BrasileirasPeloMundo.com
Macau

A importância do esporte em Macau

A importância do esporte em Macau.

Todos sabemos dos benefícios da atividade física para a nossa saúde e de como bons incentivos  nessa área colaboram para que as pessoas passem a praticar mais esportes. Macau é um lugar pequeno, populoso e com um PIB alto. Isso colabora para que o governo crie uma série de incentivos para estimular a população a praticar mais esportes.  Esse investimento, consequentemente, ajuda a diminuir os índices de algumas doenças como a obesidade. Grandes eventos esportivos, como o Grand Prix de Macau, por exemplo, são promovidos pelo governo.

Outra forma de incentivo é o programa “Desporto para Todos”, que visa incentivar as pessoas à prática segura de esportes e a adotá-la no seu dia a dia. Trata-se da promoção de uma série de atividades esportivas sob a orientação de profissionais qualificados e, paralelamente, oferece nos Centros de Medicina Desportiva suporte médico, exames e nutricionista para os usuários. O “Desporto para Todos” é direcionado para todas as idades e classes sociais. O slogan da campanha é: “Prática Desporto, Reforça a Tua Saúde”. Para participar é necessário fazer a inscrição para ser associado ao programa.

Leia também: Macau, a pérola da China

“Nos últimos anos, o nosso Instituto tem criado condições para introduzir elementos científicos e seguros nas actividades do “Desporto Para Todos”, de modo a atrair a participação activa da população, atingindo o objectivo de uma população física e mentalmente saudável.” (sport.gov.mo)

Além dele, há outros programas esportivos disponibilizados pelo governo. Macau conta, ainda, com grandes estruturas esportivas a disposição de toda a população. Algumas das instalações são o Kartódromo de Coloane, o Centro Náutico do Hác-Sá e Cheoc-Van, o Pavilhão Poliesportivo Tap Seac, a Nave Desportiva dos Jogos da Ásia Oriental de Macau e o Centro Desportivo Olímpico.

Com relação as instalações, eu diria que são muito boas, há piscina olímpica, pista de atletismo, quadras de tênis, badminton, vôlei, squash, futebol, pistas de boliche (automáticas), de kart, dentre outras. Tudo de alta qualidade. O mais interessante é que essas infraestruturas são abertas ao público em geral e, apesar de haver uma taxa para a utilização dos espaços, ela não é cara.

É muito comum que haja aparelhos para fazer ginástica pelos parques da cidade, pessoas praticando o Tai chi chuan, que é uma arte marcial reconhecida como foram de meditação, e também praticando dança chinesa, principalmente a população mais idosa.

Dentre os grandes eventos promovidos pela RAEM, temos alguns com maior destaque, como o Mundial de Vôlei (Grande Prémio Mundial de Voleibol Feminino), promovido pela FIVB (Federação Internacional de Voleibol), em que umas das etapas é realizada no território desde de 1994. Normalmente essa competição é realizada no meio do ano.

Outros eventos que também acontecem no território: Regatas Internacionais dos Barcos do Dragão (muito bem explicado aqui, pelo  blog China na Minha Vida); Open de Golf, Maratona Internacional de Macau, Encontro dos Mestres de Wushu, entre outros.

Leia também: adaptação em Macau

A competição de maior relevância é o Grande Prêmio de Macau, que completa este ano sua 63a realização. O Grande Prêmio consiste em provas automobilísticas e de motovelocidade, contando pontos para algumas modalidades do campeonato mundial como, por exemplo, o Campeonato Mundial de Carros de Turismo e a Fórmula 3. Quero destacar este evento, pois é considerado um dos circuitos de rua mais perigosos do mundo e exige muita perícia por parte de seus competidores. O circuito conhecido como Circuito da Guia, tem 6,2 km de comprimento e 7m de largura, com algumas retas de grande velocidade e curvas muito apertadas, o que o torna emocionante e perigoso ao mesmo tempo. Infelizmente, mesmo com o profissionalismo dos pilotos, das equipes e da organização do evento, muitas vidas já foram perdidas neste GP.

parte do Circuito da Guia e Torre Controle. Foto: arquivo pessoal.
Parte do Circuito da Guia e Torre Controle. Foto: arquivo pessoal.

Para se ter noção da importância deste evento para Macau, existe até um Museu do Grande Prêmio onde pode-se ver os carros que competiram em alguns dos GPs, conhecer toda a sua história, além de uma homenagem aos maiores pilotos  que correram aqui. E advinha de quem é um dos carros de maior destaque no Museu?

Quem respondeu Ayrton Senna acertou em cheio! Senna correu no território em 1983, quando foi inaugurado o GP de Fórmula 3 em Macau, escrevendo seu nome na primeira linha dos vencedores.

“Desde que Ayrton Senna cruzou a linha de chegada para vencer o primeiro Grande Prémio de Macau de Fórmula 3, em 1983, seguiram-se mais sete pilotos que acabaram por se sagrar campeões da Fórmula 1: Damon Hill, Mika Hakkinen, Michael Schumacher, Jacques Villeneuve, Jenson Button, Lewis Hamilton e Sebastian Vettel. O balanço de campeões que passaram por Macau é vasto, mas o nome de Senna ficará sempre marcado na história do grande prémio.” (Jornal Tribuna de Macau).

É emocionante estar tão longe de seu país e ver como um outro povo, que não tem tradições neste esporte, valorizar e muito nosso ídolo, sendo ainda hoje muito homenageado e querido em Macau.

Enfim, quem quiser conhecer o emocionante GP de Macau é só se preparar que ainda dá tempo, pois este ano ele está previsto para acontecer entre os dias 17 e 20 de novembro. E lembrem-se que praticar esportes não faz só bem ao corpo, mas também a mente.

Até mais!

Related posts

Maternidade em Macau

Fernanda Martins

Natal em Macau

Bruna Pickler

Macau, a pérola da China

Fernanda Martins

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação