Saint Patrick’s Day em Chicago

O rio fica verde mesmo?

0
286
Advertisement

Saint Patrick’s Day em Chicago.

Vou começar respondendo a essa pergunta que, por sinal, já ouvi várias vezes: sim, o rio fica muito verde. Ao verem minhas fotos de Chicago no dia de Saint Patrick, muitos amigos me perguntam se algum filtro foi utilizado, mas a verdade é que não. Ao vivo, é daquele jeitinho mesmo. O motivo é a celebração do Saint Patrick’s Day ou Dia de São Patrício que, apesar de não ser um feriado oficinal nos EUA, é amplamente celebrado por aqui, principalmente em cidades em que a comunidade irlandesa é grande.

A primeira vez em que celebrei o Saint Patrick’s Day foi em 2012. Naquela época, já estava morando em Chicago há mais ou menos 7 meses e, apesar de não saber bem o que era, lembro que estava super animada para o dia. Vários amigos que já moravam aqui há mais tempo me contavam histórias super divertidas e acho que isso ajudou a construir a expectativa. Outro fator que fez com que o meu primeiro Saint Patrick’s Day fosse inesquecível foi o clima: quente e ensolarado. Claro que não me refiro ao calor de julho e agosto, mas, para março, estava perfeito. Depois de encarar o frio por alguns meses, nada melhor do que um dia de sol.

Um pouquinho do que conta a história

O Saint Patrick’s Day é uma celebração cultural e religiosa que homenageia o santo padroeiro da Irlanda. São Patrício nasceu na Inglaterra no final do século IV e aos 16 anos, foi sequestrado por piratas e levado à Irlanda. Foi durante este período de escravidão que ele se aproximou de Deus e da vida religiosa. Após 6 anos de escravidão, São Patrício conseguiu escapar. A partir daí, estudou em um mosteiro, tornou-se sacerdote cristão e, mais tarde, missionário, voltando à Irlanda com o objetivo de converter os pagãos ao Cristianismo. Por este motivo é considerado pelos irlandeses o padroeiro do país.

A celebração em sua homenagem acontece no dia 17 de março, suposto dia de sua morte. Em Chicago, a festa e o desfile acontecem sempre no sábado anterior ao dia 17. Porém, fica a pergunta: se esta é uma celebração religiosa, o que tudo isso tem a ver com as festas que acontecem hoje em dia e por que o St Patty’s Day (como é conhecido) é tão popular nos EUA?

Dizem que uma das grandes causas é o aumento da imigração irlandesa que aconteceu no século 19, época em que a “Grande Fome” circulou na Irlanda. Para fugirem desse problema, muitos irlandeses imigraram para outros países, como o Canadá, Austrália e Estados Unidos e trouxeram consigo as tradições, as festas e a simbologia associada a esta celebração. Esta era a oportunidade de os irlandeses celebrarem suas origens e de demostrarem o seu patriotismo. Obviamente, esta tradição irradiou-se fortemente para as culturas locais e tornou-se o que é hoje: um dia inteiro de festas, desfiles, cerveja verde e camisetas com frases patrióticas que são utilizadas até por quem não é Irlandês.

Nos EUA, não é difícil imaginar o porquê de o Saint Patrick’s Day ter se tornado tão popular: o poder de comercialização proporcionado por esta celebração é enorme. Por exemplo, em Chicago (e imagino eu, em outras cidades americanas também), já no mês de fevereiro, é possível encontrar nas lojas sessões inteiras dedicadas ao Saint Patrick’s Day incentivando a venda de produtos como camisetas, adesivos, colares, copos, enfeites para o cabelo, meias, fantasias, etc., (do mesmo modo que encontramos sessões de Halloween, Natal, dia dos namorados, ou 4 de Julho, dia da Independência dos EUA). Este texto (em inglês) intitulado “Como os Americanos Inventaram o St. Patrick’s Day” explica um pouco sobre as origens desta celebração bem como a popularização da mesma nos EUA.

Simbologia

Um dos grandes símbolos do Saint Patrick’s Day é o trevo de três folhas (em inglês, Shamrock), que era utilizado por São Patrício para representar a Santíssima Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo) e, assim, converter os irlandeses pagãos. A cor verde também representa a celebração e é por isso que todos os anos nesta data as pessoas utilizam roupas verdes e os bares e pubs vendem a famosa “green beer”.

Arquivo Pessoal (Chicago, 2017)

Em Chicago, a celebração ganha uma decoração super especial porque, como falado no início do texto, o rio que corta a cidade é pintado de verde. O tingimento começa no período da manhã, às 9h e, em geral dura 5 ou 6 horas. Por aqui, esta tradição começou em 1962 e é, de fato, uma das grandes atrações que acontecem nos EUA no Saint Patrick’s Day. Apesar do frio, que na maioria dos anos é comum no mês de março, o centro de Chicago (principalmente a ponte da Michigan Avenue) recebe milhares de turistas curiosos para verem e tirarem fotos do rio. Além de colorir o rio, acontece também um desfile com muita música, dançarinos irlandeses e suas bandeiras (verde, branco e alaranjado), bandas etc. Para aqueles que gostam de festa, a celebração começa pela manhã e dura o dia todo, e o comum mesmo é passar o dia inteiro em diferentes bares da cidade.

Para mim, o Saint Patrick’s Day é um dia muito divertido. Vale lembrar que a minha experiência com este feriado baseia-se na forma como o mesmo é celebrado nos EUA. Porém, confesso que adoraria ter a oportunidade de passar este feriado na Irlanda para saber como é a celebração por lá. Se você, leitora do BPM, mora na Irlanda ou já celebrou o Saint Paddy’s Day por lá, conte aí nos comentários as suas impressões e experiências!

Por último, quem estiver em Chicago na época, vale conferir a programação da cidade e experimentar a famosa cerveja verde. Aqui você encontra vários informações sobre a programação deste ano, incluindo passeios de barco saindo do Navy Pier. Se você, como eu, ainda não sabe qual será a sua programação, já vale a pena começar a se planejar!

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.