ EPIDOR

10-   LEGADO DE YUSTE

Além dos top 10, acrescente também ao seu dicionário palavras básicas se o assunto for cerveja, para não se enrolar na hora de pedir a sua.

  • Cerveza de grifo – Também se pode dizer “cerveza de barril”, nosso chopp. O preço médio é de 2,40 €. Vai ficando mais caro quanto mais central for o local.
  • Caña  –  um copo de 200 ml, perfeito para não esquentar.
  • Caña Doble ou Doble – um copo de 300-400 ml.
  • Pinta (Pint) –  copão de 500-600 ml.
  • Tercio – nossa famosa long neck
As estrela do verão, a cerveja e o tinto de verano

Se você já passou horas bebendo, quer trocando de bar, como um bom espanhol, ou no mesmo restaurante toda a noite, calma porque ainda não acabou. Em Madri, e acho que em outras cidades da Espanha também, é comum o garçom oferecer um chupito de cortesia no final. O chupito nada más é que uma bebida, em geral alcoólica, servida em um pequeno copo, como 25 ml, ao final da refeição, ou após a sobremesa. Em geral o garçom lhe dá opção de um chupito de ervas, um achocolatado, como o licor Baileys e em alguns casos uma versão espanhola do italiano Limoncello. Mas cuidado, já vi garçom dizer, “de limão não, você não está na Itália”.

Ah… por último, se quer mesmo beber como um espanhol, você também deve conhecer seus hábitos a respeito do café. Embora não seja uma bebida típica local, existe uma enorme variedade quando o assunto é tomar um cafezinho.

  • Café solo – seria o café expresso, mas um pouco mais longo que o tradicional expresso italiano, que também se pode pedir por aqui. Se você quiser uma quantidade maior de café, igualmente forte, você pode pedir por um café doble.
  • Café americano– aquele café super longo, tipo Starbucks
  • Café cortado– é a forma mais comum de tomar café por aqui, mesmo após as refeições, o que ainda me parece um pouco estranho. Nada mais é que café com um pouquinho de leite. Se sua ideia for ao contrário, leite com um pouco de café, você pode pedir um café con leche. E o melhor, porque essa liberdade sim eu adoro, você pode escolher se o leite será frio, quente ou morno. Nesse ponto, como amo café com leite frio, me achei aqui!
  • Café con hielo– Sim, para fecharmos esse post com um dos hábitos que para mim é suuuuper estranho. Quando o tempo esquenta os espanhóis pedem café expresso com gelo. Parece loucura né?!? Mas até a Nespresso embarca nesse hábito e, no verão, lança uma coleção de café para servir com gelo. Lembro que a primeira vez que pedi um café e o garçom me perguntou se era com gelo, achei que tinha entendido alguma coisa errada…

Curtiram as dicas? O que não falta são opções para beber. Escolha o que mais lhe agrada e, como diriam os espanhóis …

Qué aproveche!

SaveSave

SaveSaveSaveSave

Related posts

Festa de San Isidro na Espanha

Daiane Antunes

Arte de rua: os murais de São Francisco

Fernanda Fell

Diferenças entre casamento e declaração de união estável na Espanha

Susana Sawa Toledo

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação