BrasileirasPeloMundo.com
Alemanha

Como a vida me trouxe para Stuttgart

Nunca imaginei que um dia viria morar na Alemanha, mesmo que por tempo determinado. Em 2010, vivi minha primeira aventura fora do Brasil quando fui para os Estados Unidos trabalhar como Au Pair, cuidando de 4 crianças num subúrbio no estado da Pensilvânia. Fiquei quase 2 anos lá e não queria saber de voltar para o Brasil, estava amando a experiência de morar em outro país, mas precisava terminar a universidade e colocar a minha vida profissional nos eixos.

Voltei para o Brasil no final de 2012 e fiquei lá até o finalzinho de 2014! Foram 2 anos bem difíceis, pois minha cabeça e prioridades mudaram completamente. Nos EUA eu estava vivendo um ritmo frenético de querer dar a volta pelo mundo e ter que voltar para aquela “mesmice” que vivia no Brasil me deixou completamente desesperada, com o agravante de ter deixado amizades nos EUA e namorado (que daqui a um mês será marido!) na Inglaterra, além de encarar longos anos de espera num relacionamento à distância.

No Brasil, voltei para a faculdade e, enquanto estudava, consegui um estágio excelente na área de Inteligência de Mercado da Natura, a empresa dos sonhos de qualquer mulher. Fui muito feliz trabalhando lá, aprendi muito sobre o mercado e evoluí muito profissionalmente. Minha única preocupação em investir em uma carreira dentro de uma empresa de raízes brasileiras era não poder sair do país tão cedo, mas decidi aproveitar a experiência ao máximo e dar um passo de cada vez.

No meu último mês de estágio, surgiu uma oportunidade de trabalhar na Bosch, empresa alemã que tem um escritório bem grande em Campinas, bem pertinho da minha casa. Mandei meu CV, fiz uma entrevista e passei! Pronto, em poucos dias entrei na Bosch para trabalhar na área de Trade Marketing da divisão de ferramentas elétricas.

Bosch
Bosch

Foi desde então que minha conexão com a Alemanha começou: eu soube que a Bosch tinha um programa muito bacana de estágio no exterior, com algumas vagas em Stuttgart, sede mundial da empresa, e em Chicago, nos EUA. Como eu já tinha ido para os EUA e tinha planos de ir pra Europa, foquei na Alemanha. Para concorrer às vagas, os estagiários precisaram criar um projeto de melhoria, implementá-lo e apresentá-lo ao diretor e gerentes do departamento. E foi o que fiz durante todo meu ano trabalhando na Bosch do Brasil, paralelamente às minhas outras atividades na área, que incluíam planejamento de eventos e controle de budget em ritmo aceleradíssimo, um curso de alemão que decidi fazer assim que entrei na empresa e meu trabalho de conclusão de curso da faculdade, o famoso TCC.

No final do ano passado, apresentei meu projeto, que foi bastante elogiado, e consegui a vaga! Foi uma sensação inexplicável, pois era tudo o que eu mais queria.  Além disso, me formei em Publicidade e Propaganda na PUC de Campinas e na primeira semana de janeiro embarquei pra Stuttgart.

Stuttgart é uma cidade bem grande para o padrão europeu e é maravilhosa! É a sexta maior cidade da Alemanha, com mais de 600 mil habitantes, no estado de Baden-Württemberg, que fica no sul do país. Stuttgart também é conhecida como a “cidade-berço” do automóvel, pois aqui estão sediadas as mega empresas automotivas Mercedes-Benz e Porsche, além de grandes fabricantes de peças, como a própria Bosch e a Mahle.

Schlossgarten
Schlossgarten

A cidade fica no coração da Suábia; em alemão, também é conhecida como Schwabenmetropole (Metrópole Suábia), e aqui fala-se um dialeto bem diferente do norte, o que acaba sendo mais um desafio para os aventureiros que desejam aprender o idioma. Muitos dos meus amigos brasileiros estudaram no norte e quando vieram pra Stuttgart, ficaram impressionados com a diferença da língua e confessam que muitas vezes não entendem uma palavra sequer durante uma conversa!

Stuttgart tem se tornado uma cidade cada vez mais turística e visitada por pessoas do mundo inteiro, desde os apaixonados por carros até pessoas que querem conhecer mais um pouco da história rica de uma cidade que foi fundada no século 10 e atualmente é uma das mais importantes e desenvolvidas da Europa.

A principal praça da cidade, a Schlossplatz, fica bem no meio de Stuttgart, bem pertinho do centro de compras que está sempre cheio de gente andando de lá pra cá com sacolas na mão. A principal rua é a Königstrasse, que possui duas torres em seus extremos: uma com o logo da Mercedes-Benz e a outra com o logo da Bosch, as duas principais empresas sediadas aqui. Na praça também fica o Neues Schloss (Castelo Novo), um palácio de estilo barroco construído no final do século 18 como residência dos reis de Würtemberg. Assim como outras centenas de monumentos na Alemanha, o Neues Schloss foi bastante danificado durante a Segunda Guerra Mundial, mas felizmente foi reconstruído no final da guerra e permanece no local deixando tudo ainda mais charmoso na cidade.

Pertinho do Neues Schloss fica o Altes Schloss (Castelo Antigo), que atualmente dá lugar ao Museu do Estado de Würtemberg. Em 1930 ele foi muito danificado por um incêndio e quando sua reconstrução estava para começar, a Segunda Guerra mundial explodiu e os bombardeios o danificaram mais ainda! O Altes Schloss só foi completamente renovado em 1969, quase 40 anos depois de ser destruído! Um fato interessante: dentro do castelo também tem um museu dedicado a Claus Schenk Graf von Stauffenberg, um cidadão de Stuttgart que ficou famoso por tentar assassinar Hitler e tirar o partido nazista do poder. Como sua tentativa falhou, ele foi executado, mas jamais esquecido pelos anti-nazistas.

Mais afastado do centro, fica outro castelo lindíssimo, o Schloss Solitude, que é meu favorito! Foi desenhado para ser um lugar calmo para reflexão e “solitude”, daí vem seu nome. Ele fica bem no alto da cidade e tem uma vista maravilhosa; muitas pessoas passam horas no jardim meditando, fazendo ioga e exercícios. É também um lugar muito popular para a celebração de casamentos. Desde 1990, o Schloss Solitude abriga a Academia de Artes da cidade com alojamentos para artistas do mundo inteiro. Ela possui 45 estúdios de arte e oferece 50 quartos e bolsas de estudo para estudantes de artes que terminaram seus estudos básicos e que tenham menos de 35 anos.

Solitude
Solitude

Stuttgart abriga dois museus automotivos gigantes e muito modernos: o Mercedes-Benz Museum e o Porsche Museum. O museu da Mercedes é de tirar o fôlego. Ele documenta mais de 125 anos da história automotiva, desde a invenção do automóvel até os dias de hoje, com máquinas ultra modernas. Para vocês terem uma ideia do tamanho, o museu tem 9 andares de exposição com mais de 1.500 exibições e 160 veículos de épocas diferentes. É tudo extremamente moderno e organizado, super dinâmico e interativo. Eu não entendo muito sobre carros, mas AMEI a visita e recomendaria a qualquer pessoa de qualquer idade – tem muito conteúdo histórico, além de máquinas e velocidade. No final da visita, é possível visitar a imensa loja do museu, que contém diversos souvenires e… Carros! Sim, o atual acervo da Mercedes está lá disponível para compra e exposição. Você pode ver os carros de perto, entrar, checar o painel de controle e se estiver no clima e com dinheiro no bolso, é claro, sair de lá com seu próprio carrão. Que tal?

Mercedes
Mercedes

O Museu da Porsche também é uma das principais atrações da cidade. Por fora, tem um design moderno, um prédio todo diferente com o letreiro no topo. Por dentro, é recheado de lindos carros esportivos, além de uma rica coletânea de fatos históricos que contam tudo sobre a marca e os projetos de seu criador, Ferdinand Porsche. No hall de entrada é possível ver a oficina do museu, que é utilizada para restaurar alguns carros. A lojinha é um sonho, principalmente para quem coleciona miniaturas. Impossível sair de lá sem sonhar com um desses, mas no tamanho real. Aqui em Stuttgart é muito comum andar pela rua e ver Porsches lindíssimos de todas as cores e modelos que você pode imaginar. A marca é um orgulho dos alemães e da cidade de Stuttgart.

Museu da Porsche
Museu da Porsche

Além de prédios históricos e museus automotivos, Stuttgart é cheia de parques, biergartens e restaurantes servindo o melhor da comida suábia. Agora no verão os gramados estão sempre lotados de pessoas tomando um solzinho, relaxando e fazendo piquenique. Afinal, são cerca de 3 meses por ano que o sol aparece pra esquentar e os europeus aproveitam esse clima como ninguém.

Espero que tenham gostado de saber um pouquinho sobre Stuttgart, que é uma cidade maravilhosa para se viver e merece uma visita!

Fotos: acervo pessoal

Related posts

5 diferenças entre o Natal alemão e o brasileiro

Marcela Vieira

Desafios de uma mãe em outro país

Monique Abbehusen

Dicas de passeios nos arredores de Berlim

Nathalia Vitola

37 comentários

Franciane Lopes Agosto 11, 2015 at 11:11 am

Menina aventureira essa, viu? Tenho muita vontade de conhecer a Alemanha. Já sei agora por onde começar hihihihi

Resposta
Beatriz Agosto 12, 2015 at 7:29 am

Oi Franciane!
Pode vir para Stuttgart, essa cidade é sensacional e cheia de coisas pra fazer. Tenho certeza que você vai adorar!
Beijao!

Resposta
Samira Agosto 11, 2015 at 11:21 am

Oi, Bia! Acompanho sua história desde os tempos de au-pair, lá do comecinho do blog até hoje e adoro conhecer os lugares pelas suas palavras e fotos. Fico feliz quando leio sobre tuas conquistas aí em outras terras e torço por ti!
Ah, adorei o post também, fotos liiiiindas!!! Beijos

Resposta
Beatriz Agosto 12, 2015 at 7:30 am

Oi Samira! Que legal ver um comentário seu por aqui! Muito obrigada pela torcida! 🙂 Logo logo tem mais post por aqui e lá no Au Pair nos EUA também!
Muitos beijos!

Resposta
Louise Caetano Agosto 11, 2015 at 12:04 pm

Ameeei o post Bia!!! Sempre viajo com você!!!! Bjos

Resposta
Beatriz Agosto 12, 2015 at 7:31 am

Que bom, Louise! Você é uma das minhas leitoras mais fiéis, adoro seus comentários e também adoro saber que consigo te levar comigo nas viagens! haha
Beijos e obrigada por sempre me acompanhar!

Resposta
Ataliba Agosto 11, 2015 at 2:25 pm

Parabens! Muito legal seu post .

Resposta
Beatriz Agosto 12, 2015 at 7:31 am

Muito obrigada, Ataliba!

Resposta
Barbara Agosto 11, 2015 at 3:46 pm

Oi Bia, adorei saber mais da sua história.. Na Inglaterra você vai continuar trabalhando na Bosch? Boa sorte!!

Resposta
Beatriz Agosto 12, 2015 at 7:35 am

Oi Bárbara! Muito obrigada pelo comentário!
Estou tentando uma transferência pra lá ano que vem, mas ainda não consigo mexer muitos pauzinhos porque meu visto de residência e trabalho ainda não saiu. Casei há 4 dias e agora começa outra etapa da burocracia pra sair a papelada. Se Deus quiser vai dar tudo certo e vou continuar na Bosch! Se não, a vida continua e procurarei outro trabalho por lá em 2016!
Beijos e obrigada!

Resposta
Hugo Montenegro Agosto 11, 2015 at 7:00 pm

Muito interessante sua trajetória! Determinação, foco e competencia! Infalível, parabéns e um abraço.

Resposta
Beatriz Agosto 12, 2015 at 7:35 am

Oi Hugo!
Muito obrigada pelos elogios e por deixar seu comentário!
Beijos!

Resposta
Jéssica Agosto 11, 2015 at 8:32 pm

Biiiia! Chegou sua vez por aqui! E olha so o tamanho do seu “about me” mas tem que arrumar ne? agora já é maridinho uhul!!!. Ficou tão chique, haha. E sempre que vc posta foto na Schlossplatz eu fico babando, adorei esses museus ai mesmo sem gostar de carros tb. Beijossss

Resposta
Beatriz Agosto 12, 2015 at 7:37 am

Oi Jé! Pois é, cheguei aqui também! Vamos trocar figurinhas no BPM! 🙂
Estou aguardando sua visita! Você e o cherri poderiam vir para a Oktober/Volksfest em setembro ou outubro, né? Precisamos combinar! Te levarei para um tour dos bons em Stuttgart. E eu também estou devendo a visita em Lyon, eu sei!
Beijao!

Resposta
Bruna Pinheiro Agosto 12, 2015 at 3:10 am

Bia!! Olha eu aqui te prestigiando 🙂
Demais conhecer essas histórias e lugares lindos da Alemanha, pura cultura. Espero conhecer todos eles. Beijos sua linda

Resposta
Beatriz Agosto 13, 2015 at 9:16 pm

Oi Bru!
Logo logo você vem me visitar e vou te levar pra conhecer o máximo que eu puder, pode ter certeza.
Muito obrigada por deixar seu comentário aqui e, principalmente, obrigada pelo seu apoio. Você e as meninas de TS foram essenciais durante a construção do meu projeto para vir para a Alemanha e todo o apoio psicológico numa época tão desafiadora foi muito importante pra mim!
Muito obrigada, amiga!
Beijo enorme!!!

Resposta
Carla Ribeiro Fernandes Agosto 12, 2015 at 5:50 pm

Bia, que linda a sua História (com H maiúsculo) pois você é aventureira e adora desafios, aquela menina que vi na barriga da Joice, se tornar uma Mulher e tanto, parabéns a Você a Joice e Zinho (meus primos de coração e sangue), adorei ler de ponta a ponta, adorei as fotos, enfim tudo (estou até emocionada….), o destino é a gente que faz…. você tem um futuro gigante pela frente….. grande Beijo

Resposta
Beatriz Agosto 13, 2015 at 6:28 am

Oi Carla! Que delícia ler seu comentário! Fiquei super feliz!!! Viu só? A vida nos leva para caminhos inesperados… estou muito feliz, mesmo com todas as dificuldades e incontáveis desafios!
Beijo bem grande pra você!

Resposta
Elides Ribeiro Loebmann Agosto 12, 2015 at 11:22 pm

Bia a gente não teve muita convivencia mas sempre tinha notícias suas pelo Joãozinho ,,Cris e minha tia Lula..Sou uma colecionadora de histórias da família Ribeiro em um album de fotos.Esse seu relado me emocionou muito.Parabens por tudo seu esforço e o sucesso que você teve como grande mérito. Felicidades!

Resposta
Beatriz Agosto 13, 2015 at 9:14 pm

Oi Elides!
Fiquei muito feliz de saber que até meus familiares mais distantes vieram conferir meu texto e conhecer mais um pouquinho da minha história! Obrigada por deixar seu comentário aqui e pelos elogios. Posso entrar pra sua coleção?
Beijo grande!!!

Resposta
João Ribeiro Agosto 13, 2015 at 2:58 pm

Fico muito feliz quando vejo muitas pessoas curtindo o seu texto. Tira de cima de mim o peso de ser um pai que curte demais os textos da filha. Afinal Pai é Pai. Parabéns, lindinha, e vai em frente. À família que comentou aí em cima, Carla e Elides, um beijo. Nossa família tem sangue bom!!!!

Resposta
Beatriz Agosto 13, 2015 at 9:12 pm

Obrigada pelo apoio de sempre, paizão! Beijo!

Resposta
Lucas Agosto 14, 2015 at 3:22 pm

Ótimo texto e belas fotos!! em especial a do palácio Solitude 🙂

Resposta
Beatriz Agosto 14, 2015 at 4:36 pm

Muito obrigada, Lucas! O palácio Solitute é lindo demais, muito fácil tirar uma bela foto dele! E é meu lugar favorito na cidade, então caprichei!
Obrigada pelo comentário!
Beijos!

Resposta
Márcia Pinto Setembro 2, 2015 at 8:54 pm

Beatriz, prazer! Adorei seu texto sobre a Alemanha. Você poderia indicar alguma agência de casamento idônea na Alemanha? Sou do Rio de Janeiro, 47 anos, negra, solteira, e quero relacionar-me com um alemão. Procuro coisa séria, sem aventuras. Não conheço ninguém que possa indicar-me, só estou conseguindo agências pela Internet. Prefiro agência física, com endereço. Por favor, aguardo sua orientação. Grata, Márcia Pinto.

Resposta
A cultura alemã no trabalho | Volkstanzgruppe Weisser Schwan Outubro 29, 2015 at 11:37 am

[…] meu primeiro post, contei um pouquinho sobre Stuttgart e como a vida me trouxe para a Alemanha no meio de tantas mudanças. Agora quero contar pra vocês como é trabalhar na sede da Bosch, uma […]

Resposta
Lidia Fernandes Abril 18, 2016 at 7:25 pm

Adoro sturttgart! Passei mais de 1 mês nesse lugar maravilhoso, pretendo voltar para morar de vez. Espero poder conhecer voce Bia, sua historia é admirável.
bjão linda, até breve.

Resposta
Airine Agosto 23, 2016 at 2:06 pm

Que legal! Fui estagiar na Bosch de Stuttgart também e essa matéria me levou a nostalgia hahah aliás, você deve conhecer alguns dos amigos barsileiros que tive em Stuttgart, já que eles moram há anos lá e toda leva de estagiário acaba conhecendo eles hahah

Resposta
Ana Clara Jácome Outubro 4, 2016 at 1:00 pm

Oi Beatriz,
Adorei o seu blog. Acabei de me mudar para Stuttgart, meu marido veio trabalhar aqui.
Você tem alguma indicação de alguém de apartamento por temporada? No Airbnb não tem muitos aptos para um período longo.
Muito obrigada pela ajuda!

Resposta
Cristiane Leme Outubro 8, 2016 at 12:59 pm

A Beatriz parou de colaborar com o BPM.

Resposta
Vinicius Outubro 7, 2016 at 2:32 pm

Oi Bia! Recebi uma proposta para trabalhar em Stuttgart mas não falo alemão. A empresa não definiu como obrigatório o conhecimento do idioma, apenas inglês, no entanto, fico pensando no dia-a-dia, vivendo na Alemanha e não falando nada de Alemão.

Obviamente eu iria estudar mas tenho pouco tempo para decidir. Acha que consigo me virar só com inglês por aí, ao menos nos primeiros meses?

Abraços e obrigado pelo texto, fiquei com vontade de morar ai! hahah

Resposta
Sarah Oliveira Outubro 11, 2016 at 12:45 pm

Olá Vinícius.
A Beatriz não é mais colunista no BPM, mas vou tentar meu melhor para respondê-lo.
Geralmente, em cidades grandes como Stuttgart, não é difícil encontrar pessoas que falem inglês para ajudá-lo. Mas ainda assim, o idioma aqui na Alemanha é sempre um complicador. Então, se eu puder sugerir algo, é faça um curso de alemão, mesmo que básico. E não tem problema vir sem falar nada (eu mesma passei por esta experiência). Mas se matricule em um curso assim que chegar pois irá facilitar muito a sua vida.
E continue lendo nossos textos aqui no BPM. Temos sempre novas experiências e histórias para compartilhar que poderão ajudá-lo no início.
Desejo muito sucesso na sua nova empreitada profissional.
Sarah

Resposta
Ana Carolina Dezembro 26, 2016 at 1:24 pm

Ola! Meu marido e eu estamos indo morar 1 ano em Stuttgart a partir de março de 2017, ele vai fazer pós-doutorado e eu estudar alemão. Estamos procurando apartamento mobiliado e queríamos umas dicas de lugar/ região para morar. Queremos uma região mais central, com fácil acesso ao metro e preço razoável.. Você tem alguma dica de bairro? obrigada, Carol

Resposta
Jose Carlos Ribeiro Março 13, 2017 at 4:11 pm

Ola! Vou a Fasteners Fair em Stuttgart 28/03/2017 a 30/032017. Conhece algum brasileiro que fale bem o ingles para me acompanhar 02 dias na feira. Tem que falar ingles e não Alemão pois há muitos expositores chineses.

Jose Carlos

Resposta
elaine Abril 6, 2017 at 2:17 pm

Ola tudo bem, eu estou indo para Ludwigsburg, a 14 km de Stuttgart.
Meu ingles e a nivel Pre intermediario, estou estudando muito, Gostaria de estudar e trabalhar como voluntario.
Se alguem tiver algumas dicas

Resposta
mariana soares Maio 30, 2019 at 9:01 pm

Olá Beatriz estou querendo ir pra Stuttgart, como você fez para arrumar moradia quando chegou?

Resposta
Liliane Oliveira Maio 31, 2019 at 1:30 pm

Olá Mariana,
A Beatriz Morgado parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Alemanha que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação