Como abrir conta bancária em Portugal

0
3235
Foto: Pixabay
Advertisement

Como abrir conta bancária em Portugal?

Há quase vinte instituições bancárias em Portugal, entre públicas e privadas, que você pode escolher para abrir a sua conta. A opção é muito particular, há pessoas que preferem uma instituição pública, outras, uma instituição privada.

Por outro lado, apesar de cada banco ter suas próprias regras e exigências, alguns documentos são pré-requisitos básicos, no entanto, para abrir conta bancária em Portugal. Em regra geral, os documentos solicitados são os seguintes:

• Bilhete de Identidade (BI) ou Cartão do Cidadão
• Passaporte (para os estrangeiros, há a opção de apresentar o passaporte, no lugar do Bilhete de Identidade)
• NIF – Número de Identificação Fiscal
• Comprovante de endereço: conta de luz, conta de água ou contrato de locação
• Comprovante de renda.

O Bilhete de Identidade (BI) é como se fosse o RG (Registro Geral) ou Cédula de Identidade do brasileiro. Mas, existe a possibilidade de apresentar, no lugar do Bilhete de Identidade, o seu passaporte.

O Número de Identificação Fiscal (NIF) é como se fosse o CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) do brasileiro. Para obter o NIF é necessário que um cidadão português ou devidamente naturalizado português, seja o responsável fiscal por você, até que você também se torne naturalizado.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar em Portugal

O comprovante de endereço deverá estar devidamente no seu nome, no entanto, a conta de luz, a conta de água ou ainda o contrato de locação poderá fazer essa comprovação. Não há necessidade de você apresentar os três documentos, apenas um dos três. De qualquer forma, para se obter a conta de luz ou de água no próprio nome, as empresas distribuidoras de água ou luz exigirão o contrato de locação no seu nome.

Leia também: custo de vida em Lisboa

O comprovante de renda pode ser apresentado via recibo de vencimento, nesse caso, é como se fosse o contracheque ou holerite do brasileiro. Também poderá comprovar a renda, na instituição bancária, por meio de notas fiscais emitidas para clientes, no caso de ser profissional autônomo ou prestador de serviço.

Não há cobrança de taxa para a abertura de conta bancária, mas é necessário fazer um depósito inicial que varia entre 100 a 150 euros, dependerá da instituição bancária que você escolher. Quanto à taxa de manutenção da conta, varia de banco para banco, convém certificar-se com o gerente. No entanto, para uma conta básica, a taxa é, em média, de oito euros/mês.

Enfim, como dito inicialmente, além dos documentos de identificação, as instituições bancárias poderão solicitar outros comprovantes que considerem imprescindíveis para atender determinado tipo de conta de depósito, e a respectiva finalidade do interessado na abertura da conta. Mas, para uma conta simples, básica, não há complicações para abertura.

A abertura da conta é realizada na hora e você já obtém os dados de acesso para a movimentação online. O cartão da conta é encaminhado pelo correio e o tempo de entrega é, no máximo, de sete dias, a contar da abertura da conta.

Se você tem interesse em obter um cartão de crédito através do banco, é comum que precise aguardar algum tempo de movimentação da conta, para depois solicitar. Daí, a concessão do cartão de crédito, assim como o limite, dependerá da análise da sua movimentação bancária e dos seus comprovantes de vencimento.

Apesar dos cheques estarem quase em desuso, caso você queira, é possível perfeitamente solicitar talonário de cheques que poderão ser retirados nas caixas automáticas de auto-atendimento, ou como os brasileiros chamam, caixas-eletrônicas.

As regras para estudantes universitários são um pouco diferentes, eles podem abrir conta bancária na Caixa Geral de Depósitos, que é um banco público e apresenta algumas vantagens para quem é estudante e está a abrir a conta pela primeira vez.

Leia também: custo de vida no Porto

Cada banco oferece inúmeros e diferentes tipos de serviços online. Enfim, seguem alguns nomes de instituições bancárias existentes em Portugal, entre públicas e privadas: Montepio, Caixa Geral de Depósito, Santander Totta, BCP Millennium, Bilbao Vizcaya Portugal, etc.

Como você pode perceber, não há burocracia para abertura de conta bancária em Portugal, mas é imprescindível os documentos de identificação, o que é comum, não só em terras lusitanas.

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.