BrasileirasPeloMundo.com
Espanha Vistos & Cidadanias Pelo Mundo

Visto de residência para autônomo e investidor estrangeiro na Espanha

Visto de residência para autônomo e investidor estrangeiro na Espanha.

Para quem tem espírito empreendedor e tem um dinheiro guardado, Barcelona pode ser a cidade ideal para você ter o seu próprio negócio e ter o seu visto de residência na Espanha.

Desde 2013, a lei empreendedor espanhol entrou em vigor e permite aos estrangeiros ter um visto de residência como investidor estrangeiro ou autônomo na Espanha. Porém, para ter esse visto, é necessário criar um projeto empresarial no qual o objetivo seja contribuir para o crescimento econômico da Espanha, como por exemplo, criação de emprego, investir em um determinado local na Espanha ou um negócio que traga uma inovação científica e/ou tecnológica. As duas maneiras para ter o visto como investidor em Barcelona são:

  • Regime geral voltado para trabalhadores autônomos e empresários com investimento de pequeno ou médio porte. Para mais informações de como ser autônomo entre neste site.
  • Lei de empreendedores espanhola destinada aos investidores de grande porte.

Ser um autônomo em Barcelona

A vantagem de ser autônomo em Barcelona é que o profissional desenvolve sua própria ideia de negócio, ou seja, o indivíduo tem mais liberdade de adaptar suas condições de trabalho de acordo com as suas necessidades, tem mais motivação e todos os benefícios recebidos ficam para o empreendedor ou empreendedora.

Por outro lado, o trabalhador autônomo corre o risco de perder o dinheiro investido se o negócio não funcionar, não tem benefício quando ficar desempregado e não tem direito a férias remuneradas. Os trabalhadores independentes estão incluídos em um regime especial de segurança social, o chamado RETA. Nos primeiros seis meses a taxa é de €54,00 euros, depois aumenta para €100,00 euros e, após dois anos, o valor mínimo da seguridade social é de €264,00 euros.

Mulheres empreendedoras com menos de 35 anos, recebem mais de 30% de desconto no valor mínimo da segurança social nos primeiros 30 meses. Os homens, tem o mesmo benefício, mas tem que ter menos de 30 anos. Já o profissional independente que nunca exerceu a função de autônomo na Espanha, pode solicitar um desconto de 80% para os primeiros seis meses, depois 50% no próximo semestre e nos três meses seguintes 30% de desconto.

Os microempreendedores individuais entre 30 e 35 anos têm o direito de solicitar desconto para mais de 15 meses. É importante estar atento ao vencimento da segurança social, porque com um dia de atraso, você terá que pagar o valor integral sem desconto.

Ter a sua própria empresa (Investimento de grande porte)

A Prefeitura de Barcelona orienta que para ter um empreendimento na cidade, o investidor precisa ter um “Mapa do Empreendedor”, é um mapa para ter noção de qual é a posição da sua empresa no mercado. Essa ferramenta ajuda você a estruturar seu plano de negócio de forma ordenada e consistente. A Prefeitura aconselha aos investidores autônomos a fazerem um plano de negócio também. Para informações mais detalhadas entre no site da Prefeitura de Barcelona.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar na Espanha

O que se deve ter em um Plano de Negócio?

  • O objetivo do negócio;
  • Dar um exemplo de como o negócio funciona na prática;
  • Descrever o perfil do empreendedor como: hábitos, competências chaves importantes para o negócio, experiência e habilidades pessoais.

Marketing

  • Onde estará seu negócio e a situação do mercado?
  • Para quem venderá seu produto ou serviço?
  • Avaliar a concorrência direta e indireta;
  • Por quanto você venderá seu produto ou serviço?
  • O que vai fazer para promover seu produto ou serviço?
  • Qual é a previsão de vendas? O que você espera alcançar e como você vai fazer isso?

Organização e gestão da empresa

  • SWOT e as cinco forças de Porter (ferramenta de estratégia criada pelo acadêmico Michael Porter) para decidir qual é a estratégia apropriada para o lançamento no mercado;
  • Planejamento e cronograma dos objetivos, investimentos e vendas;
  • Qual a metodologia usada para fabricar ou vender o produto ou serviço? Quais os recursos serão necessários? Como o cliente será rastreado?
  • Localização: Antes de decidir a localização, é importante analisar quais licenças serão necessárias.

Constituição e legalização da empresa

É essencial ter conhecimento das leis, obrigações fiscais e impostos relacionados ao seu negócio.

Financiamento

É necessário quantificar os investimentos que devem ser realizados para o arranque da empresa e para gestão diária (despesas fixas e variáveis, previsão de vendas etc.). Adicionando, o conhecimento sobre opções de financiamento, desemprego e empréstimo participativo.

Em Barcelona, há um centro de apoio para os empreendedores chamado Barcelona Activa que oferece suporte para pessoas de qualquer nacionalidade com acompanhamento online e presencial e também existem treinamentos para se capacitar. Segundo o Barcelona Activa, cerca de 60% dos projetos que são acompanhados pelo portal são bem-sucedidos. A consultoria Empreendedores Barcelona disponibiliza curso gratuito para empreendedores da província de Barcelona.

Foto de Joshua Rodriguez

Franquia Espanhola

Existem diversas empresas espanholas que trabalham com franquia, seja a MásMovil, Yoigo, Natur House, Mobike, entre outras. Abrir uma franquia pode ser uma outra alternativa para quem deseja ter o seu próprio negócio. Através de uma franquia, o investidor recebe a formação apropriada do franqueador para dirigir o negócio. Entretanto, para entrar na rede de franquias, o indivíduo deve pagar uma taxa e esse custo é referente aos conhecimentos disponibilizados pelo franqueador, o direito de uso da marca e o acesso a rede de fornecedores mais econômicos. Porém, para ganhar da concorrência existem donos de franquia que não cobram a taxa do franqueador inicial, mas cobram uma porcentagem de 6% a 8% sob o lucro gerado do estabelecimento.

Leia também: onde morar em Barcelona

Para investir em uma franquia, os valores são variados, mas o investimento inicial é de €15 mil euros. Para investir na lavanderia La Wash, o valor é de €45 mil euros, mas se você tem interesse em ter uma franquia da loja CeX, é necessário ter €100 mil euros. Para os empreendedores que têm mais de €100 mil euros, pode ter uma franquia de supermercados Eroski fazendo um investimento a partir de €150 mil euros.

O visto de investidor na Espanha te permite residir no país por pelo menos um ano ou dois anos dependendo do caso e o visto de residência, pode ser renovado enquanto o negócio existir. Para mais informações sobre o visto de residência para investidor e trabalho autônomo entre no site da Embaixada da Espanha em Brasília.

Related posts

Noite de São João na Espanha

Camile Wyatt

As pequenas cidades ao redor de Valência

Marcela Bueno

Natal e Ano-Novo em Valência

Camile Wyatt

3 comentários

Carolina Março 28, 2018 at 9:04 am

Ola, tenho um dúvida. Estou na espanha estudano e fazendo estágio, caso a empresa estaja disposta a me contratar depois do estágio (quando meu curso acabar), como é o processo de alteração de visto?

Resposta
Marianna de Castro Abril 3, 2018 at 3:23 am

Oi Carolina! Eu sugiro que você entre em contato com um advogado, pq cada caso é um caso. Abs. Marianna

Resposta
Fernanda Julho 6, 2018 at 9:56 am

Bom dia! Parabens pela matéria! Fiquei ainda com duas dúvidas e ficaria muito grata se pudesse me ajudar:
– No caso de autônomo, o plano de negócios também seria como o sugerido acima?
– Se tenho uma empresa interessada nos meus serviços, isso facilita de alguma forma o visto?
Gratidão

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação