BrasileirasPeloMundo.com
Curiosidades Pelo Mundo Escócia

As flores da Escócia

Depois de um finalzinho de inverno bem intenso e frio, finalmente a primavera chegou trazendo mais luz, sol, e todo o colorido e beleza das flores da Escócia. Sempre gostei de observar, apreciar e fotografar as plantas por onde passo, e eu não me canso de fazer isso aqui. Além de ter uma flora diferente do Brasil, a Escócia é um país muito verde, e aqui eu tenho mais contato com a natureza do que tinha morando em São Paulo.

A primavera no hemisfério norte acontece de março a maio, e aqui na Escócia a temperatura não passa de 15 graus. Os dias são claros, o sol aparece de vez em quando, a chuva aparece mais do que devia, e os empolgados escoceses usam roupa leve, vestido florido, bermuda e entram no clima.

De qualquer forma, a paisagem muda. Os jardins, parques, estradas e fazendas ficam muito floridos, e não tem como não entrar no clima da primavera mesmo vestindo roupa de inverno. Como o inverno é escuro e monocromático, é muito fácil observar a mudança na paisagem conforme a primavera se aproxima. Já que não tem muito sol, as flores são a maior fonte de cor e alegria da primavera e verão escoceses. Num país com clima e geografia tão diferente do Brasil, algumas flores me chamam bastante atenção porque nunca tinha visto antes, ou porque sempre tem alguma história, estória, ou lenda interessante associada a elas. Vou falar aqui de cinco muito populares e tradicionais, cuja beleza e história me encantaram.

Leia também: Dez motivos para a Escócia ser o país mais bonito do mundo

THISTLE

Esta flor de nome difícil de pronunciar é a flor símbolo da Escócia desde o século 13.Em português é conhecida como Cardo Mariano, e é da mesma família da Alcachofra. É uma flor silvestre que floresce de junho a setembro, e é encontrada nos parques, jardins, e na beira de qualquer estrada. Ela não é encontrada só na natureza. A sua imagem é reproduzida em inúmeros lugares: bandeiras, brasões, logotipos, emblema de times, uniformes policiais, placas de lojas, roupas, decoração, vestido da rainha, brasão da coroa britânica. Não se sabe ao certo porque ela se tornou o símbolo do país. Uma lenda conta que na época em que os Vikings invadiram a Escócia, um grupo de guerreiros escoceses foram salvos porque os nórdicos pisaram no Thistle, e se feriram porque a planta é pontiaguda. Seus gritos os denunciaram, os escoceses os venceram, e o Thistle se tornou o símbolo nacional escocês.O leite do Thistle é muito usado em fórmulas medicinais e cosméticas.

Em cima : Snowdrop e Gorse, em baixo : Daffodil, Heater
Em cima : Snowdrop e Gorse, em baixo : Daffodil, Heater

SNOWDROP

Todo ano a primeira florzinha que aparece nos canteiros escoceses, e de muitos países da Europa, é a ‘Snowdrop’ (gota de neve) : uma florzinha branca que floresce no final do inverno, e é o primeiro sinal da primavera que está a caminho. Esta florzinha delicada cresce livre pelos jardins e campos em meados de janeiro, e é muito esperada por avisar que o inverno está chegando ao fim. Entre janeiro e março é organizado o Scottish Snowdrop Festival quando nos principais jardins do pais são realizados eventos para apreciar as Snowdrops.

DAFFODIL

Logo em seguida, os jardins se tingem de amarelo em vários tons com a chegada da ‘Daffodil’, que é conhecida como Narciso no Brasil. Eu conheço a flor Narciso, mas nunca tinha visto em cor diferente de branco no Brasil. O Daffodil é uma das flores mais populares no Reino Unido, e é a flor símbolo do País de Gales. Na Escócia ela também é encontrada em todos parques, jardins, e vasos decorativos durante a primavera. Ela floresce em vários tamanhos e cores que variam de branco a vários tons de amarelo e laranja. Existe um festival para apreciar a beleza do Daffodil também.

Leia também: Saiba porque Glasgow é verde até no nome

GORSE

Na primavera e verão a paisagem da Escócia fica verde e amarela graças a presença marcante desta florzinha amarela com cheiro de coco, e também conhecida como ‘Whin’. São pequenos arbustos muito floridos, e também muito espinhentos. São encontrados no campo, nas margens dos lagos, nas praias. Dizem que seus brotos e flores são comestíveis, e as flores podem ser usadas para fazer chá e vinho. Nunca provei! Ela é predominante na primavera e verão, mas também floresce em outras épocas do ano.Por isso tem um ditado popular que diz ‘‘When gorse is out of blossom, kissing’s out of fashion’ (‘quando gorse não florescer, beijar estará fora de moda’).

HEATHER

Esta florzinha delicada é muito comum no Reino Unido e na Irlanda, e pode ser encontrada em branco ou lilás. Na Escócia onde ela é também conhecida como ‘Ling’, e floresce de julho a outubro, ela colore grandes áreas da bela paisagem escocesa. No passado o Heather que floresce em solos pouco férteis, era usada pelos ‘Highlanders’, habitantes das montanhas altas escocesas, como cama, como fibra para tecido, e também como ingrediente para cerveja. Atualmente ela é usada como remédio para reumatismo e infecção urinária , ingrediente para cosmético, produção de mel de colmeias encontradas em seus arbustos, e também para confecção de diferentes souvenirs e pequenos ‘buquês da sorte’.

Related posts

É preciso uma vila para criar uma criança

Anelise Kaminski

Escócia – O País da Chuva

Beatriz Barreto Jenkins

O que eu não gosto na Argentina

Fabi Lima

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação