Onde morar em Barcelona

3
1051
Foto de Brandon Griggs
Advertisement

Em meus últimos posts aqui Brasileiras pelo Mundo, dei dicas de vistos para estudar e as melhores áreas para emprego em Barcelona, mas no post de hoje, darei dicas para alugar uma casa ou apartamento ou até mesmo um quarto aqui em Barcelona. Já adianto que é trabalhoso, precisa-se ter uma quantia financeira razoável, entender o vocabulário espanhol e bastante paciência.

Barcelona é considerada a cidade mais cara da Espanha e, por esta razão, pode ser difícil encontrar uma moradia bem localizada e barata.

No momento em que a mudança para Barcelona é planejada, a maioria das pessoas pensa: Quanto é um aluguel em Barcelona? Eu já te respondo que é alto se comparado com outros lugares na Espanha. Muitas famílias decidem morar em cidades próximas a região metropolitana pelo fato de os aluguéis serem mais baratos.

De acordo com o site Idealista, um simples quarto com cama de casal pode custar em média de 350 a 400 euros mensais com as contas incluídas; o aluguel de um quarto com cama de solteiro está em torno de 300 euros também considerando as contas. Já o aluguel de um apartamento pequeno pode variar de 700 a 900 euros mensais, sem gastos como: água, luz, calefação, etc. Concluindo, os valores dos aluguéis dependem da localização bem como de suas características.

Abaixo apresento outras indicações de preços conforme mostrado no site SH Barcelona:

  • Apartamento com 2 quartos – 1.200 euros por mês;
  • Apartamento com 3 quartos – 1.500 euros por mês;
  • Casas – 3.000 euros por mês.
Foto de Jaclyn Castillo

Os melhores bairros para morar em Barcelona

Sarrià Sant Gervasi

É um distrito de Barcelona com áreas verdes e parques. É uma área residencial na qual seus habitantes têm um maior nível renda, ou seja, nesta zona nobre da cidade, o padrão de vida é maior do que os outros distritos de Barcelona. Sarrià Sant Gervasi foi considerado o melhor distrito para se viver em Barcelona em 2014.

Vila de Gràcia

Gràcia é um bairro popular, multicultural e que tem a sua própria identidade. No bairro você encontra uma vida comercial ativa, um grande número de lojas de estilistas, designers locais e também diversos restaurantes e bares. Todo ano, no verão, acontece a famosa festa de Gràcia, onde as ruas do bairro ficam decoradas e bandas locais se apresentam nas praças do bairro.

El Poblenou

É um bairro que fica no distrito de Sant Martí e localiza-se perto da praia. Poblenou era uma zona industrial, mas desde os jogos Olímpicos de 1992, o bairro tem se tornado um lugar cheio de restaurantes, conta com uma vida noturna agitada, atividades culturais e atrações à beira mar durante o verão.

L’Hospitalet de Llobregat

É um bairro popular onde pode-se alugar um apartamento por um valor abaixo do mercado se comparado com os bairros acima. L’Hospitalet, é rodeado de parques, tem fácil acesso ao transporte público e fica a apenas 40 minutos de Barcelona.

Badalona

É uma cidade rodeada de lindas praias e conta com um charmoso centro histórico. Badalona oferece diferentes lojas e lugares para entretenimento. A cidade oferece um ótimo sistema de transporte público, com isso, pode-se ir a Barcelona diretamente por metrô, ônibus e trem. Badalona está localizada a cerca de 35 minutos de Barcelona.

A estudante de mestrado em Marketing e Comunicação de Moda Luiza Castro, sugere que: “O ideal é fugir dos aplicativos que todos usam (Badi e Idealista) e procurar pelas páginas e grupos no Facebook. Neles, a competição por um quarto é menor e você consegue falar com a pessoa antes de passar por entrevistas”.

A estudante já morou nos bairros Matagal e Guinardo contou: “Os dois bairros são residenciais e baratos pra viver, porém, fica longe da badalação”.

Para quem deseja ficar longe dos turistas, o charmoso bairro Example, não é o melhor lugar segundo a estudante de espanhol Paula Cerqueira Goulart: “Sempre muito cheio, muitos turistas e preços mais altos nos restaurantes e bares”.

Eu já morei em Hostafrancs e Les Corts, os dois bairros têm metrô e ônibus, fica perto da Estação de Sants e a 25 minutos andando para Plaça Espanha.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar na Espanha

Como alugar um apartamento em Barcelona

Em Barcelona é muito comum que as imobiliárias e os proprietários de apartamentos anunciem imóveis pela internet. Abaixo indico os sites mais populares:

Para fechar um apartamento com a imobiliária é necessário pagar uma taxa de reserva e, uma vez que a taxa foi paga, o anúncio é tirado da internet. As imobiliárias criaram essa taxa como garantia para evitar a desistência dos interessados durante o processo para alugar a moradia.

A taxa de reserva tem o valor de um aluguel e deve ser paga antes que a documentação seja entregue a imobiliária. Entretanto, se o futuro inquilino não for aceito pelo proprietário, a taxa é devolvida. Por outro lado, se a pessoa desistir do apartamento, o dinheiro não é devolvido. Recomenda-se então, pedir um documento na imobiliária que garanta que essa taxa de reserva seja devolvida se por acaso os documentos forem negados.

É importante fazer as seguintes perguntas antes de assinar o contrato:

  • O que está incluído no aluguel?
  • Quem vai pagar por pequenos consertos ou reparos?
  • Os serviços de água, luz e gás estão ativados no imóvel? Se não, quem pagará os gastos para ativar os serviços?
  • Os impostos estão incluídos no aluguel?

Antes de assinar o contrato sempre negocie o valor do aluguel (é normal, todo mundo faz isso aqui!). Você também pode negociar o tempo do contrato (normalmente é renovado todo ano). Uma vez que o apartamento foi escolhido, a documentação exigida pela imobiliária será uma identificação pessoal, ou seja, o NIE (Número de Identidade do Estrangeiro), ou passaporte, contrato de trabalho ou algum comprovante de renda e uma conta bancária.

Em Barcelona você tem que pagar o depósito de um ou três meses que poderá ser devolvido no final do contrato. Porém, se o apartamento tiver com algum problema, o gasto será descontado do valor do depósito. E também tem a taxa da imobiliária que corresponde a 10% do valor anual do aluguel.

Na Espanha, diferentemente do Brasil, não existe a figura de fiador e gastos com condomínio. O condomínio é pago pelo proprietário que já inclui no valor no aluguel.

Esteja preparado para procurar por um apartamento em Barcelona, pois você pode ter algumas surpresas, boas ou ruins. É importante também estar atento a possíveis golpes como fotos de apartamentos lindos, mas com um preço muito abaixo do mercado, fique atento!

3 Comentários

  1. Aline, parabéns pelo blog. Se que essas informações são muito uteis para quem planeja morar em BCN. Gostaria no entanto em saber sobre compra de imóvel. Vc pode me dar algumas dicas?

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui