10 “praias” em Berlim e arredores para aproveitar o verão

0
586
arquivo pessoal
Advertisement

10 “praias” em Berlim e arredores para aproveitar o verão.

Há quem diga: na Alemanha, são 6 meses de inverno e 6 meses de frio. Não dá pra negar que isso tem um fundo de verdade. Os meses que, na teoria, deveriam ser quentes e ensolarados são muito instáveis, principalmente mais ao leste do país. Nunca se sabe quando poderemos, de fato, desfrutar de um bom tempo e de raios solares. A primavera desse ano começou, por exemplo, literalmente com neve. Por essas e outras que, quando pensamos em verão, dificilmente vem um país como a Alemanha em mente. Mesmo assim, não significa que também não aproveitamos as delícias dessa estação – quando o tempo assim permite.

Com toda essa incerteza, nem preciso dizer que, no primeiro sinal de temperaturas amenas, o povo sai correndo pra rua como se não houvesse amanhã. Afinal, nunca se sabe quando esse fenômeno se repetirá! Parques, jardins, cafés e restaurantes ao ar livre enchem rapidamente e até o astral das pessoas muda consideravelmente. Os alemães e expatriados que aqui vivem sabem aproveitar os raios solares como poucos. As cidades maiores, como Berlim, não perdem tempo e oferecem uma infinidade de eventos ao ar livre. É lindo de ver!

Leia também: Salários na Alemanha

Agora, vamos ao que interessa. Parques e cafés na rua podem ser facilmente encontrados e qualquer lugar, mas e praia? Tem praia na Alemanha? Sim, tem! Claro que são bem diferentes das brasileiras, mas tem. Em cidades que não estão na costa e não tem mar, como Berlim, as praias são nos muitos lagos que se encontram por aqui. E, na minha opinião, são muito legais. A atmosfera é incrível e mais do que suficiente pra aproveitar os maravilhosos dias de sol e de calor. Por sorte, as opções são muitas e bem variadas. Além disso, a água é própria pra nadar em todos os lagos. Aqui vai uma lista de lugares próprios pra aproveitar o verão e se refrescar nos dias quentes tanto na capital quanto nos arredores:

1. Weißensee

O Weißensee está localizado no meio do bairro de Berlim que tem o mesmo nome. O lago em si, bem como o parque ao redor, tem entrada livre. No entanto, a Strandbad (praia), com areia, parque infantil, palmeiras, bar e até mesmo um espaço de teatro, tem um custo que varia dependendo do período do ano e da idade. Vale a pena pra quem não gosta de deitar na grama e quer aproveitar um ambiente animado e, para as famílias com crianças, bem seguro.

Como chegar:

Estação Falkenberger Str./Berliner Allee – ônibus 156, bonde 12 e bonde 27

Estação Berliner Allee/Indira-Gandhi-Str. – ônibus 255, 259 e N50

Estação Buschallee – bonde 27 e M4

2. Plötzensee

O Plötzensee tem, diferente da maioria dos lagos, uma localização super central. Por isso, é sempre bem cheio nos finais de semana ensolarados. Mesmo assim, é um ambiente muito bacana pra aproveitar os dias quentes e sempre se encontra um cantinho mais tranquilo. Como de costume, pra curtir a Strandbad com areia e toda a infraestrutura, o valor da entrada varia de 3 a 5 Euros. Eles também oferecem aluguel de cadeiras, guarda-sol e espreguiçadeiras.

arquivo pessoal

Como chegar:

Estação Virchow-Klinikum – ônibus 106, bonde M13 e 50

Estação Seestr./Beusselstr. – ônibus 123

Estação S Beusselstraße – ônibus TXL, trem S41 e S42

Estação U Westhafen – metro U9

3. Wannsee

Um dos locais mais amados de Berlim durante o verão é o bairro Wannsee, nome que faz referencia ao par de lagos no sudoeste da capital. Tanto o Großer Wannsee (grande Wannsee) quanto o Kleiner Wannsee (pequeno Wannsee) estão localizados no rio Havel e se separam unicamente pela ponte – também denominada Wannsee. A extensão do lugar dá espaço para todos os gostos: calmaria, tranquilidade ou agitação, bem como ambientes familiar, esportista ou nudista. Como de costume, a parte de areia e infraestrutura com restaurantes etc. (Strandbad) cobra uma taxa. Entretanto, pra quem quer curtir de graça, há oportunidades de sobra ao redor desses extensos lagos. Um passeio de barco também é uma ótima pedida!

Como chegar:

Estação Nikolassee – trem S1 e S7

4. Schlachtensee

O Schlachtensee também fica ao sudoeste de Berlim, no meio de uma floresta, entre o já mencionado Wannsee e o Krumme Lanke (próximo ponto). Água de ótima qualidade para nadar, bem como uma pista maravilhosa para corrida ou caminhada são algumas das características que fazem um passio a esse lago valer a pena. Não há taxa de entrada, mas os preços do restaurante local são bem salgados – aconselho levar uma marmitinha.

Como chegar:

Estação Schlachtensee – trem S1

5. Krumme Lanke

O lago de Krumme Lange é encontrado perto do Schlachtensee, cercado pela linda e densa floresta verde chamada Grunewald. Há um calçadão que percorre todo o circuito ao redor do lago, fazendo o local ser um queridinho dos corredores. Por ser relativamente pequeno, é aconselhável chegar cedo nos dias mais quentes para garantir um lugar bacana pra aproveitar o sol. Nudistas também são bem-vindos!

Como chegar:

Estação Krumme Lanke – metro U3, ônibus 118, 622, N3 e X11

6. Müggelsee

O Müggelsee, que está no bairro Treptow-Köpenick, é o maior lago de Berlim e conta com uma área total de 7,4 quilômetros quadrados. O espaço é um prato cheio para os amantes dos esportes aquáticos! Tanto barcos à vela quanto motorizados, além das pranchas de stand up paddle, estão em toda parte. Os diversos restaurantes, cafés, até mesmo um museu ao redor do lago deixam a atmosfera ainda mais a cara do verão.

Como chegar:

Estação Bruno-Wille-Str. – bonde 60, ônibus N67

Estação Josef-Nawrocki-Str. – bonde 60, ônibus N67

Estação Rübezahl – ônibus 169

7. Helenesee (Frankfurt an der Oder)

Como já foi dito nesse texto, Frankfurt an der Oder não tem muitos atrativos, apesar de ser bem fofa. No entanto, no verão, a visita vale muito a pena. Preciso dizer que a praia ao redor do Helenesee é uma das minhas favoritas! Água cristalina, esportes, paisagem maravilhosa e até mesmo cabanas de madeira super aconchegantes para passar uns dias: o pacote é completo.  Além disso, diferente dos lagos da capital alemã, o Helenesee não fica lotado.

arquivo pessoal

Como chegar:

Estação Helenesee Bhf – trem regional RB36

Estação Zum Schäfer – ônibus 984

Estação Malchow Förstereiweg – ônibus 984

8. Tiefer See (Potsdam)

Saindo um pouco da capital, a poucos quilômetros de distância, há o município de Potsdam. Além dos maravilhosos palácios e jardins, como já foi citado nesse artigo, essa pequena cidade apresenta ainda uma ótima opção para os dias quentes. O Tiefer See proporciona água limpa, paisagem deslumbrante com muita natureza ao redor e bastante espaço tanto para aproveitar o sol quanto para crianças brincarem à vontade.

Como chegar:

Estação Alt Nowawes – ônibus 693, bonde 94 e 99

Estação Humboldtring/Nuthestraße – bonde 94 e 99

Leia também: Curtindo as férias de verão como os suecos

9. Liepnitzsee (Wandlitz)

Esse lago perto de Berlim é um dos mais limpos em todo estado de Brandemburgo. A apenas oito km dos limites da cidade, o Liepnitzsee é o escape perfeito pra quem quer aproveitar a natureza e o sol. Uma dica é pegar o trem de Berlim até Bernau e, de lá, pedalar até o lago. Como é um dos meus passeios favoritos, garanto que vale a pena!

Como chegar:

Estação Wandlitz, Grundschule Wendestelle – ônibus 891

Estação Bernau, Brandenburg-Klinik – ônibus 897

10. Seddiner See (Beelitz)

Cercado por florestas, prados e campos, todo o redor desse lago apresenta o cenário perfeito pra quem gosta de caminhadas ao ar livre. Além disso, o Seddiner See é o queridinho dos amantes do windsurf.

Como chegar:

Estação Seddin – trem regional RE7

Visite o Ticket Bar para obter ingressos com desconto

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.