BrasileirasPeloMundo.com
Turquia

Uma nova jornada na Turquia

Acervo pessoal

Quando se fala em morar fora é difícil e mas ao mesmo tempo é quando se abre para a possibilidade de conhecer outros lugares.

Pelo trabalho do meu marido temos a oportunidade de aceitar trabalhos em outros lugares do mundo, sim digo “nós”, pois todas as decisões refentes a nossa família sempre são decididas em comum acordo e isso nos concede um mundo de oportunidades e desafios.

A princípio fomos à França onde meu coração bate e transborda de amor, depois Polônia, onde me encontrei de verdade e aprendi a ser mais segura, mais resistente às críticas e ao frio; lugar onde me sentia em um livro de história todos os dias que saia para caminhar! Agora estamos indo rumo à Turquia, e o que mais me perguntam é: “Como assim Turquia?” “Agora Istambul, não pode ser?!”

Pode sim, sabe por quê? Porque primeiramente acredito que todo lugar do mundo temos muito a aprender, tanto culturalmente, como de crescimento pessoal, mas principalmente para o meu interior mudar, faz um bem danado. Quando começamos a planejar uma mudança, tanta coisa passa pela nossa cabeça, mas agora imagina quando, mudamos várias vezes?

O idioma é uma das principais questões que me pega muito, pois todos nós sabemos da importância do inglês, a língua quase universal, o poder que ele tem em todas as nações. Mas isso é de mim, eu sempre me pauto onde estou e preciso aprender a língua, me cobro muito quanto a isso, penso sempre “eu moro no país deles, eu preciso de me adaptar” ou ao menos tentar, e foi assim com o francês.

Para aprender francês, fazia aulas nas associações, aulas por site, por compras, enfim quando percebi, o francês já fluía. Conseguir se virar era uma maravilha; a cidade da luz não tem como não se encantar, a gastronomia, as patisseries…

Então vem outro desafio, a considerada segunda língua mais difícil do mundo. Só quem tentou polonês na vida sabe o quão difícil é. Não é só o idioma, que por si só já é complicado, mas a sinceridade extrema deste povo que eu aprendi a amar e admirar. Lembro uma vez no elevador eu acabava de aprender a dar “bom dia! Tudo bem?”, e o senhor me respondeu, “muito péssimo”! Na Polônia, visitei em um mês, todos os museus de graça, aproveitei para conhecer lugares que gostaria, foi incrível! E agora o futuro me prepara para Istambul, na Turquia!

E quando falamos na Turquia a primeira coisa que as pessoas comentam é sobre a novela “Salve Jorge”, onde o País era o pano de fundo da trama. A Turquia é um país riquíssimo em cultura, não tem só balão e comida com pimenta; as pessoas falam das mulheres usarem burca, poligamia, atentados, etc. São tantas questões que ouvirmos que se pensarmos nisso, não viajamos.

A Turquia é um país diferente de tudo, penso que tem espaço para todas as etnias, classes sociais, tem de tudo, não só balão, ao contrário, Istambul tem muito trânsito como São Paulo mas é de uma forma extremamente desorganizada. Tem shopping, então para quem veio de São Paulo é maravilhoso, tem luz, tem uma solidariedade e hospitalidade de chamar a atenção. O povo é invasivo às vezes, mas tudo vai depender de como você se comporta e do diálogo!

A comida também tem sem pimenta, pouca pimenta e muita pimenta, mas você vai experimentar somente se quiser. O turco é uma língua difícil mas dá para se virar com o inglês, é tranquilo. O centro de Istambul, que é uma grande metrópole, tem toda a mistura que você imagina! Enfim um outro lugar mágico que nos faz conhecer entre seus encantos, história e realidade, vivendo juntas essa é a minha sensação!

O que posso dizer de tudo isso? Não sei onde é bom ou ótimo, mas aprender é uma lição diária. Procuro ver em tudo uma oportunidade de poder crescer e amadurecer. Ninguém disse que seria fácil, porém, jamais me disseram que não seria possível, e confesso eu amo poder estar em lugares onde me coloco em livros, sonhos, filmes e novelas.

Sou assumida e de coração uma eterna estrangeira por esse mundo imenso e repleto de oportunidades e descobertas! O melhor lugar do mundo é onde você tem a tranquilidade para prosseguir; sabedoria no caminhar e a humildade de recomeçar. Já diziam os melhores poetas: prefiro ser iniciante do aprender todos os dias do que ser o avançado e não conhecer as coisas como elas realmente são!

Related posts

Vandré Souza – empreendedor na Turquia

Cristhiane Mutlu

Como abrir uma conta bancária na Turquia

Cristhiane Mutlu

Belezas da Capadócia na Turquia

Mel Barbieri

3 comentários

Ariane Souza Fevereiro 23, 2018 at 9:54 pm

Espero que a Turquia te faça muito feliz, tanto quanto faz a mim, Regiane! Muito sucesso nesse novo início!

Resposta
Regiane Legras Março 24, 2018 at 11:13 am

Ola,

Muito obrigado pelo incentivo!

Um abraço,

Resposta
Ulisses Capato Outubro 18, 2018 at 8:41 pm

Belo texto minha amiga. O caminho é bem esse mesmo.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação