BrasileirasPeloMundo.com
Alugar/Comprar Imóvel Pelo Mundo Hungria

Como alugar um apartamento em Budapeste

Como alugar um apartamento em Budapeste.

Para muitas pessoas, encontrar um lar no exterior pode ser uma tarefa árdua e talvez o mais difícil de todos os desafios. Tive muita sorte, mas em geral é um processo cansativo e que exige bastante pesquisa.

A boa notícia é que alugar um apartamento em Budapeste é muito menos burocrático do que no Brasil. Lembro da dificuldade que foi passar por isso na minha cidade: diversos comprovantes de renda, fiador ou seguro fiança, extratos e por aí vai… Após tudo isso, sua ficha é analisada e ainda corre o risco de ser negada.

Depois de morar em outros 3 apartamentos, finalmente encontrei um lugar em que me sinto em casa. Sabe o que foi necessário para que o contrato fosse no meu nome? Apenas dois aluguéis como caução e meus dados pessoais, simples assim.

A etapa mais difícil é de fato conseguir visitar e fechar negócio. Recomendo olhar todos os detalhes para evitar surpresas. Por falta de atenção, uma das casas que morei não tinha aquecedor no meu quarto.

Atualmente, alguns dos landlords (donos) são estrangeiros, moram em outros países e utilizam o imóvel como um investimento, garantindo a renda mensal.

Para encontrar opções, o Facebook é uma excelente ferramenta. São diversos grupos, com vagas de quartos para estudantes e trabalhadores estrangeiros, até apartamentos completos.

Leia também: Dez motivos para morar em Budapeste

O site Inglatan.com é em húngaro, mas com paciência dá para encontrar algo. Dica preciosa: Kiadó é aluguel, enquanto Eladó é venda. Utilizando os filtros, conseguirá encontrar de acordo com o que deseja. Também sugiro olhar o Albérlet.hu, esse site tem a versão em inglês (que facilita muito!) e permite selecionar por região/distrito, tipo de propriedade, tamanho, número de cômodos e se tem mobília ou não.

Depois de entrar em contato com os responsáveis, se prepare para ser ignorado por muitos ao enviar mensagens em inglês. Isso é normal e acontece com frequência, principalmente através dos sites. Aproveite a visita para tirar todas as dúvidas, inspecionar bem o local e já sentir como será a relação com o proprietário.

O contrato é fundamental para se resguardar e evitar problemas futuros. Na Hungria utilizam o nome da mãe para diversos documentos, informe sempre o nome de solteira da sua mãe, é esse que eles consideram. Contarei um pouco da minha experiência em Budapeste, que pode ser útil para quem vai morar aqui.

As três primeiras casas que morei, aluguei apenas o quarto. Qual é a diferença? Os demais quartos são alugados por pessoas que você não conhece, é sempre uma surpresa. Tive sorte pois meus flatmates eram organizados e foi uma oportunidade incrível de conviver com nacionalidades diferentes. É como se fosse uma república, em que você tem seu espaço, e compartilha as áreas comuns. A desvantagem é a rotatividade de pessoas, enquanto a vantagem é a flexibilidade para se mudar. Normalmente basta você encontrar alguém para o seu quarto e poderá sair.

Ao alugar o apartamento como um todo, ter pessoas confiáveis ao lado é o básico. O valor a ser pago está no nome de todos que assinaram e se algum deles não cumprir, ainda assim os demais devem arcar com o pagamento.

Cada palavra do contrato é de extrema importância! Normalmente os contratos são redigidos em inglês e húngaro, se puder, peça a algum húngaro para conferir, já que judicialmente o que conta é o que está no idioma local. Não é comum agirem de má-fé nesse sentido, mas devemos nos resguardar ao máximo.

Outra dica é sobre a quebra de contrato, saber os prazos e condições caso saia antes da data final. Sobre a renovação também é bom se atentar, se possível assine para 2 anos. Quanto maior o tempo, mais fácil de negociar uma redução no valor e evitar reajustes.

A imobiliária foi bem flexível e permitiu a alteração de algumas cláusulas, principalmente no que diz respeito a um dos locatários sair e ser substituído. Na visita notamos que faltava micro-ondas, um armário, uma das camas que precisava ser substituída e a internet era ruim. Formalizamos por escrito e eles cumpriram. Enquanto não estava tudo solucionado, a cobrança era resguardada pelo contrato que firmamos, o que nos deu a segurança de que eles entregariam o que prometeram. Recentemente o aquecedor deu problema e eles prontamente atenderam a nossa solicitação para consertar. Infelizmente vários amigos não costumam ter a mesma sorte, portanto, intuição e pesquisar bem podem ser aliados na hora de escolher um lar.

Atualmente moro no distrito VI, uma localização central, perto do trabalho e próxima de todas as atrações. Gosto do bairro (Oktogon), mas morei a maior parte do tempo em Corvin Negyed, um pouco mais afastado das baladas, só que adorava a região e super indico.

O transporte público é de qualidade e mesmo em regiões mais distantes, ainda considero o deslocamento bem eficiente. Aqui você pode ler mais sobre: Transporte público em Budapeste.

Related posts

Dicas para mobiliar a casa em Abu Dhabi

Pollyane Martins

Dicas para alugar imóveis em Lima

Bruna Figueiredo

10 dicas para alugar imóvel na Austrália

Sheyne Tanaka

6 comentários

Vinicius Junho 9, 2019 at 4:41 pm

Olá mayra!
Obrigado pelo post. Estou de mudança para Budapest e gostaria de te perguntar:
Qual agencia você ne indica para fechar negocio com o aluguel?
Vi que vc colocou 2 sites. Vou dar uma olhada nesse que tem opcao em Inglês. Caso ache algum apartamento que eu goste nesse site, imagino que seja direto com o proprietario né?
Outra pergunta, vc alugou direto com o proprietario ou por agencia?

Resposta
Mayra Di Domenico Junho 27, 2019 at 10:13 am

Olá Vinicius!

Quando chega por aqui?

Recomendo pesquisar no grupo do Facebook – Hungary Expats, lá podem dar mais recomendações sobre imobiliárias que são mais confiáveis.

A minha chama Vip Properties e até o momento não tenho nada para reclamar.
Geralmente é diretamente com o proprietário, mas também encontrará muitos corretores postando nesses sites.

Obrigada pelo comentário!

May

Resposta
Vinicius Junho 9, 2019 at 4:45 pm

Ola mayra.
Qual agencia vc me recomenda em budapeste para locação de apartamento imobiliado?
Vc fez direto com o proprietario ou pela agencia?
Obrigado pelo post!!!

Resposta
Giovana Junho 20, 2019 at 2:10 am

Olá, tudo bem ? Gostaria de saber mais o menos, o quanto se gasta para alugar um apartamento de 1 quarto, em Budapeste ?

Resposta
Mayra Di Domenico Junho 27, 2019 at 10:14 am

Olá Giovana!

Depende bastante. Se você dividir apartamento, o aluguel gira em torno de 230 a 500 euros por quarto.
Um flat (estilo kitnet) para morar sozinha varia de 100.000 até 300.000. A média é de 120 a 200.000 forint.

Qualquer dúvida é só chamar 🙂

May

Resposta
Josilene Aires Agosto 5, 2019 at 1:42 pm

Ola Mayra, muito legais suas dicas!!!
Meu filho irá passar um semestre em Budapeste, a partir de 02 de setembro até 30/jan. Conseguimos um quarto em um apto, o quarto é bem pequeno (mas todos parecem ser assim aqui…) Entretanto fiquei super desconfiada pois a proprietária pediu dois alugueis de caução… que serão devolvidos na saída!!! como a gente brasileiro é desconfiado hehehe, fiquei com medo de ela não devolver, uma vez que meu filho vem embora e nunca mais vai voltar lá… aí nem tem como recuperar a grana hehehe.
Até que encontrei teu blog e vi seu alerta que é exatamente assim que funciona… Me diz a tua experiência sobre esta “devolução” nos aptos que já morasses.. grande abraço

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação