BrasileirasPeloMundo.com
Espanha Melhores bairros e onde morar

Onde morar em Barcelona

Foto: Pixabay

Onde morar em Barcelona?

Está vindo para Barcelona? Ou acaba de chegar aqui? Ainda não sabe se situar bem na cidade condal? A intenção desse texto é te ajudar a encontrar a zona que mais te agrada para morar (ou pelo menos a que mais agrada ao seu bolso). Barcelona teve seus primeiros assentamentos antes de Cristo, ou seja, é uma cidade com mais de 2.000 anos! Obviamente que a ocupação do espaço durante todo esse tempo mudou muito e a cidade cresceu muito além do que poderiam imaginar seus primeiros habitantes. Ser tão antiga torna a cidade cheia de encantos e possuidora de regiões distintas entre si. Aqui vou explicar resumidamente como está dividida a cidade e as principais características de cada zona.

Ciutat Vella foi onde nasceu Barcelona e é o centro histórico da cidade. Está situado dentro das antigas muralhas e compreende os bairros Barceloneta, Raval, Gòtic e Born. Barceloneta está à beira do mar. É um antigo bairro de pescadores, formado por ruas estreitas de edifícios baixos, coloridos, dispostos um ao lado do outro. Ao olhar para cima é possível ver a roupa lavada estendida diretamente na varanda de cada apartamento, o que gera um aspecto estético desorganizado. É um bairro muito turístico, devido à sua proximidade com a praia e aos diversos bares, restaurantes e casas noturnas presentes na região. Hoje em dia ao redor de 20% das moradias estão dedicadas ao turismo.

Raval é um bairro com alto índice de habitantes, ou seja, é um bairro muito agitado. Além disso, possui também um alto índice de imigrantes, cerca de 56% dos habitantes são estrangeiros, o que torna essa zona bastante multi-cultural. A união desses dois fatores faz com que não seja considerado um bairro tranquilo. Andando por suas ruas estreitas e seculares, você vai escutar todos os tipos de idiomas, do árabe ao mandarín.

Gòtic e Born são dois bairros parecidos, separados por uma rua movimentada que divide as duas zonas. São formados por ruas muitos estreitas onde, em várias delas, não entra nem carro. Por serem tão apertadas, muitas vezes são também escuras, porque entra pouco sol. São bairros que têm um charme próprio e estão repletos de cultura, comércio, entretenimento e turismo, o que os torna também bastante agitados. Se você busca calmaria, espaços amplos e arejados, acredito que a Cidade Antiga não seja o seu lugar.

Leia também: Dicas para dividir apartamento em Barcelona

A zona de L’Eixample foi onde nasceu a Barcelona moderna, foi o início da expansão da cidade para além das muralhas medievais. Sua urbanização tem identidade própria, com quarteirões em forma octogonal, o que torna os espaços organizados e arejados. Esta zona está formada por 6 bairros: Dreta de l’Eixample, Antiga Esquerra de l’Eixample, Nova Esquerra de l’Eixample, Fort Pienc, Sagrada Família e Sant Antoni. Tudo se iniciou en Dreta de l’Eixample, um bairro burguês formado por construções modernistas.

Muitas das obras famosas de Gaudí (Casa Battlò, Casa Calvet, Casa Millà e a Sagrada Família) e de outros famosos arquitetos catalães modernistas estão na zona de L’Eixample. É uma zona muito central, que dispõe de farto comércio, escritórios, bares, restaurantes, entretenimento e ainda assim é bastante residencial. Não é uma zona nada barata, porém é muito prática, acessível e de certa forma, tranquila. Morar aqui é morar no coração de Barcelona!

Subindo por L’Eixample se chega à zona de Gràcia.

Antigamente era onde algumas famílias tinham suas residências de verão. Hoje em dia esta zona compreende os bairros: Vila de Gràcia, Camp d’en Grassot i Gràcia nova, Salut, Coll, Vallcarca i els Penitents. Gràcia é uma área com alto índice populacional, mas em algumas partes, a sensação é de estar em uma vila. Há muitos ateliers de artistas, pracinhas, bares, restaurantes e lojinhas cheias de bossa.

Há quem veja muito charme nessa área e há quem a considere hippie/cult.

Movendo-se para leste, há a zona de Horta-Guinardó, que é uma zona extensa, com muita área verde, mas também com muitas ladeiras, o que torna a circulação um pouco complicada. Seguindo mais para lesta há a zona de Nou Barris, que está no extremo norte da cidade.

Seus 13 bairros formavam uma zona importante de acolhida para a mão-de-obra trabalhadora em meados do século passado. Ou seja, é uma zona fundamentalmente residencial, sem grandes atrações turísticas. Indo para o sul, há a zona de Sant Andreu: Baró de Viver, Bon Pastor, Congrés i els Indians, Navas, Sant Andreu de Palomar, Sagrera, Trinitat Vella.

É uma área que também não apresenta atrações turísticas, o que a torna residencial e comercial. Se você está com orçamento apertado para moradia, essas zonas podem fazer com que seu bolso te agradeça, pois são zonas mais baratas dentro do perímetro de Barcelona.

Movendo-se em direção ao mar, está Sant Martí, uma zona que compreende 10 bairros e os mais destacados são: Poblenou, Clot e Vila Olímpica. Antes era um território amplo e desabitado que chegava até o rio Besos, uma das fronteiras de Barcelona.

Hoje em dia possui muitos edifícios residenciais e também comerciais. Há também galpões que abrigam agências de publicidade, escritórios de arquitetura e um núcleo importante de inovação. A Vila Olímpica foi a região que abrigou os atletas durante as Olimpíadas de 92 e por estar pertinho da praia, pode ser uma boa opção para os que querem desfrutar das areias não só para tomar sol durante o verão, mas também para fazer esportes durante o inverno.

A região de Sants-Montjuic está do lado oposto de Sant Martí e faz fronteira com o rio Prat. Os bairros mais residenciais desta zona são: Poblesec, Sants e Hostafrancs. O bairro de Sants está muito bem conectado com os transportes públicos, já que possui uma estação de onde saem trens, ônibus e metrô para diversos destinos. Os bairros dessa zona podem ser considerados de padrão mediano. A montanha de Montjuic possui algumas importantes atrações turísticas, como: museus, castelos e parques.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na Espanha

A zona de Les Corts é a zona com maior renda per capita da cidade. Destacadamente o bairro de Pedralbes pode ser considerado um bairro de classe alta, com bonitos edifícios, ruas bastante limpas e conservadas e baixa concentração de turistas. É uma zona que não está muito centralizada e portanto, mais afastada do agito normal da cidade, porém bem conectada com transporte urbano.

Subindo até Sarriá Sant-Gervasi, há outra zona com bairros de alto padrão. Durante muito tempo foi uma zona de veraneio, com casas amplas. Com o crescimento da cidade, acabou sendo agregada à cidade e atualmente é uma zona residencial, onde é possível encontrar muitas casas. As principais atrações turísticas são a torre de Collserola e a montanha do Tibidabo, onde há um parque de diversões e uma igreja. Por estar em uma área de desnível, esteja preparado para subir e descer ladeiras.

Bom, como disse, isso é só um resumo. Clicando aqui você poderá ter informações mais detalhadas de cada zona.

Related posts

Mudança na lei de residência de familiar de cidadão da UE

Thais Maciel Gomes

Colônia de férias para crianças na Espanha

Melissa Dobrezanski

Dicas para viajar de carro pela Espanha

Marcela Bueno

2 comentários

Isabela Costa de Souza Outubro 1, 2019 at 6:07 am

Olá! Estou muito interessada em ir morar na Espanha (Barcelona) mas não consigo achar uma informação. Eu indo com visto de estudante pra 6 meses, consigo depois ficar com visto de turista pra ficar mais 3 meses? Conheci o blog e achei maravilhoso de detalhes o post que fizeram sobre visto que vim perguntar.

Resposta
Carolina Lauzen Outubro 1, 2019 at 7:22 am

Oi, Isabela! Pelo que eu saiba normalmente um estudante tem um prazo de 90 dias para fazer a renovação do seu visto de estadia, ou seja, são esses 3 meses que você menciona como “visto de turista”. Porém, é bom você checar melhor essa informação de acordo com seu caso pessoal e também para verificar se não alteraram nenhuma regra.
Sugiro este site: http://www.exteriores.gob.es/Consulados/LIMA/es/InformacionParaExtranjeros/Paginas/Estudiar.aspx
E se precisar de ajuda especializada, sugiro esta empresa: http://www.globalimmigration.es/
Boa sorte!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação