BrasileirasPeloMundo.com
País de Gales

País de Gales – A de Acomodar(-se)

Ao me preparar para escrever esse post, pensei no que a palavra casa significa para mim. Pensei também na palavra lar, e no peso que essa palavra tem na minha vida. Como a ideia é escrever sobre o País de Gales de A a Z, achei que a palavra acomodação seria perfeita.

De acordo com o Dicionário Michaelis, acomodar tem, entre outros, esses significados:

– Colocar(-se) em lugar cômodo ou adequado ou arrumar (-se) comodamente; ajeitar, ordenar– Ter ou conter lugar cômodo ou suficiente para que coisas, pessoas ou animais possam ser instalados; instalar

– Colocar(-se) em acordo; adaptar(-se), adequar(-se)

– Ficar calmo e tranquilo; acalmar(-se), aquietar(-se), serenar(-se), tranquilizar(-se)

Como já dizia minha mãe: “Quem casa, quer casa”. Nossa casa é onde vamos construir e/ou dar continuidade aos nossos sonhos; onde vamos nos formar e nos testar como adultos. Mudar de país já é um choque e tanto, não importa o quão fácil você se adapta, imagina não ter um lugar fixo para morar…

O custo de vida no País de Gales é mais baixo do que na Inglaterra, mas é claro que vai depender do lugar onde você vai morar. Ainda assim, viver em Cardiff, capital do pais, por exemplo,  é substancialmente mais barato do que viver em Londres. Se você decidir alugar ou comprar um imóvel fora de Cardiff, vai com certeza encontrar algo maior e com mais espaço (um jardim, ou um quintal).

Para começar, alugar um imóvel pode ser uma melhor opção: possibilita um estilo de vida mais flexível e você não precisa se preocupar com a manutenção, e pode “testar as águas” em uma área do país, ou da cidade, sem se comprometer muito. É também uma opção para estudantes, principalmente porque podem economizar dividindo a casa, o aluguel e outras contas com outros estudantes.

Se você decidir alugar um imóvel, o primeiro passo e começar com uma busca online. O melhor site que eu já usei é o Rightmove, e tem também o Zoopla. Através do desses sites, você encontra casas e apartamentos em toda a cidade (pode escolher por área, por postcode (CEP), ou até mesmo uma área delimitada, que você escolhe.  A área que você vai escolher, vai depender do quanto pode pagar e/ou onde prefere morar. Quer um exemplo? Abaixo, você pode conferir o valor de três apartamentos mais ou menos do mesmo tamanho; dois no centro e outro na periferia de Cardiff (clique nas fotos para ver os apartamentos no site de origem).

(Nota: os links das fotos abaixo são de apartamentos para alugar no momento (01/09/2016). Portanto, pode ser que você clique em algum deles e ele tenha sido deletado do site,  ou já tenha sido alugado)

O primeiro deles, fica bem no centrinho (Hayes), e faz parte de um conjunto de apartamentos novo (2012/13). Já o segundo, é mais básico, fica numa rua onde a maioria das casas é dividida em apartamentos para estudantes (Newport Rd, e também é bem perto da estação de trem Queens Street Station e do centro).

Hayes apartment (Cardiff city centre)
Hayes apartment (Cardiff city centre)

 

Newport Rd
Newport Rd

 

Esse outro (abaixo) é um “intermediário” de preço, e fica em Cardiff Bay, uns 15 minutos a pé do centro. É super bem localizado, com bom acesso a transporte, supermercados, restaurantes, cinema. Também fica perto do Millenium Centre (uma das maiores casas de espetáculos do Reino Unido), e do estúdio onde é filmado “Dr Who“! 😉

Apartmento Cardiff Bay - Cardiff
Apartmento Cardiff Bay

Os dois sites são bem simples de usar, e te mostram onde o apartamento/a casa fica no mapa, e também para ver a rua onde fica. Mas não deixe de ir visitar e conversar com o agente imobiliário ou o locador (landlord) caso alugue particular.

Antes de alugar, é importante saber de alguns detalhes:

– dependendo da duração do aluguel, adicione no seu budget o valor de council tax (tipo IPTU), e também de eletricidade, gás (vai usar o aquecedor), água, imposto de TV (aqui você paga só por ter uma TV em casa). Se for um aluguel de curta duração, o council tax e algumas das contas vão estar incluídas no valor do aluguel; e se você for estudante, é isento de council tax.

– tenha o valor de um mês extra para dar de depósito de aluguel. O mesmo que fazemos aí no Brasil. Algumas agências aceitam fiador. Se você pagar o depósito, recebe de volta no final do contrato (contanto que você deixe o imóvel como o encontrou).

–  a agência ou o dono do imóvel vai querer checar seus documentos: sua identidade, seu crédito, e talvez seu comprovante de emprego.

Achou a casa/apartamento ideal? Parabéns! Mas antes de se comprometer, converse com o agente ou landlord e deixe bem claro o seguinte:

  • Qual o valor do aluguel, que dia do mês ele deve ser pago, e para quem (direto ao landlord, débito em conta?)
  • Quanto tempo vai durar o contrato e o que vai acontece quando ele terminar?
  • É permitido fumar, ter animais de estimação, guardar bicicleta?
  • Onde deixar o lixo e quando ele é coletado? Como fazer a separação do reciclável?
  • O imóvel tem alarme contra incêndio e detector de monóxido de carbono?
  • O que tem dentro do imóvel – faça um inventário juntamente com o locador/agente. Fazer isso pode evitar dor de cabeça e possíveis disputas ao entregar o imóvel ao fim do contrato.
  • Se o imóvel utilizar gás (aquecedor, fogão, etc.), peça para ver o certificado de segurança.
  • Não entregue seu dinheiro até você ter certeza que o landlord é legítimo, e que ele realmente é dono do imóvel (ou responsável legal por ele).
  • Onde se encontram no imóvel:

– Os medidores de gás e eletricidade (anote os valores e passe para os provedores, caso você seja cobrado/a por energia e gás que moradores os antigos usaram)

– manuais de instrução para itens eletrônicos (aquecedor, geladeira, fogão, maquina de lavar, etc.)

– O registro de água

– O difusor

– O termostato

Ufa! É tanta coisa para pensar, não é mesmo? Mas levando em conta todas essas observações, com certeza você vai ter uma experiência bem mais descomplicada.

Aqui estão alguns links (em inglês) que contêm mais informações:

Money Saving Expert

Landlords

Um abraço, e inté o mês que vem!

Tallenna

Related posts

Quando a família vem nos visitar

Daniela Pesconi-Arthur

Natal no País de Gales e saudades da família

Daniela Pesconi-Arthur

Turismo pelo norte do País de Gales – Parte 2

Daniela Pesconi-Arthur

4 comentários

Ana Dietmüller September 3, 2016 at 9:07 pm

Excelente artificial,Daniela!

Seja muito bem vinda ao time!

Grande abraço!

Resposta
Daniela Pesconi-Arthur September 7, 2016 at 6:52 am

Oi, Ana! Muito obrigada! 🙂

Abraços.

Dani

Resposta
Vanessa February 14, 2019 at 4:22 pm

Oi Daniela tudo bem ainda está em Cardiff?
Estou procurando uma casa saberia me indicar algum landlord que não precise de fiador

Resposta
Liliane Oliveira February 14, 2019 at 11:35 pm

Olá Vanessa,
A Daniela Pesconi-Arthur parou de colaborar conosco e, infelizmente, não temos outra colunista morando no país.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação