BrasileirasPeloMundo.com
Maternidade Pelo Mundo Nova Zelândia

Como as mamães se exercitam na Nova Zelândia

Como as mamães se exercitam na Nova Zelândia

É muito claro na minha memória a primeira vez que vi uma mãe correndo com um carrinho de bebê próximo à praia de Mission Bay em Auckland, na minha primeira visita ao país.

Isso me chamou a atenção, pois acho que no Brasil nunca tinha visto nada parecido.

Para mim, levar o bebê para passear de carrinho parecia uma atividade mais leve, como caminhar, conversar, observar a paisagem.

Agora, morando na Nova Zelândia (NZ) por 7 anos, já me acostumei a ver que mamães correm empurrando o carrinho com bastante frequência e até escolhem um carrinho com rodas especiais para que possa ter menos impacto e tudo mais! Tem até aquelas que correm com carrinho duplo e cachorro!

Minha filha nasceu em Auckland há 4 anos e desde então, vivenciei muita coisa bacana. Gostaria de dividir com vocês o que aprendi sobre conciliar uma rotina de prática de atividades físicas com crianças pequenas.

Bem, eu nunca fui uma dessas mães que correm empurrando o carrinho. Para falar a verdade, minha filha nunca nem gostou muito de passear de carrinho e eu busquei várias alternativas para isso.

Fiz Yoga com bebê, procurei academias que pudessem levar crianças e até grupos de atividades para mães e bebês ao ar livre, como os kiwis (como são conhecidos os Neozelandeses) amam.

Achei a experiência muito legal, além de sair de casa (convenhamos que ás vezes parece até uma aventura e um alívio) é sempre bom fazer exercícios, conhecer pessoas que estão na mesma situação que você e levar o bebê para socializar.

Minha primeira experiência com a minha filha foi fazer Yoga. Nós íamos duas vezes por semana para um estúdio de Yoga bem pequeno, próximo a minha casa onde existiam desde bebês de 6 meses até crianças de 4 anos.

Os pequenos podiam ficar perto da mãe ou brincando na sala, os maiores, por sua vez, eram sempre convidados a repetir os movimentos e a participar das atividades.

Quando minha filha já estava um pouquinho maior e o verão estava chegando, começamos a participar de um grupo de ginástica no lago de Hamilton, um lugar super bonito, com muito verde e bastante espaço.

As mamães levavam o carrinho de bebê e isso era incorporado nos exercícios.

Prática de Yoga com os pequenos. Imagem: Freepik

As crianças maiores acabavam participando dos exercícios ou se entretinham brincando próximas das mães. De vez em quando alguma delas saía correndo e a mãe atrás. Isso já aconteceu comigo já que minha filha é bem curiosa, mas muitas vezes ela participava dos exercícios e eu ficava super orgulhosa.

Como sou brasileira e qualquer chuva me faz ficar em casa, ao chegar próximo do Outono procurei uma academia onde pudesse levar minha filha e houvesse opções para que ela também participasse de aulas ou ficasse brincando em uma sala separada, supervisionada por cuidadores qualificados enquanto eu fazia meu exercício.

Vou deixar aqui embaixo alguns links de lugares para se exercitar com pequenos, contendo opções em várias cidades da NZ e vários tipos de atividades para que você possa escolher:

Fit Muns
Strollerfit Hamilton
Yummy Mummy Fitness
Mums & Bubs CrossFit
Wheelie Fit Mums
FitMum

Para mim, o mais legal disso tudo foi a oportunidade de mostrar para minha filha desde pequena a importância de fazer algo que nos mantenha saudáveis.

Nem em sonho tenho uma barriga digna de modelo de biquíni, mas meu objetivo é mostrar para ela que precisamos cuidar do nosso corpo por dentro e por fora. Não precisamos fazer parte de nenhum padrão de beleza (vamos combinar que é um padrão para lá de irreal), mas sim de se sentir bem fazendo algo que te faça bem.

Acho que as pessoas na NZ, em geral, têm uma preocupação muito grande com a saúde e acho muito legal a forma com que as crianças são incentivadas desde pequenas a explorar, brincar e se exercitar ao ar livre.

Outro aspecto bacana de poder levar os pequenos é que é ótimo para mães tipo urso como eu, que querem ver e saber que o bebê está bem. Assim, eu ficava tranquila para fazer o exercício sem ficar imaginando que minha filha estaria chorando em casa ou na escolinha (coisas que passam na cabeça de mães só umas três vezes por minuto, quando estão longe do bebê).

Os grupos que frequentei também eram compostos por vovós e eu sempre me senti bem confortável neles. Se o bebê estava chorando demais ou precisava ser amamentado, ninguém torcia o nariz, o que tornava a atividade algo que você com certeza conseguiria encaixar, sem esforço, na nova rotina.

O investimento médio acredito que foi em torno de 30-50NZD (Dólares Neozelandeses) por semana, incluindo a opção em que a criança podia ficar em outro ambiente brincando.

Então, se você está na NZ com um barrigão, bebê ou criança pequena, não perca esta oportunidade!

Procure alguma atividade que você goste e vá! Além de todas as vantagens que a gente já conhece sobre como é bom ter uma atividade física regular, você ainda poderá conhecer pessoas bem bacanas que poderão fazer parte da sua vida na NZ.

Vale lembrar que existem também grupos para gravidinhas.

Related posts

Pré natal na Suécia

Verônica Ferreira Iwarson

O dia em que venci a infertilidade

Karina Finke

Feriados da Nova Zelândia

Natália Souza

2 comentários

Cassia Outubro 8, 2018 at 1:50 pm

Olá, Roberta! Muito legal seu blog sobre NZ, sempre foi um sonho em conhecer e morar por aí. Vi esse post em específico para ver se tinha algum post falando sobre trabalho para brasileiros no ramo esportivo outdoor, estou me formando como professora de Yoga e consigo me cadastrar como professora internacional em Yoga. Poderia falar um pouco mais com a sua experiência vendo outros brasileiros trabalhando e essas atividades outdoor como funcionam para imigrantes? Um forte abraço!

Resposta
Liliane Oliveira Outubro 8, 2018 at 4:04 pm

Olá Cassia,
A Roberta Crossley parou de colaborar conosco, mas temos outra colunista na Nova Zelândia chamada Gabriela Nunes que talvez possa te ajudar.
Você pode entrar em contato com ela deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação