Visto para aposentados morarem em Barcelona

4
264
Foto de Esther Wiegardt
Advertisement

Visto para aposentados morarem em Barcelona.

Na seção sobre Barcelona em outros artigos do Brasileiras Pelo Mundo, já abordamos diversos assuntos para quem pensa estudar, trabalhar, etc. No artigo de hoje, o tema será como tirar o visto de aposentado para morar em Barcelona, o chamado residência não lucrativa.

A autorização para um aposentado brasileiro residir na Espanha não permite o mesmo a trabalhar e tem que comprovar uma renda para que o governo espanhol tenha certeza de que o solicitante não irá trabalhar de forma alguma. E, também tem que se pagar uma taxa e passar pelos requisitos específicos para conseguir a residência. O aposentado pode dar entrada na residência não lucrativa pelo Consulado espanhol da sua cidade.

Devido ao clima com temperaturas moderadas, baixo custo de vida, excelente serviço de saúde pública e preço para moradia acessível, Barcelona tem sido um dos lugares mais procurados por aposentados brasileiros para viver, segundo o site International Living.

O visto chamado “Autorização de Residência Temporal Não Lucrativa” segue a Lei Orgânica (4/2000), na qual consiste nos Direitos e Liberdades dos Estrangeiros na Espanha. Essa autorização é voltada para quem tem uma renda fixa, como por exemplo, aposentadoria, e que não tenha a necessidade de trabalhar no país. Abaixo segue a lista do solicitado para ter a permissão em estância legal.

  • Não ser cidadão da União Europeia;
  • Não estar irregular na Espanha;
  • Não possuir antecedentes penais na Espanha e nem em países do qual tenha vivido;
  • Não ter a entrada proibida na Espanha e nem em países do qual o país tenha acordo;
  • Ter meios econômicos para o período de permanência no país e também para retornar ao Brasil;
  • Ter um seguro de saúde público ou privado, mas que tenha cobertura na Espanha;
  • Não ter nenhuma doença que possa repercutir na saúde pública do país;
  • Não estar dentro do prazo do compromisso de não retorno à Espanha (Neste caso, é para quem retornou voluntariamente ao Brasil depois de ter vivido ilegalmente na Espanha).

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na Espanha

Foto de Kingston Chen

Documentos necessários para tirar o visto

  • Formulário impresso e assinado com o pedido de autorização;
  • Passaporte válido com pelo menos três meses de validade;
  • Certificado de antecedentes criminais;
  • Comprovação de renda – seja extratos bancários e comprovantes de aposentadoria. A renda deve ser de 400% do IPREM (Indicador Público de Renta de Efectos Mutiles), porém com um adicional de 532€ (Quinhentos e trinta e dois euros) por cada membro da família;
  • Seguro médico para um ano;
  • Atestado médico afirmando que esteja apto para viajar.
  • Leia também: Visto de residência para autônomo e investidor estrangeiro na Espanha 

Após ter os documentos em mãos, você deve entrar em contato com o Consulado espanhol mais próximo da sua residência para saber quais os documentos devem ser autenticados e traduzidos para o espanhol.

Vale lembrar que para tirar o visto de estudante, o certificado de antecedentes criminais teve que ser traduzido, por isso, acredito que para o visto de residência Não Lucrativa aconteça o mesmo. O valor cobrado de uma das taxas é de 60€ (Sessenta euros) e a outra de 10€ (Dez euros), são esses os valores para dar entrada na autorização.

O período para analisar seu pedido de residência são de três meses. Se sua permissão de estância for favorável, você terá o prazo de um mês para pegar a autorização de entrada no país. Assim que chegar em Barcelona, você deverá ir ao departamento de estrangeiros para obter o visto oficial que se chama Tarjeta de Extranjero – este documento será sua identificação no país.

Quanto de dinheiro eu preciso para me aposentar na Espanha? 

O custo de vida em Barcelona é baixo se comparando com outros lugares na Europa. Para uma vida modéstia, você consegue viver com 17 mil euros por ano, mas para ter uma vida seguramente confortável, com 25 mil euros ou mais por ano – pode ter certeza que você viverá muito bem na Espanha. Segue uma lista pequena dos valores de produtos básicos na Espanha.

  • Uma caixa de leite 0,75€ (Setenta e cinco centavos de euro);
  • Uma baguete de pão 0,95€ (Noventa e cinco centavos de euro);
  • Uma garrafa de vinho bom 6€ (Seis euros);
  • Refeição num restaurante barato 10€ (Dez euros);
  • Duas refeições num restaurante mediano 35€ (Trinta e cinco euros);
  • Internet mensal 30€ (Trinta euros).

Esses são os valores básicos somente para você ter uma ideia de como a Espanha é barata e acredito até que mais barata do que o Brasil. Para saber mais sobre o custo de vida em Barcelona, leia o artigo Custo de vida em Barcelona. 

Os melhores lugares para um aposentado viver na Espanha 

O Brasileiras Pelo Mundo fez uma pequena introdução sobre os melhores lugares para um aposentado viver na Espanha. Você pode escolher entre Barcelona, Madrid, Málaga e Valência.

Barcelona está à beira do mar do Mediterrâneo e é a segunda maior cidade da Espanha. Na cidade, você encontrará museus importantes, como o Museu do Picasso, pequenos festivais, arte, arquitetura e uma noite agitada.

Madrid é a capital da Espanha e fica a mais ou menos três horas de Barcelona. É uma cidade cosmopolita com muita história, cultura e estrutura moderna. Há muitos parques e jardins.

Málaga é uma cidade velha na Costa do Sol e é muito popular entre os viajantes. A cidade é conhecida por ser segura e os moradores serem amigáveis. Você encontrará museus, shoppings, restaurantes e verão o ano todo.

Por último Valência que é conhecida por ser uma cidade medieval na Costa do Mediterrâneo. Não é uma cidade pequena e tem lindas praias.

Não seria nada mal se aposentar e morar na Espanha, né? Não é difícil conseguir o visto, basta comprovar a renda e seguir os requisitos exigidos. Aproveite essa oportunidade para viajar pela Europa e ter uma vida mais tranquila.

4 Comentários

  1. Excelente noticia. Tenho ainda 9 anos para poder aposentar-me. Pelos meus cálculos, minha renda anual de aposentadoria ficaria um pouco acima desses 400% de IPREM + EUR 532,00 (por minha esposa). Assim, estou esperançoso de passar minha aposentadoria na Espanha. Pelo menos uma parte dela. Mas, infelizmente, muita coisa pode mudar em 9 anos!!

  2. Oi, Marianna!
    O valor desse IPREM é de 538 euros, é isso mesmo? Então o valor da renda mínima ficaria entre R$ 12.000 e 13.000,00, estou certa?

    • Olá Adriana,
      A Marianna de Castro parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Espanha que talvez possam te ajudar.
      Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
      Obrigada,
      Edição BPM

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.