Por que é difícil fazer amizades no exterior?

0
471
Foto: Pexels.com
Advertisement

Por que é difícil fazer amizades no exterior?

Quando moramos no exterior, podemos sentir falta de ter amigos que falem nossa língua, compartilhem da nossa cultura, hábitos e costumes. Claro que ter amigos locais, ou então de outros países, podem nos trazer aprendizados e descobertas interessantes, mas há momentos em que sentimos falta, durante uma conversa, de trazer aspectos culturais do Brasil que só outro brasileiro iria entender. Como se fosse uma piada interna, sabe? Por mais que você tente explicar, o estrangeiro não irá captar a essência daquilo.

Amigos compatriotas

Dependendo do país que você mora, pode ser que exista uma numerosa comunidade de brasileiros, e então você terá uma maior possibilidade de fazer amizades com aqueles que você sinta maior afinidade. Por outro lado, tem países que o número de imigrantes brasileiros é pequeno e, caso você não sinta afinidade com este grupo, a possibilidade de fazer novas amizades com compatriotas diminui significativamente.

Se você se encaixa neste segundo grupo, ou então no primeiro, mas que não tenha conseguido fazer boas amizades, em alguns momentos isso pode trazer uma sensação de solidão. Aí você pode me perguntar: “mas com a internet é muito fácil falar com nossos amigos no Brasil, trocar mensagens, FaceTime…” Sim! Verdade! Mas não é apenas isso, é  falar da realidade que você vive no novo país com um brasileiro, que também compartilhe a da sua experiência, já que moram no mesmo local. Muitas vezes também, a diferença de fuso horário é muito grande, e não tem como você compartilhar uma alegria, por exemplo, no exato momento que isso ocorre.

Leia também: Adaptação no exterior e um mix de emoções

Por mais que nossos amigos e parentes que vivem no Brasil tentem nos entender, há momentos em que só quem vive no mesmo local ou então quem já morou fora do país, por exemplo, consegue de fato entender o que você está passando, pois estes costumam ter uma maior noção da sua realidade. E tem aqueles momentos em que não estamos dispostos a explicar todas as novidades que estamos vivenciando para só depois pedir consolo. E também algumas vezes, os amigos que ficaram no Brasil podem fazer um julgamento equivocado da sua atual situação, por exemplo, achar que certamente você está melhor que eles que estão no Brasil devido à crise no país.

Dicas para evitar a solidão

Mas como lidar com esta situação e com a solidão, que pode se fazer presente?

Bem, primeiro vamos deixar claro que você não é obrigado a gostar ou ter amizades com brasileiros. Se você não sente afinidade alguma não dá para forçar, não é mesmo? Mas ter amigos é essencial em nossa vida. Sentir que temos com quem dividir alegrias e tristezas, aumenta a nossa segurança e diminui a sensação de solidão. E o contato presencial com amigos também é muito importante. Só o virtual não basta.

Leia também: Vistos para morar nos EUA

Então uma primeira dica seria: não se sinta culpado por não sentir afinidade com um determinado grupo, mesmo que este grupo seja de brasileiros. Parece uma dica meio óbvia, mas percebo que isso gera um sentimento de culpa em alguns expatriados.

A segunda dica: se abra para novas amizades. Não desista de conhecer pessoas novas, sejam nativos ou imigrantes de outros países.. Eu sei que às vezes dá preguiça, ainda mais quando expatriamos na idade adulta. Pode até dar uma pequena frustração às vezes, porque não sabemos como expressar exatamente como estamos nos sentindo em outro idioma. Faltam palavras, expressões…  mas calma! Com o tempo o seu vocabulário tende a aumentar e ficará mais fácil de se expressar.

Terceira dica: procure fazer alguma atividade que você gosta que seja em grupo. Por exemplo, uma atividade física (corrida, Yoga…). Ache um tempinho e um local e faça aulas, converse com as pessoas, mesmo que seja para falar do tempo, do trânsito… Esteja aberto a conversas informais, quem sabe entre uma delas nasce uma boa e nova amizade?

Última dica: fazer amizade leva tempo, pois é necessário estabelecer uma relação de confiança para que ambos possam conversar sobre assuntos mais íntimos. Então tenha um pouquinho de paciência. Um dia de cada vez, se abrindo a novas possibilidades, aumentará as suas chances de fazer novos e bons amigos, sejam eles brasileiros (de repente algum compatriota novo chega) ou estrangeiros. E lembre-se que ter amigos tende a facilitar a sua adaptação no novo país.

Se mesmo aplicando essas dicas a solidão ou sentimento de se sentir deslocado não passar, busque ajuda psicológica. Sabia que é possível fazer psicoterapia online com um(a) psicólogo(a) brasileiro(a)? Eu realizo atendimentos online. Entre em contato comigo pelo email: [email protected] . A psicoterapia ajuda e muito neste aspecto. Invista em você. Um abraço e até o próximo texto!

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.