BrasileirasPeloMundo.com
Imigração Nova Zelândia

A Nova Zelândia é destino para famílias?

A Nova Zelândia é destino para famílias?

Existem decisões e prioridades que mudam completamente depois da maternidade, após a construção da nossa família.

E eu diria que viajar é uma delas!

Pelo menos para mim e para várias pessoas que conheço, esta frase faz todo sentido.

É lógico que você ainda pode fazer aquele mochilão pela Ásia, descobrir todas as cores e sabores da América Latina, mas, com certeza, o seu planejamento vai ser mais minucioso e até mesmo escolher o destino vai soar diferente.

No meu caso, isso acontece o tempo todo. Toda vez que começo a planejar uma viagem, um dos meus primeiros pensamentos é de como isso será para minha filha e para meu marido. Se eles poderão me acompanhar nesta aventura ou, para ser sincera, muitas vezes, eu até mudo meu destino para que eles possam estar comigo.

Nem sempre é fácil acomodar as necessidades do grupo, pois antes era só pensar se eu queria ir e se tinha condições financeiras para isso. Vamos combinar que pagar somente uma passagem de avião é muito mais fácil do que duas ou três, independente da escolha da próxima parada.

Através do meu trabalho, tenho a oportunidade – e vou dizer que até o privilégio – de conhecer pessoas que estão escolhendo a Nova Zelândia como próximo destino. E é claro que, pensando no bem das famílias, decidi dividir todas as vantagens de se escolher este país da Oceania chamado Nova Zelândia. E digo mais, este país irá surpreendê-lo tanto – se você vier para passar um mês – quanto, quem sabe, se você se mudar de uma forma mais definitiva.

Quando eu planejo uma viagem para minha família, dois quesitos são muito importantes na minha lista: Segurança e custo/benefício.

A Nova Zelândia continua sendo um país em destaque quando se fala em segurança, e felizmente, aqui ainda é possível ir para escola a pé, usar seu computador e celular nos transportes públicos, e até comprar frutas na estrada usando o “honesty box” (uma “caixa de honestidade” onde você coloca seu pagamento sem ter ninguém fiscalizando).

Quando o assunto é custo e benefício, as vantagens também são inúmeras, a taxa de conversão da moeda é muito mais interessante que o dólar americano ou até do nosso vizinho australiano. Isso também se reflete no valor de acomodações e custos com alimentação e lazer. Existem tantas opções de diversão sem custo, que eu poderia escrever outro artigo só sobre esse tópico.

Enfim, para quem procura um país lindo, seguro, com uma população receptiva, a Nova Zelândia é uma excelente opção.

Fonte: Visuals NewZealand
Fonte: Visuals NewZealand

E eu ainda nem te contei como é fácil viajar por lá. Toda a estrutura da Nova Zelândia é preparada para receber turistas, como, por exemplo, os centros de informações espalhados por todo o país, onde você encontra informações sobre as melhores atrações e até ajuda para alugar carro ou fazer reserva em hotéis. Tudo isso disponível sem custo extra para quem visita. Você também pode acessar este website e planejar sua viagem.

E quais as opções para quem pensa em ficar um período mais longo ou ter a possibilidade de mudar definitivamente? Com absoluta certeza, a nossa querida NZ não irá te decepcionar neste sentido.

Você poderá verificar no website da imigração se sua profissão está em demanda no país e saber quais os passos necessários para conseguir um trabalho e mudar-se com sua família. Faça sua busca por aqui.

Se precisar de ajuda mais específica ou tiver dúvidas, a imigração ou um “immigration adviser” (uma espécie de consultor para imigração) poderão te auxiliá-lo. Este website do governo poderá te dar uma ideia geral sobre morar, estudar e trabalhar na NZ.

Como meu universo é educação, eu posso mostrar quais os caminhos mais interessantes para famílias que querem estudar e morar na NZ por um tempo ou imigrar. Se você já estiver confortável com seu inglês poderá ir matriculado direto num curso de pós graduação, mestrado ou doutorado PhD.

  • Pós graduação – Level 8 (Nível 8)
    Duração média: 1 ano á 1 ano e meio
    Investimento médio: de $15,000 – 30,000 NZD
    Nível de inglês necessário: Avançado
    Benefícios para o estudante – Estudo combinado com permissão de trabalho meio período durante as aulas, período integral durante as férias e, ao concluir o curso com sucesso, requerimento do visto “Post Study – Work Visa Open” (Visto de trabalho aberto pós estudo), por mais 1 ano.
    Benefícios para a família – Para esposo(a), visto de trabalho aberto e filhos (escola primária e secundária), acesso às escolas como aluno local.
  • Mestrado – Level 9 (Nível 9)
    Duração média: 2 anos
    Investimento médio: de $25,000 – 60,000 NZD
    Nível de inglês necessário: Avançado
    Benefícios para o estudante – Estudo combinado com permissão de trabalho meio período durante as aulas, período integral durante as férias e, ao concluir o curso com sucesso, requerimento do visto “Post Study – Work Visa Open” (Visto de trabalho aberto pós estudo) por mais 1 ano.
    Benefícios para a família – Para esposo(a), visto de trabalho aberto e filhos (escola primária e secundária), acesso às escolas como aluno local.
  • Doutorado, PhD
    Duração média: 3 anos
    Investimento médio: de $6,000 – 15,000 NZD
    Nível de inglês necessário: Avançado
    Benefícios para o estudante – Pagamento de taxas com valores para estudantes locais, estudo combinado com permissão de trabalho meio período durante as aulas, período integral durante as férias e, ao concluir o curso com sucesso, requerimento do visto “Post Study – Work Visa Open” (Visto de trabalho aberto pós estudo) por mais 1 ano.
    Benefícios para a família – Para esposo(a), visto de trabalho aberto e filhos (escola primária e secundária), acesso às escolas como aluno local.

Todos estes programas são oferecidos em várias áreas e assuntos.

Em relação ao inglês, o mais indicado é que você tenha o resultado de um exame formal (como IELTS, TOEFL e PEARSON). Mas se seu inglês ainda não está avançado, não desanime. Existem opções de curso pós graduação com bolsas parciais para quem precisa estudar inglês antes da pós.

É importante destacar que, para estudar um doutorado (PhD), é essencial que você seja aceito por um orientador.

Como eu acredito que a gente só se sente feliz de verdade quando as pessoas que amamos estão bem, escolher o destino considerando a nossa família é muito importante. E proporcionar esta experiência de vida para os filhos, com certeza, será uma enriquecedor em todos os sentidos.

Afinal de contas, famílias que criam asas juntas, voam muito mais alto.

Related posts

Como tirar documento local da Romênia

Juliana Gehring

Em busca de acomodação na Nova Zelândia

Rosana Melo

Melhores cidades para estrangeiros na Dinamarca

Cristiane Leme

5 comentários

Aquino Fevereiro 13, 2017 at 12:15 am

Gostei muito das informações aqui postadas.Estou muito interessado em viajar a Nova Zelandia de Ferias para conhecer pensando futuramente em uma mudança.

Resposta
Roberta Crossley Fevereiro 13, 2017 at 5:08 pm

Obrigada pelo contato 😉 Com certeza uma ótima idéia antes de se mudar de uma forma mais definitiva. Se tiver interesse em opções de estudo de curta duração estamos á disposição (www.yepnz.com). Grande abraço,

Resposta
Alice Maio 29, 2017 at 8:01 pm

Ola, Roberta
Moro na Bélgica tenho uma ONG para mulheres e meu marido é professor universitario e tem 6 meses de ano sabatico, estamos pensando em ir para NZ, ele vai trabalhar em uma universidade local, estamos começando a procurar informaçoes, toda ajuda é bem vinda 😉

Resposta
Daniela Fernandes Julho 4, 2017 at 4:35 pm

Olá, Roberta. Como vai?
Adorei seu site/blog, cheio de informações bem detalhadas e Maravilhoso! Parabéns!! 😉
Em 2004/2005, eu e meu marido vivemos na NZ por 10 meses. Um País espetacular, só voltamos para o Brasil pq fiquei grávida e meu marido precisava voltar a empresa. Bom, tudo mudou, muito tempo se passou,mas a nossa vontade de voltar e ficar de vez na NZ não acabou!! Hoje, o Pedrinho com 11 anos, queremos muito dar uma oportunidade de estudo e vida para nosso filho e para nós também. Quero muito que vc me dê uma direção de como podemos ir para o país. Eu sou da área de educação e meu marido em TI. Aguardo seu contato. Muito Obrigada! Bjo :*
Com carinho, Daniela, Ademar e Pedrinho

Resposta
Ann Moeller Julho 6, 2017 at 11:59 am

Ola Daniela, a Roberta não colabora mais com o BPM. Sugiro seguir os textos das outras colunistas. No momento o BPM tem 3 colunistas na NZ. Equipe BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação