10 Reclamações de turistas alemães durante as férias

0
1311
(Foto: Pixabay.com)
Advertisement

10 Reclamações de turistas alemães durante as férias.

Todos nós sabemos que sempre há aquele turista que arranja motivos para reclamar durante ou após as férias. Seria totalmente normal se a reclamação fosse bem fundamentada. Porém, quem trabalha na área de turismo, sabe que é bem comum receber e-mails e cartas com os depoimentos mais estranhos e, por vezes, engraçados. Podemos talvez dizer que isso seria também tipicamente alemão. A cultura da reclamação faz parte do povo por aqui.

Eu mesma já tive dois acidentes em viagens. Na primeira vez, torci o pé na escada de um hotel no México. Escorreguei ralando o rosto e braço, e parei no hospital com um rompimento parcial dos ligamentos do tendão do pé. Bem, a escada do hotel tinha desnível e não havia nenhum corrimão para apoiar. Na segunda vez, eu voltava da praia e escorreguei quando entrei no saguão do hotel na Tunísia, porque uma funcionária estava limpando o piso frio e não colocou o aviso de piso molhado. Ninguém me ajudou a me levantar, e quando pedi gelo, o balconista me informou que o restaurante estava fechado e não poderia me providenciar nenhum. Fiquei dias sem conseguir sentar direito ou mesmo deitar na espreguiçadeira da piscina, por sentir dor no último osso da coluna.

Leia também: O que os australianos pensam dos brasileiros

Essas seriam reclamações sérias, que devem sim ser repassadas ao hotel e à agência de turismo. Mas listarei a seguir os motivos mais estranhos dos quais os alemães reclamaram em suas viagens.

1- Havia muitos espanhóis no hotel
Incrível, mas um turista reclamou desse fato. O mais curioso é que ele estava de férias NA ESPANHA. Quem será que ele imaginou que encontraria por lá? (Fonte: Bild)

2- Era tudo incluído
Dois jovens solteiros se queixaram junto à agência de viagem de que compraram um pacote com tudo incluído, mas não havia mulheres. Eles queriam que os custos com prostitutas fossem também pagos. (Fonte: Augsburguer Allgemeine)

3- Talheres afiados
A faca e o garfo estavam tão afiados que um casal de turistas se machucou algumas vezes, e no fim acabou comprando talheres próprios para o uso na viagem. (Fonte: Spiegel)

4- Lençol listrado
Um viajante apresentou uma queixa contra a roupa de cama listrada, que o fazia passar mal. (Fonte: Spiegel)

5- Somente tangas
Após não receber a mala de viagem no destino, que havia parado em outro aeroporto, a turista teve que comprar algumas roupas no local. A reclamação foi de que ela apenas encontrava calcinhas tipo tangas (mais cavadas) nas lojas. Por esse motivo, lavava toda noite a sua calcinha para poder usá-la novamente no dia seguinte. (Fonte: Bild)

6- Grande aventura
Um cliente enviou uma carta de reclamação informando que a escova para limpar o vaso sanitário de seu banheiro estava com o cabo quebrado. Ele reservou o pacote como viagem de relaxamento e não de aventura. Que experiência radical! (Fonte: Augsburguer Allgemeine)

7- Gravidez
Uma mulher fez uma queixa porque havia reservado para ela e o namorado um quarto com duas camas de solteiro, mas o hotel fez a reserva para uma cama de casal. O resultado foi surpreendente: ela engravidou! E a culpa é da reserva errada. Se as camas fossem de solteiro, não teria acontecido. (Fonte: Bild)

8- Pôr do sol
O pôr do sol na República de Maurício foi tão rápido que não deu tempo suficiente para a turista alemã e seu marido terminarem o jantar romântico, o que resultou em uma reclamação. (Fonte: Spiegel)

9- Ciúme
Um pai de família reclamou do animador do hotel, pois sua esposa o paquerou durante a viagem, e o casamento estava pronto a acabar. (Fonte: Augsburguer Allgemeine)

10- Ondas altas
As ondas da praia em Seicheles estavam muito altas e o alemão não conseguia nadar com sua família. (Fonte: Urlaubsguru)

Os alemães realmente têm uma certa mania de reclamar. De acordo com os profissionais de turismo, pode ser que o motivo seja também a noção que o povo tem de seus direitos. Há uma tabela, chamada de Tabela de Frankfurt (Frankfurter Tabelle), que indica o percentual que o cliente da agência da viagem pode receber como reembolso para casos de alguma falta com relação ao contrato do pacote. Muitos alemães imprimem essa tabela e analisam se conseguem obter algum retorno do dinheiro investido com reclamações. Entretanto, essa tabela é apenas informativa para o tribunal. Além do mais, não é possível ir somando os valores percentuais de qualquer maneira.

De toda forma, é importante ir atrás de seus direitos. Outro caso comigo foi de um cruzeiro que fiz em 2016. Por questões logísticas (alimentos que ficaram mais tempo na alfândega de um porto), o navio teve que pular um dos destinos da viagem. O capitão informou pessoalmente a todos e saiu ouvindo muitas queixas. No fim da viagem, meu marido e eu escrevemos uma carta de reclamação formal para a empresa do cruzeiro e recebemos um voucher em euros para usarmos em uma próxima viagem, com validade de cinco anos. Tentar não custa nada.

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui