BrasileirasPeloMundo.com
Curiosidades Pelo Mundo Irlanda

Quem são os Irlandeses?

Quem são os Irlandeses?

Já parou para pensar o que você sabe sobre os irlandeses? Fazendo um resumo dos estereótipos eles são “todos ruivos, comem muita batata, tomam muito chá e cerveja, e não é qualquer cerveja tem que ser a Guinness”. Mas será que é só isso?
Ainda bem que sabemos que não devemos confiar em estereótipos, não é? Afinal, nós brasileiras não somos todas mulheres com bundas enormes, que sabem sambar, amam Carnaval e futebol, e têm como ídolo o Neymar (nada contra quem o tem como ídolo, mas estamos falando de estereótipos, ok?).

Vamos lá, vou contar um pouco sobre os irlandeses e dar as razões que me fazem amar este povo!

Primeiro vamos falar dos estereótipos:

Todos os irlandeses são ruivos – Existem pessoas ruivas na Irlanda, mas não é a população inteira, apenas 10% é ruiva. Mas estes 10% são suficientes para dar ao país a 2ª posição no ranking mundial de país com maior número de ruivos do mundo, ou seja, para cada 10 pessoas irlandesas, uma tem cabelo ruivo. O país em primeiro lugar é a Escócia, com percentual de 12% a 14%.

Irlandeses amam batata – E quem não ama? Com raízes históricas, este estereótipo surgiu porque a Irlanda foi um país pobre onde era necessário que a população cultivasse o seu próprio alimento. A batata surgiu na Irlanda por ser um alimento rico em vitaminas e que melhor se adequou às condições climáticas e do solo.

Irlandeses bebem muito chá – Tomar chá na Irlanda é um ritual que pode ser feito entre duas pessoas querendo conversar, curar ressaca, melhorar o ânimo, começar ou terminar o dia… A razão não importa, contanto que os chás sejam das marcas Lyons ou Barry’s, as mais consumidas na Irlanda. O país é o segundo maior consumidor de chá do mundo (em primeiro lugar está a Turquia). Uma curiosidade é que os irlandeses tomam o chá com leite, este hábito começou por que no início de 1800 o chá era um costume apenas dos ricos, mas logo se espalhou para as demais classes sociais, porém os menos privilegiados não tinham acesso ao chá de mesma qualidade, então começaram a adicionar leite para que o gosto não ficasse tão forte.

Irlandeses bebem muita cerveja – Apesar da fama de serem os maiores apreciadores de cerveja do mundo, a Irlanda ocupa a 7ª posição no ranking mundial de bebedores de cerveja. O que se fala por aqui é que eles bebem para perder a timidez. Muitos brasileiros (inclusive eu) relatam que já saíram com irlandeses e enquanto tinha cerveja eles eram animados e falantes, mas no dia seguinte, sem a bebida, a pessoa não era a mesma da noite anterior!

Irlandeses amam a Guinness – A Guinness é a bebida mais consumida na Irlanda, mas isso não quer dizer que é a primeira escolha de TODOS os irlandeses. Para os adolescentes e “novos adultos”, a Guinness é considerada uma cerveja para gente mais velha e turistas. Será?

Agora vamos aos motivos que me fazem ser apaixonada pelos irlandeses:

1. Simpatia

Irlandeses são carismáticos. Lembro que quando cheguei, com meu inglês quase zerado, e precisava pedir direção, eles sempre me explicavam com a maior boa vontade do mundo. E olha que eu os interrompia com vários: “Desculpa!”, “pode repetir”, “não entendi”, mas eles sempre me ajudavam e faziam questão de ter certeza que eu tinha entendido tudo exatamente. No primeiro mês, eu estava procurando a casa de uns amigos e fui pedir informação na rua, o senhor me fez entrar no carro dele (entrei morrendo de medo como uma boa brasileira que sou), e me levou até a porta da casa dos meus amigos. Outro dom que eles têm é o de sempre demonstrar interesse no que estamos falando, a conversa flui com muita naturalidade.

2. Não importa a idade

“Não importa a sua idade, você não deve pedir desculpa e nem se explicar.” – A primeira vez que vi esta frase foi na confraternização do meu trabalho, onde a pessoa que mais dançou foi uma senhora de 75 anos, e a frase não poderia ter feito melhor sentido do que nesse dia. No Brasil, sempre fui acostumada com lugares para jovens e lugares para as pessoas mais velhas, nunca se misturando, já por aqui isso não acontece, é comum ver em um pub um grupo nos seus 20 e poucos anos e do outro lado um grupo na média dos 60 anos, ambos se divertindo e aproveitando a vida. Uma salva de palmas para os irlandeses!

3. Trabalhar para viver e não viver para trabalhar

Já ouviu falar de alguma empresa que fecha por estar fazendo um dia de sol e mandar seus funcionários saírem para aproveitar? Aqui tem. Ou de um país onde os chefes pressionam os seus funcionários por estarem trabalhando demais? Aqui tem também. Ou ainda, de um país onde você vai pedir férias e o chefe fica feliz por você estar indo viajar? Também tem. Não estou falando que não possa acontecer em outros países, mas já vi todos os casos acima com frequência por aqui, inclusive comigo.

4. Orgulho de ser irlandês

Irlandês tem muito orgulho da sua história – o país já passou por invasões vikings, por uma grande fome que exterminou cerca de um milhão de irlandeses e fez outro milhão emigrar para outros países, e pelo domínio inglês e separação de seu país em dois. Quando se caminha pelas ruas de Dublin, é comum encontrar referências a momentos históricos do país. Nas livrarias ou bibliotecas, as sessões de maior destaque são as de história do país e a de escritores irlandeses. Na música, as tradicionais irlandesas referem-se a momentos históricos ou personalidades do país.

Em março de 2016, o país comemorou 100 anos do fim do domínio inglês, e as celebrações, que começaram em janeiro, se estenderam por todo o ano de 2016. O país também tenta manter a língua nativa viva. Ao contrário do que se pensa, a língua nativa é o irish, porém com o domínio inglês, a língua inglesa foi imposta à população, mas o irish é ensinado durante toda a vida escolar.

E você, pode acrescentar algum conhecimento interessante sobre os irlandeses? Comente aqui embaixo!

Related posts

Expressões irlandesas

Bárbara Hernandes

10 perguntas sobre moradia na Irlanda

Luciana Damasceno

Queima de oferendas para os ancestrais em Hong Kong

Ana Clara Oliveira Garner

1 comentário

Maria Aparecida Belizario Outubro 5, 2018 at 10:44 pm

Como tudo nessa vida existe exceçaõ , eu conheci um Irlandes o oposto de tudo que vc disse acima.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação