BrasileirasPeloMundo.com
Aposentadoria e Previdência Social Pelo Mundo Canadá Quanto custa

Por que economizar morando no Canadá – Parte 2

Economizando no Canadá

Mês passado falei sobre algumas diferenças culturais que fazem com que a gente economize mais no dia-a-dia morando no Canadá do que no Brasil, se você não leu clique aqui. Esse mês vou falar sobre algumas características do mercado de trabalho e da vida canadense que fazem com que a gente desenvolva uma visão mais focada no longo prazo em relação às finanças pessoais.

Menos benefícios trabalhistas

Enquanto no Brasil os trabalhos são pagos por mês, no Canadá os trabalhos são pagos por hora ou por ano (e você recebe geralmente a cada 2 semanas). Ocasionalmente o seu empregador pode oferecer alguns benefícios extras, como reembolso de medicamentos, seguro para cobrir despesas odontológicas, consulta com optometrista e bônus atrelado a performance, mas não existe nada similar ao depósito de FGTS (que eventualmente pode ser sacado se você perder o emprego) e 13º salário. Um dos impactos de receber desta forma é que as pessoas acabam fazendo cálculos mentais diferentes quando vão consumir algo: “essa calça jeans custa 4 horas de trabalho”, “jantar fora no restaurante japonês custa 3 horas” e por aí vai, ahh e não existe o nosso velho 10 vezes sem juros no cartão, compras aqui na grande maioria dos casos são à vista. Outra consequência importante é que você precisa ter uma reserva de emergência ou pode passar apuro e ter que pedir ajuda social caso seja mandado embora, o que faz com que economizar parte do salário, independente de quanto ele seja, esteja bem mais enraizado na cultura canadense do que na brasileira.

Cuide você mesmo da sua aposentadoria

No Canadá existem diversas formas de se aposentar, o assunto é complexo e pede um texto dedicado exclusivamente a ele, mas em suma temos:

  • Canada Pension Plan (CPP) – Uma porcentagem é descontada diretamente do seu salário e dividida 50/50 entre você e o seu empregador. Quando você tiver 65 anos você pode solicitar o benefício e ele será proporcional ao tempo e montante que você contribuiu.
  • Old Age Security (OAS) – Similar ao nosso benefício por idade, é pago pelo governo para canadenses com idade acima de 65 anos. Os valores são baixos e não são suficientes para cobrir as despesas básicas caso você não tenha outra fonte de renda (atualmente $583.74 independente do estado civil e $871,83 caso você seja solteiro, viúvo ou divorciado), dê uma olhada nessa tabela para entender melhor os valores.
  • Planos de Pensão patrocinados pelo empregador – Esses planos se assemelham as nossas previdências privadas em que existe incentivo fiscal e contrapartida do empregador, ou seja, você deposita um valor e seu empregador deposita outro proporcional aos seus depósitos.

Acho importante destacar que, exceto o OAS, que é considerado uma ajuda social, nos demais planos de aposentadoria você quem é responsável por contribuir e o seu benefício será proporcional ao montante que você acumulou. Portanto quem paga pouco e não possui economias terá o padrão de vida drasticamente reduzido durante a aposentadoria ou não vai parar de trabalhar até os 70 anos ou mais, como muita gente por essas bandas daqui. Se você ficou curioso e quer entender melhor como funciona a aposentadoria no Canadá, dê uma olhada nesse link.

Casa própria nas grandes cidades é caro que dói

De uns anos para cá o mercado imobiliário deu um salto gigantesco e os imóveis sofreram uma grande valorização (não acompanhada pelo aumento dos salários). Nesse link você pode ver o valor médio dos imóveis em algumas cidades canadenses e também o aumento comparando com o mesmo período do ano anterior. Esse salto fez com que a renda anual necessária para comprar um imóvel em grandes cidades como Vancouver e Toronto também aumentasse, inclusive se descolando da renda anual média dos trabalhadores. Resultado: cada vez menos famílias tem condição de comprar um imóvel.

Além disso, aqui em Toronto um fenômeno que considero bizarro anda cada vez mais comum: os imóveis são vendidos por um valor muito maior do que o pedido, leva quem paga mais, não quem paga o que foi solicitado e isso acontece com imóveis dos mais diversos padrões. Olhe o caso recente dessa casa que foi vendida por 1 milhão de dólares ACIMA do pedido!! O aumento do preço dos imóveis faz com que o valor de entrada para financiamentos imobiliários também aumente, ou seja, sem uma boa economia fica cada vez mais difícil realizar o sonho da casa própria.

Por todas essas razões é muito mais comum aqui do que no Brasil as pessoas contratarem os serviços de um planejador financeiro, que é um profissional que conhece de investimentos, impostos, seguros, planos de aposentadoria, planejamento para adquirir um imóvel e planejamento sucessório. A função desse profissional é auxiliar na tomada de decisões financeiras ao longo da vida, encontrando o melhor custo x benefício / risco x retorno de acordo com os objetivos de vida de cada um. O Brasil passou por um salto no preço dos imóveis nos últimos anos e a reforma previdênciária e trabalhista estão aí batendo na porta, talvez seja a deixa para começarmos tomar decisões financeiras mais inteligentes e pensarmos mais no longo prazo como os canadenses.

Até o mês que vem!

Related posts

Custo de vida em Braga no norte de Portugal

Giselle Costa

Driblando a crise: guia de descontos em Buenos Aires

Sara Martins

Dez curiosidades sobre os canadenses

Grasiela Martins Vicentini

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação