BrasileirasPeloMundo.com
Chile Turismo Pelo Mundo

Onde curtir a neve e o inverno chileno

Se você é apaixonado pela neve e mora no Brasil, fique tranquilo! Existe uma ótima opção para curtir essa maravilha da natureza num lugar bem pertinho a apenas 3 horas e meia de voo a partir de São Paulo. Chegando a Santiago, no Chile, você tem excelentes opções de centros de ski muito próximos da capital onde poderá curtir a neve e o inverno chileno.

Localizados 2 mil metros acima do nível do mar e a apenas 40km a leste de Santiago estão os mais conhecidos como Farellones, El Colorado e Valle Nevado. São ideias para quem curtir a neve com uma boa infraestrutura já que oferecem hospedagem e restaurantes, além de aluguel de equipamentos e pistas para todos os níveis, desde aprendiz até profissionais.

Farellones e El Colorado

Farellones e El Colorado são os centros de ski mais próximos com mais de 1.300 hectares para quem curte esquiar e praticar snowboard. Quando visitei Farellones, fui somente para conhecer porque ainda não estava aberta a temporada oficial. Já tinha neve naquele ano (2010), mas os centros de ski abrem geralmente no inicio de junho.

Fui com a minha mãe na primeira vez em que ela me visitou no Chile e essa também foi a minha primeira experiência na neve! Os dois parques têm mais de 77 pistas e 20 maneiras diferentes de subir com a ajuda de teleféricos e andaimes que levam os turistas às pistas. Além disso, contam com um dos mais modernos snowparks do continente e a única pista iluminada do país.

Valle Nevado

Ideal para quem gosta de se sentir em casa quando viaja, já que é o centro de ski favorito dos brasileiros. Localizado a 3.025 metros de altitude, tem 37 quilômetros de pistas para todos os níveis esportivos de ski e snowboard. O lugar conta com opção de hospedagem, mas há vários passeios para passar o dia na neve e retornar a Santiago.

Eu fiz isso numa das vezes em que fui especialmente para brincar nas pistas de ski. Muitos desses tours saem de lojas que alugam equipamentos para práticas de esportes na neve. Você também pode alugar ao chegar na montanha, mas o custo é bem mais caro.

Foto: Arquivo pessoal

Cajón del Maipo

Além dos centros de ski mais famosos, um outro destino vem ganhando cada vez mais a atenção dos turistas brasileiros. Trata-se de Cajón del Maipo muito visitado o ano inteiro pelo visual incrível! É um lugar lindo para fazer trekking e andar a cavalo na temporada de calor, que encanta com a vista para o Embalse El Yeso, o reservatório que abastece de água Santiago.

Durante a temporada de neve é possível encarar uma aventura até as Termas El Plomo, com um visual maravilhoso das piscinas rústicas que ficam, literalmente, no meio do nada. Não é uma aventura para amadores. Muita gente fica atolada na neve. Para chegar lá, sem correias nos pneus do carro, nem pensar! Se você não tem experiência em dirigir na neve, pode contratar um tour e passear com toda a segurança!

O lugar é super rústico e, por isso, você precisa levar tudo o que for necessário. Lembre-se de que você não vai encontrar uma lanchonete, nem nada do tipo. Além da água e do lanche, indispensável levar toalhas, papel higiênico, mantas para se aquecer ao sair das termas e, claro, roupa apropriada para o frio! Aproveite o visual deslumbrante para fazer fotos incríveis que você vai poder compartilhar depois, porque no alto da montanha o celular é uma ótima máquina fotográfica, nada mais!

No caminho para Cajón del Maipo também há o centro de ski Lagunillas, com 13 pistas numa área de 300 hectares. Também estive nesse centro fora da temporada, por isso, estava fechado. Me pareceu excelente para quem vai passear com crianças, já que é pequeno e tem uma boa infraestrutura.

Foto: Arquivo pessoal

Torres del Paine

Em 2016, o Chile foi escolhido como o melhor destino de turismo de aventuras pelo World Travel Awards. Nessa escolha, certamente, pesou a beleza e exuberância das Torres del Paine, a oitava maravilha do mundo! O Parque Nacional fica na região de Magallanes e para chegar ao monumento é necessário encarar um bom trekking.

Se o seu sonho é conhecer essa maravilha, mas você não curte trilhas e aventuras, também é possível admirar as Torres del Paine bem de pertinho. Claro, que esse é um privilégio para poucos, já que obviamente tem um custo. A solução é hospedar-se no hotel Explora Patagônia, às margens do Lago Pehoé, no coração do Parque Nacional Torres del Paine. O visual é realmente de tirar o fôlego!

Para quem busca uma experiência mais exclusiva ainda do que essa, também existem os cruzeiros pelos fiordes e canais patagônicos. Os cruzeiros partem de Puerto Montt rumo às geleiras da Lagoa San Rafael, cruzando Tierra del Fuego, Estreito de Magalhães, Punta Arenas, Canal Beagle até Puerto Williams. São embarcações de luxo que colocam os turistas em contato com leões marinhos, pinguins, golfinhos, orcas e baleias em paisagens únicas, onde a natureza é a grande protagonista.

Não importa qual é o seu estilo de viagem, para todas elas há uma opção diferente no Chile para quem ama a natureza e, principalmente, quer curtir a neve e suas belezas. Por isso, considere incluir esse pequeno e charmoso país em sua rota de viagens para curtir intensamente o inverno chileno com tudo o que ele oferece. Você certamente vai sair daqui apaixonado pelo Chile.

Related posts

Férias na Polônia: Cracóvia, Varsóvia ou Gdańsk?

Vivian Kulpa

Dicas para viajar de carro pela Espanha

Marcela Bueno

10 passeios imperdíveis na França – Parte 1

Lilian Moritz

1 comentário

Janayna Guerra Junho 28, 2017 at 3:46 pm

Oi Isabela!! Em agosto iremos ao Chile e suas dicas foram super úteis. Pensei que ñ se podia visitar Cajón del Maipo nessas épocas, agora vejo que sí se puede!

Beijo!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação