BrasileirasPeloMundo.com
10 Motivos França

10 diferenças entre São Paulo e Lille na França

A primeira coisa antes de pensar na possibilidade de se mudar é rever conceitos: fazer uma boa avaliacão sobre os pontos positivos e negativos, pois não é nada fácil sair da nossa zona de conforto. Entretanto, sabemos que é uma oportunidade única essa mudança.

Pra mim, não foi diferente. No Brasil, morava na Zona sul de São Paulo, e por lá havia muito conforto e comodidade. Com todos os serviços muito próximos, além de bares e restaurantes à disposição. Sem falar nos Shopping Centers e supermercados, abertos até 22hs (quando não, abertos por 24h). Por outro lado, havia a vida estressante, tumultuada, trânsito e com tudo isso, muitas vezes não tínha tempo para aproveitar.  No meio deste caos, meu marido que é Francês, foi transferido para a França (o trabalho o trouxe de volta à terra natal)!

Nos preparativos da mudança, comecei a praticar o desapego. Sinceramente não é fácil a despedida, precisa-se de muita estrutura emocional! Sem contar no lado burocrático, que também não é a coisa mais bacana do mundo de se resolver, (mas o consulado de São Paulo nos ajudou muito, por incrível que pareça). No nosso caso, os vistos demoraram em torno de 10 a 15 dias úteis para ficarem prontos. Com a espera dos vistos, e outras partes burocráticas se ajeitando, fomos resolver à ida dos pets, despedidas da família e amigos, fazer aquele check-up final, e no final, embarcamos para Lille na França.

E quando se chega à nova cidade, tudo é muito diferente do que conhecemos. Mas deixo para vocês as 10 principais diferenças que encontrei entre a minha São Paulo e Lille na França:

  1. A cidade: Lille é uma cidade linda e pitoresca, contendo particularidades encantadoras. Além de proporcionar momentos que você pode passar consigo, se conhecendo melhor. É uma cidade calma, e não é nada parecida com São Paulo.
  2. Transporte Público: O transporte público funciona de verdade! O que mais me chamou atenção são que todos os pontos tem os horários dos ônibus e esses horários se diferenciam em épocas de aula e de férias. Na cidade há duas linhas de metrô, tramway, trem, ônibus e tudo funcionando perfeitamente!
  3. Língua francesa:  Já ouviu aquele ditado, “quem tem boca vai à Roma”? Pois bem, fui à prefeitura expliquei toda a minha situacão, e me encaminharam a um centro social. Lá realizei uma entrevista (para eles me conhecerem) e por fim me ofereceram um curso de francês gratuito;
  4. Pães: Descobri que o nosso pão francês não tem nada de “Francês”. Aqui, há uma baguette,  mas há inúmeras variedades de pães: pão de leite e pão de forma, croissant, muitos outros tipos de pão … e todos maravilhosos!
  5. Segurança: Esse é um ponto que chama muito a minha atenção e me encanta demais. Aqui nada de casa com portão ou garagem fechadas; em uma das casas que morei a parte de trás era toda de vidro e os muros são apenas divisórias com plantas e arame! Não há motivo para sentir medo.
  6. Supermercado:  Os franceses fazem grande parte de suas compras através de  aplicativos e internet. No começo eu ficava em prantos, agora já estou mais conformada, ainda mais que os supermercados não passam 24h abertos, à disposição, como no Brasil.
  7. Restaurantes: O funcionamento dos restaurantes e bares durante a semana é até às 23h, e nos finais de semana até 1-2h da manhã. Perto da hora de fechar, você já receberá a sua conta na mesa, porém o mais comum é o cliente ir até o caixa pagar sua conta. Para mim foi extremamente diferente levantar e dizer ao caixa o número da mesa e realizar o pagamento relatando o que as pessoas da mesa consumiram (por aqui vale a palavra).
  8. Sem Wi-fi, conversem entre vocês: Em plena era da tecnologia, a cidade de Lille tem um encanto à mais. É difícil, e raro ver as pessoas em restaurante ou bares com o celular nas mãos. Aqui o que parece é que todos querem e sabem curtir o momento e as companhias.
  9. Horário de trabalho: O horário de trabalho é de 35h semanais. E esse horário vale também para comércio, shoppings, supermercados. É difícil a adaptação, de alguém que veio de São Paulo, com serviços praticamente 24h, por aqui ter que controlar horários, além de muitos comerciantes não abrirem às segundas.
  10. Família: Os franceses valorizam demais estar junto da família. Eles programam férias baseadas nos filhos, fazem questão do churrasco no jardim com toda à família. Mas a visão francesa de família é bem diferente da nossa. Aqui, os membros da família são: pai, mãe e filhos. Nada daquele primo de segundo ou terceiro grau ser considerado famíla, como nos brasileiros fazemos.

Por fim, digo à vocês que já morei em outros países e não me arrependo de cada vez estar em um local novo. Acredito que mudar é acrescentar cultura, e ver a possibilidade de crescer e enriquecer a cada dia. Estar longe do nosso país de origem é difícil, mas pode ser fantástico. Conhecemos novos valores, e com a distância vamos aprendendo a ter humildade.  E sempre aprendemos mais um pouco, em qualquer lugar do mundo temos a oportunidade de nos encontrar e nos conectar com nós mesmo e ter uma visão diferente de tudo!

Você já esteve na França ? Achou algo diferente por lá que chamou a sua atenção? Comente aqui !

Related posts

Auxílios estudantis na França

Laura Maciel

Dez motivos para morar na África do Sul

Debora L. Juneck

Minha experiência no mercado de trabalho francês

Sabrina de Paula

14 comentários

Claudia Setembro 4, 2017 at 11:56 am

Realmente a diferença é grande mas a segurança me chama a atencao. Uma pergunta quantos habitantes tem em Lille

Resposta
Regiane Legras Setembro 4, 2017 at 2:45 pm

Ola Claudia,
Realmente a diferença é gritante a população esta estimada em 231,5 mil habitantes, obrigado pela leitura esteja sempre conosco!

Abraços

Resposta
Gisele nunes alves Setembro 4, 2017 at 11:51 pm

Prof sua linda, que saudade e que matéria ótima !!!! Só da vontade de ir aí conhecer e te ver ?

Resposta
Regiane Legras Setembro 5, 2017 at 9:24 pm

Minha linda muito obrigado fico contente que tenha gostado!
Beijos

Resposta
Jose Maria Parreira Junior Setembro 5, 2017 at 1:21 am

Oi.
Ha muito quis me mudar para a França,e estou quase saindo para a Belgica.Ja morei na Africa, Angola e Republica do Congo.
Estou com 60 anos ,graças a Deus saude excelente,trabalhando, profissional em eletronica.Sou registrado na Nova Zelandia,mas por ser longe de onde mionhas filhas querem viver,estou voltando com a ideia da França,ou Belgica,mas me direcionando á França.
Regiane,por gentileza,poderia me dar uma ideia sobre isso?
Meu frances melhorou bastante,aprendi quando estudava,e fui usar na Africa.
Um abraço.

Resposta
Regiane Legras Setembro 5, 2017 at 9:34 pm

Ola, José

Fico contente com a sua pergunta realmente a França tem suas pecularidades a cidade de Lille fica a 30 minutos de carro para a Belgica como disse no primeiro post é um grande polo industrial, de comércio e serviço desde que esteja devidamente legal, as oportunidades de emprego existem e não vejo nenhum tipo de preconceito quanto a idade, pelas suas filhas o ensino é de qualidade, seria uma grande experiëncia para a familia. Aconselharia inicialmente ver alguns sites de agência de emprego Adecco, portal leboncoin etc.

Um abraço
Regiane

Resposta
Luciana Setembro 5, 2017 at 1:40 am

Re parabéns, excelente texto.. orgulho

Resposta
Regiane Legras Setembro 5, 2017 at 9:34 pm

Luciana,

Muito obrigado, fico muito feliz que gostou!!

Beijos
Regiane

Resposta
Livia Dias Setembro 5, 2017 at 3:06 am

Amiga que alegria poder conhecer um pouco de outra cultura através do seu olhar!
Obrigada!

Resposta
Regiane Legras Setembro 5, 2017 at 9:36 pm

Livia,

Que saudade fico muito contente que você tenha gostado!

Beijos,
Regiane

Resposta
Carolina piau Setembro 9, 2017 at 12:36 am

Oi regiane que bom ler esse comentário estou me mudando p lille dia 1 de dezembro c marido e filhos e estou super aflita! Semana q vem estou indo procurar casa! Vc me indica algum bairro?

Resposta
Regiane Legras Setembro 9, 2017 at 12:45 am

Olà Carolina,

Primeiramente muito obrigado por ter lido minha màteria, vamos là não fique aflita Lille é uma cidade muito acolhedora, os bairros na maioria das vezes são calmo, tranquilos e proximo do centro o transporte publico é excelente não se preocupe se eu posso te dar um conselho seria não alugue casa a distância sou a favor de vc alugar uma pelo Airbn no inicio e depois ver o bairro que mais assemelha com vcs a proximidade das escolas, sobre seus filhos as escolas publicas são de qualidade, você estara vindo realizar viagem de descoberta? Se quiser uns toques a mais estou a disposição, um abraço
Regiane

Resposta
Solon Mota e Silva Outubro 3, 2017 at 11:58 pm

Já estive em Lille e achei calma a cidade.E de lá pode-se ir rápido a países próximos e fazer turismo no interior da França.

Resposta
Regiane Legras Outubro 8, 2017 at 8:55 pm

Ola Solon,

Realmente é uma cidade calma e tranquila e podemos fazer muitos lugares na sua proximidade!

Abraços,
Regiane

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação