BrasileirasPeloMundo.com
Canadá Vistos & Cidadanias Pelo Mundo

Canadá – Quebec: Casei com um gringo, e agora?

 

O tema de hoje é: a saga de imigrar para o Canadá quando o amor da sua vida é um Québécois! Costumo dizer que imigrei por amor. Conheci meu marido em Curitiba, em 2012. Depois de 3 anos numa relação à distância, nos casamos oficialmente no Brasil, em julho de 2015. Logo em seguida, me mudei para Québec. Tomei a decisão de imigrar baseada nos seguintes aspectos: conhecimento prévio tanto do idioma francês quanto inglês; possibilidades de adaptação ao mercado de trabalho; qualidade de vida e tolerância ao inverno rigoroso. Além disso, a análise de viabilidade financeira também foi essencial, pois vai dinheiro no negócio…

IMPORTANTE: Descrevo a minha experiência pessoal nesse processo, como uma referência apenas, deixando claro que não sou especialista no assunto. Disponibilizo links úteis dos principais órgãos envolvidos, mas recomendo SEMPRE verificar mudanças legais, que são relativamente constantes.

Parrainage familial, como funciona?

Existem várias modalidades de imigração a partir do país de origem ou do Canadá. No meu caso, todo o processo se baseia na chamada reunificação familiarParrainage d’un époux ou conjoint de fait – pois me casei com um cidadão canadense, a partir do Canadá. Esse pedido pode ser solicitado quando a união conjugal é civil ou estável, tanto para casais heterossexuais quanto homossexuais. Também pode ser realizado a partir do Brasil, com prazo de tratamento inferior inclusive.

O Ministério de Imigração do Canadá demanda o preenchimento de vários formulários e encaminhamento de outros documentos que comprovem que a união é verdadeira. Todos os documentos devem ser devidamente autenticados (por cartórios brasileiros ou pelo consulado brasileiro) e traduzidos por pessoas legalmente autorizadas pelo ministério aqui do Canadá. Portanto, é essencial levantar a papelada necessária ainda no Brasil, para garantir tudo em mãos quando chegar o momento. Só aí, já vai uma grana com as autenticações e traduções juramentadas…

O governo canadense também exige a realização de exames médicos para avaliar as condições de saúde do imigrante: raio-x dos pulmões, exames de sangue para HIV e sífilis, exames de urina e consulta com clínico geral. Existem médicos no Brasil, autorizados pelo Ministério de Imigração, a realizarem esses exames antecipadamente ou para quem faz a demanda a partir de lá. Achamos que seria bom antecipar, para ter os dados inseridos no eMedical. No entanto, como o processo demorou para chegar nessa etapa, precisei refazer todos os exames, pois a validade era de 12 meses. Com isso, além dos R$500,00 que já havia pago no Brasil, foi preciso gastar mais CAD 300,00 aqui.

Os formulários de imigração por Parrainage Familial solicitam informações sobre o padrinho (no caso, o marido), sobre a demandante do visto (euzinha), sobre a família da demandante, experiência profissional, histórico de formação escolar e evidências sobre o relacionamento. Nesse caso, a gente acaba fazendo um mini-dossiê com fotos (principalmente do casamento), documentos legais que comprovam a união (certidão de casamento e registro da união em Québec) e até nomes de pessoas no Brasil que conhecem o casal. O padrinho precisa comprovar que tem condições financeiras de sustentar a demandante por até 2 anos, tempo médio que se leva para terminar todo o processo. No Canadá não rola muito esquema de casamento arranjado como nos EUA, afinal a pessoa se compromete até a alma, independente do que a demandante possa fazer nesse tempo.

Quanto vale o show?

Vamos falar de números! É obrigatório o pagamento de várias taxas, antes de submeter a demanda de parrainage. A primeira página do dossiê é justamente o comprovante do pagamento. Vou dizer que só com isso, vai algo em torno de CAD 2.000,00, contando os serviços de tradução e eventual apoio legal de advogado (cerca de CAD 200.00/hora) ou conselheiro especialista em imigração (cerca de CAD 150.00 para verificação de documentos).

Pode parecer um gasto desnecessário, no entanto, é a melhor forma de garantir que tudo será preenchido e enviado dentro dos conformes. Existem manuais para auxiliar no preenchimento, mas é muito confuso. Como dica, sugiro ler primeiro a versão em inglês, que é mais clara do que em francês. Lemos as duas por desencargo de consciência. Por erros bobos de preenchimento de formulário, o processo pára até que sejam feitas todas as correções, podendo até ser negado.

Etapas do processo

São essencialmente três etapas :

  1. O padrinho deve ser aprovado.
  2. A demandante deve solicitar o Certificado de Seleção do Québec (CSQ) e ser aceita pela província
  3. A demandante começa a ser analisada
  4. Residência permanente é concedida

Durante esse período, não é recomendável deixar o país, pois pode ocorrer suspensão da demanda de imigração. Em casos de problemas de família no Brasil, deve ser solicitada uma autorização oficial para sair do Canadá. Importante atentar para os prazos de permanência legal no país quando se realiza o processo a partir do Canadá, para evitar status ilegal enquanto a demanda não for oficialmente recebida. Do contrário, pode haver necessidade de gastos adicionais com regularização ou até mesmo deportação.

Apenas para se ter ideia de prazos, submeti os documentos em outubro de 2015. Meu marido foi aprovado em março 2016, CSQ obtido em maio 2016 e agora estamos na terceira fase. Como tivemos o cuidado de verificar todos os documentos e respeitar todas as solicitações, espero em breve receber minha residência permanente. Para o cidadão ou residente permanente que realiza a demanda com a esposa ou marido ainda no Brasil, o tratamento é mais rápido. Verifique aqui como proceder nesse caso.

Antes de imigrar, pondere…

Em se tratando de um processo vinculado ao casamento ou união de fé, todas as decisões devem ser tomadas em conjunto. Imigrar é estressante, é burocrático e mexe demais com a gente, principalmente pela dependência financeira. Logo, é fundamental contar com o apoio do marido ou namorido, para juntos superarem os altos e baixos desse período de espera. Paixonites de ocasião prejudicam a imigração!

Related posts

Como tirar ou renovar o visto de esposa na Inglaterra

Nathália Braga Bannister

Vistos para morar nos EUA

Thais Amaral Tellawi

No Canadá ninguém usa sapatos dentro de casa

Mirella Secassi Agarelli

4 comentários

Robert Döbereiner Pohl Janeiro 4, 2019 at 4:26 pm

Muito ilustrativo, Ana.
Fiquei em Montreal por 6meses em 2014. Assim que cheguei conheci uma canadense e moramos juntos toda a duração de meu visto de visitante. Ela queria Parrainage mas meu orgulho não permitiu. Voltei e continuamos nos correspondendo amorosamente até 2016 quando voltei para aí. Mais 6 meses com ela, mais insistências de Parrainage e só agora, 2019, eu aceitei fazer o processo.
Ter morado com ela por dois períodos de 6 meses ea tudo estreita correspondência habilita a fazer o processo?
Muito obrigado!

Resposta
Liliane Oliveira Janeiro 8, 2019 at 8:37 pm

Olá Robert,
A Ana Carolina Sommer parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas no Canadá que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Beatriz Navarro Março 20, 2019 at 8:58 pm

Boa Tarde,
Gostaria se vocês pudessem me recomendar um agência que lide com as documentações para casamentos com Canadenses.
è muito formulário e fácil de se perder, pra mim seria imprescindívelL
Obrigada,
Beatriz

Resposta
Ana Carolina Sommer Março 24, 2019 at 2:40 pm

Olá Beatriz! Recomendo que vc verifique este site do governo federal onde vc encontra relação de pessoas autorizadas a prestar o serviço de representação legal durante uma demande de imigração. https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/services/immigration-citizenship-representative/choose/authorized.html
Acho mais seguro vc ir por essa via. Às vezes vc vai encontrar agências que se dizem aptas, mas melhor mesmo é se basear no site do governo. Boa sorte!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação