BrasileirasPeloMundo.com
Irlanda

Feiras de rua em Dublin

Antes de me mudar para Dublin comecei a pesquisar sobre o que fazer na cidade além das coisas básicas para turistas, afinal viria para morar e queria conhecer o país como uma local. Em uma dessas pesquisas me deparei com as feiras de rua, e amante de feira de rua no Brasil, em Dublin não poderia ser diferente, comecei e pesquisar sobre e listá-las para não deixar faltar nenhuma.

Dentre os tipos de feiras de rua que existem em Dublin, as mais comuns são os mercados de pulga (em inglês Flea Market) – espaços destinados à comercialização de bric-à-brac (coleções de diversos e velhos objetos de artesanato ou arte, como antiguidade, bijuterias, móveis, vestuários, etc.), bazar com roupas de primeira e segunda mão, roupas vintage, artesanato e comidas –, onde a qualidade dos produtos varia (entre baixa e alta), mas os preços são em geral baixos.

Este nome engraçado, mercados de pulga, surgiu de uma história não tão engraçada, antigamente, nas feiras não existia uma preocupação com a higienização dos produtos usados, sendo comum eles virem infestados de pulgas. O nome acabou ficando, mas a falta de higiene não, ainda bem.

O ambiente das feiras são sempre agradáveis e valem a visita mesmo que você não tenha intenção de comprar algo. O que torna as feiras especiais são as pessoas conversando e se distraindo com os produtos expostos, ou trocando ideia com os vendedores – estes entusiasmados com o interesse do público em seu produto –, além dos diferentes estilos das pessoas que circulam pelas feiras e as relíquias que a gente encontra.

Um ponto a mais para as feiras de rua é que geralmente o dinheiro pago pelos produtos chegam nas mãos de quem o produziu (aquela família de fazendeiros que está lá reunida vendendo seu queijo, a artesã que produziu aquele colar, aquela pessoa que está vendendo aquele bolo que é receita antiga da família…). Uns meses atrás, circulou uma campanha muito interessante incentivando as pessoas a comprarem presentes de Natal de artesãos ao invés de irem para os shoppings, citando os pontos de serem produtos exclusivos e feitos por pessoas que se importam e a valorização de quem o produziu.

A paixão por feiras de rua só cresce, tanto que quando vou viajar, sempre pesquiso se alguma feira vai estar acontecendo durante a minha estadia, e indico fazerem o mesmo já que tive boas experiências em outros países também.

Voltando a Dublin, segue uma lista das principais feiras para você conhecer:

The Dublin Flea Market

É a maior Flea Market de Dublin que acontece desde 2008, todo último domingo de cada mês, na região de Dublin 8 (cerca de 30 minutos do centro), começa às 11 e vai até 17 horas. São mais de 60 barracas distribuídas na rua e em um galpão fechado, então nada de se intimidar pela previsão do tempo incerta da Irlanda. Lá você encontra de tudo, bric-à-brac, um bazar bizarro e como a própria organização define, “coisas” e, nesse “coisas” você pode pensar no que você quiser: de bicicletas, máscaras de gás da IIGM, a jogos de tabuleiros antigos. Vá preparada para se surpreender com os achados. A The Dublin Flea Market muda seu pôster a cada mês, vale a pena checar os pôsteres antigos que estão em exibição e à venda no local.

Fusion Sundays

A Fusion Sunday acontece no mesmo local da The Dublin Flea Market (Newmarket Square, Dublin 8) e a ideia desta feira é fazer uma fusão cultural entre as pessoas que habitam a cidade, você traz um pouco do seu background e aprende sobre o background do outro. Você pode comer um típico burrito tomando um chá de menta marroquino e assistindo à uma apresentação de salsa. A feira tem artesanato, artes, roupas e apresentações culturais de todo lugar do mundo. Esta feira acontece no segundo domingo de cada mês das 11 às 17 horas.

Fonte: Fusion Sundays (Facebook)
Fusion Sundays. Fonte: Fusion Sundays (Facebook)

Temple Bar Market

O Temple Bar é a área de Dublin mais visita pelos turistas devido à quantidade de Pubs. Todos os sábados a partir das 10 da manhã, começa o Temble Bar Market, que possui um polo de venda de alimentos orgânicos, uma praça de alimentação (vale a pena experimentar os queijos locais), um polo com 3 barracas enormes de livros (em especial livros sobre a Irlanda e de escritores irlandeses) e um polo de arte e artesanato. O bom dessa feira ser espalhada é que a medida que você procura os outros polos, você se encanta com a região.

Região do Temple Bar ( Fonte: Pixabay)
Região do Temple Bar. Fonte: Pixabay

Smithfield Market Fair

A Smithfield Market Fair acontece uma vez por mês, no hostel Generator, em Dublin 7 (20 minutos do centro). Esta feira tem bazar, arte, artesanato, música ao vivo e, para ficar melhor ainda, um pub (que pertence ao hostel). Para esta feira vale a pena acompanhar suas edições especiais nas datas comemorativas.

Smithfied Market Fair no Generator Hostel (Fonte: Smithfield Market facebook)
Smithfied Market Fair no Generator Hostel. Fonte: Smithfield Market (Facebook)

The Bernard Shaw Flea Market

A The Bernard Shaw Flea Market acontece todo sábado no pub Bernard Shaw (Dublin 2, 11-12 South Richmond Street), que fica na região alternativa da cidade. A feira, que vai das 13 às 18 horas, tem roupas vintage, bric-à-brac e joias, além do pub ser um charme à parte, com vários quadros de ilustrações e um ônibus dentro, isso mesmo, um ônibus!

The Ha’Penny Market

The Ha’Penny Market é uma feira que acontece todo sábado, a partir das 12 até às 18 horas, no pub Grand Social, em Dublin 1, bem no coração de Dublin. O pub fica em frente à ponte mais famosa de Dublin, a Ha’Penny. Esta feira conta com produtos de artesãos, brechó vintage e coleções de joias e bolsas antigas.

Related posts

Outono na Irlanda

Bárbara Hernandes

O desafio de trabalhar como autônomo ou freelancer na Irlanda

Luciana Damasceno

Irlanda – Sorte: uma questão de ponto de vista

Milene Maciel

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação