BrasileirasPeloMundo.com
Austrália Casamento Pelo Mundo Comunidade LGBT Pelo Mundo

Casar na Austrália

Quando decidi me casar na Austrália, foi difícil encontrar informações a respeito, principalmente direcionada aos estudantes que aqui vivem, por isso, se você está no limbo tentando descobrir como oficialmente juntar as escovas de dentes, esse texto é pra você!

Fiquei noiva do meu esposo em 2015, e foi logo após nosso noivado que decidimos vir pra cá, nosso casamento iria acontecer de qualquer maneira, nós apenas nos adiantamos por motivo de: renovação de visto.

Leia também: opções de visto na Austrália

Viemos para Melbourne com dois vistos de estudantes, tudo separadinho, com o plano de estudar por 6 meses. Quando chegamos na metade do caminho, percebemos que 6 meses seria insuficiente, não só pelo idioma, mas pela vivência em si. Olhamos para o Brasil, e meu Deus, que zona! Aí pensamos, bom, já que estamos aqui, porque não renovamos? Estudamos mais, aproveitamos mais, enquanto isso, o Brasil vai entrando nos eixos (que ilusão!).

Pois bem, analisamos as alternativas e descobrimos que seria possível e muito mais acessível nos casarmos por aqui e aplicar a nossa renovação como casal, apenas um de nós seria o estudante e o outro seria o dependente, ou seja, os custos do curso seriam apenas para uma pessoa, apenas do curso, pois taxa de renovação e seguro saúde continuam sendo cobrados para os dois. Na época, eu ainda estava super indecisa sobre meu futuro profissional, então compensou muito renovar apenas para um estudante! Assim, pude me dedicar somente ao inglês e pensar melhor sobre o que eu gostaria de fazer.

Para dar entrada no processo matrimonial você precisa:

Ser maior de 18 anos;

Passaporte;

Comprovante de endereço;

Aqui na Austrália o cartório se chama BDM, nascimentos, mortes e casamentos, simples assim,rs! Para agendar o grande dia, você pode seguir dois caminhos:

  • Fazer o processo pelo site do próprio BDM, onde você preenche os formulários necessários e depois envia os documentos pelo correio ou entrega pessoalmente na sede deles.
  • Ir até o BDM e faz tudo por lá. Essa foi a nossa escolha.

Apesar de parecer complicado, o processo é bem simples!

– O BDM de Melbourne fica no 595 da Collins Street e funciona de segunda à sexta das 9 ao meio dia. Chegando lá, você precisa de uma senha para retirar o formulário no guichê, preencher o formulário e devolver para o atendente. Se você quiser, é possível fazer o download do formulário no site do BDM de Victoria;

– O atendente vai ler com você e confirmar o dia que você escolheu para sacramentar o casamento. Você precisa agendar a data com um mês de antecedência, e os dois precisam estar presentes no momento do agendamento;

– Se você for divorciado ou viúvo é preciso que entregue os documentos comprobatórios devidamente traduzidos por um profissional regulamentado;

– As taxas vão variar de acordo com o número de convidados e o dia que você escolher, aos finais de semana, por exemplo, é mais caro!

No dia do casamento:

– Os casamentos acontecem no Old Treasury Building, que é um prédio lindo e muito estiloso no centro de Melbourne;

– No dia do casamento você precisa levar 2 testemunhas;

– Você pode colocar música no momento da cerimônia. Tentamos colocar as nossas, mas a caixinha de som estava quebrada! 🙁

– A cerimônia dura em torno de 10 minutos! É muito rápido, sério!

– Você pode escrever seus votos, se quiser!

– No final da cerimônia você receberá uma certidão que não é válida para renovação de vistos (?!)

– Depois de 30 dias do casamento, você volta lá no BDM, paga mais AUD 40,00 e retira a certidão oficial, se você precisar desta certidão antes dos 30 dias terá que pagar uma taxa extra de AUD 100,00

– Se você quiser mudar seu nome, ou seja, incluir o nome de seu cônjuge, será necessário fazer outra aplicação solicitando a alteração.

Casamento gay na Austrália

Segundo o HuffpostBrasil, o casamento entre pessoas do mesmo gênero infelizmente é considerado ilegal na Austrália desde 2004, quando o ex-prêmie John Howard alterou a legislação permitindo que apenas heterossexuais pudessem se casar. Portanto, homossexuais terão que optar pela União Civil, que é legalmente aceita para renovação de vistos, os passos para registrar seu relacionamento são praticamente os mesmos do casamento, e também podem ser encontrados no site do BDM de Victoria.

A legalização do casamento gay já foi para debate no parlamento pelo menos 4 vezes, e em todas as vezes foi barrado! Uma triste derrota para os direitos LGBT neste país tão “igualitário”. Segundo a ONG Australian Marriage Equality, a maioria da população Australiana é a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo, o que contradiz as ações do parlamento. Por este motivo, no final de 2016, o partido de oposição, que apoia a causa, não autorizou a realização de um plebiscito para consultar a opinião da população. Segundo o líder da oposição, Bill Shorten, a legislação deve ser aprovada pelo Parlamento pois não faz sentido os gays serem submetidos a um processo de lei diferente dos australianos heterossexuais.

Esse ano, a rede de sorveterias Ben & Jerry’s proibiu a venda de bolas de sorvete do mesmo sabor até que o casamento gay seja aprovado na Austrália! Demais né? Segundo a empresa, eles baniram duas bolas com o mesmo sabor para incentivar os clientes a entrar em contato com seus deputados e lhes dizer que já passou da hora de legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo! Eu achei essa campanha incrível! Afinal de contas, o amor vem em todos os sabores!

Love is Love – Pixabay

Related posts

Cerimônia civil do casamento na França (parte 2)

Rosana Alcântara

Austrália – Universidades em Perth

Aline Arruda

Convivendo com a natureza na Austrália

Aline Arruda

3 comentários

Priscila Julho 9, 2019 at 11:04 am

Oi, bom dia!
Estou tentando ajudar na amiga brasileira que vai casar em Sydney. O noivo dela também não e australiano. Eles desejam optar pelo regime de separação total de bens. Onde e como devem fazer isto ? No próprio BDM??

Resposta
Liliane Oliveira Julho 9, 2019 at 1:46 pm

Olá Priscila,
A Sheyne Tanaka, infelizmente parou de colaborar conosco.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Jeniffer Abril 5, 2020 at 5:46 am

Tenho um amigo que mora da Austrália casou com uma pessoa, e ele tem que ficar com essa pessoa por 2anos e 7 meses e verdade ? Tem tempo certo pra ficar com a pessoa ? Ele casou em dezembro! Par ter o visto! E diz que não aguentar a mulher e queria separa, pode ? Dúvida.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação