Como abrir conta bancária e tirar carteira de motorista na Áustria

0
302
Fonte: Pixabay
Advertisement

Como abrir conta bancária e tirar carteira de motorista na Áustria.

1 – Como tirar a carteira de motorista

2 – Como abrir conta em banco

Vamos lá!

Carteira de motorista:

Assim como no Brasil, para se providenciar uma carteira de motorista aqui na Áustria, é necessário se matricular em uma autoescola à escolha do motorista. Segue aqui a lista de todas as autoescolas do país.

A idade mínima para se dirigir depende do tipo de veículo e, consequentemente, da categoria de carteira de habilitação que se busca e abrange dos 15 aos 21 anos de idade. Pode iniciar aos 15 anos, habilitando para bicicletas motorizadas e veículos leves, também motorizados, de 4 rodas, chegando-se aos 21 anos, habilitando à direção de veículos como vans ou micro-ônibus de até 16 lugares, por exemplo.

Leia também: Custo de vida na Áustria

Os custos variam muito de escola para escola e englobam, além das horas-aula, teórica e prática, as taxas referentes ao exame médico, teórico e prático.

Deixo aqui uma escola que se diz “barateira” em Viena. A grade traz os valores discriminados.

Os órgãos expedidores das carteiras de habilitação na Áustria são:

Polícia 

Na ausência desta, o órgão de administração pública local, que pode ser uma sede de prefeitura.

Efetuados todos os pagamentos e cumpridas todas as aulas, é marcado o exame.

Leia também: aluguel em Viena

Conto minha experiência. Apenas validei minha carteira brasileira, não precisei passar por todas as etapas de autoescola, como por exemplo, assistir a aulas teóricas, aprender a lidar com Primeiros Socorros. Não necessitei de nada disso, e até poderia fazer o exame direto, todavia, um carro europeu tem algumas diferenças em comparação a um carro brasileiro (por exemplo: se você deixar o carro em ponto morto ao desligá-lo, aqui, você pode rodar no teste. Sempre que desligar um carro aqui na Áustria, deixe-o engatado) e a dinâmica de trânsito austríaca é totalmente diversa daquela coisa que chamamos de trânsito no Brasil.

O teste de trânsito na Áustria é aplicado por um policial de trânsito ou por um inspetor de trânsito ou por um engenheiro de trânsito.

No meu caso, foi um inspetor de trânsito. Além dele, no carro, me acompanharam meu instrutor de autoescola e mais uma aluna. Quando eu terminasse meu circuito, ela assumiria o carro e iniciaria seu exame.

Ao iniciar o teste, fui questionada pelo inspetor, acerca de itens relativos a funcionamento do carro, e o que fazer em situações de trânsito hipotéticas. Aprovada, então na parte teórica, o examinador senta atrás de você e vai ditando – e anotando – o que deseja que você demonstre. Fiz o percurso com baliza, estacionamento, ré e, depois, ele pediu para que eu entrasse na autoestrada. Após, retornamos ao perímetro urbano.

Algo que quase me rodou foi a situação com as ciclovias. Eu controlava apenas pelos espelhos laterais, jamais tirando meus olhos da pista. O examinador se irritou, sem ter sido grosseiro, virou-se para mim e perguntou: “a senhora quer matar todos os ciclistas? Por que não olha para as laterais traseiras? A senhora precisa tirar os olhos da pista. Não se pode controlar o fluxo de bicicletas apenas pelos espelhos, o risco de que os ciclistas entrem no ponto-cego é muito alto. Dobre seu pescoço para a esquerda e para a direita por favor!”

Leia também: tudo que você precisa saber para morar na Áustria

Após esse enérgico alerta, passei a “quebrar” meu pescoço toda a vez que passava por uma ciclovia e, principalmente, pelas esquinas. Lembro de no Brasil, o instrutor sempre dizer “nunca afaste seus olhos da pista”. Claro, quando aprendi a dirigir não existia uma ciclovia sequer na minha cidade natal.

Passado esse aprendizado e tanto, concluí o percurso e recebi, na hora, o resultado: aprovada. Também, na hora, se recebe uma carteira de habilitação provisória e você já pode sair dirigindo dali mesmo. Em questão de alguns dias, o correio envia a carteira definitiva para sua residência.

Alguns podem me perguntar: mas por que você não fez uma carteira internacional? Porque faltava 1 mês para minha carteira brasileira vencer e eu não tinha previsão de viajar apenas para isso. Eu necessitava, então, dessa carteira brasileira ainda válida para o processo de conversão aqui. Com a carteira austríaca, então, eu teria um documento hábil para convalidar no Brasil, quando preciso fosse.

Conta bancária:

Essa experiência é bem tranquila aqui na Áustria, desde que você esteja devidamente documentado.

Dirija-se com seu passaporte, documento de permanência no país e, por segurança, seu Meldezettel (comprovante de onde você mora) até o banco de sua escolha, converse com o gerente sobre o tipo de conta que você quer abrir (corrente ou poupança), faça o depósito inicial (a quantia depende de cada banco), se houver essa exigência, assine os formulários, receba seu cartão e pronto.

Em tempos de modernidade, é possível, inclusive, abrir uma conta via internet e controlá-la via celular, fazer pagamentos, visualizar extratos, enfim, tudo o que envolve trâmites bancários.

Grande abraço e até a próxima!

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.