BrasileirasPeloMundo.com
5 Motivos Costa Rica

5 motivos para não morar na Costa Rica

5 motivos para não morar na Costa Rica.

Sempre que decidimos mudar para um lugar novo pensamos nos pontos positivos, nas coisas boas e nas maravilhas que será no novo país, contudo, nem tudo são flores quando nos mudamos. Existem dificuldades e existem os pontos negativos em qualquer lugar onde desejarmos morar.

Neste texto irei abordar 5 motivos para não morar na Costa Rica em contrapartida ao texto sobre 10 motivos para morar na Costa Rica que escrevi há alguns meses.

  1. Desigualdade social

Apesar de ser um dos países da América Central que mais investem em educação, a desigualdade social existe e por muitas vezes massacra a população mais necessitada.

O próprio governo já reconheceu esse déficit da desigualdade social presente no país no Informe do Estada da Nação.

O índice de desigualdade é medido através do chamado coeficiente de Gini, um indicador que mede a desigualdade através da distribuição de renda.

Em uma entrevista para o jornal Nación, Natalia Morales, investigadora do Programa Estado da Nação (Programa Estado de la Nación), diz que alguns dos fatores que elevam essa desigualdade social é a falta de mão de obra capacitada em alguns setores produtivos e o excesso de pessoas sem qualificação específica no mercado.

Leia também: 10 coisas que acontecem em dezembro na Costa Rica

  1. Alto custo de vida

O alto custo de vida na Costa Rica é um dos fatores que mais nos assusta quando começamos nossa vida por aqui.

Neste texto nossa colega Cassia discorre sobre o tema.

Onde eu moro, Praia de Tamarindo, um dos pontos turísticos da Costa Rica, o custo de vida acaba sendo um pouco mais caro.

Por exemplo, o aluguel de um apartamento pequeno e simples mobiliado com dois quartos, sala e cozinha integrados, fica em torno de $550 por mês, sendo que a localização não é no centro da cidade. Já um apartamento de dois quartos, mobiliado, no centro da cidade e com vista para o mar sai por $2,500 por mês, no mínimo.

Ir ao mercado é outra loucura, não podemos converter nem pensar que no Brasil é mais barato, porque estamos bem distantes e escolhemos viver aqui, então tem que se adaptar à realidade do país. Por exemplo, 750 ml de azeite extra virgem – $4,30; 1 creme de leite Nestle – $2,30; 1kg de peito de frango no açougue mais barato – $3,80, etc. As verduras e frutas eu compro em feiras ou em hortifrutis aqui da região. O preços médios são: 1kg de tomate – $1,50; o manjericão – $1,05; a bandejinha de cogumelos – $2,40, por exemplo.

E por aí vai.

  1. O tal do “Pura Vida”

Uma expressão muito usada por aqui e que também expressa a forma de se viver mais tranquila e calma, muitas vezes se torna um pesadelo nas nossas vidas.

Nestes textos – A Costa Rica é o Caribe da Pura Vida e O que é essa tal de “Pura Vida”? nossas colegas falam um pouco do que significa o Pura Vida e mais algumas coisas.

Porque digo que essa expressão tão linda e fraterna se torna um pesadelo para mim?

Pois bem, do meu ponto de vista essa expressão é utilizada mais para turistas que querem calmaria e tranquilidade, pouco se importando com horário fixo das coisas. Ou para os próprios costarriquenhos quando é conveniente.

Se você precisa de uma pessoa para consertar algo em sua casa ou em seu negócio, Deus te ajude e te dê paciência, pois a pessoa marca com você as 09:30 da manhã, mas só aparece as 11 da manhã e olha na sua cara e diz: “Pura Vida, amigo”… Ou então, você mostra o serviço a ser feito, a pessoa olha tudo, diz o que precisa e fala que irá te retornar com o valor. Senta e espera, porque os caras aqui são ruins de telefone, viu?! Rsrsrs.

Pessoalmente já aconteceu isso comigo inúmeras vezes, e uma simples mesa sob medida que estou há semanas tentando fazer, até o momento não consegui, porque eles marcam e não cumprem a entrega, não fazem. Quando você liga e pergunta sobre o valor do serviço, eles respondem que ainda não calcularam o custo, mas que amanhã te retornam com as informações. Aí tu espera mais um pouco, tá? rs
Mas é isso aí, é preciso incorporar esse espírito para o convívio.

Leia também: Dez motivos para morar na Costa Rica

  1. Uso exagerado de agrotóxicos nas frutas e verduras

Apesar de o clima tropical maravilhoso e da exuberante e farta natureza do país, da sustentabilidade que envolve toda a população, existe uma forte crítica quanto ao uso exagerado de agrotóxicos nas plantações.

De acordo com dados do Instituto World Resources organização com sede em Washington e Europa, que se dedica a investigar questões ambientais, a Costa Rica é o pais centro-americano que mais consome agrotóxicos em sua comida com 51.2kg por hectare.

Esse uso desenfreado de “venenos” na produção agrícola cria um contraste muito grande com a política de sustentabilidade utilizada pelo país e que é mostrada aos turistas que vem para cá. Afinal de contas, a Costa Rica é um país muito turístico e vende sua imagem lá fora como sendo um país verde, da biodiversidade e conservação do meio ambiente, recorde em utilização de energias renováveis.

  1. Infraestrutura defasada

Outro fator que chama a atenção é a qualidade das estradas, quase sempre sem acostamento, que por muitas vezes sofre com a destruição causada dos terremotos.

As estradas em geral também são estreitas, o que torna a viagem lenta e cansativa, ainda com o detalhe de que os motoristas aqui param na pista a qualquer momento, sem sinalização e quem vem atrás que se vire.

A falta de ciclovias é bastante criticada pelos turistas e pelos próprios costarriquenhos. Isso cria uma confusão no trânsito, principalmente nas cidades de praias turísticas. É contraditório o fato de o país vender sua imagem como preservador da natureza e good vibes e quase não ter ciclovias, gerando uma grande emissão de gases e poluição do ar.

O Fórum Econômico Mundial sobre a qualidade das estradas de 2017-2018 classificou a Costa Rica nas últimas posições por conta da infraestrutura defasada das rodovias, ficando em nível global na posição 123 com uma pontuação de 2,6.

*Este texto foi baseado na minha experiência particular e em algumas pesquisas.

Até a próxima!

Related posts

Cinco qualidades de Singapura

Fernanda Froimtchuk

5 motivos para estudar francês em Montpellier

Júlia Lainetti

Como abrir conta bancária na Costa Rica

Jesuela Macedo

2 comentários

Bruno Backes da Silva Fevereiro 8, 2019 at 1:31 pm

Eu tenho uma curiosidade, o pessoal ai nas suas viagens não te fala muito que você não se parece brasileira por causa da sua aparência?? Eu não sei pq mas tem uns gringos que acham que no Brasil td mundo é negro kkk

Resposta
Lorena Schramm Fevereiro 16, 2019 at 11:44 pm

Ola Bruno! Até hoje ninguém nunca me falou nada nem perguntou. Beijo.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação