BrasileirasPeloMundo.com
Alugar/Comprar Imóvel Pelo Mundo Áustria

Aluguel em Viena

Aluguel em Viena!

Inicialmente, cabe frisar que aqui na Áustria não existe a parafernália monstruosa de papel que existe no Brasil, ou seja, não existe carteira de identidade, não existe CPF, não existe carteira de trabalho, nem aquelas barbaridades de indicar duas “referências”, ou mesmo fiadores (eles podem existir, excepcionalmente, quando quem aluga são estudantes). O que existe é uma pessoa/imobiliária colocando o imóvel para alugar e outra pessoa se oferecendo para alugá-lo; o que existe é o compromisso e a seriedade em cumprir o pagamento dos aluguéis e em conservar bem o imóvel. No fim das contas é isso, mas vamos aos detalhes que formam esse “fim das contas”:

PROCURANDO IMÓVEL

  1. Através de imobiliárias:

Além da possibilidade de você visitar a imobiliária e procurar lá por um imóvel, você pode acessá-las também pela internet.

2. Através da internet: (aqui, mais um, e mais um)

Atrevo-me a dizer que esse é o modelo mais utilizado por todos. E foi assim que locamos nosso imóvel em Viena. Há dezenas de sites de aluguel. Deixei acima 3 exemplos.

Você acessa, pode trocar informações, agendar visita e debater as condições direto com o(a) proprietário(a) ou com a imobiliária, quando esse é o caso.

3. Através de particulares:

Quando você tem algum conhecido que quer alugar um imóvel.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na Áustria

IMPORTANTE:

Quando se procura imóvel aqui, há que se entender alguns detalhes que, ou são bem diferentes ou não existem nos procedimentos do Brasil.

  1. Os cômodos e não os quartos:

Aqui, os anúncios classificam os imóveis pela quantidade de zimmer (cômodos) que têm. Então: são cômodos e não quartos. Esse raciocínio não existe para nós no Brasil, portanto, muito cuidado.

Quando a oferta diz 3 Zimmer Wohnung (apartamento com 3 cômodos), esses 3 cômodos podem significar a 1. sala de estar, 2. um quarto de dormir e 3. uma sala de refeição por exemplo. Não significam 3 quartos de dormir. Por isso é necessário muita atenção e é imperativo que se visite sempre o local para se ter a real noção do que são os cômodos. A imensa maioria dos anúncios especifica quais são exatamente os zimmer oferecidos.

Cozinha e banheiro são sempre implícitos, pois sempre existirão dentro dos imóveis.

2. Custos (Kosten):

Os anúncios trazem tudo absolutamente esmiuçado, ou seja, eles abrem o valor do aluguel e esclarecem quanto o equivalente ao nosso condomínio (Betriebskosten), quanto de aquecimento (Warmmiete), quanto de aluguel propriamente (Miete Netto) dito e demais eventuais custos se está pagando.

Não fique com dúvidas, converse bastante até entender exatamente o que compõe o total da locação (Gesamtmiete) do seu imóvel.

3. Provision e Kaution:

Esse dois itens são de extrema importância. Eles não são considerados custos, mas sem eles ou sem, pelo menos, um deles, você não poderá alugar absolutamente nada.

A Provision é o equivalente à comissão no Brasil.

99,9% das imobiliárias cobram a Provision.

Quando a locação é feita direto com o proprietário, ele pode optar por cobrá-la ou não.

Dito isso, preste muita atenção quando for analisar seu anúncio de aluguel e veja o quanto de Provision terá de desembolsar ou se ela deixará de ser cobrada (Provisionfrei = sem comissão), o que já é uma boa poupancinha.

Leia também: Custo de vida na Áustria

Ela é cobrada somente uma vez.

A Kaution é o equivalente a nossa caução no Brasil.

Esse valor é de pagamento obrigatório e gira em torno de 3 a 4 vezes o valor do aluguel. Deve ser pago à vista e previamente ou no ato da assinatura do contrato.

Essa quantia serve como garantia e se destina aos eventuais prejuízos que o proprietário pode ter durante a locação, como estragos no imóvel ou falta de pagamento do aluguel.

Sem esse valor adiantado, não se pode alugar absolutamente nada aqui. Então, prepare-se para reservar essa verba.

A Kaution é paga apenas uma vez e, caso não tenha ocorrido nada de extraordinário durante o período de aluguel, você receberá esse valor de volta quando terminar a locação e você decidir deixar o imóvel. Então, essa quantia volta para você ao final do contrato.

4. Cozinha e banheiro:

Aqui, 100% dos imóveis para alugar já têm todos os acessórios básicos dentro do uma cozinha e dentro de um banheiro e não se paga nada diferenciado para isso.

O que são esses “básicos”? Torneiras, fogão, máquina de lavar louça, geladeira, chuveiro e,  em alguns casos, microondas e máquina de lavar roupa.

COMO ALUGAR:

Trago aqui a nossa experiência pessoal que foi identificar o imóvel do nosso gosto através da internet e tratar diretamente com o proprietário, sem o envolvimento, portanto, de uma imobiliária.

Marcamos visita, o proprietário nos recebeu no imóvel, confirmou as condições ao meu marido e nós já fechamos negócio na hora, informando que gostaríamos de alugar aquele apartamento. Na hora, ele nos entregou as chaves e marcamos a data para a assinatura do contrato. Meu marido, embora austríaco, estava fora da Europa há 20 anos e assumiria seu novo posto dias após nosso encontro com o proprietário do apartamento. Deixamos, então, bem clara essa circunstância e a resposta do dono do imóvel foi bastante pedagógica – para mim que, até então, não estava acostumada com isso: “isso para mim, não faz nenhuma diferença. Importante é que o senhor cumpra com os pagamentos.”

Creio que isso de já ir entregando as chaves sem qualquer contrato assinado e sem o locatário estar trabalhando não seja o normal de um procedimento de aluguel, mas conosco aconteceu e prova o quanto a palavra dada, aqui, tem valor.

O contrato foi elaborado com os dados pessoais do meu marido (nome, profissão, estado civil) e com as condições negociadas sobre o aluguel e só. Nada de comprovação disso, papel daquilo, certidão acolá, fiador de lá. Apenas a palavra de ambos estava retratada no papel e a confirmação de depósito da caução na conta do proprietário. No nosso caso, o proprietário não cobrava Provision e, quando deixamos o imóvel, o valor da Kaution foi-nos devidamente devolvido.

ATENÇÕES:

1. Essa “sorte” toda que nós tivemos pode não se repetir, sobretudo, porque o aluguel ocorreu em 2012.

Com a chegada de milhares de imigrantes em 2015, as regras e exigências podem ter sofrido alguma alteração, então, sugiro que se informem bastante e muito bem sobre o que necessitam para que seu processo de aluguel aqui na Áustria seja o mais tranquilo possível.

2. Os austríacos são muito preventivos em tudo o que fazem, então, para eles é melhor esgotá-los em perguntas do que fazer algo errado e dizer só depois.

O que pretendo com isso, é que você seja também tão preventivo quanto eles: não fique com dúvida, pergunte e, se decidir fazer qualquer modificação no apartamento ou casa que alugou, contate antes o proprietário/imobiliária para combinar o que você pretende. Não custa nada e demonstra boa-fé.

3. Sugiro também que, caso ocorra problema no pagamento do aluguel, atraso ou falta de dinheiro, que converse o quanto antes com proprietário/imobiliária para acharem a melhor solução. Não deixe chegar ao ponto do despejo, pois em situações extremas é a polícia quem faz esse papel e não seria nada agradável passar por todo esse constrangimento.

Até a próxima!

Related posts

Onde morar em Joanesburgo?

Thaís Helena

Como alugar imóvel no Uruguai

Rafaella Manfrenatti

Dicas para alugar apartamento em Vilnius

Carolina Romeiro

6 comentários

Lavinya Silva Dezembro 27, 2017 at 2:59 pm

Oi Boa tarde…Gostaria de saber sobre o mercado de trabalho para Técnicos de enfermagem e fisioterapeutas na Áustria.Você poderia falar um pouco sobre isso? Tenho muita vontade de morar lá,mas tenho medo porque não sei nada sobre enfermeiros e fisioterapeutas de lá.Agradeceria muito se você me orientasse um pouco. Aguardo resposta.

Resposta
Ana Dietmüller Janeiro 2, 2018 at 5:59 pm

Alô, Lavinya.

Obrigada por ler e comentar.

Lamento não conseguir te ajudar, pois não tenho nenhum conhecimento sobre a área da saúde aqui.

O que te sugeriria, se quiseres mesmo tentar, é primeiro: aprender o alemão, pois sem isso, teus vistos de permanência se complicam e, segundo: procurar junto ao consulado austríaco de onde tu moras, maiores informações a respeito.

Grande abraço.

Resposta
Juliana Fevereiro 9, 2018 at 7:39 pm

Ola Ana tudo bem?
Saberia me dizer algum site (local) de locação de temporada para aluguel de casa no Reveillon em Viena?
Quero muito reunir meu irmao, sogra, mae e cunhados nesse reveillon, gostariamos de nos hospedar em residencias (casa ou apto) mas os airbnb´s da vida sao muito mais caros, queria tentar a sorte com alguem mais local… se souber algo sobre esse assunto e puder me dar uma luz. Seremos 9 adultos ao todos. 26/12/18 a 02/01/19. Obrigada desde ja. Abraços!

Resposta
Ana Dietmüller Fevereiro 15, 2018 at 8:36 am

Alô, Juliana.

Obrigada por ler e comentar.

Vamos a tua necessidade: aluguel para o Reveillon em Viena.

O austríaco em geral não tem essa cultura que nós, brasileiros, temos de alugar residências para essas festividades, mas como é uma época de férias, é possível que algum particular que vá viajar nesse período, coloque sua casa/apartamento para alugar. O que existe bastante são sites de aluguel por temporada.

Te deixo o endereço de um deles, em que tu podes trocar a língua de alemão para o inglês, escolher Viena, e estudar as possibilidades: https://www.bungalow.net/search/en/?IDRank=137-2&SpecialID=55&searchString=Wien&DontCheckSString=True

Como dica, informo também que os Distritos 1 e 19 são, disparados, os mais caros.

Há outra possibilidade também que é entrar no grupo de brasileiros em Viena, no facebook e perguntar se alguém tem alguma outra dica. Para acessar, o nome é: Brasileiros felizes em Viena.

Desejo boa sorte e um bom Reveillon para o próximo ano!

Abraço.

Resposta
Juliana Fevereiro 21, 2018 at 9:09 pm

Obrigada pelo seu tempo dedicado aqui. Abraços e depois te conto se deu certo. To achando viena caro demais (e é né?) e to cogitando Estrasburgo na França… Abraços!

Resposta
Ana Dietmüller Fevereiro 22, 2018 at 2:37 pm

Alô, Juliana.

Não tem de quê.

Estrasburgo é lindíssima também. Vale a pena conhecer, é muito charmosa, mas também altamente turística.

Desejo boa sorte e depois me diga onde festejarás o Ano Novo, tá?

Abração.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação